História Criminal Love - Imagine Jeon jungkook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Jay Park
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jungkook, Sereal Killer
Visualizações 195
Palavras 1.708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIEHHHHHHHH VOLTEYYYYYYYY😅
E ADVINHA QUEM AQUI TÁ DE FÉRIAS?! 👉EEEUUUU👈😆😲
Mas agora... fiquem com a fic😂
BOA LEITURA😘💖❤️

Capítulo 12 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Imagine Jeon jungkook - Capítulo 12 - Capítulo 10

CASA DO JOHANN, ÀS 15, 00H

S/N on

Meus olhos se encheram mais de lágrimas e Júlia pôde perceber isso, ela se aproxima pega a carta lentamente de minhas mãos, senta ao meu lado e me envolve num abraço reconfortante.

S/N: Júlia! - Falo meio alto. - O Johann é mesmo meu pai? - Desfaço o abraço e encaro a Júlia.

JL: - Suspira fundo - Sim... é verdade, ele é seu pai!

S/N: - Me levanto bruscamente - E porque não me falaram antes?! - Falo alto, ela tenta falar mais eu a interrompo. - Já não bastava eu ter ficado sem uma mãe todo esse tempo, e ainda ter achado que estava sem um pai, sendo que ele estava do meu lado esse tempo todo! - Falo num tom de brava.

JL: - Se Levanta e fica em minha frente.- Eu sei querida que está com raiva, mas se acalme por favor... - Coloca as mãos nos meus dois braços.

S/N: - Fecho os olhos e suspiro fundo - Está bem, vou tentar... Me explique tudo...

JL: - Senta novamente na cama e me puxa para sentar ao seu lado. - Sua mãe que agora descansa em paz… e aquele homem asqueroso que você matou quando criança, se conheceram e com o passar do tempo se apaixonaram, ficaram juntos mais não chegaram a se casar, sua mãe não sabia que ele era um criminoso e quando descobriu quis se separar dele, mas ele não aceitou e nesse tempo ela conheceu o Johann seu pai, e se apaixonaram perdidamente, tiveram um caso escondido e ela engravidou de você, Johann quando soube que ia ser pai, quis trazer vocês duas para a Coreia do Sul, mas ela não pôde vir por causa do seu marido, que se descobrisse que ela tinha fugido poderia matar ela e o johann, sua mãe não quis arriscar e preferiu ficar, e fingir que esse filho era do outro, Johann veio pra cá meio culpado por tê-la deixado sozinha com aquele monstro que nunca foi presente so mandava dinheiro pra vocês duas sobreviverem… então com o passar do tempo você cresceu e ficava fazendo perguntas sobre seu "pai", sua mãe muito preocupada com as ameaças constantes de que ele iria levar você pra herdar tudo, algo que realmente aconteceu, ela escreveu uma carta... - pegou a carta que eu tinha lido, e estendeu continuando a falar. - Essa carta... a última que ela escreveu pro seu pai, pois no outro dia aquele homem invadiu a casa e... você já sabe o que aconteceu... - Abaixou a cabeça.

S/N: Sim... eu sei muito bem... aquele desgraçado! Não me arrependo de ter matado ele, se eu pudesse eu fazia de novo e de novo até não poder mais... - Falo entredentes. - Então quer dizer que você é tipo minha mãe? - Falo sorrindo.

JL: Acho que sim, né? - Sorri e me abraça.

S/N: Mas Júlia, aonde meu pai está? - Desfaço o abraço.

JL: Bom o seu pai... - Sorrio quando ela falou "pai" isso ainda é novo pra mim. - Quando soube o que aconteceu com você ontem a noite, teve a idéia de quem tinha mandado esse homem te agredir ele queria te matar, mas pelo visto não conseguiu! - Sorriu. - Graças ao Jungkook. Bom o Johann viajou para o Japão, não sei se você sabe mais lá tem uma máfia bem perigosa e o chefe é um tal de Jay Park. - Arregalo os olhos, como assim Jay Park? Será que o mesmo Jay Park que eu estou pensando? - Ele é obssecado, tenta matar os chefes das maiores máfias dos países pra depois tomar de conta, ele estava pesquisando sobre a Coreia do Norte e descobriu você, ele mandou te stalkear enquanto ainda estava lá , ai seu pai descobriu e deu a idéia de vocês e as meninas virem pra Coreia do Sul, aqui estariam correndo menos perigo, como você se deslocou ele perdeu você de vista, para ele você tinha morrido, então descartou e o próximo país foi a Coreia do Sul, ele descobriu sobre as máfias do Jeon e de seu pai, mas tinha uma a mais adicionada que no caso seria a sua, então mandou esse cara te matar, mas como eu falei não conseguiu! - Termina de falar sorrindo de felicidade por eu não estar morta.

S/N: Meu Deus... é muita coisa! Mas... o que o johann… meu pai está fazendo lá? - Começo a me preocupar.

JL: Ele foi tirar satisfação com esse tal Jay Park, ele disse que ia matá-lo. - Parece aflita.

S/N: - Me levanto - Oque?! Como assim matá-lo? Você tem noção Júlia, ele foi sozinho pode ser perigoso! - Falo com os olhos arregalados.

JL: Eu sei s/n, eu falei isso pra ele, mais você conhece o johann ele é muito teimoso! - Fala meio nervosa.

Eu fiquei olhando todo o quarto pensando o que eu ia fazer... e eu já sei o que...

JL: s/n... tá tudo bem? - Sua expressão fica de confusa.

S/N: - Finalmente a encaro. - Eu vou atrás  do meu pai! - Corro até a porta antes de eu abrir a porta, Julia segura meu braço.

