História Criminal Love - Imagine Jeon jungkook. - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Dragon, Got7, Jay Park
Personagens G-Dragon, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jungkook, Jungkook The Killer Bunny, Sereal Killer, The Killer Bunny
Visualizações 451
Palavras 1.772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong pessoas, turu bom?!
Mais um capítulo da nossa cheirosa fic... Criminal Love!😍

Capítulo 28 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Imagine Jeon jungkook. - Capítulo 28 - Capítulo 27

S/n On

Olha o nível de conversa que eles têm, tantas coisas mais interessantes para se tratar e eles falam logo disso? Sobre mim, e ele... Não sei o que Jin tem na cabeça em pensar nessa possibilidade... ainda bem que Jungkook está negando tudo, serviu pra algo útil!

JK: Já disse que não tenho certeza... eu até gosto dela assim, mas não sei se é algo recípocro, mas também pode ser só um desejo sexual, porque aquela mulher... É um pedaço de mau caminho!

Não acredito no que esse canalha disse... é isso que eu sou pra ele "apenas um desejo sexual", ele quer mesmo testar o meu temperamento, né?! Não que eu me importe o que ele sente por mim, mas cara com isso que ele falou parece até que eu sou uma vadia, que ele quer transar pra jogar fora depois!

Mais uma contestação para mim comprovar que todos, TODOS os homens sem excessão, são idiotas, crerinos, canalhas e aproveitadores! Resumindo, são desprezíveis!

Que cara mais idiota! Eu agora depois disso me sinto suja e me arrependo amargamente por ter permitido aquilo na praia, mais um motivo para eu amar o Ruykhi! Se não fosse por ele, eu teria feito a a maior merda de toda a minha vida! 

JN: Pois então é melhor você se decidir porque ouvi comentários de que o V hyung está interessado nela... 

Cansada de ouvir tudo aquilo calada resolvo aparecer, me escoro na porta cruzo os braços e encaro os dois, Jin percebe minha presença e me encara com os olhos arregalados, o Jungkook se virou e quando me viu ficou paralisado e pude vê-lo engolir seco.

JK: S/n?... 

S/N: A conversa estava muito boa não é? Que pena que não cheguei antes para participar, adoraria conversar junto com vocês! - Sorrio sínica.

JN: Você ouviu nossa conversa s/n? - Ele pergunta receoso.

S/N: Acho que eu cheguei bem á tempo de escutar "apenas um desejo sexual", olha bem pra minha cara Jungkook! - Me aproximo dele. - Você acha que eu tenho cara de vadia? Me dé o devido respeito! E fassa me o favor de não se mencionar mais a mim, iria até te pedir um favor, de tantos nessa casa iria pedir justo a você! Porque de alguma maneira já estava criando laços de confiança, mas com isso... esses laços se romperam! - Ele escutava tudo e abaixava a cabeça. - Já até tenho outra pessoa em mente para pedir o favor, ela será mais útil! - Dou uma última olhada nele e saio da cozinha.

S/n Off

Jungkook On

JK: Droga Jin, viu o que fez?! - Olho ele. - Ela entendeu tudo errado!

JN: Olha Jungkook eu não tenho culpa de nada, apenas te chamei aqui para conversármos. E você falou aquilo sobre "desejo sexual", porque quis! Assuma seus atos e se responsabilize por seus sentimentos! - Ele se levanta e saí da cozinha.

Estou ferrado e agora? Ela nunca mais vai querer ver a minha cara, isso é ruim?

Dá até um aperto no coração em pensar nisso! 

Permaneci na cozinha por alguns minutos reflitindo sobre o que Jin disse, ele tem razão.

Eu sou um idiota, porque eu falei aquela besteira? Lógico que aquilo não é o que sinto por ela! Porque toda vez que eu vejo ela meu coração "acorda" pra realidade. Isso nunca que na vida é apenas um desejo sexual!

Me levanto da cadeira, e vou até a escada subo ela já disposto a falar civilizadamente com a s/n, para acertar as coisas.

