História Crias do Caos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ficção, Mitologia Grega, Originais, Semi-deuses
Exibições 4
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Super Power, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Temos Um Trato


Ren e Chelia andaram juntos o tempo todo dentro da caverna, não demorou muito para ambos se separarem do grupo.


- Hum, já sei, estamos perdidos - Falava Ren triunfante. 


- É sério que você só percebeu isso agora 


Ren de repente sentiu um calafrio, e passou a escutar barulhos estranhos que pareciam vozes.


- O que foi isso? - Ren falava curioso. 


- O que foi, o que? - Chelia perguntava sem entender. 


Ren começou a andar caverna a dentro em direção as vozes.


- Ren, aonde você está indo, a gente vai se perder mais ainda - Chelia falava seguindo ele.


Porém ambos continuaram a andar, o local onde se encontravam era diferente do resto da caverna, não tinha nenhum tipo de construção humana, e a caverna não tinha nenhum tipo de iluminação, no entanto, não estava completamente escuro. Ren sempre dizia que estava escutando pessoas, mas Chelia não ouvia nada, dali pra frente Ren conseguiu identificar algumas frases que as vozes diziam como: A peculiaridade que reside…A alma útil...


- O que é isso? - Chelia dizia assustada.


Naquele momento Ren congelou de medo, uma criatura que se assemelhava a um cão se erguia em sua frente como uma montanha, a criatura possuia três cabeças, olhos vermelhos e dentes afiados e irregulares que poderiam matar uma pessoa facilmente. O mostro rosnava ferozmente e encarava Ren e Chelia, que estavam paralisados de medo.


- Ren - Chelia sussurrava assustada. 


- Não se mova - Ren sussurrou rapidamente, tentando pensar no que fazer. 


Ren engoliu em seco quando notou que a criatura olhava diretamente para ele, logo em seguida o mostro passou a olhar para Chelia, e ao encara-la ele rosnou e latil, produzindo um som ensurdecedor. Ren só pode assistir, enquanto a criatura saltava em cima de Chelia, que gritou de dor, ela se debatia enquanto o mostro arranhava as suas contas, logo em seguida Chelia parou de se mover e uma poça de sangue passou a se formar em torno do seu corpo. Ren ficou em choque com a cena, ele nem mesmo teve tempo de reagir, e sua melhor amiga des de a infância foi morta de ante de seus olhos. A criatura cheirou o corpo de Chelia e tirou a sua pata de cima do cadáver, Ren então correu até ela, a criatura não moveu um músculo ao ver Ren se mover, ele segurou o corpo morto de Chelia em um abraço enquanto as lágrimas escorriam pelo seu rosto, ele passou a gritar em meio ao choro. 


Ren então sentiu uma energia percorrendo o seu corpo enquanto seu sangue fervia, e em um piscar de olhos a criatura se encontrava completamente congelada. Após o ocorrido Ren escutou barulho de passos, e uma figura encapuzada surgiu em meio a escuridão. 


- Ora, ora, é mesmo impressionante - Dizia o homem encapuzado enquanto batia palmas.


Ren só fez escutar enquanto lamentava a morte de Chelia.


- E mesmo uma pena, ela era uma linda dama não é mesmo? Hey garoto, que tal fazermos um trato - O homem dizia com um sorriso visível em seu rosto. 


Ren continuava a chorar abraçando cada vez mais forte o cadáver. 


- Eu posso traze-la de volta - O homem dizia.


- Traga ela de volta - Ren ordenou em meio as lágrimas.


- Não é tão simples, se eu o fizer você estará me devendo um favor, tem certeza disso, filho de Poseidon - O homem falava sorrindo cada vez mais.


- Apenas traga ela de volta, traga a Chelia de volta - Ren dizia em meio ao desespero. 


- Então, temos um trato? - O homem falava esticando a mão para Ren.


Ren apertou a mão do homem sem pestanejar.


- Ótima escolha filho de Poseidon. 


Assim que apertaram as mãos, manchas negras começaram a aparecer gradualmente no corpo de Ren através da mão do homem, Ren se debatia e tentava se soltar sem sucesso enquanto as manchas subiam pelo seu corpo.






                                                                            





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...