História Crazy In Love Four Season - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amber Heard, Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Atlanta, Criminal, Policial, Romance
Exibições 251
Palavras 3.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Vocês preparam o coração? Espero que sim!

Então agora começa oficialmente a segunda fase da história e tem trailer ( EBAAA) Vou deixar o link nas notas finais.

Beijos e boa leitura.

Capítulo 14 - Skyfall


Pov. Katherine.

 

Uma semana depois...

 

Já havia se passado uma semana e eu não havia contado para o Justin sobre a gravidez, nunca havia um momento certo para eu dar essa noticia a ele.

 

Hailey havia me dito que se eu não contar para o Justin hoje, ela irá contar para ele. Hoje é a festa de aniversário de casamento da Emma e do Ryan, eles disseram que terá uma surpresa para todos nós.

 

Eu estava me preparando para a festa, me coloco na frente do espelho vestindo apenas uma calcinha e sutiã, coloco minha mão direita sobre a minha barriga a alisando, já fazia seis anos desde que eu carreguei outra vida dentro de mim.

 

- Oque tanto olha nesse espelho?- Pergunta Justin entrando no quarto e caminhando até mim. - Quem sabe podemos fazer mais um herdeiro ou herdeira.- Ele coloca sua mão sobre a minha barriga.

 

- Quem sabe, ainda temos muito tempo para pensar nisso. - Respondo dando um logo suspiro e me viro ficando de frente para ele.- Você fica fodivelmente sexy de terno.- Digo com um sorriso malicioso nos lábios e me solto dele, indo até o meu vestido que estava em cima da cama.

 

Pego o vestido que um tom de azul marinho escuro, ele era leve porque era de seda. O visto e calço um salto preto. Entro no closet pegando o meu, sobretudo preto o vestindo.

 

- Sabe oque falta para finalizar?- Pergunta Justin tirando uma caixa preta de veludo que o mesmo escondia atrás dele. - Nós somos o sinônimo da realeza! Então minha rainha tem que usar diamantes. - Ele abre a caixa mostrando o colar de diamantes.

 

- Ele é lindo!- Digo olhando para o colar.

 

- Posso?- Pergunta ele retirando o colar da caixa e eu me viro.

 

Ele coloca o colar em meu pescoço, vou até o espelho para poder ver como ele havia ficado em mim.

 

- Você para uma princesa. - Comenta ele.- A única coisa que lhe deixa diferente de uma princesa é que elas se casam com príncipes, e você se casou com um cavaleiro negro.- Termina ele.

 

- A verdade é que as princesas se casam com os príncipes acreditando que apenas eles poderão dar o famoso final feliz para elas. Mas para que ter um final feliz com uma pessoa que você sabe que não te ama ou que você não ama isso vale a pena?- Respondo.

 

- Vamos logo!- Lauren entra no quarto, ela usava um vestido vinho e uma jaqueta jeans que era maior que ela.

 

- Você está linda. - Digo a elogiando.

 

- Ela é minha filha, você se esqueceu?- Diz Justin.

 

- Vamos logo, por favor. - Pede ela novamente, eu vou até a cama pegando minha bolsa e saindo do quarto.

 

Lauren, Justin e eu saímos do quarto, Lauren vai a nossa frente e Justin segura em minha mão e caminhamos o resto do corredor até chegar às escadas. Descemos as escadas e vejo Madison vestindo um vestido preto com uma jaqueta camuflada e Julian estava com um terno igual à de Justin só que duas vezes menor.

 

A cada dia que se passava, Julian ficava mais parecido com Justin, só faltava ele ter os olhos cor de mel ao invés de azuis.

 

Madison? Justin dizia que nós parecíamos gêmeas, e eu tenho que concordar com ele, ela era uma cópia fiel minha. Até o jeito era igual ao meu. Mas ela tinha alguns traços do Justin, como o nariz, o formato dos olhos e a personalidade!

