História Criminal Lives - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Camila Senna, Cara Delevingne, Flavia Pavanelli, Kylie Jenner, Nah Cardoso
Exibições 122
Palavras 3.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura 📖

Eu sei q a maioria não vai ler mais não custa nada kkk eu queria saber quem tem skype e se tiver eu peço q deixe nos comentários por enquanto, pq eu vou ver se consigo colocar no formulário caso não queiram deixar em público. O motivo do skype é pra gente conversa (eu to sem cel - obs:tô de castigo), saber o que vcs tão achando da fanfic, qm sabe sair uns spoiler's, tirar alguma dúvida de vcs caso tenham e é só isso kkkk. XOXO C.

Capítulo 12 - Promise tonight!


Fanfic / Fanfiction Criminal Lives - Capítulo 12 - Promise tonight!

Cheguei na sala e me sentei bem no fundão do lado da parede. Deixei minha bolsa em cima da mesa do outro lado (a mesa é para duas pessoas) e deitei minha cabeça sobre os braços fechando os olhos logo em seguida, finalmente paz, era isso que eu precisava. Mas parece que tudo conspira contra mim, nem 5 minutos estive assim e logo senti alguém pegando minha bolsa e atirando para o meu lado da mesa e se sentando do meu lado.

Abri os olhos furiosa com a pessoa que resolveu interromper meu momento de paz.

 

P.O.V Camila

- Tinha que ser - murmurei para mim mesma mas acho que ele ouviu - dá para sair daqui e ir para outro lugar, de preferência longe? - perguntei um pouco mais alto, senti logo uma pontada na minha cabeça, é parece que estou com dor de cabeça, não precisava de mais nada para melhorar meu dia não é mesmo?

- O que você tem hoje? - Justin perguntou

- Não tenho nada. Falta é algo - ele me olhou confuso - PACIÊNCIA! - berrei e logo meti a mão na cabeça - porra - murmurei

- Tá tudo bem? - estreitou os olhos

- Estaria melhor se você não estivesse aqui.

- PORRA CARALHO CANSEI - Justin berrou

- Fala baixo viado - resmunguei

- Eu falo como quiser vadia, você não manda em mim - falou entre dentes.

- Qual é o seu problema? - cuspi as palavras nele. Já disse que quando estou nesses dias não tenho paciência pra ninguém.

- Eu é que pergunto, qual o seu problema? Não consigo te entender.

- Não tem que entender nada. Tem que me deixar em paz. - bati com a mão na mesa - ME DEIXA EM PAZ CARALHO.

- Já mandei falar baixo vagabunda - travou o maxilar fechando a mão em punho parecia estar se controlando

- VAGABUNDA NÃO - berrei - SABE O QUE MAIS? SE VOCÊ QUER FICAR AQUI FIQUE EU É QUE NÃO VOU TE ATURAR - me levantei - SE FODE - peguei minha bolsa e me levantei. Senti algo puxar meu braço com força me fazendo chocar contra o corpo dele, com uma mão agarrou meu maxilar o apertando com força enquanto a outra mão dele fazia um trabalho exemplar apertando meu braço - me larga - murmurei

- Agora você não grita né? - deu um sorriso cínico. Ele estava apertando muito forte e estava doendo bastante, me debati tentando me livrar dos braços dele mas não consegui ele é muito mais forte que eu - Pare de tentar eu sou muito mais forte que você EM TUDO. - deu ênfase nas duas últimas palavras.

- Viado do caralho me larga - tentei fazer a minha voz o mais forte o possível mas meus olhos me entregaram, já estava ficando com os olhos marejados não só pela dor intensa que estava a sentir pelos apertos dele, mas também por incrível que pareça naquele momento tinha medo do que ele podia fazer, ele estava com o olhar cheio de fúria nunca o tinha visto assim por mais que eu seja forte ele é muito mais, basta querer e poder fazer o que quiser de mim.

- VADIA - gritou e me empurrou, bati com as costas numa mesa caindo no chão logo veio me puxando para cima pelo cabelo, voltou a agarrar no meu braço.

- Está me m-a-chu-can-do - gaguejei. Ele me encarou durante alguns segundos e aos poucos foi soltando meu braço.

