História CRAZY MINDS - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Mistério, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Quem esta ai?


Fanfic / Fanfiction CRAZY MINDS - Capítulo 3 - Quem esta ai?


Acordei.

Com os olhos vendados, senti como se estivesse sendo carregado por uma carroça guiada por cavalos.

Aquele veículo balançava tanto.

Quando ouvi alguém dizer.

Alguém- *PSIU*, eu sei que tem alguém aí! Posso escutar você respirando.

Você sabe para onde eles estão nos levando?

Por um momento senti um grande alívio por saber que não estava sozinho e logo começamos uma rápida e ofegante conversa.

Jose- Quem está aí? Como é seu nome?.

Alguém- Me chamo Victor, filho do prefeito dá cidade de Mc Kinney.

Agora me responda, pra onde estão nos levando, você sabe?

Jose- Realmente se eu soubesse, com toda certeza eu não estaria tão desesperado como estou agora. E também não estou conseguindo mexer meus braços e nem minhas pernas.

Vitor- Estamos amarrados José. Não posso enxergar, e está tão frio.

Jose- ESPERA, quando foi que eu disse meu nome pra você?

Senti que o veículo que estava nos levando passou por alguma coisa que me fez bater com a cabeça, e logo parou.

Ouvi alguém lá fora dizer que já tínhamos chegado.

Eu não estava mais aguentando a vontade de ver quem estava conversando comigo. Será que Vitor tinha alguma resposta com o que estava acontecendo com a gente?

Será que ele tinha alguma explicação?

Por pequenos buracos que haviam na venda pude enxergar a luz do sol entrando.

Alguém estava abrindo a porta traseira dá carroceria.

Quando de repente alguém tira a venda que cobria minha visão e a luz do sol me cega rapidamente; olhei para o lado para ver quem era o tal Vitor e ...

Não havia ninguém, além de algumas camisas de força penduradas nuns cabides e algumas cordas.

As pessoas que estavam me levando eram os enfermeiros que estavam na minha casa.

Perguntei para o enfermeiro que estava me olhando com uma cara de deboche aonde Vitor estava.

Jose- CADE O VITOR?

Enfermeiro- QUEM É VITOR GAROTO?

José- ELE ESTAVA AQUI, JUNTO COMIGO, FALANDO COMIGO.

ELE DISSE QUE É FILHO DO PREFEITO DE MC KINNEY.

O enfermeiro me olhou com uma cara de espanto e começou a rir olhando para seu companheiro.

Ironicamente olhou para meus olhos e logo veio a resposta que eu menos esperava.

Enfermeiro- Garoto, o filho do prefeito tá morto faz mais de meses.

Morreu no meio do caminho pra cá, você deu sorte de ter chegado vivo aqui garoto.

Agora deu uma de falar com gente morta é? Hahahahaha



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...