História Creepypasta: Universal Girl - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 2.697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Neste episódio, a garota acaba de conhecer Jeff the Killer, numa festa. Será que Jeff vai ser legal com ela?

Capítulo 2 - Episódio 2 - Jeff the Killer


Episódio 2 - Jeff the Killer

 

Offenderman que me perdoe por desaparecer daquele jeito, mas eu estou com muita pressa, preciso ver se meus amigos chegaram para me buscar. Foi o que eu disse para mim mesma quando desapareci, graças ao meu amuleto e apareci. Saí correndo para dar uma olhada. E nada dos meus amigos me buscarem! O que houve? Eu é que pergunto...

Naquele mesmo momento, Ben Drowned apareceu novamente.

Iara: Ben Drowned? Você de novo?

Ben: Sim! Sou eu! Esperei tanto por esse momento!

Disse ele, com um sorriso malicioso.

Iara: Que momento? Do que você tá falando?

Ben: Você sabe muito bem do que eu estou falando! Você vai morrer hoje! Eu vou matar você com minhas próprias mãos! Hahaha!

Eu toquei meu amuleto rapidamente e me transformei em Miluna. Desviei dos ataques de Ben Drowned.

Miluna: O que é isso?

Ben: Você é tão devagar!

Ben Drowned me chutou e eu acabei caindo. Mas eu tive que me levantar.

Ben: Adeus, Universal Girl!

Ben já ia me matar, mas eu ativei meu modo invisível e usei meus poderes. Ben ficou um pouco tonto e riu histérico.

Ben: Hahaha! Bela luta! Hahaha!

Ben foi embora rindo, eu ainda não entendi nada. Por que ele fez isso? O que deu nele?

Eu toquei no meu amuleto e voltei ao normal.

Iara: Ben!

Ben: Quê?

Iara: Por que você queria que eu lutasse com você?

Ben: Eu estava enganado sobre você. Você é uma humana poderosa. Além disso, eu posso acabar morto se alguém me pega no flagra!

Iara: Como assim?

Ben: Os personagens do Creepypasta são ótimos assassinos. Porém, existe uma regra para fazer isso. Não pode matar o tempo todo. Porque senão, o número de pessoas vivas diminui e o creepy acaba sendo castigado por isso. Entendeu?

Iara: Sim. Obrigado, Ben! Ainda bem que não está chateado comigo!

Ben desapareceu e eu notei algo diferente nele. Esse Ben Drowned não pode ser ele, porque Ben não tem piedade, ele é um sem coração, desculpa falar. Além disso, notei que Ben Drowned estava usando roupas azuis. Ele sempre se veste de verde!

Eu já ia voltar para a mansão, mas o Ben Drowned apareceu na minha frente.

Iara: Ben Drowned?

Ben: Sim! Sou eu!

Iara: Espera um pouco! Eu e você conversamos aquela hora!

Ben: Que papo é esse, menina? Eu acabei de chegar!

Iara: Oh! É você mesmo, Ben Drowned! Que loucura! Eu vi um Ben Drowned parecido com você!

Ben: Impossível! Você está louca! Não há ninguém igual a mim!

Iara: Mas é verdade, eu vi um Ben Drowned. Ele quase me matou, mas ele foi piedoso comigo.

Ben: Se eu estivesse no lugar dele, eu ia te matar de uma vez! Mas onde está esse "Ben?"

Iara: Ele acabou de ir embora, ele usa roupas azuis!

Ben: Espere! Esse Ben não pode fazer o que ele quer! Precisamos detê-lo!

Iara: Ótimo, mas ainda não conhecemos ele...

Ben: Vamos atrás dele e pronto!

Eu e Ben Drowned fomos atrás de um Ben Drowned, que na verdade não é o Ben Drowned. É uma cópia de Ben, só que com roupas azuis.

Ben: Iara! Tem certeza de que sabe o que está fazendo?

Iara: Sei sim, estou indo atrás do Ben Drowned azul!

