História Crazy and psycho love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Rap Monster, V
Exibições 33
Palavras 7.094
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desviando de qualquer objeto que seja pontudo e que pode me machucar.
BOOOOOOOOOOOOM GENTE OLHA QUEM VOLTOU!!!!!!!!
Hello meus queridos leitores.....desculpem pela demora! estava sem ideias...espero que gostem do que eu escrevi pq deu trabalho hehe
bom tenham uma boa leitura
kissu de panda

Capítulo 14 - A crazy night


JADE POV ON:

Fitei o chão por alguns minutos ao longo do banho. Depois de já ter tirado o cheiro e as manchas de sangue, desliguei o chuveiro,peguei a toalha, me sequei e coloquei uma calça e uma blusinha e abri a porta do banheiro, assim saindo logo em seguida. Fui até a mochila abrindo-a e pegando a sacola, andei até a porta e abri a mesma, só colocando a cabeça para fora, para ver se tinha alguém ali. Como não vi ninguém, sai e corri para o porão, entrei e o tranquei, caminhei até a porta de aço, abrindo a mesma e colocando a cabeça de mais uma das vitimas da outra... fechei e tranquei aquela porta, caminhei até a cadeira que tinha ali e me sentei, comecei a fitar aquela porta.

De uma hora para outra começou a vir algumas imagens em minha mente, imagens que poderia deixar qualquer pessoa horrorizada... se isso for mesmo lembranças, como os médicos falaram.. prefiro continuar sem lembrar do resto. E a dor de cabeça logo veio. Me levantei dali e fui até a porta, destrancando a mesma e a trancando de novo ao sair, fui até a cozinha tomar um copo d’água, e vejo sook mexendo nas panelas e fazendo num sei o que, peguei um copo e caminhei até a geladeira pegando uma garrafa e colocando a água no copo, peguei o remédio para minha dor de cabeça e  sook se virou e me fitou por um estante e logo falou:

-Então, como esta? Suas costas ainda dói?- ela perguntou sorrindo minimamente

-Não, já esta melhor- sorri de volta, coloquei o remédio na boca e logo virei o copo todo e guardei o mesmo e a garrafa- onde esta a Yuri? Alias onde ela dormiu noite passada?

-Ela dormiu no meu quarto, e agora ela esta na escola. Sabe... eu estou pensando em fazer uma pequena surpresa para a mesma

-Huum, o que pretende?- perguntei arqueando uma de minhas sobrancelhas.

-Sabe aquele quarto vazio? No fim do corredor do lado do seu quarto?

-Aham, o que tem?

-Estou pensando em arruma-lo e deixa-lo para Yuri, por que não vai ser muito legal você ter que dormir com uma criança e não poder fazer quase nada por que esta dividindo o quarto com a mesma. Então que tal arrumarmos o quarto para ela?

-WOW! Acho uma ótima ideia! Só que agora não, estou cansada e com dor de cabeça, preciso dormir.

-Ok então- ela riu baixo- vai dormir, depois pensamos nisso então.

-Ok já estou indo- falei e corri para o quarto, abri a porta e a fechei- finalmente vou ter meu quarto só para mim de novo- falei me jogando na cama, e logo pegando no sono.

YUNA POV ON:

Cheguei em casa e abri a porta, entrei e a fechei, subi para meu quarto e abri a porta dando de cara com minha cama e chão cheios de pétalas da cor vermelho escuro, e com elas estava escrito na cama algo que não entendi, me aproximei e li o que estava ali.

-Aceita namorar comigo yuna?- ouvi uma voz repetindo o que acabei de ler, me virei rapidamente e encarei yoongi com um buque de rosas vermelhas e brancas- parei pra refletir e pude ver, que tudo é diferente quando eu estou sem você...parece que o sol nem brilha tanto assim, não aquece metade do que você aquece Amim, não quero ir pra balada pegar um monte de mina, só quero me lembrar que eu sou seu e você minha...desculpa por ontem... eu fiz errado de não separar o bei..- não o deixei terminar, colocando o dedo em seus lábios

-Shhh, não fale nada- falei sorrindo-... você é incrível yoongi- falei pegando o buque de sua mão,o  buque tinha um cheiro maravilhoso. Yoongi me olhou arqueando a sobrancelha esperando minha resposta- é claro que eu aceito seu bobo- falei rindo, o mesmo arregalou os olhos e abriu um sorriso maravilhoso, o mesmo me pegou no colo me dando um abraço apertado e logo uniu nossos lábios em um beijo calmo e apaixonado.

-Eu te amo, te amo, te amo- o mesmo falou ao separar nossos lábios e eu ri

-Eu também te amo!- falei auto

Depois de ficar ali girando, rindo e aos beijos, yoongi parou e me colocou com o maior cuidado na cama, e se deitou ao meu lado. Passamos a tarde toda conversando 

JADE POV ON:

Passaram-se alguns dias e logo já era quinta feira de novo, bom agora só tem amanhã de aula não é mesmo? Antes de ontem, eu e sook ficamos a tarde toda montando o quarto de Yuri. Quando a mesma chegou da escola, já havíamos terminado e a levamos e mostramos o novo quarto dela, e ela? Ela adorou, estava até que legal, com a cor rosa e roxo, em forma de listras, vários brinquedos por todo lado e alguns desenhos que ela fez, colados na parede. Essa semana não aconteceu nada de mais, só mais lições e tals, yuna e mia saiam rápido da escola com a desculpa que tinham um encontro com o namorado.. E lá estava eu, deitada em minha cama, assistindo alguns filmes e pensando na vida, mas logo minha “diversão” acaba quando escuto sook me chamando:

-JADE!!! DESCE AQUI- a mesma gritou

-JÁ VOU!- gritei de volta, me levantei e desci do jeito que estava *já estava com pijama e sem chinelo* fui andando até a cozinha onde a encontrei parada na pia encarando num sei o que- o que foi?

