História Crazy in Love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ausmila, Austin Mahone, Camaustin, Camila Cabello, Romance
Visualizações 9
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amores, feliz dia das crianças pra quem não ganhou presente igual eu, palhaçada 🙄😂❤

Capítulo 10 - 10 Capítulo


Miami Beach, Flórida

08:59am

P. O. V. Camila

Acordo e nego mentalmente por a cama do Austin ser tão boa ao ponto de não me fazer acordar cedo.

Eu: Merda... - resmungo ao ver as horas.

Austin: O que foi?

Eu: Eu tinha um compromisso cedo.

Austin: No sábado? - me olhou desconfiado e voltou a me abraçar pela cintura.

Eu: Era do trabalho. - ponho a mão no rosto. - Um treinamento.

Austin: Era muito importante? - beijou meu pescoço.

Eu: Um pouco... - olho para ele. - Estou com saudades, babe. - digo descendo minha mão até sua cueca.

Olha-lo e tê-lo assim me deixa com tesão.

Austin: Camila, não podemos! - ouço-o enquanto beijo seu pescoço algumas vezes, desço até seu abdômen descoberto, ouço-o suspirar.

Fui descendo entre a coberta, Austin já não lutava mais contra, estou entre as pernas do Austin. Beijei seu membro por cima da cueca mesmo. Sentindo-me duro já, tirei-o para fora da sua cueca e comecei a beija-lo com os lábios umedecidos. Nos destapei com a coberta e fazia movimentos para cima e para baixo em seu membro ereto. Estou sentada entre suas pernas, mas logo fiquei de joelhos na cama e abaixei a sua cueca que estou usando, e para sua surpresa, estou sem calcinha. Levantei a camiseta, que estou vestindo, até a cintura e, me aproximei de si para roçar nossas intimidades umedecidas uma na outra. Olhava para Austin enquanto gemia baixinho com o nosso contato, ele me olhava e tinha uma expressão de prazer. E entre roçar e rebolar, seu membro acabou entrando em mim. Continuei a rebolar com o seu membro dentro de mim, Austin pôs sua mão para dentro da minha camiseta e apertou firme um dos meus seios, que me fez gemer manhosamente mordendo meu lábio inferior.

Eu: Babe... - digo baixinho e fecho os olhos.

Sinto meu corpo se tremer conforme continuo os movimentos, Austin impulsiona cada vez mais seu quadril para cima, me fazendo ter todo-o dentro de mim. Quando sinto meu gozo descer, saio de dentro dele e fico de quatro na sua frente, terminando de masturba-lo. Sorrio com ele em minha boca, Austin puxa os meus cabelos com força, me fazendo tirá-lo da boca, fecho os meus olhos e logo sinto alguns pingos em meu rosto, com a boca aberta, seu gozo cai quase todo dentro dela. Assim que acaba, abro os olhos e passo os dedos aonde seu gozo escorreu em meu rosto e ponho os dedos em minha boca, chupando-os olhando em seus olhos. Passo a língua na "cabeça" de seu membro, limpando-o e chupando-o para deixá-lo seco. Vou de encontro a ele, beijo seus lábios e me deito em cima de seu corpo umedecido de suor.

Eu: Toma banho comigo? - sorrio e beijo seu queixo.

Austin: E se o Logan acordar? - faço bico.

Eu: Havia esquecido que ele está aqui. - deito a cabeça em seu ombro. - Babe, e se ele acordou nesse meio tempo? - olho para ele assustada.

Austin: A porta está fechada, provavelmente ele bateria nela, não acha? - sorriu e fez carinho em meu rosto.

Eu: Hum, você tem razão... Então eu tomo banho sem você. - faço voz de bebê, coisa que faz Austin sorrir.

Austin: Só hoje! - assinto e dou-lhe um selinho.

Levanto e vou para o banheiro, tiro a camiseta do meu corpo levemente suado, com isso vou para o box e ligo o chuveiro. Tomo banho por alguns minutos, quando saio do box vejo uma toalha com aparência limpa, me enrolei na mesma e sai do banheiro. Voltei ao quarto, no caminho ouvi vozes, não apenas do Logan e do Austin. Era uma voz feminina. Me vesti corretamente com as mesmas roupas que estava usando ontem. Escovei os meus cabelos apenas para deixá-los organizados. Fui aonde as vozes saiam, a cozinha. Austin, Logan e uma mulher madura estavam conversando.

