História Crazy Love - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~canalhaventura

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Igor Cavalari (Igão Underground), Júlio Cocielo
Personagens Júlio Cocielo
Visualizações 155
Palavras 1.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem tá aqui de novo. Isso mesmo, Euzinha.
Explico tudo pra vcs lá em baixo.

Bom capítulo

Capítulo 14 - A magnífica treta


Fanfic / Fanfiction Crazy Love - Capítulo 14 - A magnífica treta

12 de março (11:31 AM) Domingo.

-O que vocês dois tão fazendo aqui? -perguntei olhando pra aqueles caras desprezíveis na minha frente. Logo que eu disse isso, Duda levantou do sofá e veio pra trás de mim.

-A gente veio trocar uma ideia contigo. -falou Julio olhando pro Igor e logo me empurrando entrando na minha casa.

-Meu, vocês tão ficando loucos é? -falei olhando a cara de pau deles, enquanto Duda só observava tudo.

-Acho que a única louca aqui é você. Tu tem noção do que tu fez garota??? -falou ele se aproximando de mim. Ah eu vo dar na cara dele.

-Tenho noção sim, e olha faria tudo de novo. Mas da próxima vez não vai ser só aquela baladinha de merda que vai ter o desprazer de te ver pelado. -falei me aproximando dele também, o que fez Igor entrar no nosso meio afastando Julio, que pelo jeito já queria voar em cima de mim.

Quando ele pensou em me responder, Igor falou algo no ouvido dele, o que fez os dois olharem pra Duda que tava se divertindo demais com tudo isso.

Igor se aproximou dela e simplesmente a beijou, eu olhei incrédula, não entendendo porra nenhuma. No começo ela se assustou e automaticamente levantou as mãos, como se tivesse se rendendo a algo, mas logo ela deu um empurrão nele, que apenas a olhou e sorriu.

Eu olhei pra ela como se tivesse pedindo uma explicação, ela só me olhou e fez uma cara de quem também não tava entendendo nada.

-Claro que é ela, a mina que me embebedou e me largou naquele fim de mundo lá, impossível esquecer esse beijo. -Igor disse e eu fiquei pasma, olhei com os olhos arregalados pros dois que só riram.

-Realmente, essas duas não valem o chão que pisam. -Julio falou rindo irônico, chegou bem perto de mim, pude sentir sua respiração bem perto do meu rosto.- Só através de uma aposta mesmo pra alguém querer te comer.

Foi automático, levantei minha mão, e num impulso dei um tapa em seu rosto, deixando a marca dos meus cindo dedos, e logo uma vermelhidão se formou naquela região.

-TA FICANDO LOUCA É? -Julio gritou me olhando com raiva e vindo pra cima de mim, mas antes que isso acontecesse Igor o puxou pra trás, como se ele pedisse pra ele se acalmar.

-EU LOUCA? AH VOCÊ NÃO VIU NADA AINDA. -falei gritando mais ainda- TU VEM NA MINHA CASA, ME FALAR DESAFOROS E ACHA QUE EU VOU ESCUTAR TUDO CALADINHA? -dei uma risada irônica- SÓ O QUE ME FALTAVA.

Eu tava nervosa e queria pegar todo o tipo de coisa pra jogar nele, Igor nem me importava mais, só queria acabar com a vida do Julio. Logo Thayssa desceu as escadas correndo e olhou pra aquela confusão toda.

-Eu posso saber o que ta acontecendo na Minha Casa? -Thayssa perguntou dando ênfase em Minha Casa.

-Ah não ta sabendo o que tua amiguinha fez não? Pois bem, explica pra ela. -falou Julio sem paciência nenhuma.

-Ahaha eu simplesmente fiz o que vocês dois mereciam. Ninguém mandou mexer comigo, principalmente fazendo uma aposta idiota. Vocês tiveram o que mereceram.

Thayssa me olhou feio, com certeza tava querendo me matar agora pelo fato de tudo isso ta acontecendo na casa DELA. Quando Julio ia continuar a discussão, ela o interrompeu, levantando a mão como quem pedisse pra todos calarem a boca.

-Eu não quero saber o que aconteceu e quem fez o que, só quero que saia TODO mundo da minha casa agora, se querem brigar, a vontade, a porta está ali, vão pra rua! -falou sem paciência. Logo Duda saiu pra rua junto com os babacas, eu olhei pra Thayssa sem acreditar em tudo isso, nem pra me defender ela serviu.

-Serio isso? Tu sabe muito bem o que eles fizeram e ainda quer me achar culpada por tudo isso? É incrível tua capacidade de ser idiota. -falei com raiva, afinal eu não tinha culpa de nada.

-Não quero saber Gabriela, primeiro tu trouxe essa garota pra cá sem a minha autorização, e agora essa briguinha aqui dentro. Eu sei que estamos morando juntas, mas essa casa continua sendo MINHA, MEU PAI ME DEU, então, EU mando aqui dentro. -não quis nem saber mais nada, apenas sai de casa, e quando cheguei na rua, tava lá, Duda apontando o dedo na cara do Igor falando algo que eu não conseguia ouvir pela distância.

Quando cheguei lá pra acalmar ela, meu braço foi puxado pra trás, fazendo eu quase cair de cara no chão, quando olhei não acreditei, Julio havia me puxado, fui arrastada pra perto do carro dele, enquanto ouvia os gritos de Duda com Igor, e tentava me soltar. Olhei pra ele com raiva e empurrei seu peito, fazendo ele rir.

Ele me encostou no carro e segurou meus braços, sem condições de eu sair dali.