-Vamos jantar, hun?- ela perguntou sorridente e eu bufei

-Tá ok- falei. Depois da mesa ser arrumada, me sento e sook e Yuri se sentam logo depois

-Então como esta sendo lá na sua nova escola, Yuri? Esta indo tudo bem?- sook perguntou para a menor

-Esta muito legal tia sook! Os professores são legais e....um menino também é- ela respondeu com os olhos brilhando

-O que? Há! Então tem um menino nisso ai! Por isso volta da escola toda feliz.- falei rindo- você gosta dele?- perguntei arqueando uma de minhas sobrancelhas. Yuri ficou levemente corada e balançou a cabeça positivamente- eu sabia! E...já falou com ele? Você vai ficar com ele?

-Jade! Deixe-a em paz menina! Coitada.- sook falou, ao já terminar minha comida, peguei o copo de suco e antes de tomar o ultimo gole falei:

-Você só fala isso por que, vai morrer infeliz e solitária, ai que dó!- falei risonha

-Olha como você... VOLTA AQUI MENINA- ela gritou enquanto eu corria para meu quarto, entrei no mesmo e tranquei a porta, desliguei a TV e apaguei a luz, logo me deitando. Fiquei fitando a lua que dava para ver com a janela aberta, e uma brisa suave entrava pela mesma, e logo acabei dormindo.

Sou acordada pelo filho da puta do despertador. Desliguei o mesmo e me sentei na cama, esfreguei os olhos para tentar fazer os mesmos se acostumarem com a luz que já havia invadido o quarto. Me levantei e caminhei até o banheiro, e sentindo alguns pequenos choques por estar com o corpo quente e andar descalça no chão gelado. Cheguei no banheiro e tomei um belo de um banho , sai do banheiro e fui colocar meu uniforme, como hoje esta calor, não coloquei aquela meia-calça de costume. Depois de já ter me arrumado, peguei minha mochila e celular e desci, para tomar café. Calma jade...hoje é o ultimo dia da semana, só aguente por hoje! Depois de ter tomado café e ter me despedido de Yuri e sook, fui para a escola.

Chegando lá, vou direto pra minha sala. Coloquei minha mochila na cadeira e me sentei na mesma, coloquei meus fones dando play na musica e logo fechando os olhos e entrando no meu mundinho. Depois de umas 5 musicas –sim eu cheguei cedo- meus fones são arrancados, olho com todo o ódio do mundo pra quem quer que seja que tirou meus fones e dou de cara com a professora de historia me olhando.

-O que foi?- perguntei seria

-Não ouviu eu te chamando não garota? Vem, eu quero falar com você!- a mesma falou me puxando

-O que? Como...hey pera ai!

YOONGI POV ON:

Acordei com os raios de sol invadindo o quarto, passei os olhos pelo mesmo e vejo que é o de yuna.

-Como eu vim parar aqui?- ai veio as imagens de ontem a noite.

Eu e yuna saímos para jantar, a omma recebeu uma ligação que iria ter que ficar duas semanas fora, então eu decidi chamar yuna para um encontro, e quando voltamos nos deitamos e dormimos juntos, mas infelizmente não rolou nada alem de beijos e a “mão boba” como yuna apelidou. Sorri ao me lembrar daquilo, me levantei e fui para meu quarto. Yuna já deve ter saindo para a aula. Entrei no quarto, e fechei a porta, me troquei e desci para comer alguma coisa. To morrendo de fome! Na hora que cheguei  na cozinha dei de cara com a mesa arrumada com varias coisas nela, e havia um cartãozinho amarelo em cima da mesa, caminhei até a mesma e peguei o pequeno bilhete que ali estava.

“Eu não gosto muito de romantismo mas... eu preparei esse café da manhã maravilhoso para você, então coma tudinho! Desculpa não estar ai para tomar café com você, mas nos vemos quando voltar.                                                       Ass. Yuna <3”

Ri ao ler o pequeno bilhete, me sentei e comecei a comer. E logo meu celular toca, pego e atendo o mesmo.

YUNA POV ON:

Fui andando calmamente pelas ruas, e pensando um pouco sobre ontem. O yoongi é mesmo um amor, como agradecimento de ontem eu preparei um café da manhã com direito a tudo que o mesmo gosta, e também não o acordei, por que eu sei mais do que ninguém que o mesmo adora dormir, se eu o acordasse com certeza ficaria com raiva... muita raiva. Ao chegar na escola fui direto para a sala, e dei de cara com jade e a nossa professora de historia numa pequena discussão. Entrei e coloquei minha mochila na minha mesa, e a professora logo sai e jade bufa.

-O que houve, jade?- perguntei me aproximando da mesma que estava parada na frente da mesa dos professores e encarando a porta sem desviar o olhar da mesma.

-É ESSA PUTA DA PROFESSORA, QUER QUE EU FAÇA UM BENDITO DO TRABALHO PARA ENTREGAR ENTES DE IR EMBORA!E SÃO MAIS DE 200 LINHAS! AISH VOU MATA-LA

-Eita

-Aish! Olha yuna, eu vou começar a fazer esse trabalho agora, irei faze-lo lá na biblioteca, se os professores perguntarem de mim fala que eu to fazendo um trabalho ou fale que eu morri, sei La, bom já estou indo!- a mesma falou pegando sua mochila e saindo da sala

Fui até o refeitório, me sentei na mesa e logo mia aparece se sentando ao meu lado.