JL: s/n você está louca?! - Me olha com os olhos arregalados.

S/N: Eu tenho que ir Júlia, se acontecer alguma coisa com meu pai, eu não vou me perdoar nunca! - Meus olhos começam a arder.

JL: Eu sei querida, mais você tem que entender que se você fôr sozinha pode ser muito perigoso... - Acaricia uma das minhas bochechas.

S/N: - Seguro sua mão - Você se esqueceu de quem eu sou? Eu sou o perigo! - Falo séria.

S/N OFF

JOHANN ON

Esses dias venho pesquisando muito sobre Jay Park, e descobri vários de seus planos um deles é matar o jungkook, e o que ele colocou em prática ontem, mandar matar a minha filha a s/n, mas graças a Jungkook não aconteceu uma tragédia, e isso foi a gota d'água pra mim, assim que recebi essa notícia hoje de manhã, chamei alguns dos meus homens para irmos ao Japão acabar com esse desgraçado do Jay Park.

[...]

FLORESTA, 23: 30H

JHN: Esse vai ser o plano, entenderam? - Pergunto aos homens dentro da van.

Todos: Sim senhor! - Assentiram.

Me ajeito no banco da van, e observo mais uma vez pela janela a movimentação da base do Jay Park, que fica no meio da floresta. Estamos só esperando ficar de madrugada para atacar, estamos bem preparados com armas potentes e algumas silenciosas que vão ajudar na hora da invasão.

[...]

Faz 10 minutos que invadimos esse lugar e alguns dos meus homens infelizmente morreram, agora estou numa troca de tiros contra um capanga do Jay Park, me escondo atrás de um pilar para recarregar minha arma.

Saio de trás do pilar, miro e acerto um tiro na cabeça do cara.

???: Muito bom! - Escuto uma voz grossa atrás de mim, junto de batidas de palmas.

Me viro e vejo ele... o Jay Park.

JHN: Você! - Falo entredentes e aponto minha arma para ele.

JP: Já está nessa parte Johann? Nem conversamos direito... - Fala rindo num tom de deboche. 

JHN: Não tenho nada pra conversar com você, desgraçado!

JP: Porque está tão bravinho em Johann? Será porque eu mandei matar a sua filhinha... - Fala debochando.

JHN: Como você sabe... -  Fico com raiva. 

JP: Hahaha johann... eu sei de tudo! 

Sinto uma forte pancada na cabeça e depois disso não me lembro mais de nada.

JOHANN OFF

S/N ON

HORAS ANTES...

Liguei para as meninas e pedi pra elas passarem a noite aqui, ao chegarem contei tudo a elas e a Sarah ficou super feliz em saber que eu sou sua irmã.

S/N: Só estou com dúvida em uma coisa? - Olho pras duas.

SRH: Em que? -  Franzi o cenho. 

S/N: O nome dele é Jay Park... - Quando falei o nome elas arregalaram os olhos.

LF: Mais como? - Fica de boca aberta.

SRH: Será que é ele mesmo? - Fala baixo.

S/N: Eu não sei...

Ouço batidas na porta do quarto.

JL: Meninas desçam, o jantar está pronto! -  Escuto passos se distanciarem. 

LF:  Ela tem que saber s/n... 

SRH:  Vai ser melhor... 

Assinto. Levantamos da cama, abri a porta e descemos.

[...]

Estavamos jantando, e o clima tava muito tenso sobre a mesa.

JL: Então... sobre o que conversavam? - Pega a taça e coloca o líquido vermelho na boca.

Arregalo levemente os olhos e encaro as meninas, que me olhavam com uma cara de " E agora? ".

S/N: Er... Sobre o que conversávamos... eu acho que o Jay Park era o meu namorado! - Abaixo a cabeça esperando sua reação.

Na hora que eu disse a Júlia se engasgou com o vinho, olhou pra mim e arregalou os olhos.

JL: Como?!

S/N: Eu acho!

JL: Como assim, acha?! E desde quando você namora s/n?

S/N: Nós meus 15 anos eu namorei com um cara chamado Jay Park, mais ele me traiu então terminamos... e agora eu tô em duvida se esse Jay Park é o mesmo Jay Park que eu namorei.

JL: E o seu pai sabe disso?

S/N: Não! Só vocês três sabem... - Olho pra elas.

[...]

Quando terminamos de jantar, sentamos todas juntas no sofá e a Júlia fica me encarando estranho toda hora e eu já sei o porque. Ela para de me encarar quando o celular dela começa a tocar então ela atende.

JL: Alô? - Faz cara de assustada. - Não! Deixem ele em paz por favor! - Entra em desespero. - Alô?! Alô?!

Não aguento e vou até ela pegando o celular de sua mão, mas quando olho a tela diz "chamada encerrada".

Olho pra Júlia preocupada, pois ela estava muito pálida.

SRH: Mãe calma! - Fala passando a mão na sua cabeça.

LF: O que aconteceu Júlia? - Fala preocupada.

JL: Estão com ele… pegaram o Johann! - Fala meio alto com os olhos arregalados.

S/N: Porra! - Dou um soco na parede - Temos que ir ajudá-lo!

LF: Não podemos ir lá sozinhas!

JL: Conheço uma pessoa que pode nós ajudar! - Me olha.

S/N: Quem? - A encaro.

JL: Jeon Jungkook!

ByeBye


Notas Finais


Bom acho que foi muita informação num capitulo so mais tudo bem... 😂
A one-shot está quase pronta, ok?
Vou dar uma dica de quem será o protagonista...
CENOURA... armys de verdade entenderam😆😋
XAU😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...