Ben: Melhor fazer isso depois, porque quero te matar.

Iara: Sai dessa! Você tem que parar com isso!

Ben: Nunca!

Quando fui ver quem era o "tal" Ben Drowned Azul, ele era um duende qualquer. Ben Drowned já ia matar o duende, mas eu usei meus poderes e ele voltou para casa. Ben ficou "P da vida."

Ben: Por que fez isso, idiota? Volte aqui!

Iara: Nem morta, Ben!

Naquele mesmo momento eu vi a Sally passando por ali, perto da floresta e eu tive uma idéia.

Iara: Olha! É a Sally!

Ben olhou para Sally e desvirou os olhos. Eu shippo Ben e Sally de vez em quando. Algumas vezes eu shippo Ben e Swith(Swith é uma das integrantes do Fucking Hell, do Creepypasta, eu que criei).

Ben: E daí?

Iara: Você não gosta da Sally?

Ben: Gosto sim, mas como amiga.

Iara: Você e ele fazem uma bela dupla!

Ben: Ah! Peraí! Você tá me enrolando!

Iara: Eu? Imagina! Só estou falando que...

Ben: Shhhhh! Entenda uma coisa: eu e Sally somos apenas amigos, entendeu?

Iara: Sim. Eu só quero que relaxe, Ben. Você está muito nervoso.

Ben: Hahahaha! Pare de me enrolar!

Ben queria me atacar com um golpe de espada, mas me defendi. Eu senti aquela espada arranhando minha barriga. Eu senti muita dor! Minha barriga estava arranhada e saindo pouco sangue, mas tudo bem.

Iara: Ah! Minha barriga!

Ben: Doeu, né? Hahaha! Humanos como você são tão sensíveis! Qualquer coisinha morrem!

Iara: Isso é inaceitável!

Me transformei em Miluna depois de tocar no meu amuleto e parti pra cima de Ben, querendo destruí-lo. Como se eu tivesse partido para a ignorância, para o lado mal.

Miluna: Eu não quero fazer isso! Mas você não me deixou escolha! Você me obrigou a isso!

Eu já ia ensinar uma lição para o Ben, mas o Offenderman apareceu e me olhou com uma cara de apaixonado. Ele estava babando.

Offenderman: Oh! Uma garotinha azul!

Ben: Não se engane, Offenderman! Essa garota é a Universal Girl!

Offenderman: Hahaha! Venha comigo, menina!

Eu em forma de Miluna fui abraçar o Offenderman. Ben ficou me olhando com aquela cara de desconfiança como sempre.

Ben: Você não me engana, Iara! Eu sei que é você, por trás dessa garota azul com orelhas de gato!

Depois de dizer isso, Ben voltou para a mansão e deu um tapa na minha cara. Mas eu ignorei. Eu queria que ele fosse legal comigo... Mas não deu! Que pena! Tomara que ele mude!

Offenderman: Qual é o seu nome, amor?

Miluna: Miluna!

Offenderman: Oh! Que nome maravilhoso! Sabia que você é uma gracinha?

E como sempre, me bajulando... Isso eu já sabia...

Miluna: Ah você é tão gentil!

Offenderman: Então, permita me acompanhar até a cama? Hahaha...

Miluna: Ok...

Offenderman só pensa naquilo...

Offenderman: Princesa... Cadê a Iara?

Acabei de me lembrar que eu preciso fazer uma lavagem cerebral na cabeça do Ben Drowned, usando meus poderes! Ninguém pode saber a minha identidade secreta! A minha vida está na Miluna e no meu amuleto! Se ele cai em mãos erradas, então eu estou muito frita e muita pessoas vão correr risco de vida, porque precisa de super herói para salvar o planeta! Foi o que eu pensei, na hora de conversar com o Offenderman. Então eu tive que inventar uma mentira.

Miluna: A Iara? Bom... A Iara foi passear por aí... Por quê?

