História Crazy In love - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Jasmine Villegas, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Pattie Mallette, Ryan Butler
Visualizações 285
Palavras 1.187
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


boa leitura amores

Capítulo 24 - A little romantic.


Fanfic / Fanfiction Crazy In love - Capítulo 24 - A little romantic.

Bieber: Podemos ir pra minha casa, a dona Pattie arrumou um emprego e só chega ao fim da tarde! – ele disse animado.

Jasmine: Você está pensando em que? – disse fazendo bico.

Bieber: Acho que você sabe. – ele disse com um sorriso malicioso.

Jasmine: Pelo visto o Bieber de ontem foi só naquele momento, porque ele não existe mais.

Bieber: Não fala assim, eu posso ser romântico quando eu quiser. – ele disse e sorriu.

Jasmine: Não precisa, eu só quero que você seja você mesmo, ok? – disse e ele assentiu.

Bieber: Jas me diz. Como foi a noite de ontem pra você? – ele parecia curioso.

Jasmine: Foi tudo inacreditável! Eu achei muito perfeita as coisas que você fez pra mim, você estava sendo tão fofo, foi maravilhoso. – disse sorrindo de orelha á orelha.

Bieber: Então você gostou? – perguntou curioso.

Jasmine: Não, eu amei. – disse ainda sem parar de sorrir.

Bieber: Tudo bem então. – ele apenas sorriu parecendo um pouco sem graça.

 

A reação dele ao ouvir o que eu havia achado da noite de ontem foi estranha porque há alguns segundos ele estava animado por sexo ai do nada ele ficou completamente calado e pensando. Será que ele queria que eu não tivesse gostado? Dãr, é óbvio que não. Já que ele estava calado, eu fiquei olhando a rua que se passava rapidamente, logo chegamos. Sai do carro quando Justin estacionou na garagem, ele saiu em seguida e entramos.

 

Jasmine: Sério que sua mãe arrumou um emprego? – perguntei me sentando no sofá.

Bieber: Sim, eu até disse pra ela não fazer isso e que não precisava, mas ela quis tanto aquilo que eu tive que concordar logo de uma vez. Porque claro, eu sempre chegava em casa e ela estava aqui, mas agora... Eu tenho a casa só pra mim! Posso aproveitar. – ele disse sorrindo.

Jasmine: Entendi! Mas então, sabe quando eu disse o que achei da noite de ontem?

Bieber: Sei sim, por quê? – ele arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Por que você ficou tão calado depois disso? Eu falei algo de errado? – perguntei preocupada.

Bieber: Não, eu só estava pensando no que você falou! E cheguei á conclusão de que eu não sou assim... Eu mudei muito depois que você foi pra Califórnia, mas eu nunca fui assim e não quero ser. Quer dizer, eu posso não querer, mas sei lá, eu não gosto de ser assim, talvez seja por isso que eu sou. – ele disse parecendo um pouco confuso.

Jasmine: Você está dizendo do Justin que fala palavrão e é viciado em sexo? – eu disse e ele assentiu – Eu acho que você sempre será viciado em sexo. – disse e ri.

Bieber: Tá, mas não como antes. – ele disse sorrindo.

Jasmine: Você está me dizendo que nesse exato momento não quer nem um pouco? – disse impressionada.

Bieber: Bom... – ele sentou do meu lado e ficou acariciando o meu rosto – podemos resolver isso no meu quarto. – ele disse e sorriu.

Jasmine: Então vamos! – disse animada, me levantei e sai correndo lá pra cima.

Bieber: Ei! Espera-me. – ele disse alto e veio correndo atrás de mim. Quando cheguei ao quarto, me sentei na beira da cama, ele chegou logo em seguida – Cansada de correr? – ele disse com um olhar sexy.

Jasmine: Não, por quê? Quer brincar de pega-pega? – disse e ri.

