História Crazy for you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique
Tags Gabriela, Henrique, Romance
Exibições 37
Palavras 2.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo, espero que gostem.

Capítulo 3 - Churrasco na casa do Jorge


Gaby não queria incomodar ninguém, mas será necessário, saiu do quarto com Karla no colo, pra sua sorte Maria estava saindo do quarto dela. 

— O que aconteceu Gaby.— Maria perguntou indo em  direção a moça.  

— Karla estar queimando de febre, precisa leva-la ao hospital, me ajudar, estou desesperada. 

— Fica calma, vou trocar de roupa e vamos para o hospital, tentar arrumar ela, daqui a pouco nós saímos. 

Fiz o que Maria me pediu, fui até o quarto, arrumei Karla, depois me arrumei. 

— Eu soube que minha sobrinha estar passando mal e que vão para o hospital com ela, vou com vocês, não posso deixar as três saírem a essa hora da madrugada sozinhas.— Juliano falou.  

— Como você soube? — a moça perguntou curiosamente. 

— Meu quarto ficar aqui ao lado, então ouvir as conversas de vocês. Agora vamos levar minha sobrinha ao hospital.  

Decidiram não acordar o Henrique, Juliano foi dirigindo até chegar ao hospital, logo atenderam Karla e passaram alguns remédios, voltaram para casa as quatro da manhã, antes Gabriela em casa e pegou algumas coisas. Karla ainda estava doente, ela pegou uma gripe muito forte, que resultou em febre. 

••• 

Quando chegaram Gaby voltou para o quarto e voltou a dormir, acordou no outro dia 07h30min, viu que Karla dormia como um anjo, essa menina é muito importante para ela, levantou com cuidado, escovou os dentes, tirou o pijama, vestiu um short jeans e a blusa do cruzeiro, seu time do coração, arrumou o cabelo e ficou sentada na cama esperando Karla acordar, dez minutos depois a mesma acordou, fez sua higiene e desceram para cozinha lanchar. Na cozinha estavam Juliano, Henrique, Edson e Maria. 

  — Bom dia gente.— a moça falou sorridente.  

— Bom dia e obrigada por cuidar da minha filha ontem, nem sei como te agradecer. — Henrique foi em  direção e a Gaby e abraçou-a. 

— De nada, fiquei muito preocupada com sua filha, e não queria te acordar, por minha sorte sua mãe estava saindo do quarto dela. 

Quando terminaram de tomar café, foram brincar, Karla chamou Gabriela para visitar sua casa na árvore.   

Depois o povo foram assistir futebol, palmeiras e Flamengo estavam jogando, Henrique apostou que se Flamengo ganhasse ele vestiria a camisa do rubro negro e postaria uma foto nas redes sociais,  caso o contrário Juliano que teria que pagar a aposta, vestindo a camisa do alvinverde.  

••• 

— Silêncio vai começar o jogo.— Henrique falou prestando atenção na TV. — E filha porque você estar com essa camisa feia?  

— Foi o tio que me deu.  Ele disse que era pra eu gritar gol do Flamengo.  

— Vai vestir a do palmeiras, aquela que papai te deu. Não dar ideia para o Juliano, ele é louco.— Henrique jogou o travesseiro em Juliano.  

— Caralho esse povo é cego. Porra esse jogador não acerta um gol desse.— Juliano falou estressado, eu achei super engraçado.  

— Goooollll! É do palmeiras.— Henrique gritou fazendo Karla se assustar.— Porco, porco, porco.— ele esfregou a camisa do time dele no rosto de seu irmão mais novo.  

— O meu time ainda vai virar esse jogo.— Juliano  mostrou o dedo do meio.  

O jogo saiu empatado um a um, então nenhum pagou a aposta, foi divertido assistir com eles. O Henrique foi o mais engraçado, essa família é bem animada.  

No finalzinho da tarde Gabriela embora, pegou corona com Henrique e foi embora.  

