História Crazy In love - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Jasmine Villegas, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Pattie Mallette, Ryan Butler
Visualizações 239
Palavras 1.740
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura pipou

Capítulo 29 - Bitch!


Fanfic / Fanfiction Crazy In love - Capítulo 29 - Bitch!

Justin: Eai bro!

Chaz: Bieber, você precisa me ajudar. – ele parecia desesperado.

Justin: O que aconteceu cara? – perguntei preocupado.

Chaz: A Emily terminou comigo.

Justin: Isso lá é motivo pra você ficar assim? Chaz, você arruma outra garota logo. – disse como se fosse óbvio.

Chaz: Você não entende, ela terminou comigo porque vai mudar de país. Ela não pode fazer isso comigo, Emily foi a única garota da qual eu gostei de verdade. – ele parecia que ia chorar.

Justin: Velho, você está virando gay ou o que? – perguntei sem entender.

Chaz: Não brinca com uma coisa dessas, eu estou falando sério. Ela disse que vai embora hoje à noite e que não quer que eu apareça no aeroporto para me despedir.

Justin: Se você gosta dela, vai nessa porra de aeroporto impedir a viagem.

Chaz: Bro, eu preciso de ajuda...

Justin: Tá bom, que horas é o voo?

Chaz: Eu acho que nove horas.

Justin: Acha ou tem certeza? Porra Chaz, descobre essa merda direito.

Chaz: Eu a ouvi dizendo isso com a Kethlen.

Justin: Então tá. Oito horas eu vou ai e partimos para o aeroporto.

Chaz: Valeu bro, fico te devendo essa.

Justin: Tudo bem! Falou. – disse e ambos desligaram. Olhei a hora e eram sete da noite, me levantei, entrei no banheiro e fui tomar um banho. Depois daquele sexo selvagem eu não posso mais reclamar da vida, Jasmine é realmente a única garota que eu quero no mundo. Não digo isso só por causa do sexo, mas depois daquelas lembranças eu vi que ela realmente me ama e eu amo ela. Terminei o banho e troquei de roupa, quando fui ver a hora eram quase oito, demorei um século naquele banheiro, puta que pariu. Desci e antes de chegar lá em baixo já ouvi as perguntas.

Pattie: Justin você vai aonde? – perguntou preocupada como sempre.

Justin: Levar o Chaz ao aeroporto. – disse revirando os olhos, odiava as perguntas dela.

Pattie: Ele vai viajar? – agora ela estava impressionada e curiosa.

Justin: Não. – peguei as chaves do carro – Ele só vai impedir alguém de viajar. To indo. – disse e sai de casa, peguei minha Lamborghini e fui direto pra casa do Chaz. Ele não fez pouco caso, entrou no carro e fomos para o aeroporto. O caminho todo foi ele me dizendo coisas que ele deveria dizer pra Emily, eu sempre chamava ele de gay e ele ficava ainda mais desesperado. Por um momento até pensei que ele amasse a Emily, mas não. O Chaz não é de amar alguém assim tão fácil.

Chaz: Eu não posso perder a Emily, pelo menos não agora. – não disse que ele estava desesperado?

Justin: Chaz, é só uma paixão passageira, deixa ela de lado. Aposto que ela não vai desistir da viagem se ela não te ama.

Chaz: O que custa tentar?

Justin: Okay. – disse e acelerei mais, em minutos estávamos lá. Saímos do carro e ele começou a correr pra dentro do aeroporto, dai eu não tive outra escola á não se acompanha-lo, até que ele parou e eu não entendi o porque. – Chaz, o que foi? – perguntei e vi que ele estava pálido.

Chaz: Emily. – ele apontou com os olhos – Ela está com outro cara. – agora parecia que estava chorando, já eu não pude conter a raiva.

Justin: Essa garota tem problemas? – perguntei olhando pra ela de longe.

Chaz: Eu vou lá. – ele deu um passo e eu o impedi puxando seu braço.