Offenderman: Porque estou pronto para amar vocês duas! Serei como o pai de vocês, mulheres lindas e salientes!

Miluna: Bem, quer que eu vá chamá-la? Já volto!

E assim, desapareci num piscar de olhos e consegui fazer uma lavagem cerebral na cabeça do Ben, usando meus poderes. De agora em diante, Ben Drowned nem sabe quem eu sou, mas ele vai estranhar a minha presença. Logo, eu apareci para o Offenderman e a Miluna apareceu. Miluna é a minha imagem, então não tem problema.

Miluna: Offendy kun!

Offenderman: Woew, que lindas... Só pra mim?

Eu e Miluna ficamos sem graça.

Offenderman: Com qual delas eu posso começar? Hum... Que tal duas de uma vez?

Miluna: Hã? Ah...

Iara: Ai ai...

Offenderman beijou eu e a Miluna, minha cópia e nós duas ficamos com vergonha. Ele começou e estávamos quase sem fôlego.

Iara: Ah... Hum...

Miluna: Ah... Hum...

Splendorman bateu na porta, querendo falar com a gente.

Offenderman: Ahhh... Eu amo vocês... Ohh.. O que é? Estou ocupado!

Splendorman: Preciso falar com a Iara!

Offenderman: Tá... Pode falar com ela! Mas depois ela volta!

Splendor fez um ótimo trabalho distraindo Offender. Porque a Miluna e a Borboleta voltaram para o meu amuleto. Eu abri a porta e vi o Splendor.

Iara: Splendor! Amigão! O que manda?

Splendorman: Eu vim aqui, dizer que vai ter uma festa hoje a noite! Vai ser legal! Desculpe o incômodo!

Splendor foi embora depois de dar o recado. Eu fiquei animada e Offender me pegou pelos tentáculos.

Offenderman: Vamos de novo, princesa! Ei, cadê a Miluna?

Iara: Bem, acho que ela já teve que ir, agora eu preciso...

Offender estava deitado e eu fiquei em cima dele, como se eu tivesse fazendo flexões. Pisquei pra ele.

Offenderman: Hehehe... Isso, me deixe louco!

Eu fiz uma lavagem cerebral nele. De agora em diante, ele nem sabe que eu sou Miluna.

Offenderman lambe a boca.

Iara: Offendy kun...

Offenderman: Sim, meu anjo sedutor?

Iara: Eu... Eu acho você muito lindo!

Offenderman: Obrigado, nenê! Eu também te amo! E eu preciso de você...

Iara: Offendy kun...

Offenderman: Não diga nada, não importa.

Offenderman me deu um abraço. Eu dei um abraço nele também.

Nós dois trocamos de roupa e saímos para a festa. Offenderman tirou a roupa e ficou quase pelado. Ele ficou só de cueca e dançou como um louco. Se pendurou no poste e parecia um dançarino sensual.

Trenderman: É por isso que eu odeio festas... Offenderman sempre faz papel de tolo!

Iara: Hahaha! Que divertido!

Splendorman: Depois eu tento entender esse Offender... Ele quase me arrastou para o quarto dele! Você acredita?

Iara: Nossa! Os hormônios dele vivem fervendo!

Splendorman: Ele pega fogo!

Slenderman: Esse Offender me irrita muito! Eu vou dar um jeito nele!

Iara: Slender! Espere!

Slenderman: O que foi?

Iara: Esqueceu que está todo mundo aqui? Não pode bater nele aqui!

Slenderman: Hahaha! Posso sim! Quem disse que eu não posso?

Ele foi muito sarcástico nesse ponto. E Offender saiu correndo e Slender foi atrás dele.

Iara: Ai ai ai... Esse Slender...