-Cadê a jade?- a mesma perguntou

-Bom ela esta lá na biblioteca, fazendo um trabalho da Sra. Kim- falei

-Oh sim entendi.

-Oi meninas- jeon falou ao se sentar

-Oie- falamos juntas

-Hey joen, por que não vai lá falar com a jade? Vai ficar com a mesma – mia fala

-Estão me expulsando é isso?- jeon fala rindo

-Não seu bobo! Mas ela ta sozinha na biblioteca fazendo um trabalho, deve estar entediada.. vai lá fazer companhia para ela!- eu falei

-Hum... ok, eu vou então- ele falou se rendendo e se levantando indo em direção a biblioteca

JADE POV ON:

 -E aí pequena.- jimin falou

- Você deveria parar de me chamar de pequena, você não é tão grande quanto pensa. - ele deixou que seu sorriso morresse e eu soltei uma risada soprada- eu preciso terminar isto aqui Jimin.. então pare de me encher e saia daqui.

-Desde quando você é tão mal humorada?- ele perguntou se sentando ao meu lado.

-Hmm.. vejamos, desde sempre.- ele soltou uma risada enquanto passava a mão em seus cabelos de uma forma sexy;

-E como vão as coisas com o Kook? 

-Isso não é da sua conta, e se eu fosse você parava de se meter na minha vida, questão de bom senso; ou então vai se arrepender por fazê-lo.

-Está me ameaçando ? - ele disse rente ao meu ouvido e eu me virei encarando-o de forma  séria, não desviei o meu olhar nem por instante. Nossos rostos estavam muito próximos e ele sorria divertido.-não me ameace pequena, ou então você vai se arrepender. - ele bagunçou o meus cabelos e eu bufei com aquilo.- eu só quero me divertir um pouco, por que não saímos juntos?

-O meu conceito de diversão e o seu são completamente diferentes babaca. - falei pegando meus livros e me levantando. Já estava a me afastar quando o escutei quase que sussurrar algo..

-Sabe o lado bom de conhecer muitas pessoas, você sabe o podre de todo mundo.- parei e voltei a encará-lo.- melhor tomar cuidado pequena. - ele se levantou e deu às costas pra mim.

(Autora: É UM AMEAÇANDO O OUTRO! OOH BELEZA.)

Joguei os livros no chão e fui até ele

-MAS QUE PORRA É ESSA? VOCÊ PENSA QUE ESTA FALANDO COM QUEM? SEU PLAYBOYZINHO DE MEIA TIGELA!- gritei. O mesmo se virou ainda rindo, e a raiva só aumentou, caminhei até o mesmo e o empurrei e o que o fez bater com tudo em uma das prateleiras.- você nunca me ameace, por que você não sabe quem eu sou! Você não sabe do que eu sou capaz e é melhor VOCÊ  tomar cuidado, por que medo de você, eu não tenho. Você não engana nem uma mosca, e acha que pode me enganar ou meter medo em mim?... olha jimin é melhor você ficar longe de mim, longe do jungkook, longe de todos, por que, se o jungkook não for meu, você não amanhecera vivo para contar historia! Tome cuidado quando for voltar pra casa, você não sabe o que pode estar escondido em um beco escuro.- falei seria e me virei para voltar para me sentar mas escutei um barulho vindo da porta da biblioteca e jimin puxa meu pulso e cola nossos corpos e chega bem perto de meu rosto, mas antes que o mesmo me beijasse, virei o rosto e o empurrei.

-Tchauzinho pequena- ele falou sorrindo vitorioso, e saiu me deixando ali.

Meu corpo todo ferveu de raiva

-Desgraçado...! – falei dando um murro na parede- ele acha que estou blefando- falei e ri- ele vai se arrepender disso.

Voltei para meu lugar e me sentei, continuando a fazer o trabalho.

Por sorte, terminei o trabalho poucos minutos antes do sinal de começo de intervalo tocar, então guardei minhas coisas e corri para a sala de aula, deixando minhas coisas lá.

Quando o sinal bateu, eu corri para a sala dos professores e entreguei logo aquela merda de trabalho para a professora. Depois de entrega-lo, corri para procurar jeon, eu preciso falar com ele se não... aish

-Jungkook!- gritei ao avistar o mesmo saindo da sala dele. O mesmo fingiu não me ouvir e continuou andando- jungkook!!- gritei novamente e corri até ele, segurei sua mão mas ele a puxou de volta.

-Me solte, eu não quero falar com você!

-Mas eu quero!- falei seria e o joguei com brutalidade na parede do corredor e o mais velho me olhou assustado- olha aqui! Você pode parar de ficar fugindo de mim! Se tudo isso for por causa do jimin saiba que eu não tenho nada com ele e nem pretendo ter! poxa, eu gosto realmente de você e você fica fazendo isso, por que? Han? Isso é ciúmes?- falei e o mesmo me olhou- talvez você não acredite mas eu estou apaixonada por você kookie- falei e vi um pequeno sorriso se formar no canto dos lábios do mesmo- e eu irei te provar isso!- falei. O mesmo sorriu de forma doce e eu me aproximei, segurei seu rosto e juntei nossos lábios em um pequeno selinho demorado. O mesmo pediu passagem com a língua e eu cedi na hora, o maior abusava de minha língua sem dó e mordendo-a com força *parece estar descontando toda a raiva em mim*nossas línguas cravaram uma pequena batalha que ele acabou vencendo, quando eu ia separar o beijo, por falta de ar. Jungkook deu uma pequena mordida no meu lábio inferior, e eu soltei um gemido baixo- hey, isso era para ser apenas um pequeno selinho!- falei sorrindo e o mesmo sorriu.- não quero te ver bravo comigo, então, sempre sorria!- falei apertando suas bochechas

