História Creepypasta: Universal Girl - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hoje é o aniversário de Splendorman e Sally agrada Splendor, preparando uma festa surpresa. O que vai acontecer?

Capítulo 3 - Episódio 3 - Splendorman!


Episódio 3 - Splendorman!

 

Hoje é um dia maravilhoso no Creepypasta, porque hoje é o aniversário de alguém muito especial! É o aniversário do Splendor! Um creepy muito feliz e animado! Eu adoro ele!

Eu entrei no meu quarto e encontrei minha roupa personalizada, preta e cheia de bolinhas coloridas. Nem percebi que Offender dormiu na minha cama. Eu estava me trocando e senti algo na minha perna. Eu demorei para perceber que é o tentáculo do Offenderman e me assustei.

Offenderman: Bom dia, linda! Tudo bem?

Iara: Ahh... Assim você me deixa sem tanga e sem tacape para a defesa...

Offenderman: Hahahaha! O que é tacape?

Iara: Tacape é um martelo que o índio usa pra se defender.

Offenderman: Nunca ouvi falar em tacape, mas eu vou adorar ver você sem tanga. Hehehe...

Iara: Ah Offender... Você só gosta disso...

Offenderman: Eu sei! Hehehe!

Eu me troquei e o Offender quase me pegou desta vez. Essa frase com certeza vai confundir muita gente por causa da palavra "tacape". Palavras antigas eu amo! Que pena que ninguém nunca ouviu falar... Palavras antigas me parecem interessantes!

Bem... Eu encontrei o pessoal, entediado enquanto Sally enche os balões e faz uma festa surpresa.

Sally: Vocês deviam me ajudar!

Ben: Eu não. Não quero me sujar de bolo de novo.

Jeff: Estou jogando com o Ben, eu te ajudo depois, Sally!

Jane: Espere! Estou secando meu cabelo molhado.

Sally: Afe! Cadê a Nina?

Jeff: Foi matar um humano.

Sally: Essa hora? É tarde, muito tarde!

Sally esconde os balões rapidamente e Splendorman aparece.

Splendorman: Oi pessoal! O que estão fazendo?

Sally: Estamos fazendo nada, ué!

Iara: Pois é!

Splendorman: Sabem que dia é hoje?

Jeff: Hoje é dia de fazer nada!

Ben: Hoje é dia de caçar mais um humano nojento!

Nina voltou para a mansão, toda suja de sangue. Isso me assustou.

Nina: Voltei!

Iara: Que susto, Nina!

Nina: Desculpe, menina feiticeira! É que eu estava bebendo sangue...

Jeff: Aham, sei!

Ben: Me engana não!

Nina: Ah tá bom, eu confesso! Aquela garotinha irritante me irritou muito e eu dei um jeito nela!

Iara: Cruz credo!

Nina: O que foi? É tão legal fazer isso!

Jeff: É mesmo, eu faço isso muitas vezes!

Iara: Eu sei...

Splendorman desceu pelas escadas e eu nem percebi. Fiquei preocupada e tive uma idéia: ajudar Nina e Sally a fazer uma festa surpresa.

Iara: Vocês vão precisar da ajuda de uma menina universal. Sou eu!

Nina: É?

Sally: Ah que maravilha! Não fale para o Splendor sobre a festa, tá bom? Senão estraga a surpresa! E isso vale para todos!

O pessoal entendeu, finalmente.

Nina: Legal! Eu vou ajudar vocês duas! Assim, posso ficar mais tranquila! Não gosto de humanos!

Eu engoli a saliva, assustada, mas continuei sendo uma garota universal.

Sally: Relaxe, Nina! Iara é universal, não causa problema nenhum!

Nina: Que bom, ela não é humana.

Jane: Alô, querida! Somos todos humanos!

Nina: Humanos amaldiçoados, quer dizer.

Iara: Eita!

Sally: Mudando de assunto, vamos fazer a festa logo! Nina, vai tomar um banho primeiro, tá bom? Ainda tá cheirando sangue.

