História Cotidiano dos Nossos Ninjas de Konoha - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Borusara, Historias Engraçadas, Naruhina, Sasusaku
Exibições 46
Palavras 1.810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Famí­lia, Luta, Shounen, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi galeris!!!
Desculpe se eu demorei um pouco, n tô com muita ideia, então aceito sugestões de vcs pra fazer as one-shots, por isso eu posso demorar um pouco, mas qualquer ideia é bem vinda!!!
E desculpe os erros gramaticais, é que eu estou no celular
Beijinhos!!!😘😘😘😍😍😍

Capítulo 2 - Grande Fardo Uchiha


Fanfic / Fanfiction Cotidiano dos Nossos Ninjas de Konoha - Capítulo 2 - Grande Fardo Uchiha

Narradora on:

Socos, chutes e defesas era o único som que se podia ouvir naquele fim de tarde ensolarado. No campo de treinamento fora de Konoha, lá estava Sarada treinando com o seu sensei Konohamaru. Estava aflita, não conseguia desferir um golpe sequer no seu "oponente" mesmo com o Sharingan ativo. Como conseguiria virar Chunin desse jeito? Como conseguirá se tornar Hokage? Konohamaru percebeu a aflição da sua pupila e decidiu assim dar um descanso para a mesma.

Sarada: Eu não preciso de descanso, eu tô bem. Vamos continuar sensei- Disse Sarada, voltando a ativar o Sharingan (já que ela tinha desativado quando Konohamaru parou de lutar).

Konohamaru sabia que alguma coisa estava acontecendo de errado com a sua aluna. Sentou-se embaixo de uma árvore árvore e chamou Sarada para juntar-se a si, quando a mesma sentou fitando o chão, seu sensei perguntou

Konohamaru: Sarada, o que está acontecendo? Você me parece tão distante de tudo, não está se concentrando o suficiente. Não conseguiu desferir um golpe certeiro em mim. Se você não se sentir à vontade de me contar o que houve não tem problema- Disse observando a Uchiha que apenas levantou seu olhar para poder encarar o sensei e suspirou pesado.

Sarada: É que... Sabe... Eu estou ultimamente me sentindo tão fraca. Não consigo ganhar mais lutas que antes eram fáceis para mim- Disse a morena desabafando o que estava no seu peito. Afinal era o seu sensei, confiava nele- Eu perdi duas lutas seguidas contra o Boruto, tudo bem que ele é forte, mas perder duas vezes não dá. Não sei o motivo disso tudo, mas eu preciso descobrir, já está me afetando demais- Disse por fim.

A Uchiha mentiu a última frase. Ela sabia muito bem o que estava lhe afetando. A cada ano que passa, Sarada vai ficando mais experiente tanto nas habilidades quanto no seu clã. O motivo da morena ficar tão distante de tudo, é pelo fato de com apenas 13 anos de idade, carregar um fardo tão grande como ser a responsável por futuramente restaurar o famoso e temido clã Uchiha, se tornar uma líder muito forte para representar o clã e ser filha do único sobrevivente do massacre a família Uchiha, Sasuke Uchiha e da pupila da Godaime Hokage, Sakura Haruno (agora Sakura Uchiha :-P), portadora do selo byakugou. Seus pais eram muito importantes para o mundo Shinobi, e todos esperam que os filhos dessa geração sejam tão forte quanto os pais ou até mais. Tal pensamento deixava Sarada agoniada e com medo de decepcionar seus pais e a todos. Esse motivo que estava deixando-a aflita.

Konohamaru a aconselhou como pôde e um tempo depois foram embora para as suas respectivas casas.

A Uchiha estava pensando tanto em tudo o que aconteceu no seu dia, que nem percebeu que já estava na porta de casa.

Sarada: Tadaima- Disse abrindo a porta e logo tirando os seus sapatos para jogá-lo em qualquer lugar.

Sakura: Okaeri Sarada- Disse sua mãe com um pequeno sorriso nos lábios ao lado de Sasuke- Estávamos te esperando para jantarmos.

Sasuke: Okaeri- Disse com o mesmo tom Sasuke Uchiha de sempre.

