História Crazy In love - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Jasmine Villegas, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Pattie Mallette, Ryan Butler
Visualizações 215
Palavras 1.822
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura xuxus

Capítulo 36 - Big news?


Fanfic / Fanfiction Crazy In love - Capítulo 36 - Big news?

Jasmine: Mas então, vamos comer? – perguntou super animada, parecia que não comia á anos.

Justin: Vamos então! Fazer o que. – disse me levantando e ela me acompanhou. Saímos dali e fomos pra cozinha, ela chegou abrindo a geladeira e pegando uma Pepsi – Jas, lembra que quando saímos daqui estávamos comendo Doritos?

Jasmine: Ah, é verdade! – disse animada e pegou o pacote de Doritos que estava em cima do balcão.

Justin: Como assim você come demais e não engorda? – perguntei impressionado.

Jasmine: Comer besteira não engorda mesmo! No jantar eu vou comer direito. – falou se sentando e me ofereceu Doritos.

Justin: Não, muito obrigado. – falei a olhando, ela ficou ali em silêncio comendo e bebendo, eu só observava, mas estava um tédio então resolvi mexer no celular. Postei uma foto dela comendo, no insta. Com a legenda “eat so much and not fattening nothing! Lol” ela nem percebeu, quer dizer, eu não sei.

Jasmine: Hey! O que está fazendo? – perguntou me encarando, ri.

Justin: Nada, só postando uma foto no instagram. – falei sorrindo e ela veio em minha direção, em seguida pegou o celular da minha mão.

Jasmine: Uma foto minha comendo? Ah mas depois você vai se vir comigo! – falou me entregando o celular.

Justin: O que vai fazer? Postar uma foto minha pelado? Olha que as pessoas vão é gostar! – falei brincando, mas ela me encarou.

Jasmine: Não seja palhaço, acha mesmo que algum dia eu faria isso? – colocou a mão na cintura – Queria que eu fizesse?

Justin: Claro que não, eu estava brincando meu amor, você sabe muito bem disso. – me levantei e dei um selinho nela que sorriu convencida.

Jasmine: Eu te amo!

Justin: Eu só te amo se tu parar de comer Doritos, é fedido demais. – fiz careta, ela riu.

Jasmine: Ok, eu paro! – disse e bebeu o resto da Pepsi – Agora eu quero um beijo. – agarrou meu pescoço e sorriu maliciosa, sorri de volta e a beijei bruscamente, parei um tempo depois, quando ouvi tossidas falsas, Jream.

Jream: Pensei que ia ter que ficar aqui por mais tempo. – falou revirando os olhos.

Jasmine: Onde estava? Demorou demais! – disse fazendo bico.

Jream: Eu estava te procurando pela casa, até que enfim te achei. – disse e bufou.

Justin: Sei lá, mas eu acho que eu to sobrando. – falei e sai andando, mas Jasmine me puxou.

Jasmine: Não, você vai ficar ai onde estava. – disse me fazendo sentar na cadeira, apenas assenti – Me conta logo o que está acontecendo, Jream.

Jream: Primeiro sente-se porque não quero que algo aconteça. – ele falou e até eu me assustei, Jasmine o olhou perplexa, mas se sentou como ele pediu.

Jasmine: Ok pode começar.

Jream: Eu não vou fazer cerimônia! Seu pai Brad compra propina roubada e depois vende por milhões. – ele disse rapidamente e eu olhei pra Jasmine, ela estava sem reação alguma, demorou alguns segundos pra ela raciocinar o que acabara de ouvir.

Jasmine: O quê? – perguntou completamente chocada.

Jream: É isso mesmo o que você ouviu! Seu pai, mais conhecido como “empresário Brad que faz o bem pras empresas e não difama seu país” não é o que todos pensam, ele vende propina roubada! Jasmine, eu sei que você sempre odiou ele, mas eu descobri isso recentemente, por isso não tinha contado nada ainda. – ele foi dizendo e Jasmine foi se recuperando do susto aos poucos.

Jasmine: Se antes eu odiava ele, agora eu o odeio ainda mais! Argh tomara que ele seja descoberto e vá preso. – falou revoltada.

