História Crazy In love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Jasmine Villegas, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Pattie Mallette, Ryan Butler
Visualizações 494
Palavras 2.774
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - How could I be so silly?


Fanfic / Fanfiction Crazy In love - Capítulo 10 - How could I be so silly?

Jasmine: O que tu quer pirralho da Jasmine? – disse com uma voz doce e tirei minha mochila das costas

Justin: O Jream está tentando fazer comida, é melhor você ir à cozinha ajudar ele, lá está uma bagunça – ele disse e saiu andando, o acompanhei. Entramos na cozinha e o Jream estava todo sujo, meu Deus.

Jasmine: O que aconteceu com a empregada dessa casa? Por que você quer tentar fazer comida? – perguntei encarando ele.

Jream: Dei folga pra ela e quero aprender a fazer alguma coisa. – ele disse como se fosse a coisa mais normal do mundo dar folga pra empregada.

Jasmine: Da pior maneira possível! – ri.

Jream: Para de rir, eu tentei! Mas não deu muito certo. – ele disse com uma cara triste e abaixou a cabeça.

Justin: Nós percebemos. – ele disse rindo.

Jasmine: Jream, você vai arrumar essa bagunça, não é? – disse e ele assentiu com uma cara de tédio – Eu vou ligar para um restaurante qualquer e pedir uma comida descente, que você não sabe fazer. – disse rindo e saindo da cozinha, ouvi-o dizer algo, mas não entendi muito bem. Sentei no sofá e liguei pro primeiro restaurante que achei na lista, depois liguei a Tv e fiquei procurando algo de bom pra assistir, de repente um gordo pula em cima de mim. Sim, o Jream! – JREEEEEEEEEEEEEEEEEEEAM! SEU GORDO SAI DE CIMA DE MIM! – gritei.

Jream: Pede com carinho e delicadeza, por favor. – ele disse com uma voz sapeca.

Jasmine: Jream, seu lindo, perfeito, maravilhoso, gato sexy, gostoso, sai de cima de mim, por favor? – disse com uma cara de tédio.

Jream: Hum, gostei! Chamou-me de gostoso. – ele disse saindo de cima de mim e sentando do meu lado – Deixa seu namorado ficar sabendo disso pra você ver! – ele riu debochado.

Jasmine: Ah você é meu irmão e ele não vai saber. – dei língua.

Jream: Legal! – ele disse ignorando meu ato - Você veio com ele, não é? – perguntou tentando puxar assunto.

Jasmine: Aham, por quê? – arqueei uma sobrancelha.

Jream: Por que não falou pra ele entrar?

Jasmine: Eu falei! Mas ele tem mais o que fazer e foi pra casa. E também, pra que ele vai querer conhecer você? – perguntei como se fosse óbvio.

Jream: Pra conhecer. E se você não parar de falar comigo desse jeito, você vai ver. – ele disse fazendo cara de mau.

Jasmine: Ver o quê? – o encarei – O que você vai fazer comigo? Bater-me? – disse rindo.

Jream: Não, eu vou fazer isso. – ele disse e começou a fazer cosquinhas em mim, comecei a rir demais.

Jasmine: Ah não Jream! Cosquinhas não, por favor. Eu prometo que não falo mais desse jeito contigo, mas para, por favor.

Jream: Promete mesmo? Tem certeza? Você não vai quebrar essa promessa? – ele disse rindo.

Jasmine: Não vou! Eu prometo, para. – disse quase chorando de tanto rir e ele parou.

Jream: Meu Deus, isso foi completamente engraçado. – ele disse um pouco sem fôlego, também estava rindo que nem besta.

Jasmine: Só que não, seu bobão. – disse me sentando direito no sofá – Cadê o Justin?

Jream: Deve estar no quarto dele! – ele disse e pegou o controle da minha mão trocando de canal e colocando no futebol.

Jasmine: JREAM! Dá esse controle, por favor. – disse fazendo bico e tentando pegar o controle da mão dele.

Jream: Deixa só acabar o primeiro tempo! Eu já mudo de canal. – ele disse sério.

Jasmine: - olhei pra TV – JREAM! Falta muito pra acabar, ainda está em 15 minutos, Argh. – disse emburrada e cruzei os braços.

Jream: Awn Jasminezinha vai ficar ai toda emburrada? – ele disse me abraçando e dando vários beijos em minha bochecha.

Jasmine: Para Jream, não fica me mimando não que é o melhor que tu faz! – disse olhando pra ele.

Jream: Eu não estou te mimando, eu só não gosto de te ver emburrada.

Jasmine: Então coloca no basquete, que é muito melhor do que futebol! Vai. – disse animada.

