História Crazy In Love Second Season - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Ryan Butler
Visualizações 142
Palavras 1.732
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oe oe oe, mais um cap proceis :) boa leiturass

Capítulo 9 - I feel so happy.


Fanfic / Fanfiction Crazy In Love Second Season - Capítulo 9 - I feel so happy.

Jasmine: Eu não preciso disso tudo. – disse sorrindo.

Bieber: O que faz aqui? – perguntou me encarando.

Jasmine: É assim que me recebe? Eu só queria conhecer o tal escritório que você fica trancado sempre. – falei me sentando em uma cadeira em frente à mesa dele.

Bieber: Quem te falou isso? – perguntou curioso e furioso também.

Jasmine: Sua mãe, mas ela não disse por mau.

Bieber: Poderia ter batido na porta pelo menos! – ele disse revirando os olhos.

Jasmine: Bieber, por que isso? Por que está tão bravo comigo? – perguntei sem entender.

Bieber: Eu não estou bravo, você só deu a impressão de que não se importa com o que eu pense! – arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Você realmente ficou chateado com isso? – perguntei não acreditando naquilo tudo, ele me olhou sério. – Justin, para e pensa, o Chaz é meu amigo, ele está com a Mary no momento, eu amo você e se eu não me importasse com o que você pensa, não acha que eu teria ficado com o Mason enquanto estava no México? – agora quem estava chateada era eu.

Bieber: Se você ficasse com ele, eu o matava. – ele continuava sério, me impressionando.

Jasmine: Você não acredita em mim, é isso? – perguntei quase começando a chorar.

Bieber: Claro que eu acredito em você! – ele disse sem olhar pra mim.

Jasmine: Diz isso olhando nos meus olhos, Justin. – pedi e ele olhou pra mim, bem dentro dos meus olhos.

Bieber: Eu acredito em você. Tá bom assim?

Jasmine: Não! Você não me disse por que pensou isso de mim. – falei me levantando.

Bieber: Sabe, você dizendo aquelas coisas como se não se importasse com o que eu pensasse me deixou inseguro, eu fiquei com medo. Mas agora percebi que foi bobagem da minha cabeça, eu sou um idiota! – ele disse balançando a cabeça negativamente.

Jasmine: Eu já te disse isso milhões de vezes e você nunca deve duvidar. – disse e dei um suspiro – Eu te amo e nunca vou te esquecer, ok? Eu nunca te trocaria por outra pessoa, porque você é a pessoa que eu escolhi pra viver ao meu lado pelo resto da vida. – disse e sorri, ele se levantou e veio em minha direção.

Bieber: Eu também te amo, mas sei lá sabe, tudo o que aconteceu desde que você foi embora, me deixou assim. Eu tenho medo, medo de te perder. – ele disse se aproximando mais de mim.

Jasmine: Então para de pensar assim, ok? Você nunca vai me perder. – dessa vez eu que me aproximei, abracei-o e o beijei. – Porque eu te amo.

Bieber: Eu te amo. – ele sorriu e novamente me beijou. Parei um tempo depois.

Jasmine: Não acha que está tarde?

Bieber: Tarde por quê? Viu quanta gente tem lá em baixo? Você falou com todo mundo?

Jasmine: Que eu saiba sim. – disse sem entender a pergunta – Por quê?

Bieber: Tenho umas pessoas pra te apresentar! – ele disse e sorriu, fiquei curiosa.

Jasmine: Quais pessoas? – perguntei e ele pegou em minha mão.

Bieber: Estão no quarto ao lado... – ele disse e piscou. Saímos do escritório e fomos em direção do quarto ao lado, como ele disse que iam estar as pessoas que eu não sei quem são, ainda. Ele abriu a porta e entrou primeiro, entrei em seguida e fechei a mesma – ei, essa é a Jasmine! Jasmine, esses são Jeremy, meu pai, Jaxon e Jazmyn. – ele disse sorrindo e olhou pra mim. Jeremy se aproximou mais e deu um beijo em minha bochecha.