-Ta ok- ele falou rindo, o mesmo segurou minhas mãos e as acariciou

-AAAAAAHHH! Eu sabia que vocês dois iriam ficar juntos!- nos viramos rapidamente e damos de cara com mia e yuna parada nos olhando sorrindo

-Vocês fiquem longe de mim suas estranhas!- falei seria mais com um ar de riso

-Hey, Vocês ai!- escutamos alguém gritando e nos viramos para olhar- vocês..conhecem o jiho? Ou melhor Zico?- a garota perguntou. Ela era uma garota de altura mediana, que possuía cabelos longos escuros e enrolados, usando uma  blusa branca e um shorts azul claro e com um tênis branco. Seu rosto era parecido com o de jiho, se eu não me engano ela é da família.

-Sim conhecemos, por que? O que houve?

-É que meu irmão esta desaparecido a mais de uma semana- a mesma falou. Só que eu não senti nenhum ar de preocupação em sua voz, a mesma falou calmamente. Diferente de outros familiares de outras vitimas.

-Meu nome é jade West- falei sorrindo

-Prazer.- a mesma estendeu a mão

-Prazer é só na cama fofa- falei sorrindo travessa. A mesma riu baixo

-Meu nome é danielly woo- a mesma falou. Apertei sua mão

-Bom meu nome é mia. Essa é a yuna e esse é jungkook- mia falou apontando para os dois-quer que eu a leve para falar com o vice-diretor? Por que a diretora deve estar ocupada- mia falou sorrindo simpática

-Claro- a garota falou retribuindo o sorriso. As duas saíram.

-Bom meninas eu vou pegar alguma coisa pra beber ok?- jeon falou sorrindo e nós concordamos

VICTOR WALLAS POV ON:

Depois de uma pequena discussão com o meu chefe mais uma vez, fui direto pra escola que a vítima estudava, que ficava no centro. Estacionei o carro e adentrei na mesma; Andei por aqueles corredores até esbarrar com um garoto alto que possuía cabelos negros.

-Oh desculpe!- falei

-Não,  tudo bem .. Você está procurando o seu filho?- o garoto perguntou

-Está me chamado de velho?- ele deu uma risada nasal enquanto negava com a cabeça.

-Não, é que você aparenta não ser um aluno.. Então o que faz aqui?

-Eu preciso falar com o diretora desta escola sabe onde posso encontrá-la?

-Sim, por aqui..

-Qual o seu nome ?

-Jeon Jungkook, e o seu ?

-Policial Wallas.

-Ah me desculpe eu não sabia que era policial- ele disse se curvando e voltando a me guiar.

-Tudo bem.. - ele parou de frente à  uma porta de madeira, e bateu na mesma.

-Pronto, eu.. eu preciso ir agora.- ele se curvou e voltou a caminhar me deixando parado ali encarando a porta que não demorou muito a se abrir.

-Olá senhor wallas !

-Olá diretora

-Presumo que tenha vindo interrogar alguns alunos estou certa? - ela disse trancando a sala me acompanhando em direção às salas.

-Sim, espero que isso ajude na investigação; você sabe quem teria motivo pra fazer mal à ele aqui da escola?

- Bem, ele se metia em muitas brigas, metade da escola deveria ter algum tipo de desavença com ele. - paramos em frente uma sala que eu suponho ser a antiga sala do garoto.

Depois de um tempo conversando com alguns alunos, eu me sentei em um dos bancos do pátio para pegar um ar, está fazendo muito calor,  todas essas pessoas que eu interroguei, todas as histórias que contaram,  isso não vai levar à nada, tudo inútil. Suspirei pesadamente enquanto fechava os olhos. Ouvi o sinal (presumo ser de começo do intervalo) tocar e vários alunos aparecendo no pátio. Parei para olhar as pessoas que andavam pelo pátio à céu aberto, algumas pessoas liam livros ou conversavam sobre assuntos aleatórios, às vezes eu paro pra pensar em como psicopatas conseguem se camuflar tão bem.. Num mundo onde tudo é público, eles acabam sendo os únicos sensatos que conseguem se esconder.

 -Aishh, eu não aguento mais esse INFERNO- levantei minha cabeça, encarando a garota que resmungava com muito ódio aparente.- Yuna, eu vou matar aquela mulher.

- Mas por que? O que foi dessa vez? - a menina que estava sentada no chão de baixo de um carvalho bem próximo ao banco em que estava respondeu.

- Não tem na hora em que eu falei que ia beber água?- a mesma falou e a menor assentiu- então, a professora Kim me parou e falou que o trabalho não estava bom por causa da minha letra e me devolveu o trabalho. Eu vou tacar esse trabalho na cara dela, depois de passar um século fazendo, ela vem reclamar da minha letra? Ah vai tomar no cu

- Aigoo  pare de ser tão resmungona, e sente aqui.

soltei uma risada baixa ao notar que a menor ainda resmungava baixinho mesmo após se sentar.

- E então conseguiu alguma coisa?- a diretora chegou e se sentou ao meu lado.

-Até agora nada, só falta falar com uma garota que era bem próxima à ele.