Segurei o braço que ele agarrava e vi marcas vermelhas dos dedos dele. Justin passou as mãos no cabelo de forma impaciente e olhou para o meu braço machucado suspirando pesado logo em seguida.

- Eu - começou

- NÃO - gritei o interrompendo - não diga nada simplesmente esquece este momento ou melhor esquece que eu existo. - ele balançou a cabeça em um não

- Não queria, foi - suspirou - foi mais forte do que eu. - tentou se explicar - Também você provoca o que quer que eu faça? - revirei os olhos virando a cara, ele pegou meu queixo com uma delicadeza que até então desconhecia nele - m-e - engasgou nas próprias palavras - porra - murmurou e respirou fundo - me desculpa? - perguntou rápido e disparado mas entendi muito bem, ele olhou fundo nos meus olhos esperando uma resposta

Quando ia abrir a boca pra responder, alguém entrou na sala. Justin largou meu queixo e olhou por cima do meu ombro provavelmente para pessoa que tinha entrado, deu um sorriso sapeca, estreitei os olhos e me virei deparando com a Candice olhando ou melhor comendo o Justin com os olhos, parecia que eu nem estava ali, os dois estavam se encarando.

- Oi - sorriu vadiamente para ele. Virou a cara para mim e revirou os olhos fazendo uma careta - vaca - murmurou

- Algum problema? - perguntei sem paciência.

- Com você? Muitos.

- Olha aqui vadia se quer apanhar de novo é só dizer pare de ficar me insultando. Basta dizer e será um prazer arrebentar esse seu focinho.

- Não tenho medo de você - tentou falar firmemente mas notava-se a voz dela vacilar.

- Não foi o que pareceu da última vez - sorri debochante - me larga por favor - tentei imitar a voz dela a chorar - foi isto que disse não foi?

- Não tô afim de falar com você… é falar não é? As cadelas agora sabem falar não é? - perguntou debochando

- Claro. Você é a prova disso - dei um sorriso de lado bem cínico

- Um dia ainda vai se arrepender de tudo. Escute bem Camila Blake ainda vou te fazer chorar, sua filha da puta.

- O que? Do que me chamou? - perguntei quase partindo pra cima dela se não fosse o Justin a me agarrar pelo braço - Você tem que ter cuidado com o que diz porque eu prometo que não me importo de porra de professor nenhum me mandar ser expulsa ou o caralho a quatro! - falei entre dentes ouvindo o sinal

- Está tão estressadinha porque? Porque interrompi você de ser comida pelo Bieber? - gargalhou - Me chama de vadia, mais ou menos eu sei onde estou me metendo. Já você - fez uma pausa - aproveita bem quando comer ele, geme bem porque sabe vai ser como foi com as outras que ele come e nem sequer olha na cara, mas uma coisa é certa ele faz bem gostoso - falou debochante mas parecia bem amargurada com o Justin - oh mas claro que você é uma vaca deve querer é dar logo para ele não? Será que sua mãe era igual? Normalmente dizer tal pai tal filho - gargalhou - vai ver seu pai não é quem pensa.

Meti minha mão na cintura procurando minha arma, mas Justin com a outra mão agarrou meu braço me impedindo de a pegar.

- Para Camila, já chega - Justin murmurou no meu ouvido e se não estivesse tão irritada confesso que teria sido sexy.

- Ahn? - me virei para encarar o Justin - tá defendendo ela? - perguntei incrédula, ele abriu a boca para responder - não responda - manuseie a cabeça negativamente e peguei minha mochila, Justin tentou me segurar mas me soltei - só uma coisinha - parei em frente a Candice - desta vez você se safa mas a partir de agora comece a olhar bem para trás quando andar porque a qualquer momento pode ser surpreendida - falei ameaçadoramente e ela estremeceu com medo

Caminhei até a porta e quando estava a sair a professora entra.

- Aonde vai menina Camila? Caso não saiba temos aula agora - disse com a típica voz irritante de professora

- Eu sei e é por isso mesmo que eu vou embora. Agora não enche - ela me olhou incrédula. Apenas dei de ombros e sai da sala.

