História Crazy In Love Second Season - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Ryan Butler
Visualizações 111
Palavras 3.893
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oe oe oe pipou, boa leitura :3 leiam as notas finais, roupa da diasmen, flw vlw

Capítulo 13 - You are very provocative!


Fanfic / Fanfiction Crazy In Love Second Season - Capítulo 13 - You are very provocative!

POV Justin – 05 de Junho de 2012.

Acordei e logo olhei a hora em meu celular, 11:30 a.m., olhei pra Jasmine ao meu lado e fiquei com tanta dó de acordá-la, estava tão linda. Mas então resolvi tomar um banho primeiro, depois acordo ela. Entrei no banheiro e tomei um banho bem rápido, terminei coloquei uma bermuda e uma regata, sai do banheiro secando o cabelo, Jasmine continuava dormindo. Sentei-me na cama ao lado dela e fiquei acariciando seu rosto, algum tempo depois ela abriu os olhos.

Justin: Bom dia meu amor... – disse sorrindo.

Jasmine: Bom dia! – disse sorrindo e se sentou na cama.

Justin: Viu que quando eu prometo, cumpro? – arqueei uma sobrancelha.

Jasmine: Estou vendo! Mas então, você está cheiroso demais, vai sair? – perguntou curiosa.

Justin: Por enquanto não, mas se você quiser, depois vamos comprar algumas roupas pra você e um celular.

Jasmine: Se eu quiser? E eu recuso uma coisa dessas? – disse bem animada.

Justin: Então tá! Eu vou comer alguma coisa e quero você pronta em quinze minutos. – disse me levantando, ela me encarou.

Jasmine: Quinze minutos, Bieber? Você leva quase uma hora pra se arrumar e quer eu pronta em quinze minutos? Te fode vai. – disse e jogou um travesseiro em mim.

Justin: Vou só se você for junto. – disse com um sorriso malicioso.

Jasmine: Que tal no dia do São Nunca? – perguntou ironicamente, ri.

Justin: Então você está dizendo que não quer mais foder comigo? – disse fingindo estar magoado – Okay, eu arranjo uma pessoa que queira. – disse e sai andando, mas ela pulou da cama e veio atrás de mim.

Jasmine: Bieber, você não está falando sério, né? – disse ficando em minha frente, ri de seu desespero – Do que está rindo?

Justin: Não, eu não estava falando sério! – disse e agarrei-a - Eu te amo, tá? Você é a única pessoa que eu quero foder pelo resto da minha vida. – disse, ela sorriu e eu a beijei.

Jasmine: Também te amo. – disse parando o beijo – Vou me arrumar logo, me espere o tempo que quiser! – disse e fez bico.

Justin: Eu te espero o tempo que demorar. – disse e sorri, ela me deu um selinho e entrou no banheiro. Coloquei um boné e desci indo em direção á cozinha, estava com tanta fome. Cheguei lá e Scarlet estava cozinhando, os meninos comendo, como sempre. – Bom dia ae! – disse fazendo um sinal de paz com os dedos, peguei um copo no armário, abri a geladeira e peguei a jarra de suco colocando um pouco no copo.

Jream: Boa tarde, né? – ele disse rindo – Cadê a Jasmine?

Justin: Jasmine está no quarto descansando e não vai sair de lá até eu dizer que pode sair. – disse sorrindo e ele me encarou furioso.

Jream: Vai fazer minha irmã de prisioneira agora?

Chaz: Jream é tão protetor que não percebeu a ironia no ar. – ele disse me fazendo rir.

Ryan: Até parece que o Bieber ia fazer isso mesmo com a Jasmine! Deve que os dois ficam transando pela casa de madrugada. – falou rindo, o encarei.

Christian: O Bieber ficou bravo, então quer dizer que é verdade. – ele disse e todos começaram a rir.

Justin: Eu só não coloco vocês pra fora daqui porque sei que vão ter pra onde ir, então... – olhei pro Christian – ah esqueci-me de você, que não tem pra onde ir! – disse e ri, agora todos me encararam – Que foi? Vocês zoam comigo todo dia. – disse revirando os olhos.

Jream: Ok, chega com a palhaçada. – disse sério.

Justin: Eu vou sair com a Jasmine, Jream. Ela está lá em cima se arrumando... Pronto?  Era isso o que queria ouvir? – disse sem paciência.