-Ahh sim,a mia?

- Sim, pode chamar ela à sua sala?

-Sim, vamos!

assim que me levantei senti ser observado, olhei para o carvalho onde a garota que reclamava agora me encarava séria, a diretora voltou a me chamar assim que eu a segui

JADE POV ON:

Comecei a roer as unhas de nervoso enquanto encarava o policial seguindo a diretora;

-Mas que ... o quê você está fazendo?

-O quê? - falei olhando pra ela ainda com a mão na boca.

-Tira essa mão daí.  Por que está tão nervosa?

-Huh?

-Aishh esquece. - ela estalou a língua voltando a prestar atenção em seu caderno de desenhos.

Droga; eu não gosto da ideia de um policial investigando as mortes, ele está no caminho certo,vindo até a escola, só espero que ele não prossiga com isso, ou eu vou ter  que me livrar dele também.

Cerca de meia hora depois eu ainda estava inquieta em baixo daquela árvore. Por que eu e yuna decidimos matar aula*claro que pegamos nossa mochilas*

-Pare de se mexer tanto, está me desconcentrando.

-Será  que ele já terminou de interrogá-lá? - ignorei seu comentário anterior.

-Como sabe que aquele cara é policial? Bom, não sei, provavelmente. A mia não deve saber de nada referente ao que aconteceu.

- Vamos atrás dela?- falei me levantando.

- Eu preciso encontrar o hope e entregar este desenho pra ele, te encontro depois tá? 

-Hhum- concordei vendo a mesma se afastar. Okay; vamos encontrar aquela menina.

Depois de um tempo....

-O quão grande é escola pelo amor de Deus ?- gritei no corredor, já dei não sei quantas voltas neste lugar e nada desse povo se manifestar. Olhei para trás ao ouvir passos, mas era um aluno qualquer, ao me virar bati com tudo em alguém. E me estabaquei no chão.

-Essa doeu.

-Desculpa, você se machucou?

-Na verdade sim.- falei segurando meu nariz que agora estava dolorido. Olhei para o homem que me olhava preocupado.- Mas está tudo bem.

-Tem certeza?

- É, tenho.- falei tirando sua mão do meu ombro.

-E você conheceu o Jiho?

-Huh? - me fiz de desentendida.

-Você conheceu o Jiho?

-Não muito, mas já esbarrei com ele algumas vezes.

-Ah então você sempre esbarra nas pessoas?- o olhei com desprezo enquanto ele sorria.- Desculpa; então. . Você sabe se ele não tinha algum inimigo?

- É mais fácil você perguntar quem  era inimigo dele,ele era um babaca.

-Como sabe disso se não o conhecia?- franzi o cenho.

- Pessoas que nem ele,já tem essa aura de asno.- ele deu uma risada nasalada.

-Está bem, obrigado. Foi um prazer.. er. .

-Jade, Jade West

- Victor wallas. - O cumprimentei o mesmo me olhou por alguns segundos e vi o mesmo se afastar.

-Aishh, cara estranho...

-JADE- ouvi gritarem atrás de mim

-AAAHH, VAI DAR SUSTO EM OUTRO PORRA

-Desculpa- yuna riu

- Aishh garota, o que você quer ?

-Só queria saber se você já tinha achado a mia - Yuna fez um biquinho que seria fofo se eu não quisesse esgana-la nesse momento

-Você esta vendo ela aqui? Não né? Então.

-NOSSA, delicada feito um coice de mula- yuna falou

-Aish. Talvez ela esteja na sala da diretora, eu ainda não fui lá ver- falei olhando o corredor onde dava a sala da diretora

-Então vamos lá!

Fomos até a sala da diretora e batemos na porta até ela abrir, mia saiu logo em seguida.

-Então, o que o policial perguntou a você?

-Ah ele perguntou se eu sabia se alguém era inimigo do mesmo, se ele tinha muitos amigos e como é a família dele e coisa e tal

-E você falou que a Irma dele estava aqui na escola?- yuna perguntou

-Eita..eu esqueci- a mesma falou e eu bufei

Fomos andando até ouvimos uma das portas ser aberta e vemos danielly saindo, corri até a mesma e a perguntei:

-Então falou com ele?

-Ai menina que susto- ela falou colocando a mão no peito- falei sim, e gente que cara gato- ela falou e eu e as meninas rimos- agora vocês vão me ver sempre aqui- ela falou e depois riu- alem de ser gato é muito legal

-Xonou nele né miga?- mia perguntou e Dani concordou rindo

-Bom meninas eu tenho que ir, beijos.- Dani falou e saiu

-E eu tenho que ficar aqui esperando aquela mula do jungkook que deu chá de sumiço com biscoito de cadê você- yuna falou e eu ri.  

-E eu também tenho que ir, tenho um encontro com o jin- mia falou e saiu

-Ah eu também tenho que ir, eu tenho um encontro com minha cama- falei- tchau meninas- falei rindo e saindo logo em seguida.

Caminhei vagarosamente até em casa. Cheguei e abri a porta, entrei fechei-a e fui até a geladeira pegando uma lata de coca, abria a mesma e subi para o quarto tomando-a, joguei minha mochila na cama e fui até o quarto de Yuri. Entrei sem bater assim vendo a mesma quase cair da cadeira que havia ali.

-Oh desculpe pequena, eu te assustei né?- falei segurando o riso

-Um pouco. – a mesma respondeu sorrindo

-O que esta desenhando?- falei me aproximando da mesma e olhando sua folha que estava a cima da mesa

-Um gatinho, como esta ficando?- a mesma perguntou levantando o desenho para me mostrar.

