História Remember-Me - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens Isabela Junqueira, João Guilherme Ávila, Joaquim Vaz, Larissa Manoela, Manuela Agnes
Tags Jobela, Jolari, Majo, Mateo, Mhape, Teobela, Thovanna
Exibições 139
Palavras 950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


💖💖

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction Remember-Me - Capítulo 2 - Capitulo 2

[...] Botei minhas três malas na mala e fui até meu irmão que só trouxe uma mala de mão, ele não vai passar muitos dias aqui. Saímos do portão de desembarque, e vi uma louca segurando uma placa " vaca leitera ", ri e chacoalhei a cabeça, entreguei o carinho para o Pedro, levei o óculos a cabeça e corri até ela, abraçando-a forte.

Lari: Como senti sua falta!

Mharessa: Acho que não mais do que eu.

Pedro: E eu não ganho um abraço? — a Mha me soltou e olhou para o Pedro, vi um brilho nascer nos seus olhos, hummmm, meu irmão e um deus grego, apoio esses dois juntos, sorri de lado, enquanto eles se abraçavam. Fomos conversando até um ponto de taxi, pegamos e fomos para minha nova " casa ".

Lari: Quero sua ajuda para decorar! — a Mha tinha se formado em arquitetura.

Mharessa: Vou adorar! Fazer um ótimo trabalho, você não vai de arrepender.

Pedro: Não se importe com o preço, pode comprar e decorar o mais belo possível.

Mharessa: Ela e minha melhor amiga, não vou cobrar.

Lari: Depois falamos nisso. Agora... — meu celular começou a tocar, tirei meu celular da bolsa e era número desconhecido, me afastei deles e atendi.

* Ligação on *

Lari: Alô? Quem e?

Thomaz: E o Thomaz! Soube que chegou em Londres.

Lari: Chegueei!

Thomaz: Pois bem, estou precisando de uma ajuda sua! Pode vir aqui na empresa?

Lari: Agora? — olhei para meu irmão e Mharessa que trocavam olhares

.Thomaz: Sim, por favor.

Lari: Ok, me passa o endereço e na chego aí.

Thomaz: Pega um taxi e diz que vem para cá, eles sabem.

Lsri: Tudo bem! Já chego.

*Ligação off*

desliguei e guardei na bolsa — vou ter que dar um pulo em um canto, mais voltou logo. Fiquem a vontade! — olhei para o Pedro e dei uma piscadinha, coloquei meu óculos de novo e sai.

¥ João Guilherme On ¥

Como assim para eu ganhar a merda da presidência dessa empresa eu tenho que casar? E TENHO UM MÊS DE PRAZO? Isso e castigo pelos meus pescados né? Só pode, QUE MERDA. Poderia pedir ajuda a minha irmã, mais ela disse que ia estar ocupada por que ia buscar alguém do passado no aeroporto, quem será? Não me importei muito, tenho que achar alguém logo. A Júlia é uma vadia, só queria fama e dinheiro, e pior que conseguiu. Sumiu do mapa e foi um problema a menos. Estou andando de um lado para o outro, avisei ao Thomaz que saiu que nem um furacão da sala, me abandonando. Vamos pensar nas possibilidades. A Esther, minha secretaria e bonita, mas não faz meu tipo, a Bianca e lésbica, e outras mulheres que conheço são comprometidas! Não posso me casar com qualquer uma. O Thomaz entrou.

João: Eu já tenho problemas de mais e meu pai chega com essa?

Thomaz: Depois daquela notícia que você dormiu com três, o que você queria?

João: Aí Meu Deus! Eu só queria me divertir.

Thomaz: Certas coisas tem consequências.

João: Vai da um de tio conselheiro agora?

Thomaz: Não mano — levantou as mãos em rendição — só quero ajudar.

João: Ajuda com possibilidades de alguém legal para ficar casada por um ano.

Thomaz: Eita, um ano?

João: Um ano de tortura

Thomaz: Acho que encontrei uma pessoa, mais ela só falta aceitar.

João: E quem é?

Thomaz: Você vai ver! Ela já está chegando.

João: E bonita?

Thomaz: E gostosa! — ele mandou um olhar " malicioso ", e o celular dele tocou — Oii... Pode entrar... Fala para ela que ele não está ocupado e que pode entrar... Estamos esperando... — ele desligou — ela chegou. — me sentei na minha cadeira e ajeitei meu terno. A porta foi aberta e uma mulher surgiu na porta, coloquei minha mão no queixo para ele não parar no chão, que mulher e essa Jesus?

Xx: Lembra de mim, João Guilherme?

¥ Larissa Manoela On ¥

Lari: Lembra de mim, João Guilherme? — depois que descobri que aquela sala era do João, abri com certo receio, mas sou forte e superei tudo. Percebi seu olhar sobre meu corpo, e depois ficou confuso, entrei e fechei a porta. Fui até a mesa e apertei a mão do Thomaz — Olá, Thomaz!. — ele sorriu e me sentei. — Como vai João Guilherme? 

João: Desculpa... Te conheço? — ri e encostei minhas costas na cadeira e cruzei as pernas, deixando minha perna totalmente a mostra

Lari: Estou diferente não e mesmo?

João: Se eu soubesse quem você é, poderia responder.

Lari: Hummm... Rolha de poço, se entupia de hambúrguer extra grande, morava na mesma rua que você, irmã do Pedro... — fiz cara de paisagem, e o João Guilherme arregalou os olhos.

João: Larissa... Larissa Manoela? Não pode ser! Isso e uma brincadeira de mal gosto. — me levantei e passei pela mesa, ficando ao seu lado, virei a cadeira fazendo ele ficar frente a frente

.Lari: Realmente pensa que não sou a Larissa? Owwnn — apertei sua bochecha, mas ele virou o rosto irritado, voltei a andar pela sala até minha cadeira — Sabe aquela garotinha que você tanto ria e humilhava a dez anos atrás? Aquela garotinha que era um pouco gordinha, a mais nerd da escola, que nunca te fez nada e você só humilhava? Ela cresceu, amadureceu, e hoje e uma mulher. — me sentei na cadeira novamente.

João: Você... Mudou bastante!

Lari: E sério? Own, me sinto honrada com um elogio seu. — ele me secou com os olhos, retribui.

João: Então, o que você veio fazer aqui, esse discurso? Por que eu já tenho problemas demais para ficar ouvindo isso.

Lari: Claro que não, eu só vim aqui por que meu amigo Thomaz, me ligou desesperado e me pediu para vir aqui.

João: Então Thomaz?

Thomaz: Foi ela em que pensei para se casar com você!

João & Lari: Casar?


Notas Finais


Gente, vou demorar um pouco para postar, pq eu estou viajando e a internet de onde eu estou não presta direito, então vai demorar um pouco, mais eu já tenho uns capítulos escritos ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...