Jream: Vão pra onde?

Justin: Ai você já está querendo demais, né? – perguntei e ele me encarou – Comprar roupas pra Jasmine! – disse e bufei – Agora saiam daqui que eu quero comer em paz. – disse encarando todos que saíram logo em seguida. Fiquei ali comendo até a Jasmine aparecer na cozinha, estava tão sexy que eu fiquei com vontade de agarrá-la ali mesmo, mas como não podia, apenas sorri quando ela se aproximou de mim. 

Jasmine: Eai guloso? – falou se sentando em uma cadeira do meu lado.

Justin: Que trajes são esses? Por que se vestiu assim? – perguntei bravo.

Jasmine: Trajes? Você queria que eu me vestisse como? Esqueceu que estou sem roupas? Queria que eu ficasse nua? – disse me encarando.

Justin: Ér... – sorri pensando naquilo que ela tinha falado, mas depois desfiz o sorriso quando pensei em outra hipótese – não seria uma boa ideia. Tá bom, pode ficar assim! Mas se algum cara ficar te secando, eu mato. – disse e ela me encarou.

Jasmine: Você disse pra mim que não matava gente inocente. – falou incrédula.

Justin: E eu não mato! Só aqueles que desejam o seu corpo. – disse como se fosse óbvio.

Jasmine: Bieber, antes mesmo de eu ficar com você, um monte de caras já desejavam meu corpo e nem por isso você... – ela disse e parou – ah deixa pra lá! – falou revirando os olhos.

Justin: Ér, você vai ter que se acostumar com o novo Bieber! – disse e sorri.

Jasmine: Esse novo Bieber está muito ciumento, ainda mais do que antes. – disse e bufou.

Justin: Eu só protejo o que é meu. – disse e pisquei.

Jasmine: Ok, já entendi! – falou parecendo sem paciência, ri e dei um beijo melado em sua bochecha – Argh que nojo Justin! – disse limpando o lugar.

Justin: Eu também te amo. – sorri e ela mostrou a língua – Ok, coma alguma coisa ai que eu estou te esperando na sala, tá? – disse e dei um selinho nela, que assentiu. Levantei-me e fui em direção á sala, os meninos estavam lá conversando – Qual é o papo? – disse me aproximando.

Christian: Jream está nos falando sobre o Quincy. – disse sussurrando.

Justin: Fala baixo mesmo porque a Jasmine está na cozinha e pode escutar tudo! – disse o encarando – Mas então, falando sobre ele...? – disse olhando pro Jream.

Jream: É que ele era muito vingativo, acho que continua sendo, pra querer vir atrás de você. Jasmine já te disse que ele a traiu com uma amiga, né? – perguntou e eu assenti – Pois é, depois disso, ela ficou com tanto ódio que pediu pra uns caras destruírem o apartamento dele e levar as coisas que acharem necessário. Ela só foi revelar que aquilo foi obra dela quando estava vindo pra cá! E também foi ai que as coisas começaram a mudar pro lado dela. – ele disse aquilo tudo me deixando impressionado.

Justin: Por que ela nunca me contou isso? – estava bravo e sem acreditar.

Jream: Pra você ter uma ideia, eu era a única pessoa que sabia disso, até agora. Ela nunca contou isso pra ninguém. – falou sério.

Justin: Tá, mas o que você está querendo dizer com isso? – perguntei curioso.

Jream: Que o Quincy pode não só vir atrás de você, mas também da Jasmine, pra ter o que ele mais quer... Vingança. – disse e eu me espantei.

Justin: Deixa-o querer fazer alguma coisa com a Jasmine que ele vai ver quem realmente é o Justin Bieber! – disse olhando pro nada.

Christian: Acho melhor não tentar fazer nada por enquanto, se ele avançar você resolve o que fazer, mas nós vamos ajudar em tudo.

Chaz: Claro, porque se vocês dois colocaram a gente no meio disso tudo, nós vamos até o fim, juntos!

Ryan: Nossa Chaz, primeira vez que você diz algo inteligente! – disse impressionado fazendo todos nós rirmos.

Justin: Tá bom, se souberem de algo me avisem e se eu souber, também aviso vocês. - disse e sorri fraco. Jasmine apareceu na sala sem perceber nossa presença e logo vi os olhares dos idiotas que estavam ali, Jream saiu correndo em direção á ela, deve que com certeza sentiu o mesmo ciúme que eu. – Acho bom tirarem os olhos dela, agora! – disse encarando eles.