Foram para a sala de jantar, o clima não estava dos melhores. Sasuke percebeu que a sua filha está muito quieta. Sarada pode não falar muito, perto de algumas pessoas, mas quando está com sua família é tagarela como a mãe, irritante como sempre dizia. Decidiu não perguntar nada sobre o motivo da Sarada está tão diferente, se ela não contou então não se sentia confortável em dizer o que houve, e ele não a forçaria a falar, se quiser ela falaria por conta própria.

Quando o jantar acabou Sarada tinha se retirado para tomar um banho e ir dormir, enquanto Sakura estava terminando de limpar a louça na pia, o Uchiha foi ajudá-la colocando os pratos nos devidos lugares.

Sasuke: Foi só eu que percebi que Sarada está estranha?

Sakura riu

Sakura: É claro que eu percebi querido.- Disse a rosada terminando de lavar o último prato. Sasuke o olhou como se ela tivesse alguma explicação sobre a filha deles- É que ela ultimamente anda perdendo lutas que ganharia facilmente. Também anda muito sobre pressão pelo fato de ser nossa filha. Ela acha que se não for forte como os pais, todos, inclusive nós dois ficaríamos decepcionados. Eu tentei falar com ela, mas não adianta, ela não escuta- Finalizou Sakura deixando um Sasuke surpreso. Como ele não percebeu que a sua filha carregava um fardo tão grande como esse? Estava se sentindo  um péssimo pai, porém não demonstrou.

Sasuke: Bom, de um jeito ou de outro ela vai perceber que isso é besteira. Ela é muito forte, afinal, é uma Uchiha.- Disse convicto e despreocupado.

Sakura: Eu espero que sim querido.

Assim que terminaram suas tarefas, tomaram banho e foram dormir.

Dia seguinte...

Sarada acordava com os raios do sol batendo em  seu rosto. Abriu seus olhos lentamente e esticou os braços para pegar o óculos em cima do criado-mudo. Hoje seria mais um dia de árduo treino para ser digna de ser uma Uchiha.

Tomou banho, colocou sua roupa habitual de ninja (aquela do filme Boruto: Naruto the Movie), e desceu as escadas rumo a sala de jantar tomar seu café da manhã. Estranhou pois só viu a sua mãe tomando seu café preto em silêncio.

Sarada: Ué, cadê o papai?

Sakura: O Naruto o convocou para seu escritório imediatamente.- Disse a rosada tomando um grande gole de café na sua caneca com o símbolo dos Uchiha.

Sarada assentiu e mais nada disse sobre tal assunto. Tomou seu café acompanhado da mãe e saiu rumo ao campo de treinamento.

No Campo de Treinamento...

A Uchiha estava treinando sozinha faziam horas, ela tinha saído de casa às 8:45 e de acordo com a posição do sol, Sarada deduziu ser 12:30. Resolveu parar um pouco, mas não mais de 15 minutos, não se daria ao luxo de descansar mais do que isso. Sentou-se debaixo de uma árvore, abriu sua bolsa e puxou uma maçã que tinha pego durante o café da manhã.

Arrepiou-se. Sentiu um choque enorme de chakra, um chakra familiar, parecia que estava lutando, o oponente também tinha uma grande quantidade de chakra, mas não era nada comparado ao primeiro que ela sentiu. Resolveu chegar mais perto para ver quem estava duelando ali. Não acreditou no que viu, o inimigo que parecia exausto e cheio de feridas de kunais e shurikens, e do outro lado o aliado, sendo mais específico, o seu pai Sasuke Uchiha, ele não parecia tão cansado quanto o oponente, mas dava para perceber sinais de cansaço. Sarada observava tudo de longe, seu pai levava a vantagem claro, e o inimigo ficava cada vez mais cansado e consequentemente mais fraco. Mas o que os Uchiha não esperavam era que o inimigo fez um jutsu onde o chão em que estavam lutando ficasse completamente escorregadio, fazendo Sasuke se desequilibrar e bater com a cabeça na árvore. A pancada foi tão forte e certeira, que o moreno desmaiou na hora. O que? Como assim o grande Sasuke Uchiha desmaiou? Claro que foi uma pancada muito forte, talvez fosse azar do Uchiha cair desse jeito. Mas mesmo assim, o que fazer? Era o que Sarada estava pensando nesse momento. Não deixaria um inimigo passar dos portões de Konoha, não tinha ninguém perto daquele campo, e não daria tempo de chamar reforços. É, teria que impedir o oponente sozinha para proteger seu pai e a vila, mas não podia lutar naquele chão, senão não ficaria de pé de tão escorregadio que era, só teve uma opção.

