História Criminal Love - Imagine Jeon jungkook. - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Dragon, Got7, Jay Park
Personagens G-Dragon, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jungkook, Jungkook The Killer Bunny, Sereal Killer, The Killer Bunny
Visualizações 748
Palavras 1.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong pessoas, turu bom?!
Mais um capítulo da nossa cheirosa fic... Criminal Love!😍
Se preparem pros tiros aí miguinhas, vai ser de potência!😂😁

Boa Leitura<3💖

Capítulo 25 - Capítulo 24


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Imagine Jeon jungkook. - Capítulo 25 - Capítulo 24

S/n On

Eu tô de saco cheio disso tudo! Estou tão acabada e arrasada, literalmente. Por causa de tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, já não bastava a dor da possível perda do Mark e agora essa Puta(Alice), que surgiu das profundezas do inferno, pra me encher mais ainda, mas ela não escapou, acabou apanhando e feio, bem feito! E outra, que também não vou me esquecer nunca das coisas que meu pai me falou, embora que me doa em lembrar de cada palavra.

Mas eu não o culpo, como a Lyfa disse ele está vulnerável e muito confuso, acredita em tudo que dizem á ele, e acabou que aquela cobra foi e envenenou ele contra mim! Pobre dela, poís se depender de mim, ela vai sofrer BASTANTE nas minhas mãos!

Preciso mesmo é esfriar minha cabeça e me livrar desses pensamentos, fiquei sabendo que perto da casa tinha uma praia deserta, que nimguém ia, e isso é perfeito, ninguém pra encher meu saco! E como á tarde, a paisagem é bem agradáve!

Enquanto caminhava pela calçada, já podia ver e escutar o mar da praia, derrepente escuto alguém gritar atrás de mim.

???: S/n espera! - Olho pra trás e vejo Jungkook correndo em minha direção.

S/N: Ah não vai! - Começo á correr em disparada, até á praia para dipistá-lo.

Atravesso a rua e corro até a areia,  vou até uma das pedras que tinham alí, me escondo atrás delas ainda ofegante, olho pra trás e não vejo mais ele. Ufa, consegui fazer ele me perder de vida!

Sorrio vitoriosa, olho pra frente e vejo Jungkook parado em minha frente, ele me olhava de braços cruzados.

S/N: Aí que susto, porra! - Coloco a mão no peito.

JK: Porque correu de mim senhorita s/n? 

S/N: Talvez porque eu quisesse ficar sozinha? - Falo irônica.

JK: Até que é uma boa razão, mas não justifica!

S/N: E eu com isso, problema teu! - Passo ao seu lado com o objetivo de ir até a beira do mar, mas ele segurou meu braço.

JK: Sabe o quanto foi cansativo correr isso tudo atrás de você? - Ele me olha. - Você foi uma garota muito má, merece ser punida! 

S/N: Olha eu não tô com paciência pra essas suas brincaderinhas sem graça, então não enche! Da lincença e solta meu braço! 

JK: E se eu não quiser? - Ele me olha desafiador.

S/N: Você viu o que eu fiz com a Alice, né? Então leve aquilo tudo em consideração! 

JK: E você faria aquilo comigo? Teria coragem? - Ele faz biquinho.

S/N: Se fosse necessário, sim! 

JK: Vou pensar no seu caso...

S/N: Puta que pariu, me solta seu idiota! - Puxo meu braço mas era impossível me soltar, ele era bem mais forte que eu.

JK: Olha o palavriado mocinha! - Me repreende. -  Mas olha, eu vou te dar um desconto... Aonde você quer ir? 

S/N: Sério isso? - Olho com tédio. - Não vou ser guiada por você, tenho pernas pra que caralho? 

JK: Então vamos ficar aqui até você parar de ser orgulhosa, e deixar as pessoas fazerem as coisas por você! - Ele pretende mesmo fazer isso?

Faço cara triste e começo a chorar, como? Simples, eu tenho essa habilidade desde pequena, e sempre me foi útil, espero que agora também seja.

JK: Porque você tá chorando? Tu é bipolar ou o que?! - Ele me olha confuso, mas também preocupado.

S/N: Não é isso... é porque você fica fazendo essas coisas comigo mesmo sabendo que eu estou passando por momentos difíceis... Você não tem pena de mim Kook? eu estou tão triste! - Mas isso não deixa de ser verdade, porém eu não iria chorar(de verdade) na frente dele, isso nunca! 

JK: Olha, eu s-sinto muito... sério, me desculpa... - Ele me abraça, e eu sorrio maldosa por trás dele.

S/N: Tudo bem, mas... sabe de uma coisa? - Perguntei com voz falha.

JK: Oque? - Pergunta ainda me abraçando.

S/N: Você é muito ingénuo, e caiu na minha cena! - Ri e empurrei ele fazendo o mesmo cair de bunda no chão.

Ele me olha incrédulo e eu rio da cara que ele fazia, apenas saio correndo pela areia, ele rapidamente se levanta e vem atrás de mim.

JK: S/n, quando eu te pegar você vai ver! - Ele grita atrás de mim.

S/N: Tô morrendo de medo! - Falei debochando e vi ele aumentar seus passos se aproximando ainda mais de mim.

S/n Off

Johann On

Burro, burro, burro! É o que eu sou!

Como eu pude ser tão idiota assim, como deixei me levar por essa garota dessa maneira? Ela me enganava, enquanto os que realmente estavam do meu lado tentavam abrir meus olhos e eu cego não enxerguei a realidade á tempo! E agora fiz a minha filha ficar mal comigo, e ainda gritei com ela... Se eu estou arrependido? MUITO!