Jeremy: Prazer Jasmine. – sorriu.

Jasmine: Prazer! – sorri completamente envergonhada, eu estava conhecendo o pai do Bieber! Direcionei meu olhar aos pequeninos que estavam deitados na cama. – Eles que são seus irmãos, Justin? – perguntei e olhei pra ele que assentiu – Awn são tão lindos. – disse acariciando o rosto de Jaxon, os dois estavam dormindo.

Bieber: Claro, puxaram o irmão aqui! – ele disse se gabando, olhei-o.

Jasmine: Que tal ser menos convencido? – arqueei uma sobrancelha.

Jeremy: Pelo jeito você não conheceu nada do novo Bieber, não é Jasmine? – ele disse abraçando ele de lado, parecia que estava era esmagando, mas o Justin ria.

Jasmine: Que novo Bieber? Não estou sabendo de nada! – cruzei os braços. Então de repente senti um enjoo enorme, me sentei na cama.

Bieber: O que foi Jasmine? – perguntou preocupado.

Jasmine: Só senti um enjoo, nada demais. Já passou. – disse e sorri.

Jeremy: Enjoo? Então não é boa coisa! – disse desconfiado.

Bieber: Como assim, pai? Do que está falando? – perguntou desesperado.

Jeremy: Enjoo só quer dizer uma coisa... – ele disse se sentando ao meu lado.

Bieber: Coisa? Mas que coisa? Do que você está falando, Jeremy? – agora ele parecia bravo.

Jasmine: Não deve ser isso. – disse com a cabeça baixa.

Jeremy: Jasmine, você anda tendo enjoos ou é a primeira vez? – perguntou curioso.

Jasmine: Eu tive vários enjoos durante o mês, também vontades enormes de comer doces, sei lá, eu não sei...

Jeremy: Acho melhor conversar com a Pattie ou a sua mãe sobre isso.

Bieber: Vocês podem me dizer o que está acontecendo? – perguntou encarando nós dois.

Jeremy: A Jasmine pode estar grávida. – ele disse sério.

Bieber: Grávida? Mas como? É impossível, ela acabou de chegar, não pode estar grávida assim do nada.

Jasmine: Justin, eu já sentia esses enjoos antes, se eu estiver mesmo grávida, é bem antes de eu ter ido embora. – falei olhando bem pra ele, que parecia aflito.

Bieber: Tá bom, depois resolvemos isso, você vai tomar alguma coisa pra passar esse enjoo ai. – ele disse me ajudando á levantar – Boa noite pai!

Jeremy: Boa noite Justin! Boa noite Jasmine.

Jasmine: Boa noite Jeremy. – disse sorrindo. Saímos do quarto, Justin me pegou no colo e me levou pro quarto dele – Não precisava ter me pegado no colo, Bieber. – falei rindo e ele me colocou deitada na cama.

Bieber: Quem disse que não? – arqueou uma sobrancelha – Fica quietinha ai que eu vou pegar um remédio pra você com a Dona Pattie. – ele disse, me deu um selinho, eu assenti e ele saiu. Em menos de cinco minutos, quais eu contei, ele voltou com o remédio e um copo d’água na mão – Aqui está! – disse me entregando os mesmos, peguei e tomei o remédio.

Jasmine: Você falou alguma coisa pra sua mãe? – perguntei curiosa.

Bieber: Alguma coisa, tipo o que? – falou se sentando ao meu lado, coloquei o copo em cima do criado mudo que tinha ali do lado.

Jasmine: Que eu possa estar grávida! – falei alto, ele me encarou.

Bieber: Fala mais baixo, mulher. Quer que o mundo saiba que você possa estar grávida? Se você estiver mesmo, acho que o Jream vai querer me matar! – ele disse e riu.

Jasmine: Você não tem medo do Jream que eu sei. – disse obviamente.

Bieber: Não tenho mesmo, quem tem medo dele? – disse debochado.

Jasmine: Idiota! Mas eai, você falou alguma coisa?