Justin: Não, você não vai! Lembra que ela terminou com você e disse que não te queria aqui? Vamos embora para evitar mais sofrimentos.

Chaz: Porra meu, mas ela termina comigo e já está com outro? Não pode ser, ela só podia estar ficando com ele estando comigo. – ele disse bravo.

Justin: Odeio admitir, mas você levou um chifre. – disse sério.

Chaz: Obrigado, estou bem melhor agora. – ele disse ironicamente.

Justin: Vamos embora? Eu te levo pra casa! Eu já ia fazer isso mesmo, então vamos. – disse e ele assentiu, saímos dali. Fomos até a casa dele e eu resolvi entrar pra conversar, Chaz já tinha se acalmado e parado de chorar. Sentamos-nos no sofá e ele ficou de cabeça baixa, eu não conseguia entender a reação dele. – Chaz, não fica assim bro! Você vai arranjar alguém melhor do que ela pode ter certeza. – tentei confortá-lo.

Chaz: Eu não quero alguém melhor, eu só a quero, eu quero a Emily. – ele começou a chorar novamente.

Justin: Ela foi embora e não quis que você fosse vê-la, acha mesmo que algum dia ela já gostou de você fazendo o que fez? Sei lá cara, eu acho que você deve seguir em frente. Um dia aparece a garota certa pra você, pode ter certeza. – disse sério.

Chaz: É eu acho que você tem razão. – ele disse limpando as lágrimas e levantando a cabeça.

Justin: Agora eu preciso ir! Se cuida e para de chorar, ela não merece o seu sofrimento. – me levantei, fizemos um toque e eu o abracei.

Chaz: Valeu bro!

Justin: Por nada cara. – disse sorrindo e sai dali, fui direto pra casa.

 

No dia seguinte... Sexta-feira.

 

POV Jasmine

 

Acordei com meu celular despertando, me levantei e desliguei o mesmo, entrei no banheiro e tomei um banho rápido, me troquei e quando estava saindo do quarto, meu celular começou a tocar, olhei e era o Bieber.

Jasmine: Bom dia meu amor.

Bieber: Bom dia gostosa do dia! – ele disse me fazendo rir.

Jasmine: Bobão! Tudo bem?

Bieber: Tudo ótimo e com você?

Jasmine: Ótimo também!

Bieber: Adivinha onde eu estou.

Jasmine: Não sei.

Bieber: Adivinha!

Jasmine: Na sua casa?

Bieber: Não.

Jasmine: Aonde então? – perguntei curiosa.

Bieber: Na sua casa.

Jasmine: Como assim? Você está aqui em casa? Mas como? Quem te convidou? – sai do quarto.

Bieber: Estou aqui na sala te esperando!

Jasmine: Ok. – disse e desliguei, andei mais rápido e vi-o olhando para o celular – BÚ! – gritei tentando dar um susto nele, mas não consegui.

Bieber: Sabia que é feio desligar na cara dos outros? – ele disse me encarando parecendo perplexo, eu ri.

Jasmine: Eu desliguei porque já sabia que você estava aqui. – disse agarrando-o, ele me beijou.

Bieber: É feio assim mesmo, ok? – ele disse quando parou o beijo.

Jasmine: Desculpa, mas quem te convidou? – disse fingindo estar brava, ele riu.

Bieber: Eu precisava falar com você antes de chegarmos na escola, é sobre o Chaz. – ele falou e eu me surpreendi.

Jasmine: O que tem o Chaz? – arregalei os olhos.

Bieber: Vamos pra escola, te conto no caminho. – ele disse me puxando e saímos de casa. Entrei no carro, coloquei o cinto e logo ele acelerou.

Jasmine: Ok, o que houve com o Chaz? – perguntei preocupada, ele nunca me dizia sobre ele.