Dou de cara com a s/n na porta do quarto do Taehyung, conversando com ele.

E no final o Jin hyung sempre está certo, o Taehyung quer me passar o pé não é mesmo? Acho que ele esqueceu do meu sobrenome, e quem eu sou, pareco agir como bonzinho mas tem outro eu no lado da história, que pode ser bem mal quando quer... parece que o tempo em que convivemos o Taehyung não me conhece de devida forma.

Apenas passo pelos dois sem nem dar atenção, eles nem repararam na minha presença e continuaram a conversar, aquilo deu um aperto no coração um pouco, fazendo em entrar no meu quarto bem frustado e dando fundas suspiradas.

Jungkook Off

S/n On

Pensando melhor acho que a melhor pessoa á se pedir esse favor é o... Taehyung.

É vejamos bem, ele é super gentil comigo, sempre é preocupado e me trata bem, perto dele eu até me sinto mais leve e com paz.

Como uma pessoa como ele consegue ser assim? É as coisas da vida, tendem a ser assim!

Depois conversarei com Júlia para voltarmos pra casa, eu não vejo mais nessecidade de ficarmos aqui, ainda mais perto desses garotos, já que o objetivo foi concluído!

Ah mas não pensem que esqueci daquela puta, depois com certeza irei fazer uma visitinha á ela!

Tento manter a calma pelo o ocorrido, dou leves batidas na porta do quarto do V, ele prontamente abriu e estava com seus cabelos molhados bem bagunçados parece que acabou de sair do banho, assim que me viu sorriu e eu sorri de volta.

TAE: S/n você por aqui? O que devo a honra da sua visita ao meu habitat? 

S/N: Olá V, eu nunca venho aqui e quando venho, é para pedir favores... - Nego com a cabeça. - Eu queria perguntar se você poderia sair um tempinho para comprar algumas roupas pro Ruykhi? O tadinho, ia dar banho nele mas o que ele iria vestir depois? Claro, se você puder!

TAE: Posso sim, eu estava no maior tédio mesmo! 

S/N: Obrigada! Mas sem querer ser chata, você vai agora?

TAE: Vou, vou! Quanto mais rápido, melhor né? - Nesse exato momento o Jungkook passa por nós e assim como ele não demos atenção. 

S/N: Ótimo então, vou estar esperando! - Sorrio e saio em direção ao meu quarto.

Quando entro vejo a devida cena, Ruykhi deitado todo charmoso no meio da minha cama, com o controle da TV em mãos, ele estava assistindo.

RK: S/n! - Ele largou o controle e se animou. - Ainda bem que você chegou, aqui estava bem chato! - Me deito ao seu lado.

S/N: Mas a TV não está ligada? - Olho pra ela e pensava que estava num canal de desenho, mas não, estava no notíciario.

RK: Mas não é a mesma coisa, aí só passa coisas de roubos, traficantes e essas coisas! - Faz cara de tédio.

S/N: Mas isso não é coisa de você assistir mocinho! - Pego o controle e desligo a TV, quero previnir de passar algo sobre mim e ele ver, não quero que ele descubra assim. Iriei sentar com ele na mesa e lhe explicarei tudo direitinho tintim por tintim.

RK: Mas as pessoas precisam assistir jornais, para ficarem atualizados em tudo que está acontecendo lá fora! 

S/N: Existe o momento... - Pauso pensando num nome mais fácil para lhe dar, um apelido. - Ruy? - Ele assente. - Existe até uma certa idade que isso é considerado uma "regra", mas na sua fachetária o idéal é se assistir desenhos!

RK: Eu até gosto mas não estava passando... álias não tem canal disso nessa TV!

S/N: É porque eu não costumo assistir desenhos, então esse canal não está assinado. Mas aonde tem é na TV da sala, enquanto isso você pode assistir por lá!

RK: Tudo bem, mas e as roupas? - Já tinha até me esquecido, conversando com ele minha cabeça fica nas nuvens.

