História Could be us ;; Hunhan - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lu Han, Sehun, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Chen, Chenmin, Exo, Hunhan, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Lemon, Luhan, Sehun, Xiumin, Yaoi
Exibições 167
Palavras 533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ayooo galero.

Desculpe a demora me deu um bloqueia criativo e não tava conseguindo escrer o lemon

O lemon vai ser dividido em duas partes porque despois que a parte Xiuchen acabar vai ter Hunhan ia ser tudo no mesmo cap mas ai eu dividi o S.E.V.E.N eu postarei ainda hoje, talves umas 10:00 oka?

Desculpe pelo Lemon ruim e boa leitura

Capítulo 7 - S.I.X


Fanfic / Fanfiction Could be us ;; Hunhan - Capítulo 7 - S.I.X

O corpo de Jongdae virado para frente com certa brutalidade antes do mesmo de eu falar algo foi atacado pelos lábios carnudos e macios de Minseok, o mesmo não pediu passagem já foi invadindo boca alheia com sua língua, Jongdae chupou músculo molhado alheio, o mais velho sugou seus lábios com força os deixando vermelhos e inchados.

Minseok os separou e o puxou pelo pulso, subiu as escadas da casa de Junmyeon, entrou em um dos quartos de hóspedes fechou e porta e o jogou em cima da cama de casal com força, Jongdae estava assustado pois Minseok nunca havia ficado desse jeito. Jongdae via eu que havia sido uma má ideia ficar essas semanas sem sexo, mas poxa não foi ele quem ficou dando mole para as meninas do clube com o namorado ao seu lado.

"Ele teve o que mereceu." pensou Jongdae "Mas agora eu vou ter o que mereço."



Jongdae

Minseok trancou a porta e me olhou jogado na cama um sorriso malicioso surgiu em seus lábios, o mesmo tirou sua blusa, foi em minha direção deitou-se em cima de mim e voltou a me beijar agora com mais intensidade.

Minseok desceu os beijos para o meu pescoço, ele chupava e mordia meu pescoço aquilo ficaria marcado, tirou a minha camisa e jogou em algum lugar do quarto, me olhou mordendo os lábios passou as mãos desde meus umbigo até chegar nos meus mamilos lá começou a massagea-lós.

Eu não conseguia fazer nada além de arfar pesado, ele mexe tanto comigo e ele sabe disso.

Tirou as mãos de meus mamilos, se levantou foi até o criado-mudo e tirou de lá uma algema preta (aquelas de fivelar) voltou em minha direção e me virou colocou minhas mãos para trás e às algemou. Minseok não falava nada tinha a atenção voltada para o que estava fazendo e eu? Preferi ficar quieto e sentir o que me era ofertado.

Minseok me levantou -já que não conseguia me equilibrar direito- e começou a beijar minha nuca me dando arrepios, desceu uma de suas mãos -pois a outra me segurava pela corrente da algema- para frente do meu corpo chegando no botão da minha calça o desabotoando e descendo o zíper, agora Minseok me dava chupões na nuca, ele colocou sua mão dentro da minha calça massageando meu membro por cima do pano da boxe, me deixando mais duro

Sem paciência ele tirou minha calça junto com a box, e como ele teve que usar as duas mãos eu me desequilíbrei e acabei caindo ficando de cara no colchão com a bunda empinada para cima, Minseok terminou de tirar minha calça e boxer, senti um tapa ser direcionado nas minhas nádegas eu gritei de dor aquela região ardia, senti outro tapa e gritei outra vez.

-Fique quieto, ou vou ter que te amordaçar e você não quer isso não é?- disse com a voz rouca, eu fiquei quieto. Senti suas mãos apertando minha bunda com força eu gemi de prazer misturado com dor aquilo doía também pois tamanha era a força. Não Conti gemidos quando senti algo quente dentro de mim. Minseok me penetrava com sua língua ele é tão bom no que faz.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...