História Court jjk - pjm - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, JB, Jimin, Jungkook, Suga, Youngjae
Tags Jikook Bts Exo Got7 2jae
Visualizações 3
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, amores... eu pretendo atualizar o mais rápido possível todas as fics esse final de semana!

Capítulo 2 - Sorry, Boy!


- Obrigado! - Jimin saia daquela cafeteria em passos curtos e lentos, em sua mão esquerda segurava seu capuccino e sua mão direita no estava no bolso da sua calça jeans de couro sintético, ele observava toda e qualquer movimentação suspeita. A Merlion Cafe Hongdae, foi aonde o assassinato do garoto de doze anos aconteceu. Mesmo que seu irmão tenha dito para não se meter com aquele assunto, Jimin não iria desistir de encontrar o assassino. Na cabeça do loiro, provavelmente o assassino iria voltar lá, para ver se deixou vestígios do crime ou apenas para tomar um café e relaxar como se nada tivesse acontecido. Park passeava por toda cafeteria, de vez em quando olhava para o lado de fora da cafeteria a fim de ver alguma coisa suspeita, mas nada era visto pelos olhos do loiro. O baixinho já se sentia impaciente com sigo mesmo, em longos espaços de tempo o menor levava a pequena xícara a sua boca e sentia sua garganta arder, e sua língua queimar por conta do café extremamente quente, mas mesmo assim não deixava de ser saboroso, para Jimin aquele capuccino era de fato o melhor de Seul.

Jimin foi tirado de seus pensamentos quando ouviu uma voz masculina soar extremamente sexy em seu ouvido.

- O que um rapaz tão bonito faz logo cedo numa cafeteria? - O loiro assustou-se e levou a sua mão livre ao seu peitoral e virando-se lentamente para observar que era a pessoa sem cérebro que o assustou. - Desculpa, cara! Eu juro que não queria te assustar... - Um rapaz de cabelos castanhos desculpou-se e o baixinho apenas ignorou as desculpas do rapaz de blusa branca e calça jeans rasgada, que estendia a mão em gesto formal, Jimin apenas retribuiu o gesto e sorriu ladino.

- Não foi nada, cara! - O Park disse desfazendo o sorriso e olhando o rapaz, de alguma forma aquele homem lhe trazia uma certa "onda" de negatividade, o loiro não conseguia entender. - Desculpe-me, nos conhecemos? - O baixinho fez questão de perguntar, até por que não é normal uma pessoa lhe assustar, ainda mais se for desconhecida.

- Não! Ou sim, eu sempre te vejo todos os dias de manhã nessa cafeteria. Você realmente gosta daqui, nunca vi uma pessoa ir tantas vezes no mesmo lugar. - O moreno desconhecido disse debochado e Jimin riu baixo e inclinou a cabeça para trás. - Desculpe, as vezes falo as coisas sem pensar. - O moreno disse se desculpando novamente.

- Não se preocupe, as vezes sou igual à você, falo sem pensar! - Os dois riram juntos e se entreolharam de forma curiosa. - Bom, eu preciso ir, nos vemos depois cara que eu não sei o nome... - O baixinho se despediu e saiu pela porta principal da cafeteria

[...]

- Jimin, você não esta entendendo? Só fica longe de problema pelo amor que você tem a seu irmão! - Baekhyun praticamente gritava com Jimin por telefone, as mãos de Jimin apertavam o volante com força. - Se você continuar com essa palhaçada, pode esquecer da nossa amizade... - Byun agora falava calmamente e em sussurros. Ele sabia que Jimin queria descobrir quem era o assassino, mas não o deixaria fazer isso, é coisa da policia resolver não de um homem qualquer. - Jimin... você é um cara esforçado, não só você, seu irmão também então não destrói sua vida. Eu como advogado e amigo te aconselho a não fazer isso, você vai se dar mal. - Baekhyun aconselhou e desligou a ligação.

- Ai Baekkie, você não tem noção do que eu posso fazer. - O loiro disse para si mesmo, trocando a macha e estacionando  carro em frente a casa do irmão.  

 


Notas Finais


Eu não aguento a big hit


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...