Christian: Brother, eu não sabia que sua mulher era tão gostosa assim não. – ele disse normalmente, eu avancei pra cima dele, mas Chaz me segurou.

Justin: Me solta desgraça! – disse tentando me soltar, ele esperou eu me acalmar e me soltou – Ouçam só o que eu estou dizendo, acho bom nenhum de vocês olhar assim pra Jasmine novamente, ok? Quero que olhem pra ela como se fosse homem. – ordenei e eles assentiram.

Chaz: Calma, tá Bieber? Já passou se acalma! Isso não vai mais se repetir.

Ryan: Também, se repetir, vamos levar um pé na bunda. – falou decepcionado.

Justin: Tadinho de vocês dois! – disse ironicamente e sai dali, fui até Jasmine – Já podemos ir. – disse pegando em sua mão.

Jream: Ir pra onde? – perguntou e eu o encarei – Ah tá! Vão lá pra onde quer que seja. – ele disse se afastando e acenando.

Jasmine: Ahn...? – disse olhando pra mim.

Justin: Eu não sei de nada! Sabe que seu irmão é meio pateta, né? Deixa-o ser feliz. – disse revirando os olhos, ela assentiu e saímos dali.

Jasmine: Você estava brigando com o Christian? – perguntou curiosa.

Justin: Não, é claro que não! – disse como se aquilo fosse um absurdo, abri a porta do carro pra ela que entrou em seguida, fui até o outro lado e entrei também.

Jasmine: Como não? Eu vi você avançando pra cima dele e o Chaz te segurando logo em seguida! Você estava brigando com ele sim. – disse me encarando.

Justin: Sabia que você está parecendo minha mãe? Sempre que ela me faz uma pergunta e eu respondo pela metade, ela faz isso que você está fazendo.

Jasmine: Legal! Agora me conta. – pediu mais curiosa ainda.

Justin: É que aquele idiota estava te secando e ainda te chamou de gostosa. – falei bravo e ela começou á rir – Jasmine, isso não é engraçado! Para.

Jasmine: Dá pra ser menos ciumento? Eu sei que eu sou gostosa, todo mundo sabe, um comentário á menos, um á mais, não vai fazer diferença na minha vida. – falou ainda rindo.

Justin: É, mas você não ouviu o que eu ouvi! Ele ainda teve coragem de me chamar de brother, deveria ter quebrado a cara dele. – disse olhando pro nada.

Jasmine: Sem violência, tá? Esqueceu que foi ele que te ensinou tudo o que você sabe? Você tem que agradecê-lo, para com essa violência toda Bieber.

Justin: Ele é amigo do Jream, ele que agradeça! Não tenho nada a ver com isso, Jream que me colocou nisso tudo. – falei sério.

Jasmine: E você acha mesmo que ia conseguir me achar do jeito que estava?

Justin: Agora vai se colocar no meu lugar? Que merda né Jasmine! Ontem mesmo você estava dizendo que não gostou de eu ter matado todas aquelas pessoas, agora está dizendo isso. Eu sei bem o que eu fiz, sei que tudo o que ainda estou fazendo é pro bem de todos que está ao nosso redor e não, eu não me arrependo e nunca vou me arrepender de tudo que estou fazendo por você. Minha mãe sabe melhor do que ninguém o quanto eu sofri por não poder ter você ao meu lado. No começo, eu e os meninos treinávamos, mas no fim do dia eu chegava a casa e a primeira pessoa que eu queria comigo era você, então eu chorava, eu chorava no colo da minha mãe, feito um bebê. Você tem ideia do que é isso pra mim agora? Eu sofri demais! Isso aconteceu por quase um mês, depois eu fiz sei lá o que por causa da minha amnésia e em seguida fui aprofundando no treino, aprendi como não demonstrar meus sentimentos e parei de sofrer, eu fiquei focado no treino, ainda mais do que os meninos. E claro, eu nunca contei isso pra ninguém. – disse e olhei pra ela que estava chorando, eu continuava intacto, sério.

Jasmine: Eu te amo tanto... – ela disse, tirou o cinto e me abraçou.

