História Criminal Love - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Personagens Hongbin, Hyuk, Ken, Leo, N, Ravi
Tags Criminal, Navi
Exibições 92
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo pra vcs meus amores
Boa leitura <3

Capítulo 13 - Bad Romance


Você sabe que quero você

E sabe que preciso de você

Eu quero o seu mau, mau romance

- Bad Romance / Lady Gaga

 

 

 

- Eu fiquei bem triste com o que ela disse sabe, mas ela é minha mãe e tem todo o direito de se preocupar. - Hakyeon desabafava suas dores com Ravi enquanto estava deitado em cima do peito do maior e o mesmo fazia carinho nos seus cabelos.

 

- Eu nunca tive uma mãe que se preocupasse comigo.

 

- Nem o seu pai se preocupava com você?

 

- Nem ele. - O maior sorriu sem graça. - Ele me criou apenas pra seguir o mesmo caminho que ele, sem ao menos perguntar se eu tinha sonhos. 

 

- Quais eram os sonhos?

 

- Eu queria ser Rapper, eu até terminei o ensino médio e todos os meus colegas dizia que eu tinha talento. Nesse tempo eu já estava no meio da sujeira e pra completar meu pai morreu e fui obrigado a assumir tudo que era dele. - O maior contava e Hakyeon conseguiu sentir toda a sua tristeza, o abraçou mais forte e recebendo um beijo carinhoso na testa.

 

- Nunca é tarde pra realizar seus sonhos, Ravi. 

 

- Mas eu já realizei um dos meus sonhos mais secretos.

 

- Qual?

 

- Amar alguém. 

 

   A resposta pegou o adolescente de surpresa e ele poderia dizer com todas as letras que esse dia seria marcado como o mais feliz da vida dele. 

 

- Você me ama? - Hakyeon perguntou sorrindo.

 

- Amo.

 

- É qual o tamanho do seu amor?

 

- Haja fita pra medir hein. - Ravi respondeu rindo e Hakyeon revirou os olhos.

 

- Eu ia dizer que te amo também mas você estragou todo o romantismo, parece que faz de proposito. - O menor acabou dando um tapa de leve em Ravi que apenas continuava rindo da irritação do amado.

 

- Você disse que tinha algo pra me contar. 

 

- Ah sim! Eu recebi uma bolsa de estudos nos Estados Unidos, claro que não vou mas eu fiquei meio feliz, é muito honra ganhar um bolsa pra fora do pais.

 

- Você já deu a resposta?

 

- Pior que não.

 

- Ótimo.

 

- Como?

 

- Nada não. 

 

   Saber que Hakyeon tinha ganhado uma boa proposta que poderia melhorar a vida do seu amado fez Ravi começar a pensar em algumas coisas, ele já tinha ouvido dizer que amar consiste em ter que abrir mão de muitas coisas e as vezes abrir mão da pessoa que ama pra ver a felicidade dela. 

 

- Ravi tem alguém chamando. - Hakyeon se levantou apos escutar uma voz e Ravi fez questão de puxa-lo de volta. - É serio, tem alguém chamando.

 

- Não liga, são vozes.

 

- FILHO DA PUTA, ABRE ESSE PORTA ANTES QUE EU DERRUBE. - Jaehwan gritou do outro lado da porta fazendo Ravi suspirar. - EU SEI QUE VOCE TÁ AI DENTRO, TO AVISANDO, VOU DERRUBAR ESSA PORTA.

 

- QUERO VER VOCÊ  OUSAR. - Ravi acabou se irritando e levantando pra abrir a maldita porta, Hakyeon apenas ficou apreciando o quanto seu amado tinha amigos carinhosos.

 

- Vejo que tem companhia. - Jaehwan passou uma olhada feia pra Hakyeon depois que entrou no lugar e o menor engoliu seco, jaehwan conseguia ser mais assustador que o normal.

 

- Olha pra ele assim de novo, pra ver se eu não arranco seus olhos fora. - Ravi ameaçou e Jaehwan semicerrou os olhos indignado. 

 

- Eu olho pra quem eu quiser do jeito que eu quiser. - Jaehwan implicou. - Mas não vim aqui pra brigar, a gente tem que se preparar para uma missão e você sabe muito bem o que é.  - Jaehwan continuou e Ravi acabou suspirando ainda mais irritado.

 

- Outra hora.

 

- Certo, a relação de vocês dois estão rolando solta por ai, então Hakyeon como é a sensação de ser mulher de bandido? - Jaehwan continuou implicando.

 

- Não enche Jaehwan, se já terminou o que tinha pra falar já pode ir embora.

 

- Não ainda, eu só quero uma resposta do seu amiguinho, então Hakyeon tá gostando de virar fofoca?

 

- Vai á merda, Jaehwan. - Hakyeon respondeu e Ravi nem fez questão de segurar o riso quando Jaehwan saiu bufando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...