História Crazy in Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert, Tokio Hotel
Personagens Adam Lambert, Bill Kaulitz
Tags Adam Lamber, Adamxbill, Adill, Bdsm, Bill Kaulitz, Domxsub, Tokio Hotel, Yaoi
Exibições 24
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Italico: Lembranças.
Italico e negrito: ligações

Capítulo 3 - Memórias


Bill estava deitado de bruços no chão frio, amarrado com cordas de sisal na cor verde, estava com seu corpo inteiramente envolvido pela corda, até os seus dedões do pé estavam amarrado, mais como uma tortura do que uma imobilização.

 Bill não conseguia mexer um músculo sequer, mas ele confiava a sua vida para o Adam, o loiro sabia que ele era genial no shibari, Adam sabe a forma certa de imobilização sem por em risco a sua saúde. A imobilização não o incomodava... Tanto, para falar a verdade Bill adorava ser imobilizado, pois era quase certeza que seria tomado pelo prazer, mas o que o incomodava naquele momento era a maldita bola vermelha em sua boca, fazendo com que ele babasse formando uma pequena poça no chão. Algumas pessoas achariam o vibrador, vibrando dentro do canal sensível um incomodo, no começo prazeroso, porém com o passar do tempo doloroso e cruel, mas não Bill, ele adorava ter seu buraco preenchido, ele era uma putinha com fome como seu mestre falava.

 Bill conseguia se lembrar da vez que estava em turnê com o Tokio Hotel e o Adam com o Queen+ Adam Lambert, durante longos meses não se viram, mas se engana se o mestre não deu ordens na sua pequena putinha.

 

“ Bill estava tão triste 3 meses sem ver seu mestre, sem tocar a sua pele! Ele estava tão viciado no corpo do adam, que não se imaginava nem 1 dia longe dele quanto mais 3 meses!

__Bill se acalma! Já disse que daremos um jeito.- Falava Adam com o loiro em seus braços.

__Mesmo com a tecnologia tão avançada, nada substitui o contato pele com pele! E como faremos com o sexo? Eu vou enlouquecer se ficar sem sentir você dentro de mim por 3 meses!

Há, ai estava um problema chave, bom quase um problema. Adam delicadamente pega o queixo do homem em seus braços e vira para que pudesse fazer contato com os olhos.

__Então temos um problema sério, não é mesmo putinha?

Reconhecendo aquele tom de voz, aquele que só era proferido quando estavam em sessões íntimas, Bill rapidamente abaixou seus olhos de forma submissa.

__É que sou viciado em seu pau, mestre.- Respondeu Bill com um tom de luxuria em sua voz.

__Claro que é, não podemos esperar menos de uma puta, não é?- Disse Adam levando sua mão para dentro das calças e cariciando o ânus do maior.

__Não senhor.-Disse Bill com dificuldades devido ao dedo de seu mestre dentro do seu buraquinho guloso.

__Claro que não, afinal um puta deve ter seu cuzinho sempre preenchido, não é mesmo? Sempre largo para receber o pau do mestre, não é Bill- Disse Adam acariciando as paredes internas do alemão em seus braços.

__Sim mestre, sempre preenchido.- Respondeu Bill.

__Que tal fazermos um acordo, nos falaremos todos os dias pelo o Skype, e você levará todos os seus ‘pirulitos’, afinal não podemos ter esse buraquinho sujo em abstinência, não é Bill?- Disse Adam abrindo o zíper da sua calça e removendo seu órgão ereto e levantando o corpo do loiro removendo sua calça moletom e sua cueca e o penetrando sem aviso prévio.

__Sim mestre, meu cuzinho guloso tem que sempre está preenchido com um de seus ‘pirulitos’- Disse Bill com a sua voz rouca e a cabeça jogada de prazer.

__Sim, sim, agora se mova vagabunda!- Disse Adam com sua mão enroscada nos fios dourados.

2 semanas depois

Bill estava deitado na cama do hotel quando ouve seu telefone tocar.