 

- Espera! Vamos tirar uma foto. - Diz Madison.- Dulce, será que você poderia tirar uma foto nossa? Por favor.

 

- É claro senhorita Madison. - Responde Dulce gentilmente e Madison entrega seu celular a ela.

 

[...]

 

- Você é uma boa fotografa Dulce. - Elogia Madison assim que vê a foto.

 

Pov. Justin.

 

- Vamos logo pessoal. - Digo e nós todos começamos a caminhar até a porta.- Quer que nós lhe deixamos em casa Dulce?- Pergunta ela.

 

- Não precisa senhor Bieber, ainda há algumas coisas para mim termina. - Responde ela docilmente.

 

- Se qualquer pessoa tentar invadir aqui você já sabe oque fazer tudo bem. - Digo antes de sair de casa.

 

Saio de casa fechando a porta e vejo que todos já estavam dentro do carro, dou a volta e entro no banco do motorista. Ligo o carro e dou partida nele, dirijo até o portão e vejo que há um segurança lá e abaixo o a janela do carro.

 

- Eu estarei fora e provavelmente ele deve saber, se ele aparecer por aqui vocês tem a total ordem de atirar. - Digo a ele.- Você entendeu?

 

- Sim senhor Bieber!- Responde ele e eu levanto o vidro do carro voltando a dirigir.

 

Estava um completo silêncio no carro, Madison e Lauren se mantinham no celular enquanto Julian dormia profundamente em sua cadeirinha.

 

- Lauren você sabe qual é a surpresa que seus tios ou sogros têm para todos nós?- Pergunta Katherine. - Isso é confuso.

 

- Eu não faço a mínima ideia, Derek não contou nada. - Responde ela.

 

- Mãe tudo é confuso nessa família, o meu Pai se casou com a mãe da Lauren que é sua irmã! Então isso nos faz irmãos e primos tudo ao mesmo tempo. - Diz Madison debochada.

 

- Por falar em minha mãe, ela perguntou se eu podia passar uns dias com elas, afinal ela veio para Atlanta. - Conta Lauren.

 

- Sei que ela é sua mãe Lauren, mas eu não gosto dela. - Diz Madison me fazendo rir pelo nariz.- Ela é estranha demais.

 

- Se você fosse um pouco mais velha na época ou nascida, você teria visto ela e a mãe brigando. - Responde Lauren.

 

- Bons tempos. - Diz Katherine com um sorriso no rosto.- Saudade de ter o sangue dela em minhas mãos.

 

[...]

 

Estaciono o carro no estacionamento do local onde estava acontecendo à festa, desligo o carro e todos nós abrimos as portas descendo do mesmo. Tiro meu paletó e entrego para Katherine segurar, a noite estava fria, uma típica noite de outono. Vou até a porta traseira e solto Julian da cadeirinha o pegando no colo, o tiro do carro e Katherine joga o paletó para cobri-lo.

 

Entramos no local e vimos que estava tudo tão, comportado. Isso não fazia o nosso estilo!

 

- Vocês são?- Pergunta a atendente esperando eu completar.

 

- Os Biebers. - Respondo a ela.

 

- Me sigam, por favor. - Diz ela a nós com um grande sorriso no rosto, nós a seguimos.- Essa é a mesa dos senhores.- Diz ela apontando para a mesa.

 

Julian se remexe no meu colo e levanta a cabeça.

 

- Pode me colocar no chão papai. - Diz ele ainda sonolento.

 

O coloco no chão e arrumo o seu topete que estava um pouco bagunçado por conta que ele estava “deitado”.

 

- Julian!- Grita Ariel correndo em nossa direção e abraça Julian.

 

- Eu também quero um abraço. - Diz Katherine fazendo cara de chateada e Ariel vai até ela a abraçando forte.

 

- E eu Ariel? Você abraçou todo mundo primeiro e não me abraçou! Quando você dormir na minha casa, eu não vou mais contar histórias para você. - Digo fingindo que estava triste.