Justin: Calma Jasmine! Acalme-se. – pedi.

Jream: Deixa Justin, o bom é que enquanto ele não ver as provas Jasmine, vai ser obrigado á te levar pra Inglaterra só o ano que vem! Se eu não conseguir as provas, vai acontecer o pior.

Jasmine: Pelo amor de Deus, se você disse isso tudo á ele é porque você sabe que é verdade, não é? – perguntou desesperada, essa pergunta quase não fez sentido, mas eu não queria deixar ela com mais raiva ainda, então fiquei calado.

Jream: Claro Jasmine! Não duvide de mim, eu estava seguindo ele e vi tudo, mas vou dar um jeito de conseguir as provas, você vai ver. – ele disse sorridente, Jasmine sorriu e foi o abraçar.

Jasmine: Eu acredito em você! Tomara que consiga tudo mesmo, não quero ver esse homem tão cedo. – falou revirando os olhos.

Jream: Não se preocupe com isso! Se não quer vê-lo, você não o verá porque eu não vou deixar mais esse homem colocar os pés aqui em casa. – ele disse sério.

Jasmine: Acho bom – cruzou os braços fingindo estar brava e riu.

Justin: Ér... Então... – falei meio sem graça – Jasmine, eu preciso ir! Mesmo. – disse e ela me olhou incrédula e decepcionada ao mesmo tempo.

Jasmine: Não, você não vai! – ordenou me encarando.

Jream: Vish Jasmine virou seu cachorrinho agora, foi? – perguntou rindo.

Jasmine: Fica na sua ai. – disse o encarando, ele saiu da sozinha rindo.

Justin: Jas, eu preciso ir! Sério. – falei me levantando.

Jasmine: Por quê? Vai me deixar aqui? Eu preciso de você. – falou fazendo bico.

Justin: Quando é que você não precisa de mim não é? – falei brincando, mas ela me encarou e deu um tapa em meu braço – Ai!

Jasmine: É sério Bieber. – fez bico.

Justin: Eu também falei sério Jasmine, eu preciso ir. – comecei a andar, mas ela passou em minha frente.

Jasmine: Por quê?

Justin: Porque minha mãe já deve ter chegado e eu não avisei á ninguém onde estava. – disse sério.

Jasmine: Ah – sorriu maliciosamente e se aproximou mais de mim – então quer dizer que você nunca foi um pouco rebelde na vida? – sussurrou em meu ouvido com aquela voz sexy que eu não resisto, mas eu tive que resistir, pelo menos agora.

Justin: Já fui sim, quando aceitei ficar com você pela primeira vez! – sussurrei também.

Jasmine: Sério? Mas me diga que não gostou? – perguntou convencida.

Justin: Eu não gostei, eu amei. – sorri e tentei me afastar, mas ela me colocou contra o balcão – Hey! Eu preciso ir embora, Jasmine.

Jasmine: Não vai antes de eu te dar uma coisa. – falou sorrindo, mas quando eu ia perguntar o que era, ela me beijou bruscamente e colocou uma mão dentro da minha calça, ela não fez nada, mas quando ia fazer, me afastei rapidamente – O que foi? Não gostou do meu beijo? – piscou.

Justin: Você queria me deixar excitado, mas não conseguiu! – a encarei e sai andando.

Jasmine: Bieber espera! – veio atrás de mim.

Justin: Quantas vezes eu tenho que dizer que preciso ir embora? – parei olhando-a.

Jasmine: Eu já entendi! Mas por que não pode ficar mais um pouco comigo? – fez bico.

Justin: Jas... – me aproximei e coloquei uma mão em seu rosto – eu te amo, ok? Mas eu já fiquei um bom tempo aqui com você! Preciso ir embora, tá? – disse e ela assentiu, então dei um selinho nela – Então tchau! – disse, ela sorriu e eu sai andando. Sai dali e fui andando pra casa.

POV Jasmine

 Bieber foi embora e eu fiquei ali na cozinha sozinha. Então resolvi que iria ligar pra Kethlen, faz tempo que não conversamos só por conversar. Subi correndo para o meu quarto, me joguei na cama e liguei pra ela.