Jream: Tá bom. – ele disse e colocou no basquete, estava passando o jogo dos Lakers com um lá que eu esqueci o nome. – Você gosta de basquete? – ele perguntou espantado.

Jasmine: Sim, por quê? Você não sabia? – me espantei também, mas ri em seguida.

Jream: Não. – ele disse simplesmente.

[...]

 

Jasmine: Alô! Justin é tu?

Justin: Ele mesmo, em pessoa. Use e abuse quando quiser. – ele disse num tom malicioso.

Jasmine: Se você deixar, eu abuso mesmo. – disse no mesmo tom.

Justin: Mas eu não tenho que deixar! Você abusa se quiser e quando quiser. – esse está mais safado do que eu, Meu Deus.

Jasmine: Espere que esse momento chegará! Mas eai, o que tu queres?

Justin: Sair contigo. – disse simples.

Jasmine: Já fez a capa do trabalho? – perguntei curiosa.

Justin: Sim, eu fiz. Mas então, vai ou não sair comigo?

Jasmine: Claro que eu vou! Só que pra onde?

Justin: Na praça perto da sua casa, andar de bicicleta. O que acha?

Jasmine: Legal! É coisa de menininha ficar indo em praça andar de bike, mas o que eu não faço por você, não é Biebs?

Justin: Ah eu sou irresistível! Ninguém diz não pro Bieber aqui e claro, você me ama demais, não ia recusar mesmo. – ele disse se gabando.

Jasmine: Você está me fazendo mudar de ideia. É isso o que você quer? – ameacei-o, mas queria rir.

Justin: Não Jas! Claro que não. Desculpe-me. – ele disse todo culpado.

Jasmine: Okay, que horas você passa aqui?

Justin: A hora que você estiver pronta, tanto faz.

Jasmine: Trinta minutos, pode ser?

Justin: Pode sim, sem problemas.

Jasmine: Okay então.

Justin: Daqui trinta minutos estou ai, até.

Jasmine: Até, beijos!

Justin: Beijos. – ele disse e ambos desligaram.

Jream: Estava conversando com o seu namorado? – ele disse entrando no meu quarto e se jogando na cama. Esse é o Jream, meu irmão.

Jasmine: Sim! Eu vou sair com ele e você vai sair do meu quarto porque vou trocar de roupa. – disse o encarando.

Jream: Ah Jas, pra que existe closet? Se troca lá. – ele disse ligando a TV.

Jasmine: Tudo bem, seu folgado! Mas não mexe nas minhas coisas. – disse entrando no closet. Procurei uma roupa simples e ousada, - porém adequada para ir a um parque - claro que eu achei, eu só tenho roupa assim. Foi rápido, me troquei e sai do closet – Jream, o que achou da minha roupa? – disse e ele não respondeu, estava paralisado – JREAM! – disse alto e olhei pra TV, ele estava vendo um canal pornô – Seu safado! – bati nele que logo se assustou olhando pra mim.

Jream: O que foi? O que eu fiz? – ele disse e eu peguei o controle da mão dele e desliguei a TV.

Jasmine: Para e diz o que achou da minha roupa. – o encarei.

Jream: - ele olhou pra mim de cima até em baixo – Ta gata, vão pra onde? – ele pegou meu celular e ficou jogando, percebi pelo barulho.

Jasmine: Pra praça aqui perto andar de bike. – disse arrumando o meu cabelo.

Jream: Vão alugar uma bike, não é? – perguntou tentando puxar assunto.

Jasmine: Claro, seu bobão.

Jream: Aí, como vocês se conheceram? – ele perguntou e não parecia muito interessado.

Jasmine: Você não vai querer saber. – disse revirando os olhos.

Jream: Por quê? Você fez alguma coisa inacreditável?

Jasmine: SIM! Ele chegou à escola, eu dei em cima dele, nós ficamos, depois eu fiquei com o amigo dele, peguei o celular dele e convenci o Justin á sair comigo, nós saímos, foi ótimo e é isso ai. – disse sem parar.

Jream: Pera, você ficou com ele e com o amigo dele? – ele perguntou impressionado, agora sim estava interessado.

Jasmine: Sim, mas eu era louca. Eu só queria ficar com ele, só que eu levei um fora, desisti, mudei o meu jeito e agora estou aqui, com ele e com o meu jeito da antiga Jasmine de volta! Mas eu não fico com qualquer cara agora. – disse e pisquei.

Jream: Vadia. – ele disse agora prestando atenção no jogo.

Jasmine: Vadia é a tua avó! – dei língua.

Jream: Eu acho que seu namorado chegou... – ele disse depois que ouvimos a campainha tocar.

Jasmine: Estou indo! E dá meu celular. – disse e tirei meu celular das mãos dele bruscamente.

