História Criminal Dance • jdb - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Josephine Skriver, Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Josephine Skriver, Justin Bieber
Tags 2016, Ação, Criminal Dance, Josephine Skriver, Justin Bieber, Olivia Lerman, Romance, Shotadaollg, Wattpad (_forbieber)
Exibições 5
Palavras 278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


Minha respiração estava descontrolada, enquanto corria tentava puxar ar mas não conseguia mais. Viro entrando em um beco e me escondo atrás de umas caixas.

Puxo o ar e expiro aliviada, o ar nunca foi tão bom quanto agora.

Escuto seus passos rápidos e uma sombra grande se projeta no meu lado. Olho pra ela e me encolho, ainda mais, do lado das caixas. Ele entra no beco e cada passo seu é devagar e expressa calma, ele sabia que eu não tinha saído dali já que o beco era sem saída.

- Onde que você está babe? - sua voz faz meu corpo tremer fazendo eu bater na caixa chamando sua atenção e logo alguma garrafa cai no chão o trazendo até onde estava - Eu te achei.

O choro preso em minha garganta sai junto com um soluço alto. Eu tinha desistido. Seu corpo aparece em minha frente e seu sorriso psicopata reina em seu rosto. Ele se agacha em minha frente fazendo seus fios loiros, que antes estava em um topete, caia em seu rosto.

Sua mão vai até meu rosto o acariciando, enquanto eu estava encolhida com medo do que ele poderia fazer. Com a mesma mão que me acariciava ele me enforca e levanta, enquanto eu me debato chorando.

Com sua outra mão ele pega sua glock prateada de trás de suas costas e levanta colocando seu cano gélido em minha testa. Seu polegar destrava a arma e ela é precionada com mais força em minha cabeça.

- Você não deveria ter corrido, babe - seu sorriso foi a última coisa que eu vi ao fechar meus olhos e escutar o som do disparo


Notas Finais


Espero que gostem. Se gostarem votem e comentem, vai me ajudar bastante 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...