-Quero ver me bater agora. -falou rindo me olhando nos olhos.

-Acho bom me soltar. -falei com mais raiva pelo fato de ele ta calmo agora.

-E vai fazer o que se eu não soltar -perguntou me desfiando.

-Não esquece que minhas pernas estão livres, e bem na mira dessa minhoquinha que tu chama de pau! -falei firme, fazendo ele olhar pra baixo e me soltar. Dei um suspiro de alivio, e fui andando em direção aos dois briguentos lá, quando meu braço foi puxado novamente.

-Nossa conversa ainda não acabou. -falou e logo me soltou. Dei de ombros e fui ate os dois que agora não estavam mais brigando. Igor passou por mim, e nem sequer me olhou, ah o que que eu esperava que ele viesse me desse um beijo de despedida? claro que não né Gabriela.

Fui falar com a Duda que tava cuspindo fogo.

-Ta bem? -perguntei pelo fato de que ela tava respirando pesado e meio suada.

-To sim, acho melhor eu ir embora, afinal sua amiga não vai querer me ver na casa dela. -falou ja virando pra ir.

-Espera ai -puxei ela pra trás- Espera eu colocar uma roupa, que eu vou com você

Fui correndo pra dentro de casa, coloquei uma calça preta de cintura alta, um tênis da adidas, e um cropped branco, prendi meu cabelo num coque frouxo, jpeguei meu celular e e cartão de crédito e fui atrás da Duda que já tava dentro do carro dela. Entrei no mesmo e ela saiu cantando pneu.

-Tá e ai? Pra onde vamos? -perguntou ela me olhando.

-Eu que te pergunto, não conheço muito daqui! -falei olhando pra janela.

Ela ligou o som, e o caminho foi num total silêncio, chegamos na frente de um shopping. Ela desligou o rádio e saímos do carro.

-Eu to precisando comprar umas coisinhas. A gente compra e depois comemos algo. -ela disse enquanto nós íamos entrando no shopping.

-Sabe, vou comprar um biquíni, os meus estão ficando pequenos.

Nós ficamos no shopping o dia inteiro, compramos coisas, ela me falou um pouco dela e eu o mesmo, comemos, tirei fotos com alguns fãs. Saímos do shopping umas 18:30, ela me largou em casa e foi embora.

Eduarda Mendonça:

Meu nome é Eduarda Mendonça, mas gosto que me chamem de Duda pois é mais fácil. Tenho meu vinte anos de idade e nasci no dia vinte e um de abril de mil novecentos e noventa e seis. Sou do signo de Touro. Tenho um e sessenta e quatro de altura, me acho bem baixinha comparada a algumas amigas minhas. Meu cabelo é liso e nem tão longo mas também nem tão curto. Meus olhos são verde e tenho algumas sardas espelhadas pela bochecha. Bebo de tudo, menos Whiskey, e eu adoro Pussee Cafe e Tequila. Se você é minha amiga e está num dia ruim, eu vou ir na sua casa, dar uns bofetes na sua cara e te levar pra tomar umas e pegar alguns boys. Sou muito bagunceira sim.

De acordo com o meu histórico, todos os meninos que eu peguei ficaram totalmente fodidos. Me fodeu, eu fodo três vezes pior. Pra mim a regra é simples: se eu não lembro, não aconteceu. Se eu dizer “hoje vou dar trabalho” é melhor você se preparar pra bagunça e é melhor ter um ombro forte pra me carregar. Não gosto de ficar em casa sem fazer nada, meu negócio é sair bastante e me divertir ao máximo. Namorei umas quatro vezes, mas como diz Mc Kekel: “Namorar pra que? Se amarrar pra que?”. Foder é aquilo que não pode faltar numa noitada na balada. Vi um guri, o guri me viu, gostei dele e ele gostou de mim... só chama pro cantinho.

Os estilos de música que eu mais gosto é Sertanejo, Funk, Pop e Eletrônica. Amo dançar, é uma coisa que eu a Gabii temos em comum. Aaah, e mais uma coisinha, sou hétero quando estou sóbria, mas quando eu passo da conta... Melhor nem falar. Contatinhos? Um pra cada dia da semana. Estou tentando me assossegar, mas ta meio difícil. Sou fã daqueles guris que fazem vídeo pro Youtube... Youtubers, né? Acho eles lindinhos e confesso que pegaria o Igor... Esse deve ser o nome dele. O Cocielo também é bonitinho, mas a Gabii disse que ele namora com uma menina da voz irritante. Chamo ela de cara de peixe. Ela não é nada bonita pra falar a verdade, não sei o que ele viu nela. Adoro ler livros, mas como eu saio bastante nem tenho tempo de ler. Poesia é a coisa que eu mais amo, tenho uns três livros de poesias na minha casa mas nunca li. Bom, esse é um pouquinho sobre mim.


Notas Finais


Primeiramente
FELIZ ANO NOVO ✨


Segundamente
Mil desculpas, sério. Eu realmente escrevi o capítulo, mas me esqueci de postar, eu sou uma bosta mesmo.

Mas minha meta pra esse ano de 2017 é conseguir atualizar essa fic toda semana, é foda, mas vou.

E como vocês viram eu coloquei a Duda falando um pouquinho dela, no próximo capítulo que com certeza vai sair essa semana mesmo, vai entrar outra personagem nova.

AH É QUERO AGRADECER OS 50 FAVORITOS, MUITO OBRIGADA MEMSO <3

Acho que é isso mesmo. Amo vcs, e to com saudades de falar com a LAVANDA MEU AMORZINHO <3 ai ai.

Beijo meus nenis s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...