-Esta ficando fofinho- falei  sorrindo minimamente- você gosta de gatinhos?- perguntei me sentando na cama da mesma.

-Amo!! Eles são muito fofinhos, se eu pudesse eu teria milhões deles- ela falou sorrindo de orelha a orelha

Meu deus nunca vi alguém gostar de gatos como essa pirralha, eu em. Sou despertada de meus pensamentos com meu celular tocando

“-Alô?

-Oie jade

-Oh oi aillen

-Então como vai?

-Vou bem e você?

-Bem também.. então o que fazes?

-Bom eu estou vendo Yuri desenhar e..- a mesma não me deixou terminar

-Yuri? Quem é essa?

-Ela é uma garotinha que eu salvei e

-Vai torna-la sua escrava?

-Deixa eu terminar porra

-Ok foi mal

-Continuando, eu a salvei outro dia e a trouxe para morar aqui comigo e com a sook..- falei me levantando sussurrei um *já volto* para Yuri e sai do quarto e fui até o meu, adentrando o mesmo rapidamente e me jogando na cama- menina se não vai acreditar

-O que foi?

-Hoje lá na escola, apareceu um policial que quer por que quer descobrir quem foi que matou o idiota do jiho   

-Nossa!- a mesma falou surpresa

-E eu acabei esbarrando com ele, só espero não ter que ir atrás dele, estou muito cansada, e se a outra quiser mata-lo..eu..eles vão acabar suspeitando de alguém da escola e se pararem em mim? vão me interrogar e se a outra se soltar e eu não conseguir domina-la?

-Deixe de bobeira jade, você sabe que isso não vai acontecer

-É? Mas outro dia ela quase conseguiu, e eu quase matei você e a sook

-Mas isso aconteceu? Você nos matou? Não né? Então.

-Aish sei lá, cada dia que passa isso fica pior...mas mudando de assunto, como ele esta? Anda me xingando muito?

-Você sabe que sim- a mesma riu- ele disse que quando você aparecer aqui ele vai te esganar

-Faz um tempinho que não vou ai né?

-Um tempinho? Você quis dizer um tempão né?... g dragon para de rir ai sozinho seu retardado! Se fumou de mais hoje né? Pelo amor- a mesma falou e eu escutei g dragon rindo no fundo- aish, vou ter que desligar, jade, depois eu ligo”

E por fim a mesma desligou. Fitei o teto por alguns segundos até que veio uma ideia em mente. E esperei que a mesma me ligasse novamente.

YUNA POV ON:

*******************************um tempo depois*******************************

Estava sentada em minha cama mexendo no notebook. Como hoje é sexta não tem nada para fazer então fiquei ali no tédio até que meu celular decide tocar, me levanto vou até a cômoda e pego o mesmo

“-Alô?

-Hey yuna..

-Jade??

-Não, o papai Noel- ela fala

-Aish, o que quer?

-Bom... é que me chamaram pra uma festa e como eu queria sair pra beber, mas não to afim de voltar bêbada sozinha..então, vem comigo?

-Sair pra beber... ok, onde devo lhe esperar?

-Eu vou estar na sua casa daqui a vinte minutos.”

Ela falou e desligou.

-Ok né...

Me levantei e fui correndo pro banheiro pra tomar um banho. Depois de tomar o banho mais rápido do século(por que quando ela fala”daqui vinte minutos estarei ai” significa: eu estou na porta da sua casa, mas vou esperar mais um pouquinho, vou ser boazinha com você) sai só de toalha e fui procurar alguma roupa pra me vestir. Coloquei uma blusinha preta, uma saia da cor pérola e um salto alto preto  e uma gargantilha da mesma cor, dei uma arrumada básica no cabelo e passei um batom rosa claro e um delineador e pronto, to gata. Peguei uma bolsinha e meu celular, destranquei a porta e desci, vi yoongi sentado no sofá assistindo, continuei andando, e fui até a porta e yoongi quando me percebeu se levantou rapidamente vindo em minha direção, abri a porta e dei de cara com jade(eu não disse?).

-Hey, yuna espera! Eu quero falar com você!- yoongi falou se aproximando ainda mais.

-Desculpe gato, mas ela vem comigo- jade falou e me puxou, depois de um tempo caminhando, fui notar como a mesma estava vestida; ela usava uma blusinha branca e uma saia preta, com vários crucifixos dourados desenhados nela, uma jaqueta de couro preta e uma bot da mesma cor, ela usava um colar com um crucifixo prateado, e uma maquiagem escura e um batom roxo quase preto,seus cabelos estavam soltos e bagunçados e seus olhos cor de mel destacaram bastante com a maquiagem escura(traduzindo: estava gata, se eu fosse homem eu pegava).- esta bonita- ela falou olhando pra frente.

-O-Obrigada, digo o mesmo- falei sorrindo.

-Não tem de que.- ela responde com uma voz doce.-ah isso esta muito chato! Vamos mais rápido- ela falou e me puxou, em menos de 5 minutos já estávamos na frente da casa onde ia rolar a tal festa , a casa era enorme, luzes de todas as cores e o som alto da para ouvir a cinco km de distancia. Alguns carros estacionados na frente da casa e o barulho enorme de pessoas conversando lá dentro. Fomos e entramos. Afinal estava bem cheia...meu deus- já esta cansada? Ainda temos muitas loucuras para cometer, vê se fica fria, saco princesa?- ela falou olhando risonha para mim.

-Ham.

-Vem, vamos beber- ela falou e me puxou para o balcão.