 

- Desculpa tio Justin. - Ela se desculpa e eu me abaixo para ficar na sua alta, ela deposita um beijo em minha Buchecha.- Posso dormir na sua casa hoje?- Pergunta ela.

 

- Hoje não vai dar meu anjo, quem sabe na semana que vem. - Respondo a ela colocando uma mecha de seu cabelo atrás da sua orelha.- Julian está ali a sua espera.- Dou um beijo em sua testa e a mesma corre até Julian e eu me levanto.

 

- Sério mesmo que não há nenhuma bebida forte aqui?- Pergunta Lauren perplexa ao garçom e o mesmo confirma. - Então eu quero...

 

- Lauren, hoje não. - Digo a ela.

 

- Pai.

 

- Lauren. - Respondo.

 

- Justin. - Continua ela.

 

- Se você ficar bêbada irá voltar sozinha para casa. - Respondo a ela.

 

- Tudo bem. - Responde ela não dando importância.- Vocês vendem bebidas separadas?- Pergunta ela ao garçom.

 

- Sim senhora. - Responde ele olhando para o decote dela, me fazendo fechar minha mão em um punho.

 

- Eu quero três garrafas do melhor vinho que há aqui, quatro garrafas de vodca, duas garrafas de Whisky e conhaque para o meu pai. - Pede ela a ele.- Vá rápido, por que eu não estou nem um pouco afim de ficar sobrea hoje.- Diz ela e o garçom sai da nossas vista.

 

- Para que tanta bebida Lauren?- Pergunta Katherine a ela.

 

- Por que beber é bom, amar é horrível. - Responde ela e Madison a encara.

 

- Como você pode entender tanto de amor? Você apenas namorou com o Derek. - Diz Madison.

 

- E você ainda pensa no Dylan mesmo depois daquele dia na festa! Madison escute um conselho de irmã mais velha, quando um garoto lhe pede desculpas, diz que te ama e vai atrás de outra depois, ele estava mentindo para você!- Responde Lauren e o garçom aparece com as garrafas que ela havia pedido. - Muito obrigada, querido.- Responde ela piscando para ele.

 

- Venha aqui, por favor. - Chamo o garçom até mim.- Se você estiver pensando que irá transar com a minha filha ou está tendo pensamentos inapropriados dela nua cavalgando em cima de você, é bom que você pare! Por que se não eu irei entrar na sua mente e acabar com você. - Sussurro a ele e o mesmo estremece saindo de lá rapidamente.

 

Katherine abre uma garrafa de vodca e a começa a beber desesperadamente, como se ela estivesse nervosa.

 

Pego um copo e começo a enchê-lo de Uísque e o bebendo logo em seguida.

 

[...]

 

Já estava tudo girando ao meu redor, eu já havia acabado com as garrafas de Uísque e com uma garrafa de conhaque, eu estava no final da última garrafa de conhaque que havia na mesma. Viro oque sobrava em minha boca e sinto o liquido descer rasgando em minha garganta.

 

Katherine já havia acabado com todas as garrafas de vodcas e ela olhava fixamente para o nada, seu olhar transmitia culpa.

 

- Eu irei lá fora para poder fumar. -Digo e me levanto rapidamente da cadeira sentido a tontura invadir meu corpo.

 

Vou até a porta de saída cambaleando e me apoiando em algumas pessoas.

 

Saio do local e vou até um carro qualquer me apoiando nele, tiro o saquinho que havia o pó branco. Sim eu havia mentindo, mas se eu dissesse oque eu iria fazer Katherine ficaria brava, já que eu disse a ela que nunca mais cheiraria cocaína na minha vida.

 

Jogo o pó no capo do carro e faço as carreirinhas, pego minha carteira retirando uma nota de cem e a enrolo em um tudo cheirando a cocaína.

 

- Sério Bieber?- Escuto a voz de Katherine atrás de mim.

 

- Katherine!- Digo surpreso. - Você está me seguindo?