Jream: Qual é Jasmine, você vai andar de bike, não precisa de celular! – protestou ele.

Jasmine: Você é muito curioso, não quero que veja minhas mensagens. – disse e pisquei – Bye! – mandei um beijo no ar e sai do quarto, desci correndo e Justin estava na sala conversando com o meu irmão, seu xará. – Oi Justin’s! – disse me aproximando.

JustinV: Oi Jasmine. – ele disse e sorriu fraco, estava com cara de sono.

Justin: Oi Jas! – ele disse e me deu um selinho demorado – Você está linda.

JustinV: É, tchau. – ele disse e saiu andando.

Jasmine: Estou nada, você que é cego. – dei língua.

Justin: Então tá... – ele se aproximou, colocou uma mecha do meu cabelo atrás da orelha e sussurrou em meu ouvido – você não está linda, você está maravilhosa, perfeita e... Gostosa. – ele disse com aquela voz rouca sexy, me arrepiei.

Jasmine: Nossa, fiquei com calor por um segundo. – disse e ri.

Justin: Você gostou, não é? – ele piscou.

Jasmine: Claro! Você sabe que eu adoro elogios.

Justin: Sempre soube, mas no nosso primeiro encontro você que ficou me elogiando sem parar. – ele disse e riu baixo.

Jasmine: - abracei seu pescoço – É porque você era e ainda é um gostoso! – disse com um olhar pervertido e ele me beijou.

Jream: Vocês bem que podiam parar de melação. – ele apareceu do nada, levamos um susto e paramos de nos beijar.

Jasmine: É pra já! Estamos indo, tchau. – disse e acenei, puxei o Justin pra fora de casa e fechei a porta.

Justin: Isso tudo era pra você não me apresentar pra ele? – ele disse meio impressionado e rindo.

Jasmine: Não é isso, é que o Jream é um idiota mesmo, depois vocês se conhecem melhor. – disse e sorri.

Justin: Okay! Vamos para o parque. – ele disse animado e pegou em minha mão, fomos andando para o parque. Quando chegamos, Justin alugou as bicicletas por uma hora, a minha era uma roxa e preta e a dele era toda azul, subi em cima da minha e sai pedalando pra longe dali, ouvi Justin me gritar, mas logo o vi atrás de mim pedalando. Andei bastante, parecia que Justin e eu estávamos em uma corrida e eu estava ganhando, acho que rodei por todo o parque sem parar, parei quando vi o lago, sai de cima da bicicleta, a coloquei no chão e me sentei em frente ao enorme lago observando-o. Alguns segundos depois percebi Justin se sentando ao meu lado e me abraçando – Você nunca veio aqui? – ele disse olhando pra mim e eu continuei olhando para o lado procurando uma resposta concreta.

Jasmine: - olhei pra ele – Eu já vim aqui várias vezes com o meu irmão, mas nunca vi esse lago. – disse um pouco confusa.

Justin: Sério? – ele disse impressionado e eu assenti – Aqui é lindo, mas eu acho que já vai fazer uma hora que estamos com as bicicletas, precisamos voltar. – ele disse se levantando e estendeu a mão, olhei pra cima tentando achar seu rosto, sorri e peguei sua mão me levantando também.

Jasmine: Estava tão legal. – disse fazendo bico.

Justin: - ele me deu um selinho – Eu sei, mas mesmo assim precisamos ir. – ele disse e foi pegar sua bike, fiz a mesma coisa.

Jasmine: Fazer o que. – disse revirando os olhos e comecei a pedalar, chegamos ao lugar rapidinho – E agora? Vamos fazer o quê? – disse animada.

Justin: Que tal tomar um sorvete? – ele arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Se tiver de flocos, é comigo mesma. – disse mais animada ainda.

Justin: Qual sorveteria que não tem sorvete de flocos? – ele pegou em minha mão e saímos andando dali.

Jasmine: Não sei, mas deve ser a pior sorveteria de todo o universo. – disse fingindo estar emburrada, ele riu.

Justin: Pelo jeito você ama sorvete de flocos! – ele pareceu impressionado, mas continuou rindo.

Jasmine: Amo mesmo, e você gosta de vinho? – perguntei mudando de assunto.

Justin: Claro que não, eu sou inocente pra ficar bebendo álcool. – ele disse e eu comecei a rir, qual é.

Jasmine: Ah tá, conta outra! Você não bebe?

Justin: Por que está rindo? Você bebe? – ele disse e arregalou os olhos, percebi que não era brincadeira.

Jasmine: Sim! Mas meus pais não sabem, nem o Jream e nem o Justin.

Justin: Um dia eles vão descobrir você sabe né?

