História Crazy In Love Third Season - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amber Heard, Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Amber Heard, Barbara Palvin, Criminal, Drogas, James Franco, Justin Bieber, Romance, Sexo, Violencia
Exibições 464
Palavras 2.459
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


💓💕 Boa Leitura e não me matem 💔💓

Capítulo 30 - Hurts Like Hell.


Pov. Katherine 

 

Dois dias depois...

 

Aqui estava eu, indo tomar banho para o enterro dele, vejo que a banheira estava cheia e retiro meu roupão entrando na banheira.

[...]

 Eu me permito chorar pela segunda vez desde que eu havia acordado, eu respiro fundo e começo a deslizar minha cabeça lentamente com as lágrimas descendo cada vez mais. Respiro fundo e mergulho minha cabeça de baixo da água fria, estava tudo um silêncio, eu não respirava e meus pulmões doíam por falta de ar, mas eu não estava ligando.

 

Oque eu posso dizer, perde a pessoa que você mais ama na sua vida e a vê-la morrer em sua frente, sentir gotículas do sangue dela lhe manchando é a pior cena do mundo. Eu não conseguia dormir! Aquela cena se repetia milhares de vezes em meus pensamentos, era como se o replay estivesse ativado e eu não conseguisse o desativá-lo.

 

- Mamãe?- Escuto a voz distante de Madison me chamar.- Tia Hailey, a mamãe não está me respondendo.- Grita ela desesperada.

 

Vale a pena morrer agora e deixar tudo para trás? Vale a pena ir até ele? Vale a pena? Eu não sei!

 

- Katherine!- Escuto Hailey entrar no banheiro desesperada e puxar meu braço me tirando da água.- No que você estava pensando?- Pergunta ela me entregando uma toalha e me abraçando.

 

- Eu não aguento mais Hailey.- Digo chorando em seu ombro.- Primeiro minha mãe e agora ele, todos quem eu amo está morrendo.

 

- Eu estou aqui! Você é minha irmã Katherine, e eu prometo lhe ajudar a passar por essa fase difícil e prometo estar com você para sempre.- Diz ela fazendo cafuné em meu cabelo.- Vem, eu irei lhe ajudar a se trocar.- Diz ela.

 

- Não precisa, daqui a alguns minutos eu irei descer.- Respondo a ela enquanto nós saiamos do banheiro e ela concorda saindo do quarto.

 

[...]

 

Desço as escadas e vejo que Lauren se mantinha calada com os seus olhos inchados, Derek estava ao lado dela a confortando.

 

- Vamos?- Pergunta Ryan cabisbaixo e nós concordamos.- Você também Dulce, Justin lhe adorava como uma segunda mãe.- Diz e Dulce se mantinha calada com seu terço em mãos.

 

- Tudo bem senhor Butler.- Responde ela com um sorriso tímido nós lábios.

 

Coloco Julian na cadeirinha e vejo que ele sorria para mim, ele era tão feliz e não conseguia entender nada oque estava havendo, eu queria ser ele! Assim que vou pegar a cadeirinha, Chris me impede e pega a cadeirinha levando Julian até o carro.

 

- Vamos Pattie.- Digo a abraçando de lado.

 

- Chaz me disse que nós iremos para o Canadá, isso é verdade?- Pergunta ela enquanto nós saiamos de casa.

 

- Sim! Não é obrigatório ir para o Canadá, Justin já havia me dito que se acontecesse algo era para mim para lá. Ia apenas eu, as crianças e a senhora se quisesse porém todos decidiram ir e deixar Atlanta! Eu apenas irei ver o advogado do testamento de Justin hoje.- Respondo a ela enquanto nós entrávamos no carro.

 

- Eu irei! Bom você e meus netos são a única família, as únicas lembranças que me sobrou do Justin.- Diz ela e eu vejo uma lágrima escorrer pela sua Buchecha, eu passo meu dedo em sua Buchecha enxugando a lágrima.