Caminhei apressadamente pelos corredores, estava com muita raiva e frustrada, já não basta aquela vadia falar aquilo de mim, meter o nome da minha mãe e aquele viado do Justin ainda tem que se meter? Que se fodam os dois, que se comam e façam bom aproveito não me interesso minimamente… então se não me interesso porque fiquei tão incomoda quando ela disse aquelas coisas sobre o Justin comer e deitar fora? Ai porque tenho de ser tão confusa porra mamãe e papai num dava pra me fazer mais descomplicada não?

Passei em frente aos banheiros e Guilherme saiu do masculino. Ele me viu e sorriu, me mantive séria.

- Ei baixinha o que se passa? - perguntou docemente

- Tudo e ao mesmo tempo nada - me confundi com o que eu disse

- Ahn? - juntou as sobrancelhas forçando o cenho  

- Ai sei lá nem eu me compreendo - confessei

- Hum - murmurou - não quer me contar o que se passou direitinho?

- Não tem muito o que contar. Basta juntar dois dos meus problemas Justin e Candice e aí tem o resumo do que se passou.

- Iiih já vi tudo.

- Ele é um estúpido e ela é uma vaca. Se merecem - falei com raiva e Gui riu baixinho - tá rindo de que viado? - resmunguei

- Do seu ciúmes - deu de ombros, lhe dei um tapa no braço - qual é? Tá na cara que você está com ciúmes.

- Não é ciúmes.

- Então é o que?

- Raiva - trinquei os dentes

- O que eles fizeram afinal? Não entendi nada até agora.

- Você nunca entende nada. - ri fraco - Eu discuti com o Justin e ele foi meio bruto comigo…

- O que? Ele te bateu? Te machucou - perguntou com raiva me interrompendo

- Ele me machucou um pouco mas se desculpou e eu também meio que provoquei então…

- E você quando quer tirá qualquer um do sério - voltou a me interromper

- Dá pra ouvir até o fim? - perguntei impaciente, ele assentiu - pronto ái quando ele perguntou se eu o desculpava a Candice - disse o nome dela com nojo - entrou e começou a falar merdas, falou um monte de besteiras, disse que o Justin só quer me comer e deitar fora, que eu era uma vadia e falou mal da minha mãe ai quando eu ia revidar…

- Ou melhor partir pra cima dela - me interrompeu outra vez falando o óbvio

- É - concordei - ele não me deixou e disse que já chegava e me mandou parar… A MIM! Defendeu a ELA! - falei com raiva

- Ele provavelmente não a defendeu, ele percebeu que você ia fazer uma besteira e te travou a tempo. Se formos vê ele defendeu você.

- Como assim me defendeu?

- Ele deve saber como você é e aposto que ia fazer merda e ele te impediu de você sair prejudicada dessa história.

- Talvez, mas poxa não precisava fazer isso… senti que ele preferia a ela do que a mim. - ele gargalhou. Olhei para ele confusa.

- Depois ainda diz que não são ciúmes - riu

- Porra Gui ninguém consegue ter uma conversa séria com você - cruzei os braços

- Ei ei não fica assim - descruzou meus braços - só estava constatando os fatos - riu fraco e eu o fuzilei com os olhos e logo ele parou - agora falando do que interessa mesmo, não fica brava com ele pensa no que eu te disse - acariciou minha bochecha

- Só queria - suspirei fundo - que tudo fosse menos complicado

- Eu sei pirralha eu sei - me abraçou forte. Me aconcheguei nos braços dele, ele sempre me faz se sentir melhor e sei que ele sempre vai me dar os melhores conselhos

Separamos o abraço e Gui olhou para um ponto fixo atrás de mim, me virei e me deparei com o Justin nos olhando, meus olhos mal se encontraram com os dele que se virou e desapareceu no corredor.

- É maninha parece que não é a única com ciúmes - riu fraco. Apenas revirei os olhos deixando escapar um sorriso, é bom quando sentem ciúmes não é? É acho que sim… só me custa acreditar que ele sinta ciúmes porque assim, para sentir ciúmes no mínimo tem que se gostar um pouco e não parece que ele goste de mim - bom agora tenho que ir acho que já estou bem atrasado para aula - riu - até logo pirralha - beijou minha cabeça e foi em direção a sala dele

Suspirei forte e pesado. O que vou fazer esse tempo todo? Que raios me deu na cabeça para falar aquilo pra professora, não penso mesmo antes de falar, ri fraco com esta conclusão. Fui para o refeitório e pedi um suco de laranja, peguei o suco e fui em direção do ginásio, entrei e me sentei por baixo da arquibancada. Tirei meu celular da bolsa e pus os fones ouvindo música enquanto bebia meu suco tranquilamente. Acabei de beber o suco e me encostei na parede fechando os olhos deixando levar meus pensamentos ao som da música, como sempre faço quando não tenho o que fazer.