Justin: Eu te amo mais meu amor. – disse e a beijei. Em seguida me afastei enxugando suas lágrimas que caiam sem parar.

Jasmine: Nós não deveríamos estar mais aqui! – falou rindo.

Justin: Pois é, melhor irmos logo. – disse, coloquei o cinto, ela fez o mesmo e eu liguei o carro acelerando em seguida. O caminho foi completamente silencioso, eu só ficava pensando no que a Jasmine tinha achado do que eu falei pra ela, mas parei um pouco e só pensei no que viria pela frente. Esse Quincy vai ver só se tentar fazer alguma coisa contra mim, ele não me conhece, não sabe do que eu sou capaz. Mas melhor parar de pensar nisso antes que eu fique nervoso. Chegamos bem rápido no shopping, estacionei o carro e saímos – Aonde quer ir primeiro? – perguntei olhando Jasmine olhar pro shopping como se fosse a primeira vez que ela estivesse ali. Peguei em sua mão – Jas?

Jasmine: Desculpa! É que faz tanto tempo que não venho aqui... Sinto como se fosse a primeira vez. – disse e sorriu.

Justin: Vamos aproveitar o máximo possível meu amor. – disse balançando a mão, ela riu.

Jasmine: Pareceu uma criança feliz! – disse ainda rindo e me deu um selinho.

Justin: É a felicidade por poder ter um tempo com você... Mas então, quer ir aonde primeiro? – perguntei e andamos em direção ao shopping.

Jasmine: Tanto faz, qualquer loja pra mim está bom. – disse e sorriu.

Justin: Então vamos nessa primeiro. – disse logo quando entramos e vi a primeira loja. Jasmine viu a loja e seus olhos brilharam, ela logo me puxou lá pra dentro e quando entramos ela me largou e foi ver as roupas, fui atrás. Ela ficava vendo as roupas que gostava e perguntando o que eu achava, eu sempre bem positivo dizia que ela ficava bem com qualquer roupa, mas como mulher é difícil de gostar de alguma coisa, com a Jasmine não foi diferente. Ela só pegou um vestido e um conjunto de saia e blusa, depois disse que ia provar e que era pra eu ver e dizer o que tinha achado. Concordei e acompanhei-a até o provador, ela entrou e eu fiquei lá fora esperando a princesa colocar a roupa. Quando ela saiu do provador, fiquei com uma vontade imensa de agarrá-la ali mesmo e a minha sorte é que a loja está vazia e os provadores também, mas eu me controlei. Ela estava com uma saia jeans meio rasgada, porém não muito e uma blusa roxa escrita “swag” bem no meio. Olhei pra ela de cima até em baixo umas três vezes e logo a ouvi me chamar.

Jasmine: Justin? O que foi? Não gostou? – perguntou fazendo bico.

Justin: Não Jas, não é nada disso! Eu só estava analisando bem sua roupa pra saber se gostaria de ver você assim. – disse e sorri.

Jasmine: Então o que achou? – perguntou curiosa.

Justin: Você ficou maravilhosa! – disse olhando pras suas pernas e com um sorriso malicioso.

Jasmine: Safado! – disse me encarando.

Justin: O que foi que eu fiz? – perguntei me fazendo de desentendido.

Jasmine: Deixa pra lá! Eu vou levar esse então. – falou animada.

Justin: Fique á vontade meu amor. – disse e ela sorriu fechando a porta. Não demorou muito e ela logo saiu dali de dentro novamente, estava parecendo uma princesa com aquele vestido.

Jasmine: Eai? – perguntou sorrindo.

Justin: Você está perfeita! – disse e sorri.

Jasmine: Levo ou não levo? – perguntou indecisa.

Justin: Dá uma rodada pra eu saber. – disse com um sorriso malicioso.

Jasmine: Para de ser idiota Bieber! – falou rindo.

Justin: Leve logo! Já disse o que achei, você leva se quiser. – dei de ombros.

Jasmine: Bobo! Eu vou levar sim. – disse e mostrou a língua.

Justin: Então anda que eu estou com fome! – disse já impaciente.

Jasmine: Vai ficar gordo comendo desse jeito... – disse rindo e fechou a porta.

Justin: Jas, é sério, não demora porque o Bieber está realmente com fome! – pedi e ela riu alto – Não ri, por favor! – disse e ela parou, então sai dali ficando na fila do caixa, um tempo depois Jasmine apareceu – Nossa, demorou demais! – disse revirando os olhos, ela pegou em minha mão que estava soando frio.