Bieber: Ele está mal porque a Emily o deixou pra sair do país, mas o pior não é isso, quando fomos ao aeroporto para ele conversar com ela, ela estava com outro cara. Acredita? O Chaz não merece isso. – ele disse e eu estava tentando raciocinar tudo aquilo. Não pode ser. Logo a Emily?

Jasmine: Isso foi ontem?

Bieber: Sim e eu aposto que nem a Kethlen que é prima dela sabe que ela saiu do país. Sabe qual a minha vontade? Pegar o avião e ir atrás dela, depois dizer umas poucas e boas. Ela estava traindo o Chaz, com certeza. Como alguém aparece com outra pessoa assim do nada? Não é possível. – ele disse cheio de raiva.

Jasmine: Qual foi a reação do Chaz? – perguntei preocupada.

Bieber: Ele começou a chorar e dizer que queria somente ela, até eu não entendi isso tudo.

Jasmine: Acha que ele ama a Emily? – perguntei e arqueei uma sobrancelha.

Bieber: Eu acho que não, acho que é só uma paixão passageira, o Chaz logo a esquece. Eu até disse pra ele seguir em frente e ele concordou.

Jasmine: Ele tem que fazer isso mesmo. – concordei.

Bieber: E você tem que conversar com a Kethlen sobre isso, ela precisa saber e você deve contar pra ela o que aconteceu. – ele disse sério.

Jasmine: Claro, eu vou dizer tudo pra ela.

Bieber: Então tá! – ele disse e estacionou o carro em frente á escola, logo saímos. – Olha só ela ali... – ele disse apontando com os olhos – vai lá que eu vou conversar com os meninos.

Jasmine: Okay! Estou indo. – dei um selinho nele e sai andando até a Kethlen – Hey amiga! – disse e ela se virou para me olhar.

Kethlen: Oi amiga! *beijinho* Tudo bem? – ela disse toda sorridente, até me deu um motivo pra sorrir.

Jasmine: Tudo e com você? – disse e fomos andando pra dentro da escola.

Kethlen: Estou bem Jas!

Jasmine: Amiga, eu preciso te falar uma coisa. – disse séria e ela parou de andar – É sobre a Emily!

Kethlen: O que tem a Emily? – ela perguntou completamente preocupada.

Jasmine: Ela terminou com o Chaz, saiu do país e antes ele a viu com outro. – disse tudo de uma vez, ela ficou surpreendida.

Kethlen: Como assim ela saiu do país? Ela me disse que só ia visitar a mãe dela.

Jasmine: Visitar a mãe dela? Não foi o que ela disse para o Chaz. – disse séria.

Kethlen: Onde o Chaz a viu com outro cara?

Jasmine: Foi no aeroporto, o Chaz foi atrás dela com o Bieber até ele ver ela com outro.

Kethlen: Como ele está? Coitado deve estar arrasado! – ela disse transparecendo preocupação.

Jasmine: Sim, ele está. A Emily errou muito por ter traído ele. – disse já com raiva – Ela disse para ele não ir se despedir dela no aeroporto, que garota em sã consciência faz uma coisa dessas? – disse sem entender.

Kethlen: Eu não sei! Realmente não sei, mas ela deve ter algum motivo. – ela parecia desesperada.

Jasmine: Tomara mesmo. – disse e continuamos andando. Fomos pra sala e o Bieber já se encontrava, sentei em meu lugar e ele veio logo sussurrando em meu ouvido.

Bieber: Conversou com ela? – ele disse e eu me arrepiei.

Jasmine: Sim. – disse e ri fraco.

Bieber: Por que está assim? Arrepia-se fácil. – ele disse beijando o meu pescoço.

Jasmine: Nada a ver! Para de me beijar, o professor acaba de entrar na sala. – disse olhando pra ele sem me virar.

Bieber: Eu te amo! – ele disse do nada.

Jasmine: Eu também te amo. – disse sorrindo e voltei minha atenção ao professor, mas eu não consegui pensar em nada, estava preocupada com o Chaz, só que alguém resolveu me distrair um pouco.

 

 

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...