(...)

Depois de dar o outro tempo voltei para as aulas e assim passou o resto da manhã, eu no meu mundinho de bravura e irritação. Acabou a última aula da manhã e fui almoçar, como não tive nenhuma aula com as meninas tive que ir sozinha para o refeitório. Cheguei lá e fui buscar um tabuleiro, nele pus um sanduíche e um suco. As vi sentadas na mesa de costume. Me sentei e logo elas me encararam como se esperassem que eu falasse algo.

- Porque estão me olhando assim? - perguntei confusa

- Conta pra gente o que se passou hoje no primeiro tempo! - Meg perguntou com sua habitual frontalidade

- Nada demais - dei de ombros - Só não quis assistir aula - tomei um gole do meu suco

- Não é isso que a gente tá falando monga - a encarei com as sobrancelhas juntas - queremos saber o porquê de não aparecer na aula. Ouvi dizer que teve uma confusão com o Bieber e a Candice. É verdade? - me engasguei com o suco ao ouvir essas duas palavras na mesma frase Bieber e Candice.

- Er… Sim mais ou menos.

- Conta.tudo.agora - Nah pediu pausadamente

Contei tudo para elas

- Ai amiga você é uma exagerada - Nah falou revirando os olhos

- Sou nada - respondi rapidamente - porque diz isso?

- Ainda pergunta? - arqueou a sobrancelha - Você reagiu muito mal, foi muito injusta - olhei para ela com cara de má - Qual é? Estou dizendo o que acho, pode até fazer a pior cara do mundo mas não vou mudar de opinião.

- Concordo com ela - Ky se pronunciou - ele só estava tentando com que você não se metesse em encrenca e você ainda discute com ele? Por favor amiga - bufou fazendo um barulho engraçado nos lábios

- Eu sei - disse me meio de um suspiro

(...)

Finalmente este dia acabou!! Agora é preparação para balada mode on!

Cheguei em casa e comi qualquer coisa rápida, não estava com fome e também não costumo comer muito de noite, como sempre algo rápido e não muito pesado, sempre ouvi dizer que a refeição que mais nos engorda é o jantar e sinceramente acho que não preciso engordar mais e nem quero mesmo.

Depois de comer subi para o quarto e tomei um longo e relaxante banho, sem exagerar acho que tive mais de 1 hora  no banho, terminei meu banho e me enrolei numa toalha me secando, fui até meu closet procurar algo pra vestir… uma tarefa bastante complicada para mim, não gosto de nada extremamente sensual porque vou me achar uma vadia mas também não quero ir tapada né?

Após uma longa guerra com meu o closet encontrei uma roupa, passei meu hidratante corporal, me vesti, me maquiei e fiz um penteado simples, só ondulei um pouco as pontas do cabelo, peguei minha bolsa e pus dentro da mesma meu celular, meus documentos e claro minha arma, borrifei perfume e me olhei no espelho até que eu não estou tão mal assim.

Desci e as meninas e o Guilherme já estavam à minha espera na sala.

- Estou pronta - falei alto o suficiente para todos me ouvirem enquanto descia o último degrau da escada.

- Finalmente - Gui começou o drama - já ia invadir aquele quarto

- Não é pra tanto.

- Ei ei vamos parar com isso - Ky nos deu uma bronca - vamos logo

Todos assentimos e fomos em direção a garagem. Não estava afim de dirigir hoje, é eu sei que é estranho, mas sei lá não queria então fui no carro junto com Natalia, Kylie, Megan e Guilherme.

(...)

Deixamos o carro num estacionamento um pouquinho afastado da porta do bar, parece que meu atraso nos custou falta de estacionamento. Saímos do carro e começamos a andar, viramos a esquina e já se ouvia a música alta e o movimento na porta. O bar do Maejor está sempre cheio de gente mas na quinta ele fica lotado, as festa de quinta-feira já são famosas em toda a região, não só quem frequenta as corridas mas também outro pessoal e claro também há aquelas patricinhas e aqueles metidos que dizem que este lugar não tem classe o que é tudo mentira, se tem alguém que sabe dar um boa festa é o Maejor com a ajuda da Lilian claro.