Jasmine: Desculpa meu amor! – disse e deu um beijo em minha bochecha.

Justin: Tá bom então! Mas vamos logo que eu quero comer. – disse e sorri.

Jasmine: Okay guloso! – disse e andamos até o caixa, paguei tudo o que ela pegou e saímos depressa dali – Por que não pegou alguma coisa pra você? – disse me olhando curiosa.

Justin: Porque estava com fome, quer dizer, ainda estou. – peguei em sua 

mão – Vamos embora daqui? – disse e sai andando, ela foi obrigada á me acompanhar.

Jasmine: Nossa Bieber, eu que estou grávida e você que está obcecado por comida? – perguntou assustada.

Justin: Se eu não posso ter sexo, pelo menos comer pra me deixar um pouco feliz. – disse e sorri.

Jasmine: Comida é melhor do que sexo? – disse e arqueou uma sobrancelha, ri alto.

Justin: Claro que não! Porra Jasmine, nem parece que você me conhece. – disse ainda rindo.

Jasmine: Conheço bem pra saber que você está trocando uma coisa pela outra, mas vamos lá seu faminto... – disse rindo, revirei os olhos.

Justin: Tenha um pouco de compaixão pelo seu futuro marido. – disse abraçando-a de lado, que sorriu. Chegamos à praça de alimentação e fomos logo pra fila comprar nossos aperitivos, quer dizer, os meus, quer dizer, os nossos mesmo. Comprei, comemos e voltamos á procura de roupas para a Jasmine, depois de comer, andar me deixou cansado, mas eu não reclamei. Entramos em umas três lojas e a Jasmine comprou uma coisa em cada uma delas, mas quando entramos em uma que parecia ser enorme e que pelo visto estava vazia, ela achou tudo o que queria, porque ficava olhando as roupas e pegando a maioria delas, dizendo que ia provar, ela até pegou uma sacola e colocou todas as roupas, só foi provar depois de satisfeita. Foi assim, ela ficou provando e eu lá fora segurando as roupas, ela me mostrava e sempre pegava a próxima, a última roupa que ela experimentou era um vestido vermelho justo tomara que caia, quando a vi, meu queixo caiu, mas antes de ela olhar pra mim, eu não demonstrei nada.

Jasmine: E então...? – perguntou sorrindo e deu uma volta, me dando a chance de olhar para aquele traseiro enorme. – O que achou? – ela estava mais animada do que nas outras vezes que me mostrou uma roupa.

Justin: É... – me aproximei mais da porta, olhei pra ela de cima até em baixo, mordi os lábios e disse – você está muito gostosa! – disse e em questão de segundos agarrei-a colocando pra dentro do provador e prendendo-a contra a parede, nossos corpos se grudaram e meu rosto estava á 5cm de distância do dela.

Jasmine: Bieber! – riu – Não vai me agarrar dentro de um provador, vai? – perguntou e eu assenti.

Justin: Você está provocante demais, fiquei até de pau duro. – disse, ela riu e eu a beijei. Grudei ainda mais meu corpo contra o dela que arfou, parei o beijo e fiquei beijando seu pescoço, ela pedia pra que eu parasse que não estávamos em um lugar adequado, mas eu estava pouco me fodendo, não quero nem saber.

Jasmine: Justin, eu já disse que não estamos em um lugar adequado pra isso. – sussurrou enquanto eu beijava seu pescoço.

Justin: Jas... Não me importa o lugar em que estamos, eu só quero foder. – sussurrei e ela me empurrou com força.

Jasmine: Você está com muito fogo pro meu gosto! – disse fazendo bico.

Justin: Você não vai fazer isso comigo, vai? – perguntei sem acreditar, ela me encarou arqueando uma sobrancelha.

Jasmine: Em outro lugar, ok? – disse e eu tive que concordar – Agora sai porque eu preciso trocar de roupa! – pediu e eu assim fiz, fiquei esperando-a que felizmente não demorou muito – Vamos porque eu ainda preciso comprar sapatos! – falou animada e eu a encarei.

Justin: Vai mesmo me deixar assim? – perguntei inconformado.

Jasmine: Assim como? – se fez de desentendida.

