História Criminal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Demi Lovato, Fifth Harmony, Justin Bieber, Zayn Malik
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camren, Criminal, Dally, Musical, Norminah
Exibições 173
Palavras 1.628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Luta, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá, eu sou a Lia e seja bem-vindo a minha fanfic criminal,só alguns avisos aqui.
1-está não é minha primeira fanfic camren, tenho mais 3 em andamento!
2-eu releio o capítulo antes de postar, mas alguns erros passam despercebidos, me avise se encontra-los!
3-críticas construtivas são sempre bem vindas!
4-Não se esqueça que plágio é crime!
5-se você tiver alguma fanfic camren (sem ser G!P ) Me passe o nome que eu vou adorar ler.
6-está fanfic NÃO é movida à comentários, mas eles incentivam a continuar, então me diga a sua opinião
Era isso e Boa leitura sweets💜

Capítulo 1 - Minha heroína!


P.O.V Camila

 Ola, eu me chamo Camila cabello, tenho 18 anos e sou cantora de uma das maiores bandas do mundo! Nós fomos formadas no X-factor em 2012.cada uma de nós é conhecida por algo, eu por ser engraçada e inocente, eu realmente sou bem inocente e tudo. Bem, eu tenho um namorado, Austin mahone, ele é legal até, some de vez em quando mas depois reaparece.

Hoje eles resolveram me trazer em uma festa aqui de Miami que dizem que uma tal de dama do trafico é quem comanda, mas provavelmente é só mais uma festa aleatória que tem por aqui. Bem, eu acabei de chegar aqui e todos nos separamos, eu fiquei com Austin até ele ver uma garota e ela correr pulando no colo dele.

 Austin: be ! Que saudades!- Diz ele a apertando em um abraço.

Be: também senti sua falta Aus, desde que virou cantor nunca mais foi pras festas!- diz ela assim que desceu do colo dele. Os olhei sem entender absolutamente nada e esperei por alguma explicação de ambos, com os braços cruzados debaixo dos seios.

Austin: Eu tenho tentado vir be, mas por causa de shows, eu mal consigo relaxar.mas que sorte te encontrar por aqui. -Ele falava olhando a garota nos olhos e segurando ¬a pela cintura como se tivessem intimidades suficiente para isso. E tinham?

Be: Vim com algumas amigas, você me conhece o bastante para saber que eu odeio ficar de vela. Mas me conta, veio curtir, pegar muitas garotas...?- Primeiro, desde quando ela vem tentando o convencer de vir até aqui, sendo que eu nunca ouvi falar nessa guria? Segundo, ficar de vela? Por que não vai dançar ou alguma outra coisa ao invés de atrapalhar a noite dos de pessoas que não tem nada haver se ela é vadia de mais pra ter namorado? E terceiro, pegar muitas garotas?Ela ainda percebeu que eu existo ou se fez de cega?

Austin: Que nada be, eu não ando com essa bola toda ultimamente. — Mahone sorriu ao falar, agindo como se tivesse solteiro ou algo do tipo.

Be: O que?! Você é extremamente lindo, olha esses músculos. - A tal da be pegou em seus braços e mahone gargalhou. Qual é? Não vi nenhuma graça no que aquela vadia disse - Se eu soubesse que você malharia e ficaria... assim — Apontou para o seu corpo e eu estreitei ainda mais os olhos a encarando — eu jamais teria terminado o nosso namoro. -Namoro? Mas que merda estava acontecendo ali?  

Austin: Se não fossem os seus ciúmes idiotas, talvez teríamos até casado, quem sabe. — Deu de ombros e a garota sorriu. Eu mato o mahone e não vai demorar muito!

Be:Meus ciúmes se chamavam Selena, e o ódio por ela continua o mesmo.

Austin: Ciúmes?  

Be:Ciúmes! A garota confirmou

Austin: ciúmes era pouco para o que vocÊ sentia- eu forcei uma tosseum pouco mais alto que o som, os fazendo direcionar suas atenções para mim.

Eu: Como assim "ciúmes" do meu namorado? — Entrelacei minha mão na dele e a encarei desafiadora.

 Be: Desculpe, mas quem é você?

Eu: Não querida, quem é você. — A corrigi e o garoto se pôs entre nós, finalmente nos apresentando, coisa que estava demorando e muito para acontecer.

 Austin: Ei, esta é a Camila, minha atual namorada, e Mila, essa é a becky, uma grande amiga...

Be: E ex. A melhor ex, mas amiga. — A garota o interrompeu e os dois riram como se aquilo fosse a coisa mais engraçada do mundo e olha que o austin nem havia bebido ainda.

Eu: Muito legal te conhecer be, mas...

Be: becky, para você. — Corrigiu.

 Eu: tanto faz becky . Mas já estamos saindo, já não esta na hora de você voltar para as suas amigas? — Perguntei fazendo com que ela se tocasse e saisse dali, mas não era muito a intenção dela pelo jeito.

Becky:Mas vocês não acabaram de chegar? — A garota perguntou sarcástica.

 Eu:Estava nos olhando? — Devolvi a pergunta e novamente austin interveio nas provocações.

Austin: Ei. — Bufou — be tem razão Mila, acabamos de chegar...

Eu: Você não percebe que eu não estou a fim de permanecer na presença da sua ex ou melhor amiga? — O interrompi sussurrando em seu ouvido.

Becky:Atrapalho?

