História Criaturas Apaixonadas - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~Bia_LovsJiminie

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin!top, Jk!bottom, Kookmin, Lemon, Lobisomen, Menção De Taeyoonseok, Revezamento, Romance, Universo Fictício, Vampiros
Visualizações 54
Palavras 1.592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee amores, cheguei *---*

Eu dividi o capítulo em duas partes porque ele estava bem grande. A parte 2 será postada na quarta-feira.


Juro, juradinho que a partir do próximo capítulo vai ter interação do otp ♡

Boa Leitura!
Leiam as notas finais.

Capítulo 11 - Finding it (Part.1)


Fanfic / Fanfiction Criaturas Apaixonadas - Capítulo 11 - Finding it (Part.1)

 

 

 

Nova Orleans, 7 de agosto de 2507. - Casa de Kim Seokjin, 2:17.

 

 

         Jungkook's POV
                 .•°•.•°•       ¤        •°•.•°•.

 

- Não funcionou de novo. - Taehyung dizia decepcionado. Tínhamos nos mudado para sua sala de feitiços que era ao lado daquela biblioteca, para começarmos com as buscas. Aquela era a décima vez em que testávamos um feitiço de localização.

- Calma Tae, a gente vai conseguir encontrar ele. Eu te prometo. - Disse e me aproximei passando um braço por seu ombro, tentando confortá-lo. Eu também estava bastante preocupado, mas tentava ser o mais transparente possível.

- É Tae, tudo vai dar certo, vamos encontrar ele custe o que custar. - Foi a vez de Jin o confortar. Tae sorriu fraco e sentou-se em uma cadeira. - Bom, vamos tentar novamente.  Jungkook pode vir aqui me ajudar? - Concordei com a cabeça, e quando dei meu primeiro passo, senti uma pontada forte na cabeça. Rapidamente coloquei uma mão em minha testa e com a outra me apoiei na mesa ao lado. - Jungkook, você está se sentindo bem? - Jin dizia já se aproximando.

- Mi-Minha cabe-ça tá' d-doen-do. - A dor já havia se intensificado, era capaz de explodir naquele momento. Comecei a agacharme lentamente, logo já estava no chão ajoelhado, com as duas mãos na cabeça.
        De repente, borrões começaram aparecer em minha mente, e eu não estava entendendo nada. Outra pontada forte, e mais imagens borradas, desta vez era de um lugar, que julguei ser um cemitério.
              Outra pontada, desta mais forte que as anteriores. 

 

Paralisei.

 

Tudo ao meu redor parecia não existir. Tudo que eu via era aquela cena que se formava em minha cabeça.
E assim como venho, ela se foi. Voltei a realidade, tudo ao meu redor estava embaçado. Soltei a respiração, que até aquele momento não notei que estava segurando.

            - Jungkook, pelor amor de deus reage. - Jin balançava meus ombros. - Taehyung anda logo com esse álcool! - Gritou chamando o loiro. Pisquei os olhos e balancei a cabeça tentando me concertar. Tirei minhas mãos da cabeça e a ergui. - Jungkook! - Jin gritou me dando um abraço rápido. - Você está bem? - Apenas concordei com a cabeça, olhando fixamente em seus olhos. - O que foi Jungkook?

- Jin-hyung, eu acho que já sei onde o Jimin está! - Joguei tudo que estava entalado em minha garganta em uma velocidade absurda, que cheguei a tropeçar nas palavras.

- Que?! - Arregalou os olhos surpreso. - Vem, levanta, vamos nos sentar no sofá, e você me explica isso melhor. - Nos levantamos e ele me guiou até um sofá próximo.

- Tá' aqui o álcool, peguei um copo de água também. Desculpa a demora é que eu não encontra... - Deixou sua frase morrer enquanto se aproximava. - Jungkook! Que bom que já está bem, quer uma água? - Concordei brevemente. Peguei o copo e tomei alguns goles de água. Olhei para Taehyung e Jin que me olhavam com o cenho franzido, pareciam preocupados e curiosos.

- Será que agora pode explicar o que você disse? - Jin perguntou calmamente. Concordei.

- Explicar o que? Eu perdi alguma coisa? - Taehyung perguntava indignado.

- Bom... - Comecei devagar. - Eu vi algumas imagens e cenas igual a outra vez, só que dessa vez eram mais claras, e... eu acho que sei onde está o Jimin. - Taehyung arregalou os olhos igualmente como Jin havia feito a alguns minutos atrás.

- Você sabe? - Concordei. - Como?

- Isso não importa agora Taehyung! O importante agora é que Jungkook nos diga em que lugar ele está. - Olhou pra mim esperando uma resposta.

- No cemitério Lafayette. - Respondi rapidamente. - A gente precisa ir pra lá, agora! - Levantei rapidamente na decidido a ir aquele lugar, porém Jin segurou meu braço antes que eu pudesse dar meu primeiro passo.

 

- Espera Jungkook, a gente não pode chegar lá de qualquer jeito.

- Como assim? É claro que a gente pode! - Exclamei totalmente indignado.

 

- Não Jungkook, o Jin te razão. A gente não sabe o que nos espera lá. Min Hee é esperta, com certeza ela deve ter se preparado para quando nos chegarmos lá. - Bufei frustrado. Eles tinham razão, eu não podia chegar lá de qualquer maneira, eu tinha que estar preparado.

- Está bem. O que precisamos fazer agora? - Olhei para Jin, esperando uma resposta.