Justin: - me aproximei mais e sussurrei em seu ouvido – De pau duro, vadia. – disse e dei um tapa em seu bumbum, ela riu fraco.

Jasmine: Ai Jus, não fica assim não, depois te recompenso, tá? – pediu com uma voz nada meiga, concordei.

Justin: Então vamos pagar isso antes que eu perca a paciência! – disse e sai andando na frente, ela me acompanhou. Pagamos aquilo tudo e saímos da loja indo em direção á outra.

Jasmine: Não acha melhor guardar todas essas coisas no carro?

Justin: Bem melhor! – disse revirando os olhos.

Jasmine: Então eu vou lá e você fica aqui me esperando... – disse e saiu andando, mas peguei em seu braço.

Justin: Não, eu que deveria ir! Mas você vai comigo, não vou te deixar aqui sozinha me esperando, então vem. – entrelacei nossos braços e saímos andando. Ela me olhou surpresa. – O que foi?

Jasmine: Eu é que pergunto! Você está estranho demais. – falou desconfiada.

Justin: Eu só não quero você longe de mim meu amor, tenho medo de que algo aconteça contigo. – disse e sorri.

Jasmine: Tipo o quê? – perguntou como se aquilo fosse coisa da minha cabeça.

Justin: Não interessa! Vamos. – disse e andamos até o estacionamento, coloquei as sacolas dentro do carro e voltamos pro shopping. Jasmine entrou na primeira loja que viu e ficou escolhendo mil sapatos e pedindo minha opinião, eu dizia que gostava de tudo, porque minha paciência já estava se esgotando. Ela comprou vários sapatos, me deixou até entediado de tanto a ver colocando e tirando sapato toda hora, mas logo saímos da loja e colocamos de novo aquilo tudo no carro, porque eu não ia ficar pra lá e pra cá segurando sacolas.

Jasmine: Hey, eu preciso ir ao banheiro. – disse me puxando.

Justin: Precisamos! – disse revirando os olhos.

Jasmine: Mesmo? – perguntou com um sorriso malicioso, assenti – Então vamos depressa! – disse animada, estranhei.

Justin: Ahn? – encarei-a que riu.

Jasmine: Biebs, - disse em meu ouvido – não quer ser recompensado? – perguntou e eu arregalei os olhos.

Justin: Dentro de um banheiro?

Jasmine: Pra quem queria dentro de um provador, está mais do que ótimo! – disse e pegou em minha mão – Vamos ou não? – perguntou e eu esperei alguns segundos pra responder.

Justin: Claro! Vamos. – disse e eu a acompanhei, ela saiu quase correndo e me puxando, achamos um banheiro rapidinho.

Jasmine: Seguinte, entramos e vemos se tem alguém, qual não tiver, avisa o outro. – disse e piscou, assenti.

Justin: Até parece que vamos sequestrar alguém. – disse e ri.

Jasmine: Vamos logo! – disse, me deu um selinho e entrou no banheiro. Entrei no dos homens e não tinha ninguém, aproveitei pra me aliviar um pouco, lavei as mãos e sai do banheiro á procura da Jasmine, ela estava na porta do banheiro das mulheres. – Hey! Aqui está vazio.

Justin: Aqui também, vem pra cá.

Jasmine: Eu não vou entrar no banheiro dos homens, é nojento. – disse gesticulando e fez careta.

Justin: Que porra! – olhei pros lados pra ver se não tinha ninguém e realmente não tinha, entrei no banheiro, ela entrou em seguida fechando a porta. – Você fala como se aqui fosse hiper limpo né? – disse ironicamente, ela se aproximou sorrindo.

Jasmine: Cala a boca e me beija. – piscou e eu fiz como ela tinha pedido, coloquei a mão em seu rosto e a beijei. O beijo foi ficando cada vez mais selvagem, então empurrei Jasmine para dentro de uma das cabines e fechei a porta, ela fechou a tampa do vaso e sentou em cima – Preparado? – perguntou com o sorriso mais pervertido que ela conseguiu dar.

Continua...


Notas Finais


roupa da jasmine: http://37.media.tumblr.com/f41cbf6ce24e238f48e9ccd83908d231/tumblr_mg76uitQ7L1rluevko1_500.jpg

ESPERO QUE TENHAM GOSTADO! beijinho p vcs e desculpa pelo suspense, tiau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...