Depois de virar vários copos e já estar bem tonta, jade decide me puxar pra dançar. Uma dança lenta e sexy; do jeito que eu gosto. Jade começou a dançar e eu entrei na onda, dançávamos conforme a musica tocava. Depois de um tempo dançando jade para e me encara e fala:

-Yuna, eu vou pegar mais bebida, você quer?- ela falou. Balancei a cabeça positivamente e ela saiu. E eu voltei a dançar

JADE POV ON:

Sai para pegar mais bebida. E fui cumprimentando todo mundo da festa, e falei um pouco com a “dona” da casa. Cheguei no balcão e falei para o homem que estava lá me trazer dois copos, e o mesmo o fez, virei o meu com tudo. Olhei na direção de yuna e a mesma estava se esfregando em um cara qualquer (se eu não tira-la dali vai dar merda) fui andando até a mesma mas entraram gente na minha frente, então sai empurrando meio mundo até chegar na mesma, que não parecia muito bem.

-Hey, gatinha, vamos dançar? Ah não custa nada.- ouvi um dos homens que ali estava direcionando a palavra para yuna

-É, vem dançar com a gente, vem , vai ser legal- olhei bem para a cara dos homens e os mesmos não aparentavam ser boas pessoas.

-Desculpem, mas ela já tem companhia. E também tem namorada.- falei.

-HÁ conta outra, não sejam tão más- um dos homens falou se aproximando então fiz uma coisa que nunca pensei que faria. Puxei yuna para um beijo nada casto, a mesma ficou surpresa na hora, mas depois intensificou o beijo. Parei na hora que vi que os homens já tinham saindo- er..desculpa yuna eu...

-Por que es-esta se desculpando yoongi? não tem problema- ela falou

-O que?- serio que ela ta tão louca assim? Sou surpreendida pela mesma que juntou nossos lábios rapidamente.

A mesma pediu passagem com a língua mais eu neguei, logo sinto sua mão descer até minha bunda e a aperta-la com vontade, abro a boca para soltar um gemido e yuna aproveita logo invadindo minha boca. Yuna me empurra na parede logo colando seu corpo com o meu -sem parar o beijo por um segundo-  o beijo quase calmo foi cessado por yuna que atacaram meu pescoço em um piscar de olhos, mordidas e chupões foram motivos para eu pender minha cabeça para trás, mordidas eram depositadas com certa força, até eu parar com isso, empurrando yuna.

-YUNA! Chega!- falei ofegante e um pouco alto

-Aish chato! Ok eu vou beber então- ela falou e sumiu na multidão

-Essa garota é louca.

Passei a procura-la por todo canto, a mesma não estava no balcão, não estava no banheiro, não estava na pista de dança e nem nos quartos. Onde essa garota se meteu? Fui até o quintal e achei a mesma sentada na grama com um monte de garrafas a sua volta. Deus é mais.

-Mas menina que se ta fazendo ai?- perguntei

-Estou bebendo...afogando a tristeza

-Hein? Aigoo! deixa disso, vamos embora yuna, vamos.- falei e puxei a mesma que quase que voltou pro chão. Fui até a dona da festa que nem me recordo o nome a avisei que estava de saída mas depois voltaria.

Saímos da festa e fomos caminhar pelas ruas escuras e frias de busan. Peguei um dos braços de yuna, o passando ao redor do meu pescoço e coloquei minha mão em sua cintura para que a mesma não caísse. Até que a minha querida amiga yuna tropeça e deixa o sapato para trás e me olha.

-P-Pega para mim? Por favor?- ela falou formando um bico em seus lábios

-AISH! Espera ai!- falei e voltei alguns passos para pegar o sapato da mesma. E antes de voltar, passa um carro em alta velocidade e as rodas passam por cima de uma poça d’água assim espirrando tudo em yuna.

-SEUS BASTARDOS!!! V-VOLTEM AQUI!- a mesma gritou. Me aproximei e a olhei.

-Você esta bem, yuna?- falei tentando conter o riso. A mesma me olha e se senta no chão gélido e eu me junto a ela.

-Olha o que eles fizeram....estragaram meu look- ela falou suspirando. Puxei seu pé para meu colo e coloquei o sapato em seu pé.

-Pronto, cinderela, ai esta seu sapatinho de cristal- falei risonha. Me levantei e a mesma me imitou.

-Ahh! Agora estou...estou com frio- yuna falou tremendo. Bufei e tirei minha jaqueta.

-Toma.- falei entregando minha jaqueta

 A mesma a botou rapidamente e falou um “obrigada” e voltamos a andar. Depois de um tempinho caminhando pelas ruas de busan, chegamos na casa de yuna. Abri a porta e adentramos. Joguei yuna no sofá e me sentei do lado da mesma.

YUNA POV ON:

-Você está bem yuna ?

-Estou..

-Tem certeza?

-Sim... pfhh quem não tá bem gente ?!- brinquei.

-Você - ela soltou uma risada soprada- você não deveria ter bebido tanto.- vamos, você precisa de um banho.- a mesma falou e antes de eu responder a mesma me puxou e subimos até meu quarto. A mesma me levou até o banheiro. Ela ficou me olhando

-O que?- perguntei

-Não vai tirar a roupa para tomar banho?- ela perguntou

-Oh é mesmo....mas eu não to nem aguentando comigo mesma...- falei o que fez a outra bufar e vir até mim

A mesma me despiu e ligou o chuveiro e me colocou lá dentro. Só que a água estava gelada.

