História Criminal Love - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~69_crazymofos

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Kaya Scodelario, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Exibições 62
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aproveitem esse capítulo, espero que gostem.

Boa leitura 📖
(notas finais)

Capítulo 12 - Traições


Elizabeth olhava para todos com um pouco de desconfiança, tinha muitos homens no espaço, algumas mulheres. Ela fica de pé ao lado da mesa, e começa a receber a atenção de todos, afinal, quem não queria saber o que era tão importante para atravessar um continente.

 

-Eu peço a todos silêncio, e segredo –fala firme –meu nome é Elizabeth, para todos, eu morri a um mês e meio atrás –conta, todos ficam um expressão de surpresa –aparentemente, eu fui enganada por um de nós, fui obrigada a me casar com um homem que não conhecia, para unir forças com uma outra máfia. Acontece que, eu procurei informações, e o pai do homem que casei, e meu pai, já tinha selado o acordo a muito tempo. Um de nós, me enganou para que eu ficasse fora de nossos assuntos, com um objetivo: a ganancia de ter a Camorra em sua mão. O nome dessa pessoa? Stella. Ela está afundando nossos negócios desde que papai morreu–diz –enfim... Eu preciso de todos vocês, eu quero voltar para casa, quero estar nos negócios da família, para isso, Stella tem que sumir – todos ficam pensativos, uma mulher levanta-se e sorri –mas por enquanto... Eu estou morta

 

-Estávamos esperando por você a muito tempo, Elizabeth!

 

-Conte com nosso apoio, de todos nós! –muitos diziam, ela queria chorar de emoção, mas não tinham tempo para isso

 

-obrigada –sorri –muito obrigada!

 

 

P.O.V Harry

 

-Eu quero vê-la –peço a Nicole

 

-por quê? Nem tinham nada! –ela tira sarro

 

-Eu quero vê-la! Eu casei, eu tenho afeto por ela, quero ver se ela está bem –Nicole ri

 

-Pare de bobagem! Você nunca deu a mínima para ela! –debocha

 

-Muito menos você!

 

-Todos nós temos um interesse, Harry. No momento enquanto, ela estando segura, é vantajoso para mim...

 

-Você é uma vaca -falo calmamente

 

-Você só percebeu isso agora?

 

P.O.V EFFY

-Precisamos de infiltrados -digo sentando na mesa -precisamos saber exatamente o que ela planeja, e quem está aliado a ela. É essencial que ninguém deixe vazar nada para a Cosa Nostra, ainda não sabemos se Harry está envolvido...

 

 

-É preciso de cautela, não sabemos com o que estamos lidando. Conflitos internos podem deixar a Camorra vulnerável, o que vai ser ruim -afirmo

-Elizabeth? Meu nome é Ben. Pode deixar tudo conosco, vamos resolver isso! Se não se importa, eu gostaria de te oferecer os serviços dos meus seguranças, são de total confiança. Acho que irá precisar!

 

-Obrigada, Ben. Seria ótimo -digo -amanhã as nove horas da manhã, vou pegar um vôo para Marraquexe, lá me encontrarei com alguém que tem algumas respostas, se os seguranças estarem dispostos a me acompanhar...

 

-Eles estão -sorri, levanto da mesa e me despeço de todos. Junto ao marido de minha tia saímos do recinto, o celular dado a mim por Alison começa a tocar, desligo e arremesso o celular na rua. Eu não podia confiar muito em ninguém.

 

 

 

            Tudo acontecia muito rápido, eu não tinha muito tempo para refletir sobre o tumulto que minha vida estava. Eu tinha apenas 18 anos, em pouco tempo 19, a cerca de um ano atrás, minha única preocupação era conseguir pular o muro do colégio interno só para garotas: Marie St Valley. Olho pela janela do avião, ver tudo de um ponto de vista elevado era gratificante, me dava uma certa paz. Fecho os olhos lembrando da última vez em que tive uma boa noite de sono. Minha cabeça estava muito cheia para conseguir dormir, toda vez em que eu colocava minha cabeça em um travesseiro, milhares de perguntas invadiam meus pensamentos e atrapalhava meu sono.

 

            Começo a pensar sobre Louis, ele era tão gentil... Eu não podia o procurar, tínhamos que investigar cada passo seu para descobrir se eu podia confiar nele ou não. Eu e Louis havíamos tido um caso, nos beijávamos, transávamos, e nos confidenciávamos, mas eu sabia que não tinha amor envolvido, era uma espécie de amizade. Vendo agora, eu sabia que no ínicio teve uma certa euforia, mas agora tinha acabado. Ele era apenas um amigo com certas vantagens. Engraçado, não é? Um dia ele era “tudo”, agora ele era, uma grande interrogação em meu coração.

 

            Quando penso em Harry, a primeira lembrança que me vinha a cabeça, era o episódio do sutiã pendurado na maçaneta, tinha sido cômico. Por que alguém se incomodava tanto com uma bobagem? Quer dizer, eu entendia que ele detestava bagunça, mas era apenas uma coisa fora do lugar, e não o quarto inteiro, seu exagero me fazia rir.

 

            O avião finalmente pousa. A pista de pouso era em cima de um prédio bem familiarizado por mim. Desço e vou logo ao meu destino:

 

            -Boa tarde, Senhora Styles. Vou avisar ao Senhor Dunne que está aqui –a secretária anuncia. Espero alguns minutos e ela me dá um sinal –pode entrar –atravesso a sala de estar e entro em uma espécie de escritório

 

            -Elizabeth! Quanto tempo! –Elliot fala e dou um sorriso de canto

 

            -Conseguiu o que pedi? –pergunto

 

            -Direta assim? –questiona

 

            -Você sabe que não temos tempo. Eu adoraria sentar e colocar o papo em dia, mas não é possível ainda. Espero que tenha desligado as câmeras de segurança. –digo

-Você sabe que eu nunca colocaria sua segurança em risco... –Fala –é como uma filha para mim...

 

            -Negócios, Elliott –o lembro

 

            -Tudo bem, perdão. Está aqui o que pediu –fala me entregando uma pasta. Abro e rapidamente leio –Você pode contar com o Styles, ele está sendo vitíma de um golpe, assim como você!

 

            -Obrigada –digo logo saindo

 

 

             


Notas Finais


peço mil desculpas por demorar para reescrever, acabei perdendo a vontade de escrever e tive problemas de criatividade... Bom, agora eu vou tentar me organizar melhor, e postar com mais frequência. Espero que ainda acompanhem a fanfic, beijosss

ah e não esqueçam de comentar, isso ajuda muito e me deixa super feliz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...