 

- Não! Eu vim aqui lhe dar uma noticia e eu encontro você fazendo isso! Porra Justin, você prometeu. - Responde ela nervosa.

 

- Que noticia Katherine? Que você foi visitar o seu irmãozinho? Eu sei disso! Ele me enviou as fotos de você na casa dele. - Digo caminhando até ela.- Você havia prometido que não haveria mais segredos!- A prenso contra a porta de outro carro.

 

- E quem é você para falar de promessa?- Debocha ela. - Sabe Justin, você está pensando que é o dono do mundo, mas não é! Não é por que você é um traficante que comanda Atlanta, que você é o rei de tudo.

 

- EU SOU O REI!- Grito e soco o vidro da janela do carro. - E você nunca fale isso de novo.- Digo levantando a mão para ela.

 

- Se você me bater você nunca irá conhecer seu filho. - Exclama ela.

 

- Que filho?

 

- Eu estou grávida seu babaca!- Responde ela. - Parabéns, você tem mais uma boca para alimentar.

 

Estava tudo embasado, mas eu conseguia reconhecer as pessoas. Lauren, Madison, Hailey, Chaz, Chris, Chloe, Emma, Ryan, Julian, Dylan, Derek, Eleanor e Ariel estavam lá olhando a cena.

 

- Madison, Lauren e Julian, entrem no carro. Nós vamos embora. - Ordeno mais todos os seguram.

 

- Melhor vocês pedirem um táxi!- Diz Hailey. - Vocês dois estão bêbados.- Diz ela enquanto eu e Katherine entravamos no carro.

 

- Entra logo na porra do carro!- Grita Katherine aos três.

 

- Não, nós os levaremos para casa. - Diz Chaz e ele Hailey entrando no carro deles e os três entram no banco traseiro.- Vão na frente, nós os seguiremos.

 

Dou partida no carro e viro-o para poder sair do estacionamento, eu não estava enxergando quase nada, meus olhos estavam semicerrados, mas mesmo assim não adiantava nada. Olho pelo retrovisor e vejo o carro de Chaz e Hailey atrás de nós.

 

[...]

 

Olho novamente pelo retrovisor e vejo que há motos nos se colocando ao lado do meu carro, buzino várias vezes para eles saírem mais os mesmo não saiam e começavam a dirigir mais próximo do carro. Eu tentava sair de lá, parecia uma caixa onde eu mal podia me mexer. Escuto Chaz também buzinar e tentar tirar as motos de cima do carro, mas eles voltavam. Vejo um carro se colocar ao nosso lado e Chaz buzina repetidamente para eles saírem de lá, olho novamente pelo retrovisor e vejo um carro entrar na frente do carro do Chaz.

 

Vejo que há uma curva, tento fazê-la, mas o carro me impede.

 

Pov. Chaz

 

Escuto um estrondo alto nos assustando, vejo as motos e os carros sumirem da nossa vista.

 

Vejo o carro de Justin todo amassado me fazendo dar uma freada brusca, fazendo os nossos corpos irem para frente e para trás.

 

Desligo o carro e coloco as chaves no meu bolso.

 

- Madison você é a única sã e responsável agora, aconteça oque acontecer não saia do carro e não deixe seus irmãos saírem. - Digo a ela antes de eu e Hailey sairmos do carro.- Não chore princesa, tudo ficará bem.

 

- Chaz, vamos tirar eles de lá. - Diz Hailey mais eu a seguro.

 

- Não! Pode haver gasolina vazando. - Respondo a ela.- Fique aqui e ligue para a emergência, eu irei lá para ver.- Digo e vejo ela tirar seu celular do bolso de seu casaco.

 

- Alo? Eu gostaria de uma ambulância...

 

Caminho até o carro cuidadosamente e lentamente, havia fumaça saindo do capo do carro dele e isso era preocupante naquele momento.