Kethlen: VADIAAAAAAAAAAAAAAA! – ouvi seu grito.

Jasmine: É assim que me atende?

Kethlen: Você me abandonou, não me liga mais!

Jasmine: Awn amiga, é que eu estou cheia de coisas na cabeça! Meu pai voltou do quinto dos inferno e quer me levar pra Inglaterra, acredita?

Kethlen: Inglaterra? O que ele tem na cabeça? Minhoca? Ele não é nem louco de te tirar de perto de mim. – falou brava.

Jasmine: Se tudo der certo, eu nem vou com ele. – disse com esperanças.

Kethlen: Como assim? Conte-me essa história direito garota! – pediu.

Jasmine: Tudo bem. – contei tudo pra ela que ficou mais brava do que já estava, mas no fim ela se aliviou um pouco, só um pouco. Ou não.

Kethlen: Seu pai é um desgraçado hein! Onde já se viu comprar propina roubada e sair vendendo? Eu concordo que ele deveria apodrecer na cadeia! Não merece conviver com ninguém nesse mundo e ainda quer te levar pra Inglaterra? Ah faça-me o favor!

Jasmine: Amiga, se acalma que o Jream vai resolver tudo, não se preocupa.

Kethlen: Tem certeza? Se ele não fizer nada, juro que ele vai se vir comigo! – falou ainda brava.

Jasmine: Eu confio no meu irmão, Keth.

Kethlen: Okay! Mas então, como está você e o Bieber? O fim da festa foi boa?

Jasmine: Ah não – bufei – você ama saber das coisas, hein? Mas sim, foi boa! E não, não rolou sexo.

Kethlen: Por quê? Não era isso o que você queria? – perguntou perplexa.

Jasmine: O que eu queria não! O que ele queria. Mas né, eu não queria que rolasse simplesmente porque estava e ainda estou naqueles dias. – falei entediada.

Kethlen: Então quer dizer que o Bieber vai ter que ficar em abstinência? – falou e riu – Eu vou adorar ver o humor dele amanhã!

Jasmine: Nossa, que maldade.

Kethlen: Maldade? Seu homem é um ninfomaníaco! Não cuida dele pra você ver no que vai dar. – falou ainda rindo.

Jasmine: Kethlen, o Bieber pode amar sexo, mas ninfomaníaco ele não é! Porque hoje ele não mencionou uma vez a palavra sexo e nem ficou querendo vir para o meu quarto. – disse como se fosse óbvio.

Kethlen: Então teve algum motivo porque não é possível.

Jasmine: Aham, ele conversou com o Brad! Ai depois ele ficou me consolando porque o Brad disse que não importa o que ele disser, que ele ia me levar pra Inglaterra de qualquer jeito. Eu não conseguia imaginar a possibilidade de ficar longe do Bieber, do meu Bieber!

Kethlen: Ok, o amor é lindo, mas eu não quero que você chore tudo bem?

Jasmine: Tudo bem! – sorri de canto.

Kethlen: Então descansa, para de pensar nisso! Pensa só que você vai ficar com o Bieber pra sempre, entendido?

Jasmine: Aham!

Kethlen: Ok, eu preciso desligar amiga, amanhã a gente se fala! Beijos.

Jasmine: Tá bom, beijos. – disse e ambos desligaram.

 

 Qual será a probabilidade do Jream não conseguir as provas contra o Brad e eu ter que ir pra Inglaterra com ele? Primeiro, se o Brad vende propina roubada, ele é cheio de pessoas atrás dele e com certeza deixaria alguém na cola do Jream caso ele tentasse fazer alguma coisa. Mas não, isso não é possível, isso não pode ser possível! Eu posso ficar longe do amor da minha vida se isso acontecer e eu não quero de jeito nenhum sair da vida maravilhosa que eu tenho aqui em L.A. e ir pra Inglaterra com aquele homem. A única coisa que eu preciso pensar nesse momento é o lado positivo das coisas, o Jream vai conseguir todas as provas possíveis pra incriminar o Brad e eu não vou ter que ir pra longe com aquele homem porque com certeza, ele vai ser preso. Tomara que tudo dê certo.

 

Continua...


Notas Finais


é isso meu povo! bj bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...