História CRAZY MINDS - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 37
Palavras 313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Mistério, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Comentem pessoal... Aceito críticas construtivas... Sugestões de personagens ❤️❤️❤️ obg

Capítulo 1 - E tudo começa


Fanfic / Fanfiction CRAZY MINDS - Capítulo 1 - E tudo começa

Capitulo 1. E tudo começa

Eu sou José, sim infelizmente esse é meu nome, Sou um cara com uma beleza invejável com a qual todos sonham em ter, 1,83 de altura e com um corpo com o qual conquisto facilmente qualquer garota.

Nasci em uma família tradicional e podre de rica; somos donos da maior fábrica de tecidos de Mc Kinney (Texas), Mesmo com tanta riqueza e eu tendo tudo que eu quero somente com um estalo de dedos, minha vida emocional vai de mau a pior.

13 Dias atrás.

*Eu estava no meu quarto tocando algumas notas em meu piano, quando escuto alguém batendo em minha porta, era um dos empregados dá mansão me chamando para me por a mesa junto a minha família. Deixei de teclar as notas, e fui em direção a sala de jantar (uma gigantesca sala, uma imensa mesa de vidro no centro e várias sugestões de pratos), Me sentei sorridente e logo veio alguns empregados nos servir.

Comecei a cortar um pedaço do meu bife de carneiro, e derrepente não sei por qual motivo olhei para o canto dá parede, não sei o que foi aquilo mas meus olhos se depararam com algo terrivel. Era uma menina, com a roupa toda ensanguentada, sem um dos seus olhos e com feridas profundas em seu corpo. Tive um ataque de pânico no momento. Comecei a gritar, chorar e a  tremer. Meus pais se levantaram assustados, vi minhas irmãs chorando desesperadas, quando tudo derrepente se escureceu.

Acordei em meu quarto, com meu pai olhando para mim, enquanto minha  mãe chorava em seu ombro, também tinha um homem com um jaleco azul ouvindo meus batimentos cardíacos, ao lado dele estavam dois enfermeiros. Eu não estava entendendo nada, quando derrepente vi ele tirando uma enorme seringa com um líquido amarelo dentro; assustado eu recusei a injeção, um dos enfermeiros segurou  meu braço enquanto o outro segurava minhas pernas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...