Austin: Claro que não be, Mila... o que tem demais ela nos fazer companhia? — austin perguntou me fazendo rir desacreditando no que ele havia acabado de dizer. be riu irônica com as mãos nos bolsos da jaqueta.

Eu: Nada demais. — Levantei as mãos em sinal de rendimento e me afastei do garoto. — Os incomodados que se mudem, não é mesmo? Pois quem vai sair sou eu.

 Austin:Camila!

Eu:Sem problemas Austin mahone, eu estou bem. Pode continuar ai a conversa sobre o lindo passado com a sua ex.

E dizendo isso, me afastei dos dois e andei até onde havia um amontoado de pessoas . depois que vi que mahone continuava conversando entusiasmado com aquela becky e a única vontade que eu tinha no momento era pegar um ácido sulfúrico e jogar naquela cara de bumbum de bebê que ela tinha eu me dirigi  em direção ao banheiro jogar um pouco de água no rosto.

O que ele tinha na cabeça para ter namorado algum dia com aquele projeto de vadia? Pelo amor da nossa senhora da bicicletinha, ele evoluiu e muito quando me pediu em namoro, não porque eu sou a mulher mais bonita do mundo, mas porque todo mundo consegue ser melhor do que aquela... mulher.

Assim que eu sai do banheiro e fui em direção a um sofa que havia ali eu vi uma cena que me destruiu por dentro, Austin beijava aquela mulher de uma forma tão...tão ...apaixonada! fui em sua direção o puxando de perto dela e  desferindo um tapa em em seu rosto.

Austin:  mas que porra é essa Camila?- diz ele com a mão do local em que eu bati.

Eu: e você ainda pergunta? –digo indignada.

Austin:  me desculpe becky, eu já volto!- ele diz isso e agarra meu pulso me puxando pra parte externa da mansão onde não havia ninguém. Ele me jogou no chão .

Austin: você acha que é quem Camila? Acha que merece a minha pessoa? Acha que eu nunca e trai ? Camila você é virgem e só você não percebeu que eu estou com vocÊ pela sua fama! Mas já que vocÊ  atrapalhou minha futura transa, vai ser agora mesmo que você perde esta inocência.- ele disse e partiu pra cima de mim, eu fechei os olhos de medo esperando o tapa, mas eu não senti nada, apenas como se ele tivesse sido puxado de cima de mim e ouvi ele sendo jogado no outro lado. Abri meus olhos e vi uma morena de olhos verdes desferindo socos nele e ele tentando se defender, mas ela era muito mais rápida. O certo era eu pedir pra ela parar,mas eu preferi não, eu me senti normal vendo aquilo, como se fosse o certo.

P.O.V Lauren

Olá, eu sou Lauren Jauregui  e tenho 25 anos.e bem, minha “profissão” ?, eu sou  a dama do trafico, e assassina  nos tempos vagos! Não me olhe como se eu fosse a errada da historia, se você visse sua família sendo assassinada na sua frente você faria o mesmo, mas a historia de como eu vim parar no mundo em que eu estou fica para outro dia.

Bem, nesse momento eu estava  na minha festa em Miami. Quando eu estava no bar, eu vi um casal discutindo junto de uma outra garota, depois a suposta namorada do cara saiu e esse cara começou a se pegar com a outra garota e quando eu fui ver a namorada dele tinha batido nele e tava arrastando ela para um canto.eu posso ser o que for, mas eu sabia oque ia acontecer ali e isso eu não adimito, eu que sou eu, apenas mato pessoas muito ruins e nunca toquei um dedo em uma mulher sem permissão, não vai ser hoje que eu vejo isso  e vou deixar.

Sai atrás do casal e vi a historia inteira, meu ódio só foi aumentando, assim que eu o vi em cima dela eu o joguei pra longe o socando até o mesmo estar desmaiado.

Me levantei e fui em direção a garota.

P.O.V Camila

Ela estava vindo na minha direção, ela exalava poder e superioridade  e sinceramente, eu se fosse outro momento  eu juraria que ela ia me bater,mas ela não parecia que ia me machucar e a única coisa que ela fez foi.

Xxx: vocÊ esta bem?- ela perguntou estendendo a mao

eu tentei falar algo mas nada saia, eu estava tendo uma crise de pânico, é o seguinte, quando eu fico assustada eu travo e mal consigo me mexer, por sorte eu tinha feito a marca de pânico na minha mão antes de sair, torci para que ela entendesse e meio que mostrei minha mão, não mexi muito mas ela viu.

Xxx: crise de pânico?- ela tentou assimilar- bem, eu sou Lauren,e eu não posso te deixar ai, uma hora ele vai acordar.vou te levar para dar uma volta de carro e pegar um pouco de ar, funcionava... ahn...com uma amiga. Tudo bem?  Depois eu te levo de volta para o lugar que pedir,ok?- Ela pergunta mas depois parece que se lembra que eu não consigo falar e se da um tapa.- vocÊ não consegue falar, é claro- ela revira os olhos- pisca duas vezes se aceita!

Seria loucura eu entra em um carro com uma desconhecida,mas ela não parecia que ia fazer qualquer mal a mim e geralmente pegar um pouco de ar ajuda.

Eu pisquei duas vezes e ela me pegou no colo me levando até um carro, e ali eu reparei, minha heroína era linda demais.

 

 


Notas Finais


até o proximo sweets!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...