 S/N: Eu já mandei o Taehyung comprar. - Ele faz cara de confuso. - É mesmo você não conhece ele, aliás depois tiramos um tempinho para eu apresentar você á todos dessa casa, eles querem te conhecer melhor!

RK: Ai s/n, eu não quero - Abraça minha cintura. - Eu tenho vergonha, eles estavam me olhando demais aquela hora!

S/N: Mas é normal Ruy, eles ficaram surpresos, você chegou aqui em casa do nada! - Aliso seus cabelos. - Eles querem te conhecer, eu posso te garantir que todos eles são legais, você vai gostar! 

RK: Se você diz... 

S/N: Mas agora vamos tomar banho? - Ele desfaz o abraço rapidamente.

RK: Sim, sim vamos! - Ele fala animado e sai da cama.

S/N: Espera Ruy! - Falo rindo tentando alcançá-lo.

[...]

Após ter dado banho no Ruy o enrrolei na toalha e coloquei em cima da cama.

S/N: Está com frio? 

RK: Um pouquinho... - Ele estava agarrando a toalha.

S/N: Se o Taehyung for esperto, trará roupas de frio! - Falo pra mim mesma.

Vou até o banheiro e procuro a caixa de primeiros socorros, quando acho vou com ela até o quarto e me sento na cama, a abro e tiro de dentro uma pomada.

S/N: Vem aqui Ruy! - Dou batidinhas na cama, e ele vem.

RK: Você vai passar isso em mim? - Fala olhando a pomada em minhas mãos.

S/N: Sim é preciso, vai ajudar a passar essa ardência! - Ele assente.

[...]

S/N: Pronto!

Escuto batidas na porta, me levanto da cama e abro, era Taehyung ele estava com duas sacolas, uma em cada mão.

TAE: Cheguei! - Ele sorri.

S/N: Que bom, entra! - Dou espaço e ele entra, logo após eu fecho á porta.

TAE: Então seu nome é Ruykhi, né? - Coloca as sacolas na cama.

RK: Sim... 

S/N: Ele é tímido Taehyung! 

TAE: Aí que fofinho, gostei desse menino! - Bagunça os cabelos dele. - O meu nome é Taehyung, mas pode me chamar de Tio V! 

RK: Legal, então pode me chamar de apenas Ruy! 

TAE: Tá legal então!

S/N: Sim V, quanto custou as roupas?

TAE: O que? - Ele me olha. - Não precisa pagar, foi um presente meu pro Ruy! 

S/N: Sério? Ah então obrigada! 

TAE: De nada! Bom, eu vou indo agora! Mais tarde nós falamos mais, fechou? - Ele mostra o punho pro Ruy.

RK: Fechou! - Ele sorri e eles batem os punhos.

TAE: Tchau s/n! - Ele me da um beijo na bochecha, e eu sem querer viro o rosto fazendo ele me dar um selinho perto da boca.

S/N: Er... d-desculpe! - Sinto minhas bochechas queimarem.

TAE: Eu que pesso mil desculpas! - Coça á nuca. - Nós vemos no jantar então? - Muda de assunto.

S/N: Eu não sei se vou descer, não estou com muita vontade!

TAE: Certo, então avisarei aos outros! Agora sim, tchau! - Ele se vira e saí do quarto.

RK: Ele trouxe s/n! - Fala animado.

S/N: O que? - Olho pra ele.

RK: Roupas de frio! - Tira um casaco da sacola.

S/N: Ah que bom! Sabe se vestir sozinho?

RK: Sei sim, pode deixar!

S/N: Então eu vou tomar um banho, estou exausta! - Vou até o banheiro e tranco a porta.

Tomo um banho demorado, na tentativa de tirar esses problemas da minha cabeça, me enrrolo na toalha e saio do banheiro, encontrando o Ruy já vestido na cama mas ele não estava sozinho.

S/N: O que você tá fazendo aqui? 

ByeBye


Notas Finais


Beijinhos de Toddynho<3♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...