-AAHH! A água esta gelada!- falei alto

-Eu sei que está! Mas você não vai sair daí- ela falou

Depois de tomar um banho horrível e estar tremendo agora. Saímos mas acabo pisando em algo mas por sorte a Jade me segurou.    

 -Uoool calma aí, cai não mulher - ela falou sorrindo enquanto me ajudava a fazer o restante do percurso. A mesma me trocou e jade me levou até a cama.

-Você por acaso...olhou minhas partes intimas?- perguntei ao me deitar na cama.

-E tem o que pra olhar ai?- jade brincou e eu taquei o travesseiro na cara da mesma que continuou rindo.

-AIGOO! Eu vo dormir- falei e coloquei a coberta sobre meu rosto, e logo ouvindo jade rir

-Ok, boa noite..

Foi a única coisa que ouvi e depois apaguei.

Acordei com uma forte dor de cabeça, me sentei na cama e olhei para o lugar onde estava logo reconhecendo o mesmo.  Que beleza to de ressaca. Merda não me lembro de nada de ontem a noite, pelo amor o que eu bebi? O que eu fiz? Quem me trouxe pra casa? Varias perguntas em mente.

Me levantei, e pude sentir pequenos choques térmicos. Por conta de eu estar quente e colocar o pé descalço no chão gelado. Fui até a porta, abri a mesma e sai indo para a escada e descendo vagarosamente. Fui até a cozinha levando um susto enorme por ver jade fazendo alguma coisa no fogão. A mesma ao notar minha presença se vira e da um sorriso um tanto quando malvado.

-Bom dia, dormiu bem? Se lembra de alguma coisa de ontem?- ela perguntava e dava para ver que a mesma estava tentando conter o riso.

-Bom dia... sim dormi bem....hum, eu deveria me lembrar?- perguntei.

-Não sei, talvez. Quer comer ou vai tomar remédio?- ela perguntou mudando de assunto

-Vou querer remédio, não quero comer agora.- falei e a mesma assentiu e pegou o remédio e um copo d’água e me entregando. Peguei coloquei o remédio na boca e tomei a água.

-Bom, eu vou comer então..Ah o yoongi mandou avisar que ele ia sair para resolver algumas coisas então só vai voltar mais tarde.- ela falou se sentando na mesa e começando a comer.

-Oh, ok- falei e me sentei na mesa com a mesma.- AM...o que aconteceu ontem?- perguntei meio hesitante.

-Quer mesmo saber?- a mesma perguntou fitando o copo em sua mão.

-Ahh... sim!- falei

-Huuum....ok então.- ela falou e eu peguei um pedaço de bolo que havia ali.-AAAAAAAAAAAAHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!- quase derrubei o bolo e o prato com o grito de jade.

-QUE SUSTO CARALHO- falei alto- o que foi!!?

-SAIU O MV DO MONSTA X!!! VELHOOOO- a mesma falou

-O que?- perguntei

-Helloo, mulher é o monsta x- ela falou- mas olha como eles estão lindos..

Um tempinho depois...

-OLHA O I.M ELE TA DE CABELO PLATINADO!! O WONHO DE CABELO BRANCO E AZUL E O KIHYUN DE CABELO ROSA..Estão  tão lindos....

-Pera...o I.M DE CABELO PLATINADO?- perguntei alto. A foda-se a dor de cabeça. A maior me entregou o celular e deu play no vídeo

                                                                 4:20 depois.....

-PUTA QUE PARIU, VAI TOMA NO CU! Acho que morri.- falei ao terminar de ver o novo MV e entregar o celular para a mais alta.- eu não tava preparada!

-Nem eu!- a mesma falou

-Nossa, eu nem sabia que você gostava de monsta x

-Agora sabe. Mas então, quer saber mesmo o que rolou ontem?

-SIM!! eu quero.

Depois de contar tudo e eu ficar com a boca no chão, decidi subir e voltar para o quarto para passar o tempo desenhando e ver se eu esquecia o que eu fiz ontem. E logo jade me acompanha;

JADE POV ON:

Fui subindo as escadas depois de yuna mas paro na meio da mesma por sentir meu celular vibrar em meu bolso

 “-Hey, jade- aillen falou depois de eu atender

-Sim?

-Hum...eu queria saber se você não quer sair comigo e você sabe....cometer algumas loucuras. Estou cansada de ficar aqui sozinha sem fazer nada- ela falou bufando

-É acho que vou aceitar o convite.- falei sorrindo

-Yes- ela falou.- vamos nos encontrar você sabe a onde né?

-Mas vai demorar pra chegar lá

-Jade...hoje é sábado, você não precisa voltar pra casa hoje, você pode dormir aqui com a gente

-Aish...ok. te vejo daqui a três horas”

E por fim desliguei e continuei subindo e fui até o quarto de yuna.

-Yuna...eu vou ter que sair

-Oh serio? Que pena..ok então até- ela falou

-Beijo e tchau- falei e sai correndo.

Cheguei em casa e subi para o quarto ignorando sook reclamando por eu só chegar agora. Me troquei e peguei uma pequena bolsa colocando meu celular,carteira e outras coisa nela. Me levantei da cama onde havia me sentado e sai do quarto dando tchau para sook e para Yuri e sai de casa e fui para o local onde me encontraria com aillen.  


Notas Finais


Bom gente é issoooo espero que tenham gostado e se gostarem comentem pfv
se gostaram falem assim eu continuo ok? alias num sei pq estava fic terminada... bom gente eu estou pensando em parar...pq estou pensando em deletar essa fic da conta....comentem!
bom até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...