Quando chegou em casa, tomou um banho, jantou, depois foi para o quarto estudar um pouco, ela não conseguia tirar o sorriso dele dos seus pensamentos, mal conseguia se concentrar no trabalho da faculdade.   

•••  

— Ta pensando em quem mana? — Renata falou entrando no quarto e jogando-se na cama da mais velha.  

— Ah você voltou de viajem, que saudades da minha maninha mais nova. Não estou pensando em ninguém. Tenho uma novidade para te contar se prepara.  

— Também estava morrendo de saudades. Conta logo, você sabe que adoro uma fofoca. — a mais nova sorriu.  

— Conheci Henrique e Juliano, eles são super gente boa, eu sei que parece ser inacreditável, mas é verdade. Tenho o número do Henrique salvo em meu celular.— Gaby mostrou  toda a conversa com Henrique para sua irmã mais nova e contou tudo que aconteceu.  

— Você ta de brincadeira com minha cara né Gabriela? — Reh revirou os olhos.  

— Não estou. — Gaby queria que a mais nova acreditasse. 

Tirei uma foto nossa e postei no meu instagram.  

"Ela tem o meu sangue e também o meu amor  @Renata-Sfc  

Marisa: Como é bom ver que minhas meninas são unidas, mamãe ama demais.  

Regina Luiza: Nossa como vocês estão grandes lembro-me de quando eram crianças, viviam brigando e hoje são inseparáveis. Titia estar morrendo de saudades, amo vocês.  

Juliano_HeJ: Que lindas, nem parecem que cagam.  

— Juliano comentou na nossa foto, viu como eu estava falando a verdade. — Gabriela falou rindo do comentário.  

— Eu vir que ele comentou. — Renata falou. 

Viu que seu celular havia apitado então abriu a mensagem no seu WhatsApp.    

“Henrique: Oi Gaby”  

“Gabriela: Oi Henrique, a Karla já jantou?”  

“Henrique: Já sim, obrigado por se preocupar com minha filha”  

“Gabriela: De nada, Karla é uma criança muito especial, por isso amo ela”  

“Henrique: Chegou bem em casa? Quero te convidar para ir ao churrasco amanhã, vai ser aqui em Goiânia, vai ser na casa do Jorge  

“Gabriela: Claro que aceito, posso levar minha irmã comigo?”   

“Henrique: Claro que pode, será uma honra conhecer sua irmã, passo uma e meia da tarde para pegar vocês”    

•••  

— Tava falando com o seu futuro marido? — a mais nova zombou de Gabriela.  

— Muito engraçada você hein jovem, eu estava falando com o Henrique.  

— Sobre o que vocês estavam falando? Quero saber.  

— Logo você saberá. — Gabriela falou misteriosamente.  

— Meninas venham jantar, a comida estar pronta. — a mãe de Renata e Gaby falou.  

— Já estamos indo. — as duas responderam juntas.  

Elas sempre apostavam a corrida para ver quem chegar primeiro na cozinha, dessa vez Gabriela ganhou, as jovens sentaram-se e foram jantar.  

— Como foi o dia de vocês minhas princesas? — Carlos o pai das meninas perguntou.  

— O meu foi cansativo, voltei de viajem hoje e passei a tarde inteira dormindo. — Renata respondeu. 

— E o seu Gabriela? — Carlos falou comendo um pedaço da lasanha.  

— Meu dia foi maravilhoso. — a moça não quis entrar em detalhes, pois sabe que seu pai é muito ciumento.  

•••  

Depois da jantar as meninas foram lavar as louças, antes disso fizeram uma bagunça na cozinha, brincando de guerra de água. Arrumaram tudo e foram para os seus quartos. Gabriela começou  a se concentrar nos estudos, ela está no ultimo período da faculdade de jornalismo. Quando deu 23hrs a loira caiu no sono, acordou só no outro dia, eram nove e meia, a mesma levantou da cama, fez sua higiene, tirou o pijama, arrumou o cabelo e foi para cozinha tomar café da manhã com sua família, eles lancharam depois Gabriela e Renata foram para sala. 