Foi aí que eu conheci o Jeff the Killer! Ele estava sozinho. Eu fui para um lugar onde não tinha ninguém. Só para ir ao banheiro, soltar um pum. Mas eu não sabia onde ficava o banheiro, então eu resolvi fazer isso sozinha. Vai que tenha alguém que não tenha paciência comigo, né? Então, Jeff estava sozinho. Encontrei ele chorando. Mas ele sumiu de onde estava. Eu já ia sair por onde entrei, mas levei um susto só de olhar para ele! Ele se aproximou!

Iara: AAAAAAHHH!

Jeff: Go to Sleep!

Essa é a frase famosa dele, que significa " Vai Dormir!" em inglês.

Iara: Mas eu não estou com sono!

Jeff: Mas você vai! Quem é você?

Iara: Universal Girl, mas me chame de Iara. Simples assim. Você me dá medo!

Jeff: A idéia é essa! Eu sou o Jeff the Killer! Hahaha!

Iara: Por que não vai para a festa?

Jeff: Ah porque... Não quero ir mesmo!

Iara: Alguém te tratou mal, né?

Jeff: Não, nada a ver! Só quero ficar sozinho e pronto!

Iara: Eu entendo...

Eu já ia voltar para a festa, mas o Jeff me segurou.

Jeff: Você me parece interessante, humana...

Iara: Estou com medo de você!

Jeff: Relaxe, não quero te machucar! Só machuco quem me trata mal. Aliás, tem namorado?

Iara: Não. Mas a Jane vai ficar chateada!

Jeff: Você acha que eu e ela somos namorados? Hahaha! Somos apenas amigos!

Iara: Ninguém namora aqui?

Jeff: Que eu saiba, não.

Iara: Ah... Você shippa Ben e Sally?

Jeff: Shippar? O que é isso?

Iara: É uma brincadeirinha, você junta uma pessoa com uma pessoa.

Jeff: Ah tá! Hahaha! Eu me shippo com Ben!

Iara: Hahaha! Momento Yaoi!

Jeff: Eita! Pior que Offenderman! Hahahah!

Iara: Imagina Splendor x Offender!

Jeff: É mais Yaoi ainda!

Iara: Miau!

Cada vez que falam esses assuntos gays, eu tenho vontade de miar. Eu adoro coisas gays! Eu apoio e respeito!

Jeff: Miau o quê? Tá doida?

Iara: Eu tava brincando!

Jeff: Ah! Hahaha!

Parece que Jeff gostou de mim. Está na hora do bolo!

Iara: Já volto, vou ter que ir comer o bolo!

Jeff: Ei espere por mim!

Iara: Você não disse que queria ficar sozinho nesse lugar?

Jeff: Eu estava brincando!

Logo, todos notaram a presença de nós dois.

Splendorman: Chegou bem na hora do bolo!

Iara: Eba!

Jane: Ei, você não estava querendo ficar sozinho?

Ben: Cara! Venha curtir com a gente!

Jeff: Obrigado, gente... É que eu sou tímido!

Todos olharam com uma cara estranha para o Jeff e riram.

Ben: Desde quando o Jeff é tímido? Hahaha! Nunca!

Jane: Isso é uma calúnia! Jeff nunca foi tímido!

Jeff: Mas é verdade!

Iara: Eu sei, também sou!

Jeff: Hahaha! Tá brincando, né?

Ben: Hahaha! Nem você! Hah como é seu nome?

Iara: Iara.

Ben: Ah! Eu te vi de algum lugar...

Essa não! Mas depois resolvo isso, vamos ver o bolo! Offender saiu do bolo gigante e todos tomaram um banho de chantilly.

Iara: Nossa! Virei um doce!

Jane: Ah não! Minha roupa!

Sally: Eu estou toda suja de doces!

Ben passou o dedo na sua bochecha lambuzada de bolo e colocou na boca.

Ben: Hum! Morango!

Slenderman: Desta vez foi longe demais!

Splendorman: Desculpa! Como eu ia adivinhar?

Todos tivemos que limpar a bagunça e deu pra comer o bolo. Todos fomos embora para a mansão e tomamos um banho. Offenderman tomou conta da festa. Ele é um festeiro hehehe...