Nina: Agora mesmo.

Jeff: Eu não me importo com sangue manchado.

Ben: Nem eu.

Jeff: As meninas são tão frescas!

Ben: Pois é!

Jane: Frescas nada! Apenas nos preocupamos com a limpeza, ao contrário de vocês!

Ben: Hahaha! Ficar com manchas de sangue é legal!

Jane suspirou.

E assim, fizemos a festa. Nina foi tomar banho. Sally colocou os balões na mansão inteira e eu ajudei, fazendo o bolo. Nina tomou banho e colocou adesivos nas paredes. Terminamos! Quando entrei na sala, Jeff, Ben e Jane dormiram profundamente. Nina sorriu e colocou roupas novas neles.

Nina: Hahaha! Que gracinha! Roupas e chapéus de festa!

Iara: Sim! Mas falta algo ou alguém... Ah! O Splendor! Cadê ele? Vou chamá-lo!

Nina: Okay!

Sally: Okay!

Eu fui chamar o Splendor e eu escutei a Sally falar que tem gente no Creepypasta que é folgado, não ajuda em nada e eu dei de ombros. Eu vi o Slender passando por aí e ele me encarou.

Slenderman: Aonde está indo?

Iara: Bom, eu estou indo chamar o Splendor, porquê?

Slenderman: Por que hoje é o aniversário dele, né?

Iara: Como você sabe?

Slenderman: Dãã! Sempre soube. Não demore, ouviu bem? Depois conversamos!

Iara: Tá bom...

Slenderman me odeia só porque sou uma universal. Mas será que ele vai gostar de mim um dia? Só o futuro dirá. Enfim, encontrei o Splendor, chorando.

Iara: O que aconteceu, Splendor?

Splendorman: Ninguém se lembrou do meu aniversário!

Iara: Venha comigo, vai se sentir melhor. Apenas feche os olhos, tá bom?

Splendor acordou e ficou animado. Parou de chorar na hora, só de falar em surpresa, ele adora.

Splendorman: Ah não me diga que é uma surpresa! Vamos lá!

Iara: Aham!

Splendorman fechou os olhos e eu ajudei ele chegar na festa. Quase todos estavam na festa e o Offendy kun estava com a rosa na boca, sensualizando.

Iara: Chegamos! Pode abrir agora!

Splendorman: Ebaa!

Quase todos cantaram parabéns e Slender continuou me encarando. Offendy me abraçou e todos comemoraram. Jeff, Ben e Jane não gostaram da roupa nova.

Jeff: Nossa! Preta e com bolinhas coloridas? Não gostei!

Ben: Tá de sacanagem, né?

Nina: Fui eu que coloquei! Hehehe!

Jane: Como?

Nina: Vocês dormiram profundamente e foi muito legal!

Jeff: Vai me pagar por isso, mocinha!

Nina: Duvide o dó!

Nina corre do Jeff. Os dois ficam correndo sem parar.

Slenderman: Imbecis... Humph!

Splendorman abraça Slenderman.

Splendorman: Irmão! Que bom que veio!

Slenderman bufa.

Slenderman: Sem abraço!

Splendorman: Desculpa!

Slenderman: Isso eu vou pensar!

Iara: Eita!

Tirando esse fuzuê todo, a festa foi magnífica e todos parabenizaram Splendorman. Depois de tudo, voltamos a fazer nossos afazeres e Slender continuou me encarando.

Slenderman: Eu estou de olho em você, mocinha!

Iara: Tá...

Slenderman: Não esqueça do que eu falei!

Iara: Tá...

Slenderman: Ainda te acho estranha!

Iara: Tá...

Slenderman: Você só responde isso, tola?

Iara: Eu estou com medo de você, Slender!

Slenderman: É bom mesmo que tenha!

Senti um arrepio depois de sentir o tentáculo do Slender. Ele me arranhou um pouco, quase que arranca minha pele. Que cara misterioso e radical!

Iara: Como eu disse, então tá, né?


Notas Finais


Sinceramente, nem sei o que dizer.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...