Bieber: Não, eu quero brincar de outra coisa. – ele disse vindo em minha direção, comecei a me sentar direito na cama, então ele se sentou e me fez deitar, depois subiu em cima de mim e começou a me beijar – se não quiser eu vou entender, Okay? – ele disse e eu assenti.

Jasmine: Não se preocupe comigo. – sorri.

 Ele ficou beijando o meu pescoço por longos minutos, então resolveu tirar a camiseta e me ajudou a tirar a minha, dai ele ficou beijando meu ombro e colo, mas logo foi abaixando o lugar pra perto dos meus seios. Resolvi que dessa vez eu iria facilitar as coisas e tirei meu sutiã com agilidade, ele sorriu com a minha reação e foi logo tratando de chupar um de meus seios, eu gemia baixinho no ouvido dele. Justin está sendo carinhoso novamente comigo e eu estou adorando isso mais do que nunca. O tempo poderia parar nesse momento e deixar nós nos amarmos ainda mais.

 Ele parou de chupar os meus seios e começou a dar beijos por toda minha barriga até chega no feixe da minha calça, ele fez questão de tirá-la junto com a calcinha e eu o ajudei, então ele começou a chupar, lamber e sugar toda minha intimidade, aquilo me levou em um tesão que quase não aguentei. Ele parou um tempo depois, tirou calça junto com a cueca e me penetrou calmamente, isso me deixou mais aliviada. Ele estava sendo tão carinhoso que eu não pude gritar que nem uma vadia louca, eu apenas gemia baixinho e ele ficava me entocando devagar como se não fosse um viciado em sexo. Eu olhando ele com aquela cara de anjo me fez ficar mais louca ainda, o Bieber estava mesmo demonstrando que ia mudar ou isso pode ser passageiro. Quanto mais ele entrava e saía de dentro de mim, mais eu queria que esse momento não acabasse nunca. Só que tinha que acabar.

Bieber: Quer comer alguma coisa? – ele perguntou colocando a cueca e só então fui perceber que tudo tinha acabado.

Jasmine: Ah, sim! Pode ir descendo que eu já vou. – disse me sentando na cama e me cobrindo com o lençol, ele colocou uma bermuda, me deu um selinho e saiu do quarto. Apressei-me pegando minhas roupas e entrei no banheiro, não demorei muito, então logo sai e desci pra procurar o Bieber – Justin? – disse sem saber pra onde ir.

Bieber: Aqui na cozinha! – ele quase berrou. Mas como ele escutou? Fui até a cozinha.

Jasmine: O que está fazendo Mr. Bieber? – perguntei me aproximando e ele me olhou.

Bieber: Pipoca. Para nós. – ele disse me agarrando e sorriu – Vamos assistir a um filme, que tal? – piscou.

Jasmine: Awwwn um filme? Tudo bem. – disse dando vários selinhos nele, que ria.

Bieber: Sim! Um filme de Comédia Romântica, você gosta? – ele arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Claro que eu gosto! Amo. – disse e pisquei, ele colocou a mão em meu rosto e me beijou, um tempo depois parou dizendo.

Bieber: A pipoca! - ele disse se afastando e foi olhar a pipoca, achei engraçado aquilo.

Jasmine: Queimou a pipoca? - disse indo.

Bieber: Não. - ele desligou o fogo, pegou a panela e despejou a pipoca em uma vasilha de vidro - Toma! - ele me entregou a mesma - Coloca sal que eu vou pegar as bebidas. - ele disse e saiu andando.

Jasmine: Okay. - bufei baixinho. Coloquei sal na pipoca e acabou ficando salgada, foda-se. O Bieber voltou todo feliz. - O que houve? Viu um passarinho verde? – disse rindo.

Bieber: Não! É que eu já coloquei tudo na sala, até o filme, só falta você e a pipoca. - ele disse animado e pegou em minha mão, saímos dali indo até a sala de cinema que estava cheia de doces e bebidas.

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...