— Hoje vamos para um churrasco, na casa do Jorge. — Gabriela falou para mais nova. — Henrique vai vim buscar a gente. 

— Espera é o Jorge que eu estou pensando? — Renata arregalou os olhos. 

— Sim Reh, é aquele que faz dupla com o Mateus. Henrique vai passar aqui em casa uma e meia da tarde.

— Nossa que legal, nós vamos para um churrasco na casa do Jorge. — a morena estava muito empolgada. 

— Espero que a senhorita se comporte. — Gabriela falou brincando. 

Quando deu meio dia e meia as duas foram se arrumar, Gabriela colocou um short jeans, a blusa do seu time do coração e um allstar azul. Já Renata optou por uma saia preta, um cropped branco e uma sandália preta, depois colocou um cinto por cima da saia. 

 •••  

Henrique passou na casa delas e levou-as para casa de Jorge, que ficava uns cinquenta minutos, dali, quando chegou, Renata estava com vergonha e escondeu-se atrás da mais velha. 

— Gaby você veio. — Juliano abraçou a loira. — E quem é essa moça linda que estar atrás de você? — quando Renata ouviu aquilo, ela mudou de cor, ficou mais vermelha que um tomate. 

— Sim eu vim, é Renata, minha irmã mais nova. — Gabriela trocou de lado para que Juliano pudesse ver a mais nova. 

— Oi Juliano. — a morena falou timidamente. 

— Oi Reh. — Juliano abraçou Renata. — Não precisa ficar tímida, aqui todo mundo é amigo. — ele sussurrou no ouvido da jovem. 

— Vou apresentar vocês para o pessoal. — Henrique pegou na mão de Gabriela e Juliano na da Renata. 

Então eles foram procurar o Jorge, assim que acharam apresentaram as meninas. 

— Jorge essa daqui é Gabriela, a que cuidou da minha filha e aquela é Renata irmã dela. — Henrique falou. 

— Muito prazer meninas. — Jorge abraçou as duas. — Fiquem a vontade. 

Em seguida Mateus apareceu na cozinha com sua mulher, Amanda. 

— Parceiro.— Juliano e Mateus fizeram um toque de mão. — Vou te apresentar duas princesas, essa é Gabriela e a outra a Renata irmã dela. 

— Oi meninas, fico feliz em conhecer vocês. Essa é Amanda minha mulher. — Mateus também abraçou as duas. 

Henrique chamou Gabriela para dançar, enquanto Renata estava sentada no sofá mexendo em seu celular. 

— Vem dançar. — Juliano falou pegando na mão da morena. 

— Nem sei dançar. — Renata respondeu sem tirar atenção do celular. 

— Sem problemas, eu te ensino. — o cantor insistiu mexendo nos cabelos da jovem. 

— Tudo bem, eu vou, mas como eu acabei de dizer, não sei dançar. — os dois levantaram do sofá e foram dançar. 

Jorge estava cantando a música duas metades, uma das mais lindas da dupla Jorge e Mateus. 

••• 

— Você é cruzeirense? — Henrique perguntou dançando com Gabriela. 

— Com certeza. Meu primeiro e único amor. — Gabriela respondeu. 

— Ficaria mais linda se estivesse com uma blusa do Palmeiras. Sua irmã também torce pro Cruzeiro?  

— Eu até curto o Palmeiras, mas ainda prefiro meu Cruzeiro e não, ela é santista.  

— Vish piorou, seria melhor que ela fosse palmeirense, igual a mim ou cruzeirense, mas ela torce logo para o arquirrival do meu verdão. Essa semana vamos montar a árvore de natal lá em casa, queria te convidar pra montar com a gente. 

— Claro que eu aceito. — a loira sorriu. 

— Que bom, levar sua irmã também, aliás, vejo que logo terei uma cunhadinha, no caso será você. Meu irmão gostou bastante da Renata. 

— É verdade. — Gaby concordou com a cabeça. 

