História Country Life - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu voltei, no final eu falo, então fiquem com o cap e fui...

Capítulo 6 - O Acidente


Capítulo 6

O Acidente

           

Quarta-Feira, 02:10 PM

            Era uma quarta-feira, já fazia um pouco mais de um mês desde que Gre havia se mudado para Lonely Valley, ele estava caminhando solitário pelos calmos campos do lugar onde mora. Estava usando um moletom cinza, uma bermuda jeans, e um par de tênis preto. Escutava atenciosamente o canto dos rouxinóis, enquanto o vento fazia seu cabelo balançar. Andava tranquilo até avistar uma subida.

            - Ãn? – Murmurou Gre.

            - Esse lugar não me é estranho. – Pensou entrando na subida que levava até o topo de um morro.

         Após alguns minutos subindo chegou ao topo. Quando chegou lá avistou duas crianças brincando. Era um menino loiro brincando com uma garota, aparentemente mais nova que ele, também loira, só que com o tom de cabelo mais claro, ele sentou-se no gramado e ficou observando as crianças quando ouviu um grito.

            - HEY GRE! – Gritou Kronnos subindo em direção de Gre.

            - Fazendo o que aqui? – Perguntou o jovem.

            - Observando essas crianças. – Respondeu Gre.

            - Que crianças? – Perguntou Kronnos.

            - Ess... – Responde Gre virando-se até onde estavam as crianças. Porém quando ele olha não havia mais crianças, e como ele estava sentado ao lado da única descida, era impossível que elas haviam saído de lá.

            - Acho que você tem que diminuir nas dorgas. – Comentou Kronnos.

            - Drogas? Eu? Poupe-me! Eu fiz o Proerd. – Fala Gre dando uma leve risada.

            Após isso ambos descem o morro e pegam o caminho em direção ao centro do vale. Eles seguem conversando normalmente até Kronnos mudar de assunto.

            - Gre... – Fala Kronnos.

            - Que? – Pergunta.

            - Bem... Eu queria te convidar para a festa que vai ter amanhã lá em casa. – Responde Kronnos coçando a parte de trás de seu cabelo.

            - Que festa? – Pergunta novamente Gre.

            - Bem, é que minha irmã terminou a faculdade de medicina veterinária e vai voltar para casa para poder trabalhar aqui. E para recepciona-la eu e meu pai iremos fazer uma festa. Ele e o Lucca já devem ter voltado da cidade trazendo as coisas da festa. – Falou Kronnos.

            - Então eu vou. – Responde Gre dando um sorriso e fazendo um “v” com os dedos.

            - Bem, eu acho que você dobra aqui para ir à sua fazenda. – Diz Kronnos parando em uma encruzilhada.

            - Sim, aqui mesmo, até amanhã. – Diz Gre se despedindo.

            - Então tchau. – Diz Kronnos se despedindo também.

            - Mas espera! Você não me disse o nome da sua irmã. – Fala Gre parando.

            - Bem o nome dela é... Pera... – Começa a falar Kronnos, até ser interrompido pelo toque de seu celular.

            - Alô. O QUE? COMO? Calma pai já tô indo aí! – Diz Kronnos desligando o celular.

            - O que foi? – Pergunta Gre.

            - Venha comigo! Minha irmã sofreu um acidente! – Grita Kronnos puxando a camisa de Gre. Após alguns minutos correndo eles chegam ao centro de Lonely Valley. Nele Ches estava chorando sentado em um banco em frente à sua loja, e ao lado, Lucca estava o consolando.

            - Ah, finalmente vocês chegaram. – Fala Ches se levantando e abraçando Kronnos.

            - Como ocorreu esse acidente? – Pergunta Gre.

            - O motorista do ônibus estava sob o efeito do álcool, e como ele não havia dormido na noite passada ele estava tonto e fez o ônibus cair de um barranco. – Respondeu Lucca.

            - E agora o Lucca nos levará lá! – Fala Ches.

            - Bem... Mas só tem dois bancos na camionete. – Falou Lucca coçando o próprio cabelo.