Logan: Bom dia, Camila! - sorriu para mim e correu para me abraçar.

Eu: Bom dia, pequeno! - sorrio e dou um abraço nele.

Logan: Olha, essa é a minha mama! - olhei para a mulher e sorri assim como ela fez.

Austin: Mama, esta é Camila!

Xxx: Oh, prazer Camila, me chamo Michele! - se aproximou para me cumprimentar.

Não sou nada boa com apresentações em família, afinal, poucas vezes isso aconteceu comigo.

Eu: Prazer, Michele!

Austin: Vamos tomar café juntos!

Eu: Bem, eu já vou indo!

Austin: Ah não, Camila fique! - pediu-me.

Logan: É, fique! - sorriu para mim.

Como posso resistir a um sorriso de criança faltando os dois dentes da frente? Tão fofo.

Eu: Ok, eu fico!

Michele: Vamos nos sentar, querida, deixa eles fazerem todo o trabalho. - riu brincando.

Nos sentamos em cadeiras próximas uma a outra.

Eu: Tudo bem! - ela segura meu pulso sem força alguma, mas mais para me chamar atenção.

Michele: Austin te olha apaixonado, cuide disso. - piscou para mim. Me aproximo dela para falar algo.

Eu: Estou tão apaixonada por ele, que farei de tudo. - vejo-o sorrir para mim.

Austin pôs as coisas na mesa e se sentou com o Logan do seu lado. Comemos em harmonia. Conversas descontraídas, e até mesmo brincadeiras. Acabou o café da manhã e Michele foi embora com o Logan, se despediu gentilmente de mim, e até me convidou para um almoço na sua casa para conhecer Carter, pai de Austin, mesmo sem confirmar nada, ela acha que sou namorada do Austin. Austin estava sorrindo com tudo que ouvia.

Austin: Ela gostou de você! - me abraçou por trás e beijou meu pescoço.

Eu: Você acha, é Shawty? - solto uma gargalhada.

Austin: Obrigado mama, você me ajudou muito agora. - falou olhando para o lado, brincando, negou com a cabeça.

Eu: Oh Shawty Shawty... - volto a rir.

Austin: Eu era criança! - revirou os olhos.

Eu: Tudo bem, Shawty! - prendo o riso mordendo meu lábio inferior, me viro para ele e o beijo. - Gostei do seu apelido.

Austin: Não, você vai ver! - me olhou com um leve sorriso em seus lábios. - Tubarão 2! - franzo o cenho.

Eu: Dinah te contou isso, é?

Austin: Eu amo a Dinah! - nego com a cabeça.

Eu: Eu vou matar essa menina, ela prometeu! - digo furiosa.

[...]

Chego em casa com o Austin, apenas porquê ele insistiu muito, ouço a risada de Dinah na sala, vou até ela e a vejo com o Cameron, meu irmão. Abraço-o fortemente.

Eu: Maninho, senti sua falta! - beijei sua bochecha várias vezes e apertei-o em meus braços.

Cameron: Baixinha, como está? - me olha sorrindo e depois olha para o Austin. - Austin Mahone? Quanto tempo, cara?

Austin: Muito, cara! - se aproximou e abraçou-o após fazerem seu cumprimento. - Voltou hoje para a cidade?

Cameron: Sim! Estou de férias do exército, vim ficar um pouco com a minha irmãzinha. - me abraçou de lado.

Eu: Pare de mentir, Cameron! - Dinah e eu rimos.

Cameron: O que? Mentindo, eu? - se fingiu de ofendido.

Dinah: Exercício nada! Comissário!

Eu: Cameron é comissário de bordo. - explico para o Austin, que assente.

Austin: Ah sim! Quase acreditei! - rimos.

Dinah: Você e todos que encontraram ele na rua. - rimos.

Ficamos conversando até tarde, Austin ficou comigo o tempo todo, Cameron foi pra casa da nossa mãe, Milika. Dinah e eu fomos dormir após conversarmos sobre a minha ida a casa do Austin.


Notas Finais


Comentem e beijinhos ❤💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...