 

[...]

 

Nós estávamos tentando entrar no cemitério, havia pessoas lá ascendendo velas e colocando na frente do cemitério e vejo que havia um grafite com a imagem de Justin.

 

Bieber deixou seu legado.

 

Os carros entram dentro do cemitério, assim que ele para tiro Julian da cadeirinha e Pattie desce do carro com Lauren e Madison. Alguns seguranças estavam nos acompanhando, vejo que todos já haviam descido de seus carros e nós seguimos caminho até o velório do Justin.

 

[...]

 

Vejo que o padre estava lá e deu seus pêsames a nós enquanto nós entrávamos no velório dele e o caixão de Justin? Bom ele estava ao lado do padre, em um caixão.

 

- Hoje todos estão reunidos por um motivo triste, pela perda de um homem, de um filho, um marido e um pai. Justin Bieber era um homem bom, amava sua família e como todos nós odiava seus inimigos! Mesmo com todos os erros ele era um filho de Deus.- Diz ele e eu mantinha Julian em meu colo.- Alguém tem algo a falar?- Pergunta ele e escuto a voz de Ashley.

 

- Eu!- Responde ela e então ela caminha até o palco improvisado que  havia lá.- Sei que muitos me conhece ou me julgam como a vagabunda que largou ele bêbado e drogado em uma madrugada qualquer, e fugiu com a filha dele em minha barriga ou até mesmo a pessoa que estragou o casamento dele. Sim, sou eu mesmo. Mesmo eu te feito tudo isso com ele e ter feito o sofrer por anos eu o amo, a pior coisa para mim foi ver ele morrendo! Eu sempre o julguei como imortal, mas eu descobri que ele não é! Justin foi meu primeiro e único amor, pai da minha filha, meu verdadeiro amor. Eu lembro claramente quando ele foi atrás de mim em Paris, ele parecia tão cansado mas eu rejeitei voltar, anos depois eu o reencontrei feliz com outra em seus braços e isso doeu e muito! Sei que muitos queriam ser os primeiros a falar, porém meu voo está marcado para daqui a alguns minutos e eu tinha que falar algo, te vejo no inferno Bieber.- Ela fala e todos nós prestamos atenção em todas as suas palavra.- Até meu anjo, quando quiser ir a Itália me visitar me ligue e Katharine, cuide bem da minha filha.- Diz ela dando um beijo na Buchecha de Lauren e vai embora.

 

- Alguém mais quer falar?- Pergunta ele impressionado e Pattie se levanta e caminha lentamente.

 

- Justin é meu primeiro e único filho, eu lembro claramente das suas primeiras palavras, dos seus primeiros passos e de quando eu vi o seu rostinho pela primeira vez, mas nunca imaginei que o veria pela última vez. Você deveria ter tomado juízo Justin, você deveria ter largado tudo e ter ficado com sua família, mas você não quis! Me dói percebe que meus netos iram crescer sem um pai. Mesmo que Ashley tenha falado que lhe espera no inferno, eu torço que mesmo com todos os pecados que você cometeu e com as vidas que você tirou, quero que você tenha ido para o céu. Eu te amo.- Diz Pattie tentando controlar suas lágrimas, mas ela não conseguia. Jeremy sobe ao palco e a acalma, Pattie desce do palco e Jeremy continua lá. 

 

- Eu lembro quando eu vi você pela primeira vez, você parecia que não era real e eu estava encantado por você, você mudou minha vida, me fez amadurecer e me torna um homem de verdade.- Diz Jeremy.- Vai com Deus filho.- Ele desce do palco e se senta ao lado de Pattie.

 

Ryan se levanta e vai até o palco.

