História Crazy Love Band - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bandas, Originais
Exibições 33
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Talking show


*Amy*

A placa de no ar ascendeu, em meios as palmas, a apresentadora Angelina Ross nos apresenta ao público de todo Reino Unido.

-E com vocês -Diz Angelina nos chamando para subir ao palco- Crazy Love Band!

Subimos no palco e nos sentamos nas poltronas de veludo vermelho, eu me sentia desconfortável naquele vestido de gala, preferia minha boas e velhas roupas de rockeira, mas era preciso, afinal isto daqui é a Inglaterra, o berço das bandas de rock mais famosas de toda história, Queen, Beatles, Rolling Stones... e em breve, nós...

-Então, vamos falar com a líder da banda -Disse Angelina com em seu tom mais britânico possível-Com vocês, Amy Clark!

Eu fiquei paralisada por um tempo, era a primeira vez que estávamos ao vivo na TV, eu respirei fundo e voltei a realidade, eu sorri e joguei o cabelo para trás, me senti uma tonta fazendo aquilo, mas foi o que o William recomendou.

-É um prazer estar aqui, Angelina -Eu disse forçando uma risada- Em frente a uma plateia tão linda!

Todos se comoveram.

-Vamos as perguntas -Disse Angelina- Mas primeiro vamos falar desta banda maravilhosa que ganhou espaço por todo Reino Unido, agora eu pergunto, qual é o próximo passo?

-Pretendemos conquistar fãs por toda Europa -Hector respondeu em meu lugar- Depois o mundo, mas só de sermos famosos no Reino Unido, isso já é uma conquista.

A placa de aplausos se acenderam e todos na plateia obedeceram.

-A primeira pergunta é para vocês todos -Disse Angelina- Como a banda de vocês surgiu?

-Nos conhecemos em um evento de uma banda pouco conhecida nesse país chamada Legião Urbana, começamos a conversar um pouco sobre bandas de rock e acabamos por decidir formar uma, já que todos nós sabíamos tocar algum instrumento com exceção de William que acabou se tornando nosso empresário -Matt respondeu sorrindo feito um idiota que ele é.

-Que incomum, não? -Angelina perguntou ao público e todos corresponderam com aplausos- Próxima pergunta, Amy, querida -Angelina pôs a mão em meu ombro- O que tem a dizer sobre o shipp entre você e o Matt?

-Com certeza nada -Eu respondi- Nunca iria gostar desse idiota.

-Não finja isso, gata – Disse Matt colocando as duas mãos na própria nuca- Eu sei que você me ama.

-Não me chama de gata! -Eu exclamei.

-Então devo te chamar de cachorra?

-Se falar mais uma coisa eu te castro, cala a boca!

-O clima ficou tenso aqui -Disse Angelina se abanando.

-Arranjem um quarto, vocês dois! -Disse Hector empurrando de leve o ombro de Matt.

-Próxima pergunta pelo amor de Apolo! -Eu disse um pouco corada.

-Com prazer, Amy -Disse Angelina olhando a cartela de questões- Luke, quando você vai parar de pegar todas as suas fãs?

-30 de fevereiro, é o que eu sempre digo para mim mesmo -Luke respondeu dando uma piscada para as câmeras- Eu apenas dou para as fãs o que elas querem.

Algumas risadas escaparam da plateia.

-A próxima pergunta é para o Hector –Disse Angelina- Os seus fãs vivem dizendo que você é homossexual, o que tem a dizer sobre isso?

-É tudo invenção -Hector mentiu, ele é sim- Não sou e pronto.

-Mas você tem cara -Luke brincou.

-Você tem cara de idiota e nem por isso a gente fala -Hector retrucou bravo.

-A próxima é para vocês todos -Disse Angelina animada com o rumo que a entrevista estava tomando e a audiência que estava formando- Quem da banda só faz... merda?

-Matt! -Todos respondemos com exceção de Matt

-Vão tomar naquele lugar, eu não faço merda, ela me faz -Matt disse.

E todos da plateia e até mesmo Angelina riram, ele é sofrível e as piadas ainda mais.

-Vamos para a próxima pergunta antes que eu sofra um ataque! -Angelina comentou- Já tenho 50 anos e não posso mais sofrer com tal coisa, e vamos para Amy, como é ser líder da banda? E também a única garota?

-É uma honra -Eu respondi ajeitando meu vestido de gala- Às vezes eles me irritam muito, mas são meus idiotas.

-Que fofo, Amy -Angelina comentou- Mas agora, vamos para Matt, como é ser shippado com a líder.

-Prefiro ser chupado -Matt respondeu e todos na plateia soltaram um “uii”

Ele me olhou e eu devolvi aquele olhar que significava “diga adeus a suas bolas”

-Se nós fossemos namorados, o que não é o caso, eu estaria de greve.

Não foi minha melhor resposta, apenas atiçou ainda mais a plateia.

-Quente! -Angelina exclamou se abanando novamente- Vamos para a próxima antes que eu derreta, Hector, é verdade que você tem um caso com o empresário de vocês, William?

-Como já disse anteriormente, eu não sou homossexual...

Hector ficou um pouco nervoso com a pergunta, mas disfarçou.

-A penúltima pergunta! -Angelina disse e ouvimos o som de tristeza da plateia- Luke, está namorando? Ou prefere continuar sendo galinha?

-Enquanto a pessoa certa não aparece, eu me divirto com as erradas.

-Ele nunca vai arranjar uma namorada -Hector comentou- Aceitem isso.

-Cuida da sua vida Hector! -Luke exclamou.

-Última pergunta antes que haja briga -Angelina disse pegando a última cartela- Qual a música preferida de cada um de vocês?

-Quase sem querer da Legião urbana -Eu respondi.

-Ballad of Mona Lisa do Panic at the disco -Hector disse depois de mim.

-Jet black heart do Five seconds of Summer -Luke respondeu.

- And I love her dos Beatles – Matt disse por fim.

-Bem é só isso pessoal, e essa foi a Crazy Love Band!

Todos aplaudiram e saímos para os bastidores.

Havia alguns fãs lá pedindo nossos autógrafos, assim que terminamos de autografar, sem falar que Luke autografou o decote de uma garota, William veio nos cumprimentar.

-Vocês foram ótimos -Disse ele- Especialmente você, Hector, por falar nisso precisamos discutir sobre sua sessão de fotos no seu camarim.

-Por que vocês vivem falando dessa sessão de fotos e sempre gostam de falar dela quando estão sozinhos? -Luke pergunta.

-Eles vão se pegar, é óbvio -Eu digo rindo.

-Não enche! -Hector disse- Vai se pegar com o Matt que você ganha mais.

Nisso ele e William entraram no camarim, essa noite foi ótima, não posso negar.

Mas amanhã teremos um longo dia, tentaremos conquistar fãs de toda Europa, em uma turnê.

Continua.


Notas Finais


Espero que vocês gostem e é isso aí.
beijos e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...