História Cousin - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Maze Runner
Personagens Ava Paige, Brenda, Minho, Newt, Teresa, Thomas
Tags Boyxboy, Cross-dresser, Dylan O'brien, Dylmas, Gay, Incesto, Lemon, Newmas, Newt, Newtmas, The Maze Runner, Thomas, Thomas Sangster, Yaoi
Exibições 139
Palavras 614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OI GENTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
Então né... tudo bem com vocês?
Eu to bem, grazadeus
Acho que eu devo uma explicação a vocês pela demora
Bem, eu não sei exatamente o que falar
Meu novo diretor tirou a semana de provas, sim, ele tirou, MAS isso não quer dizer que não temos mais provas, pelo contrario
Agora não sabemos quando as provas vão acontecer e cabe ao professor decidir se vai fazer a prova ou não ou dizer quando será prova se tiver, em outras palavras, os professores podem fazer as provas sem que saibamos antecipadamente.
Por isso eu tenho que estudar todos os dias, literalmente todos os dias. Já tive duas provas, e nenhum dos dois professores nos disseram que a prova seria naquele determinado dia.
Então assim... to ferrado e sem tempo pra nada
Eu sei, eu sei, sempre falo isso
E queria muito chegar aqui dizendo que a partir deste cap eu vou postar os capítulos nos dias corretos, mas minhas férias só começam dia 21 de dezembro, então né...
Mas prometo postar sempre que puder
Enfim né, vamo pra parte importante
BOA LEITURAAAAAAAAA

Capítulo 23 - Capítulo 22


A cabeça leve de Newt permanecia apoiada no peito do rapaz mais velho, seus dedos longos se mexiam nos fios loiros do garoto adorável ao seu lado. Seu braço enlaçava a cintura fina e feminina do menor de forma possessiva, mesmo sem ter ninguém por perto.

A claridade já invadia o quarto e o sorriso vitorioso era impossível de ser contido no rosto do moreno, o primeiro passo tinha sido dado e ele não poderia estar mais feliz.

O moreno podia sentir o sorriso formado no rosto do garoto ainda inocente, ele estava tão feliz quanto, mas por razões completamente diferentes. O jeito que suas línguas dançavam na boca um do outro se repetia um milhão de vezes na mente do menor, aquele era o tipo de momento que ele jamais esqueceria.

Os lábios de Thomas se aproximaram da testa de Newt, depositando sobre a mesma um beijo carinhoso e afetuoso.

Thomas passou a língua pelos lábios e logo escutou seu celular tocar na cômoda ao lado da cama do moreno, onde estavam no momento. Não era preciso ver para saber que um biquinho tinha se formado nos lábios do garoto, ele odiava ter que compartilhar a atenção de Thomas.

- Não vai atender? – Newt indagou, esperando que o moreno o afastasse de seu peito para se esticar até a cômoda para pegar o celular.

- Não vou atender, você é mais importante que isso. – Thomas disse, e o loiro pôde sentir suas bochechas tomarem um tom mais avermelhado.

Newt não gostava nem um pouco do jeito como Thomas agia as vezes, como se fosse seu dono. Ele se sentia como um animal quando o moreno dizia que ele era seu e apenas seu. Newt não entendia. Para ele aquilo não fazia sentido algum.

- Tommy...

- Sim?

- Por que você diz que eu sou seu? – Ele perguntou, confuso. Seus pais não eram tão possessivos quanto Thomas e aquilo o deixava um pouco... desconfortável.

- O que está falando, Newt?

- Quando você “ameaçou” o rapaz lá no restaurante você disse que eu sou “seu” garoto. Por que disse aquilo?

- Porque é a verdade. – Thomas respondeu, como se fosse obvio.

- Mas... o que isso significa?

- Isso significa, Newt... que você pertence a mim e apenas a mim. Só eu posso te olhar, só eu posso te tocar, só eu posso te beijar.  – Thomas respondeu, deixando um selinho nos lábios do garoto.

- Então... você também é meu?

- Sim, é claro que sou.

Newt sorriu, mas logo seu sorriso foi se desfazendo, ouvir aquilo não tinha ajudado em nada. Não queria esconder

- Por que eu me sinto como um animal quando você fala assim? Sinto que estou com uma coleira no pescoço. Eu não gosto nem um pouco desta sensação, Tommy. – O loiro falou, afundando mais ainda sua cabeça no peito do mais velho.

- Newt, não estou te tratando como um animal, nos relacionamentos as pessoas são assim, seu pai é da sua mãe e a sua mãe é do seu pai. Assim como você é meu e eu sou seu. Entendeu?

- Mas... mas eu...

O barulho do celular tocando novamente se fez presente e desta vez Thomas afastou o garoto de seu corpo e se esticou para pegar o aparelho.

Ele atendeu e levou a orelha, ouvindo a voz feminina falar na outra linha.

- Ele sabe.

Thomas respirou fundo, não precisa de mais nenhuma palavra, já sabia muito bem de quem se tratava.

- Obrigado. – Ele respondeu e desligou a ligação, virando-se para o loiro ao seu lado, ainda na cama com um biquinho nos lábios.

- Acho que vamos viajar por uns dias, loirinho.


Notas Finais


Então né... Comentem e favoritem, please :)
SE eu conseguir posto o próximo no sábado :) (Sim, eu estudo nos finais de semana também e ainda tem as séries que tá tudo atrasada, gzuis)
Beijão
Amo vocês <3
FUI!!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...