••• 

Enquanto isso, Juliano e Renata também dançavam. 

— Me falar mais sobre você. — Juliano sussurrou no ouvido da morena causando uma onda de arrepios. 

— Faço faculdade de fotografia, apaixonada por futebol, sou muito tímida, nunca namorei na minha vida. Meu time do coração é o Santos. Amo música sertaneja e nasci em Brasília. Agora sua vez de falar sobre você. 

— Meu nome verdadeiro é Edson, gosto muito de esporte radicais, sou bem alegre, eu já dei um porco de presente pra minha ex-namorada. Também sou apaixonado por futebol, Flamenguista, a música sertaneja é praticamente minha vida e nasci em Tocantins. 

— É sério essa historia do porco? — Renata começou a rir. 

— Sim e não ficar rindo. Aliás, seu sorriso é maravilhoso, você é toda meiga e ainda gostar de futebol, nunca tinha conhecido uma mulher assim. 

— Eu e minha irmã aprendemos a gostar de futebol com o nosso pai. Ele é Santista fanático, já minha mãe é cruzeirense. Então eu puxei meu pai e Gabriela nossa mãe. 

— Quero assistir um Santos e Flamengo com você. Aposto que o mengão vai ganhar.— Juliano sorriu. 

— Veremos. — a morena falou em um tom desafiador. 

••• 

Depois os dois foram sentar junto com Gabriela e Henrique. 

— Que cena mais linda será que eu estou atrapalhando o casalzinho ai? — Juliano cantarolou. 

— Que eu saiba o casalzinho é você e minha futura cunhada. — Henrique respondeu. 

— Já estão andando até de mãos dadas, que fofo. — a loira falou. 

— Somos apenas amigos. — a morena mostrou a língua. 

— Eai galera, vai uma cervejinha? — Mateus apareceu de repente e perguntou. 

— Claro. — Henrique e Juliano responderam juntos. Então Mateus colocou cerveja nos copos deles. 

Tudo estava maravilhoso, as meninas ficaram bem amigas de Ina e Amanda, mulheres de Jorge e Mateus, então quando deu 18h30min Henrique levou Gabriela pra casa e Juliano levou Renata.  

— Tchau Gaby, até outro dia. — Henrique beijou a bochecha de Gabriela. 

— Vai com Deus Henrique, se cuidar e cuida da Karlinha. — Gabriela abraçou ele. 

Então isso Juliano e  Renata haviam acabado de chegar. 

— Ta entregue princesa. Mais tarde a gente conversar pelo WhatsApp.  

— Obrigada. — Renata sorriu.  

Juliano foi se aproximando cada vez mais, a morena já estava sentindo borboletas no seu estômago, típico de uma adolescente apaixonada.   

De repente os rostos se colaram, Juliano segurou a cintura de Renata, então deram início a um longo beijo, para ela era o  primeiro, os dois paravam por falta de ar. 

— Queria poder ficar mais um pouco com você, porém tenho que viajar amanhã, vou fazer show no Rio de Janeiro.— Juliano beijou a testa da morena e entrou no carro. 

••• 

Renata entrou em casa dando pulinhos de alegria e com um sorriso enorme no rosto. 

— Ui esse sorriso tem nome e sobrenome. — Gabriela falou. 

— Pedir o bv. — Renata falou rápido, mas Gaby entendeu. 

— Aah não acredito, que finalmente, depois de vinte  e dois anos, você resolveu beijar na boca de alguém.— Gabriela gritou. 

— Os nossos vizinhos não precisam ficar sabendo.— Renata revirou os olhos. 

— Me contar como foi dar o primeiro beijo, quero detalhes, você e Juliano já marcaram a data do casamento?  

— Foi maravilhoso. — a morena respondeu sorrindo. — Agora quero saber de você e Henrique, não rolou nem selinho?  

— Eu e ele somos apenas amigos. Já você e o Juliano, parecem que são bem mais do que isso. — Gabriela jogou o travesseiro em Renata. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...