Sarada: SHANAROOOOOOOOOOOO!!!!!- Com os punhos concentrados de chakra, Sarada socou o chão com toda a força que havia herdado de sua mãe. O chão escorregadio virou pedaços, conseguindo assim deixar a morena de pé. Como o inimigo já estava fraco e cheio de feridas, foi apenas preciso um golpe certeiro da Uchiha para fazer o cara cair no chão derrotado. Sarada foi ver como o pai estava, ela pode não ser uma médica ninja tão boa e experiente como a mãe, mas tinha uma noção de algumas coisas desse ramo. Sasuke bateu a cabeça bem forte, provavelmente ficaria algumas horas ou até dias desmaiado, mas antes precisava levar o inimigo até o Hokage, quando a morena virou, o mesmo já tinha fugido, ela não ficou tão preocupada já que ele estava muito ferido, não iria tão longe, era só informar aos guardas do portão principal e eles o iriam pegá-lo. Precisava falar com o Hokage, mas não antes de levar o seu pai para o hospital de sua mãe, o levantou com dificuldades e seguiu rumo ao hospital.

Dias Depois...

Sasuke tinha acabado de sair do hospital, e lá mesmo soube por quem ele foi salvo, ficou orgulhoso da filha, o que a deixou bastante feliz. O Uchiha aproveitou a oportunidade de pai e filha e conversou com Sarada sobre como ela estava se sentindo ultimamente.

Sarada: Mas papai... Eu estava me sentindo tão, sei lá... Inferior por não ser nada demais, não ser aquilo que todos acham que a filha do Sasuke e da Sakura Uchiha seria. Eu tinha medo de decepcionar vocês e todo mundo- Disse a morena, com um semblante triste espantado na sua face.

Sasuke: Sarada, você não deve ligar para o que os outros dizem, você nunca vai decepcionar eu ou sua mãe. Além disso, você ter me salvado mostra o quanto você é forte e o quanto o seu duro treinamento está fazendo efeito.- Disse o Uchiha por fim. Sasuke podia até ser frio e calculista, mas quando se trata da sua família, principalmente sua filhinha, ele era a pessoa mais doce do mundo (só perde para a Hinata *_*).

Sarada se sentiu como se um grande peso estivesse saindo de suas costas, ficou feliz pelo pai achar isso e decidiu que as responsabilidades do clã Uchiha deixaria mais para o futuro. Ambos estavam conversando no quarto de Sasuke e Sakura, quando depois de um tempo Sarada decidiu deixar o pai descansar um pouco, saiu do quarto do casal. Minutos depois Sakura entra e se senta do lado do corpo do seu marido, ela o olha e pergunta:

Sakura: Querido, você acha realmente que ter fingido toda essa luta e esse desmaio possa ter ajudado a Sarada em algo?- Perguntou a rosada receosa com a resposta do marido.

Sasuke: Sakura, eu não fiz tudo isso por mal, foi para aumentar a autoconfiança e a autoestima dela. Todo mundo sabe o quão forte a nossa filha é, a única que não achava isso era ela. Agora q a Sarada tirou o peso de  ser obrigada a ser forte só pelo fato de ser nossa filha, ela realmente ficará forte pois estará com a mente leve e limpa- Finalizou Sasuke com plena convicção do seu ato.

Sakura apenas concordou, de fato ele estava certo, isso vai melhorar muito mais o empenho de Sarada já que agora ela está despreocupada de ter que deixar os pais orgulhosos. Afinal, uma mentirinha nunca faz mal né.



Notas Finais


Tô aqui de volta galeris.
Como eu disse lá em cima, tô aceitando sugestões para escrever as one-shots.
Acho q isso é tudo. Ah, n se esqueçam de favoritar para receber mais histórias como essas.
Beijinhos!!!😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...