História Crazy Girl - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan
Exibições 3
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - 4° capítulo


Acordei no outro dia com a claridade em meu rosto, levantei e fui pro banheiro tomei banho e coloquei um look e fiz uma make básica, desci as escadas e fui pra cozinha.
-AAAAAAAAAAAAAAH!-ouvi um grito que me fez dar um pulo da cadeira, minha mãe estava parada atrás de mim com uma expressão horrozidada.
-Que merda você fez no seu cabelo Becca?-disse ela ainda me encarando.
-Ué mamãe, eu só mudei de visual porque você não gostou?-falei com carinha de inocente.
-Ai meu deus, o que eu fiz de errado? Termina de comer e vai pegar suas coisas pra gente ir pro aeroporto logo.-ela disse pegando uma chicará co café.
Não disse nada , apenas subi pro meu quarto e peguei minhas coisas levando para o andar de baixo. Fomos para o aeroporto e minha mae não parava de falar que estava fazendo isso pro meu próprio bem, coloquei meus fones e fui o caminho inteiro em silencio.
Aquele ligar estava cheio de gente, carregando muitas malas assim como eu, estava agora esperando na sala de embarque o anuncio do meu vôo.
-REBECCA!-ouvi meu nome ser chamado mas resolvi ignorar, até que aparece dois seres ofegantes do meu lado. Luke e Vick, eu não avisei eles que iria morar com meu pai porque eu odeio despedidas, mas parece que minha mae resolveu abrir a boca pra eles.
-O que vocês estão fazendo aqui?-pergintei me levantando.
-Como assim, nós viemos aqui pra te bater por não ter nos avisados que estava indo embora, poxa Reb, você não ia se despedir dos seus melhores amigos?-disse Vick, nesse momento eu já estava aos prantos e eles não estavam diferentes, eles são duas das pessoas mais importantes da minha vida.
-Ai gente vocês sabem que eu não gosto de despedidas!-disse abraçando os dois ao mesmo tempo.
A voz irritante anunciou meu vôo, abracei o Luke com muita forca.
-Se cuida minha princesa, eu vou morrer de saudades de você e se algum garoto brincar com você pode me avisar que eu arrebento ele, eu te amo minha anã!-disse sussurrando no meu ouvido.
-Pode deixar que eu te chamo sim, e toma cuidado viu grandão não quero voltar pra casa e descobrir que eu sou tia, eu também te amo meu gigante!-disse dando meu ultimo beijo nele.
-Vick, minha florzinha se cuida, eu amo você e vou sentir muita saudades suas, e espero que vocês vão me visitar!-falei abraçando minha amiga que estava chorando muito.
-E agora com quem eu vou aprontar, ou contar meus segredos, ahhh Rebecca eu te amo muuuiito e já estou morrendo de saudades!-disse ela me sufocando.
Olhei pra minha mae que me puxou pra um abraço apertado.
-Filha, eu sei que você esta brava comigo mas eu te amo muito e só estou fazendo isso pro seu bem!-ela estava chorando e eu também.
-Eu sei mãe, eu também te amo e vou ficar morrendo de saudades!-falei me soltando dela e indo pro portão de embarque.
Acabamos de pousar no aeroporto em Londres, dormi a viagem inteira só acordei pra comer. Desci do avião e peguei minhas malas, avistei meu pai com mais três pessoas. Nossa ele esta maior ainda, fui em direção a eles que olharam.
-Você esta perdida querida?-disse Kristen olhando pra mim, revirei os olhos.
-Ué papai não conhece mais sua própria filha?-falei sarcasticamente olhando pro meu pai com a sombranselha arqueada.
-Rebecca?-ele gaguejou, os outros estavam de boca aberta.
-Tem outra?-perguntei ele logo me deu um abraço que provavelmente deslocou meu ombro.
-Meu amor você esta tao diferente, esta linda!-falou Kristen me pichando pra um abraço o qual eu recusei.
-E você continua com a mesma cara de vadia de sempre!-disse com cara de nojo, ela ficou ofendida o que fez com que meu pai me repreendesse.
Olhei pros outros dois seres que nos olhavam com tédio e logo reconhi Ali. Me joguei em cima dela e nos duas caímos no chão.
-Ai sua gorda sai de cima de mim!-ela gritou dei um tapa no braco dela e ajudei a se levantar.
-Eu não sou gorda querida sou gostosa!-disse jogando o cabelo.
-E bem gostasa mesmo.-uma voz grossa me fez virar pra trás, Mike me encarava com um sorriso malicioso.
-Claro que sou, mais pode tirando os olhos porque nesse corpinho você não encosta as Patinhas ok?-disse passando a mao pelo meu corpo.
Fomos pra casa em silencio, só a maritaca da Kristen que não ficava quieta. Chegamos em frente a uma mansão bem bonita, parecida com a da minha mae mas a dela e maior que essa, acho que eu não disse mas minha mae e dona de uma das maiores empresas de designer do mundo, então nos temos bastante dinheiro, e meu pai é um advogado muito bem sucedido.
Desci do carro e fui entrando na casa me deparando com uma cena nem um pouco agradável, um garoto desconhecido por mim com duas vadias só de roupas intimas em seu colo.
-Pai você não me disse que morava em um puteiro!-disse ainda olhando para aquelas pessoas.
-Eu não sou uma puta garota!-disse a loira que estava no colo do garoto que era um deus grego, moreno com tatuagens, cabelos escuros bagunçados e olhos puchados.
-Eu não citei nomes, mas se isso serviu pra você é porque sabe que é uma puta sim!-disse debochando dela que estava vermelha de raiva, ela levantou e veio na minha direção, mas antes dela fazer qualquer coisa eu dei um soco no nariz da vadia e uma joelhada no estomago dela, que saiu gemendo de dor.
-Uoooow, gostei de você gata!-o desconhecido disse rindo.
-E quem é você?-perguntei indiferente.
-Eu sou o Calum, amigo do Mike.-ele disse sorrindo, e que sorriso.
-Eu sou Rebecca, filha do Jason!-disse piscando pro Cal que me mandou um sorriso malicioso. Uma tosse falsa nos chamou a atenção, olhei pra trás e encontrei meu pai de bracos cruzados, ele queria saber o motive pelo qual minha mae me mandou pra cá, expliquei tudo pra ele que me deu um sermão gigante e depois saiu pro trabalho.
-Que garota rebelde, você é das minhas ainda!-dissa Ali se sentando ao meu lado, ficamos um tempo relembrando de quando eramos mais novas e aprontavamos muito quando eu vinha passar as férias aqui.
Subi pro meu quarto que era azul e preto, perfeito. Tomei um banho, coloquei uma roupa curta e desci pra cozinha porque estava morrendo de fome, encontrei a empregada, dona Lúcia e ficamos conversando sobre os anos que fiquei sem vir aqui. Depois que terminei meu lanche subi pro meu quarto deitei e apaguei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...