- Bom, como vocês me disseram, Min Hee é muito poderosa e ela com certeza colocou um feitiço muito forte pra esconder o Jimin. Se formos para o cemitério, tenho certeza que não vamos o encontrar lá, porque ela deve ter feito um disfarçe nele. - Comecei a ver que tudo aquilo fazia sentido. Claro que eu não era muito esperto, mas tenho que concordar que dessa vez eu não cheguei a pensar nessas possiblidades. - Então eu tenho que fazer um olho mágico para que vocês consigam ver o cemitério, assim que entrarem não precisarão mais dele. Em seguida vou providenciar um feitiço de invisibilidade nos dois, ele durará cerca de 1 hora, então vocês têm que ser rápidos. - Tae é eu não entreolhamos e concordamos. - Mas vocês têm que tomar muito cuidado, Min Hee pode perceber que vocês estão lá, então não cheguem demasiadamente perto dela, muito menos se transformem, o cheiro de lobo é evidente, e os olhos de vampiros são facilmente vistos por nós. - Dessa nem eu nem Taehyung sabíamos. - É isso, vamos logo, cada minuto que passa Jimin pode estar próximo do fim. - Engoli em seco, cerrando os olhos e respirando fundo para então seguir Jin até sua mesa de feitiços.

...

Levou cerca de 5 minutos para ele preparar o olho mágico. Era em forma de uma pedra, e no centro possuía um cristal transparente, é por ele que vemos o que está 'escondido'.

- Ah, eu esqueci de avisar, este olho também vê em lugares escuros. - Assentimos. - Podem ir agora.

- Você não vai com a gente mesmo? - Taehyung insistiu novamente.

- Não, eu já disse que preciso ficar aqui pra preparar o feitiço que vai deixar vocês invisíveis. - Explicou impaciente. - Além do mais, eu tenho que atrasar Min Hee. - Sorriu. - Estarei aqui vendo cada passa de vocês, ajudarei em tudo que puder. - Sorrimos e nos dirigimos a saída. - Meninos! - Jin nos chamou antes que saíssemos. - Boa sorte. - Os três sorrimos e voltamos a nos dirigir a saída. Respiramos fundo quando já nos encontrávamos fora da casa de Jin.

- Está pronto? - Perguntou olhando-me.

- Mais do que nunca, e você? - Devolvi sua pergunta, vendo-o sorrir quadrado.- Sempre estive. - E então partimos em disparada.

Foi questão de minutos até estarmos em frente aonde devia se encontrar a entrada do cemitério, mas como Jin havia previsto, não havia nem um sinal de cemitério. Taehyung possuía uma expressão confusa e curiosa. No lugar que devia ser um grande terreno com várias lápides e um grande portão de ferro, estava uma sorveteria.

Mas que diabos?¿

Olhei em volta, não haviam muitas pessoas passando por lá, peguei o olho mágico e olhei por ele, pude ver claramente que aquilo não passava de uma ilusão, e das boas, quem mais pensaria em transformar um cemitério em uma sorveteria?

- Olhe. - Dei para Tae o olho mágico, e ele mesmo constatou que o cemitério estava ali. - Vem vamos entrar.

Mas diferente do que eu pensei encontrar do outro lado da porta, era como se eu tivesse entrado em uma sorveteria real. Haviam pessoas conversando tranquilamente enquanto saboreavam seus sorvetes

Ela é mais esperta do que eu imaginava.

- E agora Jungkook, o que vamos fazer? - Pensei um pouco antes de responder. Aquele lugar deve possuir um tipo de portal, né?

Enquanto pensava, senti meu bolso vibrar, sai de meus pensamentos e retirei o aparelho do bolso, na tela estava o nome de Jin. Atendi rapidamente.

- O que devemos fazer agora?

- Como eu imaginei, Min Hee criou uma perfeita ilusão, tudo aí parece bastante real, até as pessoas. Mas acredite, elas estão sentadas no mesmo lugar desde ontem. - Riu baixinho. - Olhe pelo olho mágico, você vai encontrar uma pequena portinha escondida, é por lá que vocês vão passar.

- Ok, valeu Jin. - Finalizei a chamada, em seguida me direcionando a Taehyung que estava sentado na cadeira, ele esperava que eu dissesse o que devíamos fazer. - Jin disse que em algum lugar daqui tem uma portinha, e que precisamos passar por ela. Olhe pelo olho mágico e veja. - Posicionou o objeto em seu olho e girou a cabeça procurando a tal porta.

- Ali! - Apontou para os fundos do estabelecimento, que parecia dar acesso a parte onde se preparavam os gelados. - Bem atrás daquela porta vermelha. Vamos! - Taehyung contornou a bancada e caminhou em direção a porta, abrindo-a e 'espiando' por dentro, logo mostrando um sinal positivo com as mãos. Caminhei em sua direção e então adentramos a porta, logo em seguida à porta pequena, e então pudemos ver o grande cemitério a nossa frente.

- Temos que ser rápidos, vamos procurar em cada canto deste lugar, ele está em uma espécie de caverna, pode ser até dentro de uma destas lápides.

- Ok, vamos.

Nos separamos para ser mais fácil de encontrar o lugar. A partir de agora temos menos de uma hora para executar todo nosso plano.

 

Continua...


Notas Finais


*qualquer erro me desculpem*

Espero que tenham gostado ♡

[Só pra esclarecer uma coisa, já dando spoiler também, o Jungkook já teve ou sentiu algo pelo Jimin no passado, por isso ele se preocupa com ele, no próximo capítulo vocês vão entender]


Annyeong!
Até o próximo capítulo, não se esqueçam de comentar o que estão achando da Fic ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...