Estava uma fila enorme, mas claro que não ia ficar numa fila e esperar. Passamos ao lado daquela fila enorme e todos nos olhavam, chegamos perto do porteiro e ele nos barrou na entrada.

- Fim da fila - falou seco. Olhei para ele com cara de deboche

- Por acaso sabe quem está mandando para o fim da fila? - arquei uma sobrancelha

- A menos que não esteja na lista vip terá de ir para o fim da fila - continuou no mesmo tom

- Será que estamos na lista vip? - olhei para o Gui e as meninas debochada - hum talvez não - me fingi de pensativa - veja aí se tem o nome Camila Blake. - mal disse meu nome e ele arregalou os olhos

- C-cami-la B-b-lake? - gaguejou

- Foi o que eu disse - respondi rude - e então vai me deixar entrar ou vou ter que ligar para o seu patrão vir aqui?

- Não não - disse na hora muito rápido - não faça isso. Me desculpe por não tê-la reconhecido na hora mas sou novo, hoje é meu primeiro dia - olhou com cara de pidão - por favor não comente nada com o senhor Maejor ele deixou bem claro que era para liberar na hora a entrada de algumas pessoas e a senhora é uma delas. Por favor eu preciso desse dinheiro. - implorou

- Está bem - suspirei - não digo nada - ele suspirou aliviado - mas que isso não volte a se repetir - ele assentiu e liberou nossa entrada

- Boa festa - ignorei e entramos

Bom não preciso dizer que estava uma loucura aqui dentro. Subimos para a parte vip e bom não estava diferente também estava bastante agitado e divertido a diferença é que aqui só tem gente “vip’’.

Olhei em volta e nem sinal das minhas amigas ou do Gui… me deixaram sozinha. Dei de ombros e fui em direção ao bar, o barman me encarou.

- Uma vodka - pedi, o mesmo assentiu enquanto sorria para mim. Logo foi buscar a bebida.

- Aqui está linda - me entregou a bebida

- Me sirva, sem comentários - falei seca

- Desculpe - murmurou e foi atender os outros clientes

Bebi um gole e analisei o local para ver se encontro alguém interessante. Parei na hora em que encontrei aquela silhueta perfeita, ele mesmo, Justin Bieber. Estava no meio da pista dançando todo coladinho com uma vadia quase a comendo… não sei porquê mas fiquei com uma puta raiva. O olhar dele se cruzou com o meu, ele deu um sorrisinho de lado se esfregando ainda mais na vadia. Se eu estava com raiva antes agora ela se multiplica por mil.

Acabei de beber a vodka dando apenas um gole senti um pouquinho de irritação na garganta, não liguei muito para isso.

Encarei novamente a pista de dança com um sorriso um tanto malicioso, suspirei fundo tentando pensar como uma vadia, ri fraco com este pensamento. Fui rebolando até a pista atraindo vários olhares sobre mim, comecei a me aproximar do Justin, ele estava mordendo os lábios me encarando com um sorriso bastante malicioso mas mesmo assim ainda estava grudado com a vagabunda e agora que a vejo melhor a conheço, é a mesma que me chateou no meio da noite quando dormi na casa dele. Sorri da mesma forma para ele, estávamos muito próximos e de repente virei para o lado agarrando um gatinho qualquer que estava ali. Comecei a rebolar ao som da música, o gatinho ficou espantado mas logo agarrou a minha cintura colando nossos corpos e beijando meu pescoço, dei uma risada safada e olhei para o lado e Justin nos encarava com uma expressão brava e ao mesmo tempo provocadora.

Algo me diz que esta noite promete!

Continua...


Notas Finais


X Avisos X

Roupa da Cam (sem o óculos) - https://instagram.com/p/3r7o1FSnO5/

Roupa do Justin - http://gossipextra.com/wp-content/uploads/2012/12/justin_bieber_clothes_miami.jpg

Novo link pro grupo no wpp - https://goo.gl/forms/v67wCru8BwGuKIeu2

Gostou? Compartilha com seus amigos!

Xoxo C.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...