 

- Eu conheço o Justin desde que éramos pequenos, lembro quando eu, ele e Chaz viemos para Atlanta atrás de uma vida fácil e começamos a trabalhar para Mikelson e então conhecemos Chris, nós quatro éramos inseparáveis! E então decidimos parar de trabalhar para o Mikelson e ficamos por nós próprios, imagina quatro adolescentes que estavam na entrada da vida adulta comandado Atlanta? Justin você foi mais que um amigo, você foi como um irmão e eu irei cuidar da sua família assim como os outros, não se preocupe.- Diz Ryan tentando se controlar mais acaba chorando.- Maldito suor masculino, se você estivesse aqui agora iria me zoar, eu te amo dude e Emma tem algumas coisas a dizer.- Diz Ryan subindo no palco.

 

- Você era muito chato mesmo sabe, do nada você expulsava todo mundo da sua casa, brigava com todo mundo e implicava comigo. Mas as vezes você era legal, engraçado e cantava bem pra caralho, desculpa padre! Eu quis te matar quando você traiu a Kath, eu só não te matei por que vocês tinham que voltar. Achei que você iria estar vivo para ver Lauren e Derek se casando! Até um dia Bieber.- Diz Emma, ela desce do palco e Chris se levanta e vai até o palco, Chloe se levanta com sua barriga de cinco meses e vai atrás de Chris.

 

- Justin, você era louco! Eu lembro quando nós quatro ficávamos virados indo em boates, puteiros e no final bebíamos na sua casa, e nós éramos acordados pelas broncas da tia Pattie ou da Dulce, bons tempos! Sabe Justin eu descobri o sexo do bebê e é uma menina, é dude uma pretendente para o mini Bieber. Eu irei sentir sua falta, juro que virei para Atlanta visitar seu túmulo.- Diz Chris tentando não demonstrar que estava chorando.- Você não tinha que morrer!- Diz ele se negando e Chloe vai até o microfone.

 

- Eu não gosta de você, quando eu soube da sua existência você havia traído à minha vizinha e eu cuidava da Madison, lembro quando você apareceu na porta do meu apartamento pedindo pela Madison e me ameaçou se eu não a entregasse para você. Depois de um longo tempo eu aprendi a gostar de você, descobri que você poderia ser legal quando quer!- Diz Chloe e eu sorrio timidamente ao lembrar.- Vá com Deus Bieber.- Diz ela e eles descem do palco e Cait e Cameron sobem ao palco.

 

- Eu te conheci na adolescência e não vou mentir, tive uma paixão platônica por você! Mas iria dar errado por que você é amigo do meu irmão, então eu entrei para a equipe de vocês como a “ Ajuda quando precisa”. Sabe Justin eu vou sentir sua falta, você tinha que tomar juízo seu loiro otário.- Ela começa a chorar e Cameron a abraça e os dois saem do palco dando espaço Hailey e Chaz subirem, já que Kylie e Tyler se negaram a falar por conta da emoção.

 

- Eu aprendi a atirar com ele! Ele me zoava por que eu fechava os olhos quando ia disparar, eu lembro quando Katherine foi embora e ele ficou louco e nós tentamos o salvá-lo. Sabe Bieber eu irei sentir saudades dos assaltos, das piadas, das discussões, das brigas! Pode ter certeza, eu irei ser como um pai para os seus filhos e não deixarei eles te esquecerem!- Diz Chaz chorando e Ashley o abraça.- Eu te amo dude!

 

- Você era um grande cuzão Bieber! Você é eu brigávamos e zoavamos tanto um ao outro que parecia competição, mas você e eu tinha os nossos momentos de trégua que durava pouco tempo. Quando Katherine me disse que estava morando na sua casa eu quis bater nela pra ela ver a merda que ela estava fazendo, mas olha onde nós estamos, oito anos depois de tudo! Quando ela foi embora foi quando eu percebi que ela não era apenas uma diversão para você, eu vi que você a realmente a amava e então eu e Chaz decidimos te ajudar, você vai fazer falta Bieber, hoje Dylan acordou perguntando pelo titio Justin. Você pode brigar comigo direto, mas você foi uma pessoa maravilhosa para os meus filhos, assim como foi para os seus e os filhos de todos!- Diz Hailey tentando controlar as lágrimas dela.- Oque eu posso dizer sobre Justin e Katherine. Eles eram inseparáveis, um era a âncora do outro. Quando ficavam separados era uma guerra. Um inferno! Quando um não estava bom, o outro estava lá para impedir a queda, eles eram loucos! Um pelo outro, ela pertencia a ele e ele a ela. A história deles merece ser reconhecida, nenhum contos de fadas chegava aos pés do amor e da história deles.- Diz Hailey antes de descer ao palco e eu já estava em prantos.