            - Tudo bem, eu vou atrás com o Kronnos. – Fala Gre para acalmar Lucca.

            - Ata, então assim, sim! – Responde Lucca aliviado.

            - Então vamos logo! – Grita Ches enxugando as lagrimas.

            Após isso Kronnos e Gre sobem na carreta da camionete, enquanto Ches e Lucca entram na parte de dentro. Eles viajam tranquilamente pela movimentada rodovia que passa ao lado de New Land Town, Lucca dirige com pressa, porém sem se afobar a ponto de causar um acidente, Ches vai com um terço na mão realizando orações. Atrás Gre e Kronnos têm seus cabelos balançados com o vento. O jovem protagonista dessa fic observa a cidade que abandonaras a pouco mais de um mês, enquanto o jovem que teve sua irmã “acidentada” rói as unhas nervoso. Após cerca de meia hora de silencio, Gre resolve quebrar o tabu, e começar uma conversa.

            - Bem Kronnos... – Fala Gre.

            - Que foi? – Pergunta Kronnos.

            - Você ainda não me falou o nome da sua irmã... – Responde.

            - Bem, o nome dela é... – Tenta responder Kronnos até ser interrompido por Ches.

            - CHEGAMOS! – Grita Ches, enquanto Lucca estaciona a camionete.

            - Depois eu te falo... – Responde Kronnos.

            Ambos descem e vão em direção ao local do acidente.

            - Com licença seu policial. – Fala Ches.

            - Opa, boa tarde! – Responde o policial.

            - Você poderia me responder se minha filha está bem, o nome dela é... – Fala Ches até ser interrompido pelo policial.

            - Desculpe interromper senhor. – Interrompe o policial.

            - Mas o Samu não passou nomes. A única informação que tenho é que das 37 pessoas que estavam no ônibus, somente uma faleceu, que foi o motorista, as outras tiverem de leves ferimentos até quebra de ossos e foram levadas até o hospital São Rafael. – Completou o policial.

            - Ok, nós iremos até lá. – Fala Ches começando a correr até a camionete.

            Ambos correm até a camionete, graças à jovem idade Kronnos e Gre são os primeiros a chegar, seguidos de Lucca e Ches. Ambos entram nos mesmos lugares que vieram e começam a ir em direção do hospital.

Quarta-Feira, 06:23 PM

            Após ficarem um pouco mais de duas horas no trânsito, devido ao grande congestionamento de New Land Town, eles finalmente chegam ao hospital.

            - Esperem aí – Disse Ches – Eu vou ver em que quarto ela está hospedada.

            Após ele desceu da camionete, fechou a porta, e entrou no hospital e todos silenciaram. Porém, depois de quatro minutos, Gre resolve quebrar o tabu, de novo.

            - Você ainda não me disse qual é o nome da sua irmã. – Perguntou.

            - Bem... O nome dela é... – Começou a responder Kronnos até ser interrompido por um grito vindo de dentro do hospital.

            - ELA ESTÁ AQUI! – Gritou Ches. – Venham!

            - Quando você ver ela você pergunta pra ela. – Disse Kronnos pulando da carreta da camionete. Lucca em seguida desceu também, e Gre foi o último a descer. Ele sem pressa colocou a toca de seu moletom e entrou no hospital, subiu as escadas até o andar falado, e dirigiu-se até o quarto onde a irmã de Kronnos estava hospedada. Chegando lá ele abriu a porta, quando entrou viu uma garota deitada na cama e ao lado Kronnos e Ches ajoelhados ao lado da cama, um de cada lado, chorando.

            - O que aconteceu? – Perguntou Gre.

            - Ela está em coma... – Respondeu Lucca cabisbaixo.

            - Que... – Surpreendeu-se Gre ficando paralisado.

            .

            .

            .

            .

            .

Continua no próximo capítulo...


Notas Finais


Bem eu demorei para postar esse cap por causa de problemas pessoais, mas fuck... Então espero que tenham gostado, se gostaram deixe o fav, e fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...