__Alô?- Disse com uma voz de sono

__Acorda princesa ou a gente vai se atrasar!- Disse Georg do outro lado.

__Já vou.- Bill desliga o celular e se espreguiça tremendo quando sente o plug purpura se mover em seu interior.

Desde que começara a turnê a 1 semana, Adam nunca deixou que ele ficasse um minuto se quer sem o objeto dentro de si, quer dizer toda noite ele perguntava a cor do loirinho indicando a preocupação com outro e claro Bill tinha total liberdade para mandar uma mensagem para o moreno com a sua palavra de segurança, mas o Bill sempre repetia “Verde”.

Assim como todas as manhãs Bill se sentava no colchão e abria o celular na aba da conversa dele e de seu mestre e mandava um ‘Bom dia senhor!’ e esperava o seu mestre responder, se ele não respondesse em 15 minutos então Bill estava livre para cumprir sua agenda, mas era difícil Adam demorar todo esse tempo.

_‘Mande vídeo’

Bill sabia o que aquilo significava, eles não tinham tempo para conversar pelo Skype, mas ele tinha que enviar um vídeo e o moreno veria depois. Bill se levantou da cama e foi até o espelho de corpo inteiro que tinha no quarto posicionou o celular para que pegasse somente o seu corpo deixando sua face fora de foco, e colocou para gravar. Bill se pôs de quatro e começou a brincar com ele mesmo. Primeiro começou a atiçar seus mamilos sensíveis, com as mãos ele foi descendo até o seu pinto semi ereto até chegar na base do plug e com três dedos o empurrou mais fundo de si gemendo alto com o ato. Ele ficou nessa brincadeira até gozar, Bill não tinha certeza se tinha autorização para o orgasmo, mas ele decidiu que arcaria com as consequências quando voltasse. O loiro finalizou o vídeo e foi para a sua rotina, depilação dos pêlos e se arrumar para o dia.

 

Bill adorava os seus fãs, ele amava sua profissão mas ficar mais de 12 horas andando e sentindo o plug se mexer dentro de si não estava fácil, perto do almoço ele quase gozou em sua cueca! Mas finalmente o dia estava chegando ao fim, e ele estava a caminho do hotel. Bill já tinha enviado a mensagem avisando o Adam que estava a caminho do hotel recebendo uma ordem que assim que chegasse ele deveria retirar toda a sua roupa e ligar no Skype.

E foi assim que fez, Bill chegou em seu quarto desejou boa noite para os meninos e a equipe e se trancou no quarto se despindo,  sentando no chão, e ligando o computador.

Na segunda chamada o rosto sorridente de Adam iluminou a tela do computador e começaram a conversar, adam pedindo sobre o dia do loiro e  instruindo a falar sobre as sensações diárias.

__Vá até os seus pirulitos puta. E pegue o 6 e o 12.- Adam mandou visualizou como Bill engatinhou até a mochila e retirou os vibradores respectivamente.

__Pronto mestre.- Disse Bill com os dois dildos na frente do computador.

__Antes Bill me diga a sua cor?- Perguntou Adam.

__Verde senhor- Disse Bill sem hesitar.

__Muito bem. Você deve tomar o seu banho e dormir com o 12, e quando acordar colocar o 6 entendeu?

__Sim senhor.

__Ótimo, agora é melhor desligarmos pois já ta tarde.

Assim que terminou a chamada Bill pegou o dildo de numero 12 que era um vibrador ‘realista’ com veias e até bolas de plástico, Bill dormiria com a sua bunda no ar essa noite.”

            Bill foi tirado dos seus pensamentos com seu mestre retirando o vibrando do seu cú e colocando um pedaço de gengibre em forma de dedo.

__Aqui está Devon. Mas lembre-se se gozar neste rabo você nunca mais o verá na sua existência, entendeu?- Disse Adam sentando na poltrona ao lado do criado mundo.

__Claro Adam.

 

Fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...