Jasmine: Sei, mas eu só bebo por diversão, quando vou a alguma balada e essas coisas. – dei de ombros.

Justin: Entendi. Bom... Você não acreditou, mas é sério, eu não bebo. – ele sorriu meio sem graça.

Jasmine: Estranho porque todo mundo que eu conheço bebe, você é o único. – entramos na sorveteria e fizemos nosso pedido.

Justin: Eu vou falar a verdade, eu já bebi sim, bebia demais só pra me divertir, mas isso acabou com o meu relacionamento com uma garota. – ele disse e abaixou a cabeça meio triste.

Jasmine: O que aconteceu? – perguntei curiosa.

Justin: Bebi até ficar bêbado e peguei uma garota na frente dela, em uma balada. Eu me arrependo até hoje por ter feito isso, então parei de beber. – ele disse e deu um meio sorriso.

Jasmine: Nossa, que chato. O que ela achou disso tudo?

Justin: Depois de eu ter ficado com a garota na frente dela, ela terminou comigo na frente de todo mundo e nunca mais falou comigo. Eu vim pra cá pra me esquecer dela.

Jasmine: Já esqueceu? – arqueei uma sobrancelha. Pegamos nossos sorvetes, ele pagou e saímos da sorveteria.

Justin: Claro que eu esqueci, faz mais de cinco meses que nós terminamos e faz uns quatro meses que eu estou aqui. – ele disse e sorriu.

Jasmine: Legal. – dei de ombros.

Justin: O que foi Jasmine? Por que está assim? – ele perguntou me encarando.

Jasmine: Assim como? – arregalei os olhos.

Justin: Ignorando-me. Você está assim só porque eu falei da minha ex-namorada? – ele arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Qual o nome dela? – perguntei curiosa.

Justin: Ah... Eu esqueci. – ele disse e eu ri.

Jasmine: É sério Justin! – encarei-o.

Justin: Eu também estou falando sério, pergunta o nome dela pra minha mãe, porque eu não gravo nomes quando fico meses longe da pessoa.

Jasmine: Interessante. – sorri fraco.

Justin: O que foi de novo?

Jasmine: Nada Justin, nada. – disse revirando os olhos.

Justin: Não gosto quando fica assim.

Jasmine: E eu com isso? – disse e sai andando mais rápido, ele ficou lá parado. Voltei pra casa, cheguei e Jream estava vendo TV, me sentei ao lado dele que olhou pra mim.

Jream: O que aconteceu? Por que está com essa cara? – ele perguntou preocupado.

Jasmine: Eu sou uma idiota! O Justin falou da ex-namorada dele, eu não sei o que deu em mim, mas eu fiquei com raiva. Não sei por que também... Eu que pedi pra ele falar, no final eu sai correndo de lá que nem uma idiota. – disse e fiz bico, ele me abraçou.

Jream: Mancada sua! Mas eu sei o nome disso... Ciúmes. – ele disse e piscou.

Jasmine: Você é um bobão. – disse revirando os olhos.

Jream: Por quê? É a verdade! Você pediu pra ele falar porque é curiosa, só que depois ficou com ciúmes. – ele disse e piscou novamente.

Jasmine: Okay, ciúmes. – dei de ombros e ri.

Jream: Não esconda a verdade porque depois pode ser pior.

Jasmine: Não estou escondendo nada, estava mesmo com ciúmes. Ele falou de um jeito que ainda gostava dela, afinal foi ela quem terminou com ele. – disse com a cabeça baixa.

Jream: E terminou por quê? – perguntou curioso.

Jasmine: Porque ele ficou com uma menina na frente dela. – disse sem dar muita importância.

Jream: Ele pode fazer a mesma coisa com você.

Jasmine: Não! Porque ele estava bêbado quando fez isso e claro, ele não bebe mais. – disse querendo que aquilo fosse verdade.

Jream: Que bom pra ele. Foi ele que te disse isso? – perguntou desconfiado.

Jasmine: Sim, por quê? Você acha que ele estava querendo me enganar? – arqueei uma sobrancelha.

Jream: Vai saber! Homem é capaz de tudo. – ele deu de ombros.

Jasmine: Você é homem, já fez isso? – o encarei.

Jream: Claro que não! Eu não sou uma pessoa que destrói o sentimento da outra assim tão fácil. – ele disse como se fosse óbvio.

Jasmine: O que você faz, então? – cruzei os braços curiosa.

Jream: Nada Jasmine! Eu não faço nada. – ele disse meio bravo, se levantou e subiu.

Jasmine: Nossa que estressado! – disse e peguei o controle, mudei de canal e senti meu celular vibrando, olhei no visor e era o Justin, atendi. 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...