 

Vou até a lateral do carro e pego meu celular acendendo a lanterna iluminando a parte de dentro do carro. Katherine estava desmaiada e Justin se mantinha com os olhos aberto.

 

- Justin, cara! Não durma, por favor. - Peço a ele.- A ambulância já está a caminho, aguente firme.- Digo a ele.

 

- Katherine... O bebê. - Diz ele com dificuldades.

 

- Vai ficar tudo bem Bieber!- Digo a ele e vejo o mesmo querer fechar os olhos. - Fique acordado Justin!- Ordeno a ele.

 

- Nossa. - Diz Hailey se aproximando.- Bieber, não durma.- Diz ela contendo as lágrimas.

 

- O bebê... O bebê. - Diz ele antes de desmaiar.

 

Escuto as sirenes se aproximarem e eu chamo pelo Justin, para ver se ele acordava. Katherine estava acabada, havia muito sangue dela e de Justin no carro. A ambulância parar trás de nós e eu e Hailey nos afastamos para que eles pudessem fazer o trabalho deles.

 

[...]

 

- Mãe! Pai!- Escuto Madison gritar e correr em direção as macas, Julian vinha atrás dela olhando para tudo aquilo assustada.

 

- Madison. - Digo a segurando.- Fique calma.

 

- Meus pais tio Chaz!- Responde ela chorando, vejo Hailey ir até Julian o pegando no colo e o levando para de volta ao carro.

 

- Eu sei oque você está sentindo Madison. - Digo a abraçando.- Eu irei seguir vocês.- Digo ao motorista da ambulância.

 

- Vamos para o carro e iremos para o hospital. - Digo a levando até o carro, abro a porta traseira para ela entrar e a fecho logo em seguida, entrando no carro no banco do motorista.

 

Dou partida no carro e sigo a ambulância.

 

[...]

 

Estávamos no hospital e todos já haviam chegado rapidamente assim que souberam.

 

Pedi para Derek levar Eleanor, Dylan, Julian, Lauren, Madison e Ariel para a minha casa. Não sabemos qual será a noticia do médico e preferimos que eles não estejam aqui para saber. Ryan ligou para Pattie e Jeremy e o mesmo disseram que pegaram o primeiro voo de amanhã para vir para cá.

 

Hailey estava sentada do meu lado com a cabeça encostada em meu ombro, sei que ela está lutando com ela mesma para não chorar.

 

- Responsáveis por Justin e Katherine Bieber. - Diz o médico aparecendo na sala de espera fazendo todos nós levantar das poltronas.

 

- E então doutor?- Pergunto a ele.

 

- O senhor Bieber está bem, daqui a algumas horas ele provavelmente irá acordar! Ele teve algumas feridas graves, como os pedaços de vidro em seu corpo e bateu forte a cabeça com o impacto. Mas ele é um homem forte!- Responde ele.

 

- E a Katherine Bieber?- Questiona Hailey preocupada.

 

- A senhora Bieber chegou em estado grave aqui, ela havia perdido muito sangue. Nós fizemos de tudo para salvar o bebê, porém não havia quase nada do bebê dentro dela. Ela perdeu o bebê. - Responde ele e nós abaixamos o olhar tristes.

 

- E quando ela irá acorda?- Pergunta Chloe.

 

- Esse é o problema, a senhorita Bieber veio para nós em um estado grave e seu estado ainda é grave. Infelizmente ela entrou em coma. - Responde ele e Hailey se desaba em chorar ao meu lado.

 

- Há previsão de que ela acorde?- Pergunto enquanto estava abraçado a Hailey.

 

- Pode levar dias, meses ou até mesmo anos! Nós estamos torcendo para que não demore muito. - Responde ele.- Algo mais?

 

- Não, apenas isso. - Respondo e ele se retira.

 

 

Continua...


Notas Finais


Eu peço por favor, eu imploro de joelhos. Não me matem, por favor </3

Beijos e até mais<3

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=3_yauYYRjG8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...