História Crazy Imperfect - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Melanie Martinez
Visualizações 4
Palavras 409
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Musical (Songfic), Poesias

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!♡

Capítulo 1 - Insônia


Fanfic / Fanfiction Crazy Imperfect - Capítulo 1 - Insônia

Parece que as coisas ruins nos consomem por dentro, ao mesmo tempo parece uma coisa ruim, mas boa também, isso acaba te fazendo mais forte de um jeito ou de outro, mas não importa, você é fraco, chora mesmo assim, só com o tempo isso te torna forte, mas continua chorando, como um bebê chorão. 

Coisas ruins não acontecem por acaso, sempre tem um culpado, e nesse caso, é você, garoto alfabeto, que fica tentando me ensinar algo com as coisas ruins que faz.

Mas a vida continua, como um carrossel, que continua girando e girando sem parar, as vezes eu chego até a vomitar ilusões, iludindo a mim mesmo que estou feliz, esse carrossel gira rápido, a vida passa rápido, e eu estou presa nesse carrossel da vida, tudo é um jogo, é vida ou morte.

Mas as coisas estão cada vez pior, e você está morto para mim baby, eu posso até derramar uma lágrima com sua família, mas eu preciso te esquecer, e para isso, preciso te matar, enterrar todas as boas e doces palavras que já disse para mim. 

Hey, garota, pare de bancar a boneca, todos temos nossos defeitos, mas você insiste em sempre se colocar no seu lugar, e fofocar para sua mãe que seu irmão fuma maconha, e seu pai tem uma piranha na cama, mas como sempre, banca a bonequinha querida, sempre sorrindo para a foto, sempre no seu devido lugar, nunca cometendo um erro.

Pois é, eu insisti em dizer a palavra "amor", oh Deus, por que eu falei essa bendita palavra? Aquilo foi real? Preciso de sabão, preciso lavar minha boca com sabão, eu jogo uma torradeira na banheira, deixo a torneira ligada, e encho a banheira de bolhas, eu sempre cuidadosa, mas você nunca, e eu disse uma palavra que nunca deveria ter dito. 

Você é meu melhor amigo, mas eu estou muito perto de te amar, mas que droga, seguir caminhos diferentes agora, eu estou mais próximo do que imagina, de mim te amar, não sei qual o caminho certo, mas eu vou continuar o meu caminho, você me dá tanto, o tanto que não posso retribuir. 

Meus amigos são malucos, birutas, birutas, ou talvez eu seja, não sei ao certo, eu atiro em balões com armas e fico chapada de hélio, meus amigos são birutas ao ponto de correrem nus em buracos de coelho por diversão, eu sou louca, eles são loucos, mas e dai? As melhores pessoas são.


Notas Finais


Obrigada por ler! ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...