Bieber: Eu não disse absolutamente nada, só disse que você estava com um pouco de enjoo e que não era nada de mais, amanhã você conversa direito com ela, para de pensar nisso, ok? – disse me abraçando.

Jasmine: Justin... – chamei-o me afastando.

Bieber: O que? – perguntou sem paciência.

Jasmine: E se eu estiver mesmo grávida? – perguntei só pra saber a reação dele.

Bieber: Jasmine posso te falar uma coisa? – perguntou e eu assenti – Eu não acho que você possa estar grávida, eu tenho certeza que você esteja! – ele disse todo sorridente.

Jasmine: Você acha mesmo? – perguntei impressionada com a reação dele.

Bieber: Claro! Não está feliz com isso? Você vai ter um filho meu. – ele parecia completamente animado.

Jasmine: Estou, é que... É cedo demais, não acha? – perguntei e abaixei a cabeça.

Bieber: Cedo, por quê? Você não quer abortar essa criança, quer? – perguntou assustado.

Jasmine: Óbvio que não, está louco? – encarei-o - Mas você nem sabe se eu estou mesmo grávida, tenho que ver isso primeiro. – disse acariciando minha barriga.

Bieber: Ok, amanhã vemos isso. – ele disse sorrindo e subiu em cima da cama me puxando pra mais perto dele – Vem Jas, deita aqui comigo. – pediu e eu deitei ao seu lado, ele me abraçou por trás.

Jasmine: Senti tanta falta disso tudo. – disse virando o rosto pra tentar olhá-lo – É tão bom estar de volta, é tão bom ter você ao meu lado de novo.

Bieber: Bom demais! Não vou mais deixar ninguém te tirar de perto de mim, nem por um dia. – falou fingindo estar bravo – Ah e não se esqueça da Mary, tá? – ele disse me fazendo rir.

Jasmine: Como esquecer aquela louca? Ela tem seu número! Se bater aquela saudade imensa nela, ela pode te ligar. – disse rindo.

Bieber: Nem pensei nisso, mas se ela me ligar do jeito que você falou ai, tomara que não seja privado como você sempre fez. – disse parecendo chateado.

Jasmine: Awn você queria que eu ligasse normal pra você saber onde eu estava logo de cara? No primeiro dia que te liguei estava indo para aquele racha com a Mary! – disse me lembrando de tudo.

Bieber: É, já falamos sobre isso. E você nunca mais vai a racha algum, ok? Só vai se eu for junto! – ele pareceu estar bravo, mas eu me virei abraçando-o e ele riu.

Jasmine: Então você quer ir a um racha comigo? – perguntei como se fosse uma coisa chocantemente chocante.

Bieber: Eu não disse isso Jasmine! Você me entendeu. – disse revirando os olhos, beijei sua bochecha.

Jasmine: Bobo. – ri – Depois daquele dia, nunca mais.

Bieber: E se eu querer ir algum dia, não vai comigo? – arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Ah, mas se for assim, eu vou de qualquer jeito! Porque lá com certeza vai ter várias vadias e eu não vou deixar nenhuma delas dar em cima do meu homem.

Bieber: Meu homem, gostei disso. – falou beijando minha bochecha.

Jasmine: Hey, que horas são? – perguntei curiosa, ele pegou o celular que estava no criado mudo e olhou.

Bieber: Vai dar duas horas, está com sono?

Jasmine: Não muito, mas... Melhor dormirmos. – sorri – E ah, preciso de um celular novo, porque o Brad pegou o meu e não me devolveu mais! – disse fazendo bico.

Bieber: Okay, o que eu não faço por você, né meu amor? – disse me dando vários selinhos, ri.

Jasmine: Tá, boa noite, vamos dormir. – disse me virando e ele me abraçou nos embrulhando com o lençol.

Bieber: Boa noite Jas! – ele deu um beijo em minha bochecha e desligou o abajur. Fechei os olhos e dormi fácil.

 

Continua...


Notas Finais


é isso ai, espero que tenham gostado! comentem. xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...