A coitada da menina, ela estava com arranhões no rosto, e quase morreu queimada por minha culpa! Eu fui muito egoísta em tratá-la daquela maneira...Eu juro que se tivesse um botão de voltar no tempo, eu apertaria na hora pra desfazer toda essa merda que eu causei!

JHN: Você se deu muito mal Alice, á pior escolha da sua vida foi se meter no meu caminho, agora você vai sofrer as concequências! 

ALC: Porfavor não fassa nada comigo, eu te pesso! - Ela juntou as mãos me implorando. - Não esqueça de que eu salvei a vida de vocês, se não fosse por mim estariam todos mortos! 

JL: Cala a boca sua vadia, você não tem o direito de opinar em nada!

JHN: Olha eu até posso minimizar a sua pena por causa disso, mas ainda assim você fez  por interesse, então não vale de nada! 

SRH: Vamos fazer de sua vida um inferno, piranha! - Ela dá uma forte coronhada na cabeça dela, a fazendo desmaiar na hora.

LF: O que faremos com ela agora?

JL: Na planta da casa dizia que tem um porão, então a deixe por lá amarrada mesmo! 

SRH: Com prazer! - Ela sorriou largamente.

JHN: Olha, me desculpem o vexame... Eu não queria ter duvidado de vocês!

JL: Não se preocupe, com a gente você já tá desculpado, mas por parte da s/n... aí eu já não sei!

LF: Conhecendo como conheço a s/n, ela deve estar bem abalada agora! 

JHN: E tudo é culpa minha... mas olhem, eu prometo que assim que a s/n voltar, eu vou me resolver com ela!

JM: Desculpem nos meter na conversa em familía mas... aonde será que eles foram? Porque o Jungkook foi atrás dela, e boa coisa isso não vai dar! 

JN: Não seja pessimista Jimin, eles estão bem! - Fala calmamente.

SG: E como você tem tanta certeza assim? Como pode garantir que eles não vão se matar? 

JN: Só confiem, eles não vão se matar, isso eu garanto! Aqueles dois lá se entendem...

LF: Tomara que você esteja certo! - Ela ri e todos acompanham.

Sarah saiu arrastando a Alice até um cômodo da casa e logo some da minha vista, eu me despedi do pessoal que falaram que iriam ficar na sala mesmo, então fui até meu quarto e me joguei na cama, tentando acalmar meus nervos.

Johann Off

S/n On

Minhas pernas já estavam fraquejando de tanto correr, mas o incrível é que o Jungkook ainda está correndo atrás de mim sem dificulde alguma! 

Acabo tropessando nos meus próprios pés, mas manti o equilibrio e não cai, porém eu perdi a velocidade fazendo ele conseguir me pegar, agarrando minha cintura.

JK: Ah, te peguei! - Ele riu maldoso.

S/N: Aí não Kook, me solta porfavor! - Estavamos muito colados, e com meu debatimento, acabei que levei nois dois ao chão.

Eu caí por cima dele, e aquele era o momento perfeito para fugir mas ele foi mais rápido e segurou firme meus dois braços invertendo as posições, me pondo por baixo dele, Jungkook colocou seus braços ao redor do meu corpo, me deixando presa.

JK: Lembra baby, eu disse que iria te punir! - Ele me olhou sorrindo vitorioso.

S/N: Punir? Eu não lembro disso... Kook acho que você está ficando louco! - Me fasso de inôcente.

JK: -Gargalha alto- Não vá pensando que vai me enganar com essa carinha travessa, porque agora você não tem saída! 

S/N: Hum... ok, eu não tenho saída. Mas o que você vai fazer comigo, então? - Arqueio a sombrancelha esquerda.

Ele fica sério derrepente me olha no fundo dos olhos, e eu incrívelmente fui na sua e me perdi nos seus olhos escuros que continham um brilho indecifrável.

Ele passou a encarar meus lábios, e com menos de 1 segundo aproximou o único centrímetro que tinha entre nossas bocas, ele roçou sua boca na minha e riu provocativo.

JK: Isso... talvez? - Ele olhou nos meus olhos.

Não sei o que deu em mim naquele momento, mas apenas deixeí- me levar, tomei a liberdade e puxei sua nuca juntando de imediato nossos lábios, ele ficou surpreso com meu ato, e eu não estava diferente...

Ele pediu passagem com a língua  eu permiti, deixando sua língua cativar cada canto da minha boca, e eu a sua.

Foda- se, não vou negar! Eu estou gostando, aliás eu que tomei a atitude, e não me arrependo!

Ele passou a segurar minha cintura e a apertar de acordo com a intensidade do beijo que estava numa velocidade calma...

Meus pulmões suplicavam por ar então separamos o beijo e ele beijou a ponta do meu nariz sorrindo, eu senti um arrepio com seu ato, e um mini sorriso se formou nos meus lábios, ele me olhou nos olhos, piscou e levou sua boca até meu pescoço começando a dar breves selinhos, e também de cheiradas profundas.

JK: Hum... estava com saudade desse seu cheiro, do seu pescoço tão branquinho... - Ele fala contra a curvatura do meu pescoço.

S/N: Eu não sei se isso é certo J-jungkook... - Sussurrei de olhos fechados.

JK: Shii! - Ele me olhou novamente nos olhos. - Apenas relaxa, e vamos ver no que dá! - Ele sorriu e me beijou novamente, agora ele subia a sua mão pela minha cintura, a deixando em uma distância perigosa dos meus seios.

ByeBye


Notas Finais


Beijinhos de Toddynho<3♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...