 

Eu respiro fundo e conto até três e subo ao palco.

 

- Justin é o amor da minha vida! Mesmo que ele tenha morrido ele nunca deixará de ser. O começo da minha história com Justin é difícil e pode ser um pouco assustadora para algumas pessoas, porém os erros que ele cometeu no passado ele corrigiu no futuro! Justin me fez me sentir amada, ele me deu uma família, filhos, casa e conseguiu colocar um pouco de juízo na minha cabeça, ele não tinha nenhum juízo mas eu tinha ou tentava ter! Com ele eu descobrir que havia motivos para viver, nós dois vivemos altos e baixos, diversas separações e inúmeras brigas, mas tudo de acabava com nós dois nus na cama depois de um sexo selvagem. Ele tinha um poder sobre mim que era incrível, eu amava isso. Eu juro Justin que mesmo que não estejamos mais juntos, eu nunca irei amar outro homem, eu nunca irei! Você foi especial, você me fez renascer! Não há homem nenhum que possa tomar o seu lugar, eu juro! Eu também prometo que irei fazer com que Julian saiba que ele teve um pai maravilhoso que o amou tanto até o último suspiro, que ele teve um pai como você! Nossos filhos nunca iram lhe esquecer.- Digo caindo em lágrima e vou até o caixão dele que estava aberto.- Eu sempre amarei você, não importa a porra da distância que existe seremos Justin e Katherine! Eu sempre te amarei, eu sempre serei sua senhora Bieber. - Digo chorando.

 

[...]

 

Haviam fechado o caixão dele e os meninos os levaram até o local onde ele seria enterrado, eu olhava o seu caixão descendo lentamente até tocar a terra úmida que havia lá em baixo.  Ele se foi.

 

- O advogado quer falar com você.- Diz Chaz e eu vejo o advogado encostado em uma árvore e eu caminho até ele junto com Chaz.

 

- Meus pêsames senhora Bieber.- Diz ele e eu agradeço.- Sobre o testamento do senhor Bieber, ele deixou toda a fortuna dele em imóveis, joias e dinheiro para a senhora e seus filhos...

 

- Venda todos os imóveis, menos a casa que ele tem que fica entre o subúrbio e a cidade, o dinheiro eu quero que deposite em uma conta, irei dar tudo aos meus filhos quando eles completarem 21 anos e não venda as joias dele, ele tinha um amor por elas e eu as cuidarei, não venda o jato e nem os carros, eles também eram o amores de Justin e eu guardarei de lembrança a ele.- Respondo e o mesmo concorda.

 

- Tudo bem há alguns compradores interessados, eu irei entrar em contato com eles imediatamente.- Diz ele se retirando.

 

- Por que você vai vender tudo?- Pergunta Chaz surpreso.

 

- Eu quero sair de Atlanta, daquela casa! Tudo me lembra a ele e isso dói tanto.- Respondo.

 

Continua...


Notas Finais


Quem lembra dessa maravilhosa frase da Hailey? Em agosto eu havia postado como um spoiler da 3 temporada, link: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1757580887850793&substory_index=0&id=1703772849898264

E eu tenho que concordar, a história deles merece ser reconhecida 💓💕

E também tem a cena da Kath no trailer se mergulhando na água, então é os spoilers !!💕💓

Não se esqueçam de comentar, favoritar e divulgar a fic💕💓💓💕 Um beijão e até logo💓💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...