Eu fiquei deitada na cama ao lado de Offenderman como sempre. Ele estava fazendo carinho na minha barriguinha machucada. Eu fiquei pensando: " Será que eles nunca mais vão me procurar? O piquenique mal terminou e eu parei nesse lugar estranho!"

Offenderman: Amor!

Iara: Sim?

Esse cara me chamou de amor! Nossa! Ele fala isso para todas as mulheres... Quem é que não sabe disso?

Offenderman: Quem foi que arranhou a sua barriga?

Iara: Ah... Eu...

Offenderman: Eu sei que arranharam sua barriga. Só me diga quem foi.

Iara: Bem... Foi o Ben! Não fale pra ele, por favor! Eu não quero ser cagueta!

Offenderman: Cagueta? Hahaha... Relaxe amor, não vou falar pra ninguém. Vamos esquecer esse episódio, tá bom?

Iara: Tá... Eu posso te dar um abraço?

Offenderman: Pode dar mais que isso, minha linda!

Iara: Hahaha!

Eu abracei Offenderman e ele me abraçou forte. Eu dei um gemido de dor e todos se assustaram.

Splendorman: O que houve? Alguém morreu?

Jeff: Que maravilha!

Ben: Que maravilha!

Jane: Puxa!

Sally: Ué?

Slenderman: Deve ser aquela garota de novo...

Offenderman: Nossa, todos escutaram, amor! Que beleza!

Iara: Hehehe... Eu te adoro...

Offenderman: Eu também te adoro!

É... Não consigo parar de pensar nesse Offenderman! Ele é tão amorzinho!

Iara: Offender... Eu...

Offenderman: Hum?

Iara: Eu.... Eu.... Eu te amo!

Offenderman: Eu sei, amorzinho!

Eu e Offenderman somos uma bela dupla...

Já é de manhã e eu acordei cedo e todos me olharam com cara de safado.

Jeff: E aí, Iarinha?

Ben: Hehehe...

Splendorman: Posso fazer uma pergunta?

Iara: Pode!

Splendorman: Você gosta do Offenderman?

Iara: Eu? Ah eu gosto sim... Por quê?

Eyeless Jack: Porque escutamos seu gemido!

Todos riram e eu fiquei com a cara vermelha de vergonha.

Iara: Imagina pessoal! Eu estou com uma barriga arranhada, só isso... Foi o que aconteceu!

Todos riram de novo.

Ben: Espera aí! Vou conversar com ela em particular!

Eu e Ben fomos para a Floresta....Ih! Sujou!

Iara: Tem certeza de que não se esqueceu de nada?

Ben: E você acha que eu me esqueceria? Hahaha! Arranhei a sua barriga, lembra?

Ben estava delirando! Ele estava com o lado ruim atormentando ele e o lado bom aconsolando ele!

Ben: Eu sou o Ben Drowned e eu vou.. Ah quem é você? Ahhhh! O que você fez comigo?

Logo, o Ben desmaiou. Eu tentei acordá-lo, mas...

Iara: Ben! Você está bem?

Ben: Grrrrrrr....

Ele pulou em cima de mim.

Iara: Waaaaahh!

Ben: Eu vou te destruir!!

Sally e Splendorman seguraram ele e ele se acalmou.

Sally: Ben! Onde você está com a cabeça? Que loucura!

Splendorman: Ben! Calma! Eu te dou um docinho!

Ben: Não quero não, estou bem!

Iara: Ufa!

Ben: Ei você! Me desculpa!

Iara: Eu?

Ben: É!

Iara: Eu te perdôo!

Ben: Obrigado!

Foi muita loucura! E eu voltei pro meu quarto com Offenderman de novo... Hoje o Ben estava meio possuído. Mas eu vou esquecer isso. Afinal, essas coisas passam, apenas um mal estar profundo.


Notas Finais


Só para não deixar para a última hora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...