História Criminal Love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber Criminal
Exibições 28
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola amores

Capítulo 10 - Encontrada


Mariana On ~

 Não sei a quanto tempo estou aqui,  mas sei que não vou aguentar mais tempo. 

 Eu estou toda machucada,  toda ferrada,  e aquele homem sempre volta com as mesmas perguntas ,  pelo que eu entendi o Justin e os meninos são gangsters e esse homem era o maior dos gangsters daqui mas os meninos roubaram isso dele,  e ele os odeia,  por isso me sequestrou,  acha que eu sei as fraqueza do Justin e dos meninos,  Eu não aguento mais.

 Justin on ~ 

 Hoje é o segundo dia sem a Mari eu estou ficando louco,  não sabia que me importava tanto com ela,  não dormi nesse tempo só comi porque os meninos me obrigaram,  estou agora com eles e a Bruna na sala vendo onde não procuramos ainda e pensando quem faria isso com ela,  afinal ela não sabe da gangue. 

 Quando meu celular toca,  um número desconhecido.

 Justin: Alô 

 Xxxx: Olá Velho amigo,  quanto tempo. 

 Justin: Mário. 

 * falo com nojo na voz *

 Os meninos ficam atentos e pedem pra eu colocar no viva-voz e eu o faço. 

 Justin: O que quer? 

 Mário : Nada demais,  só saber se está sentindo falta da cadelinha. 

 Justin: Do que você tá faland...

 * quando lembro da Mari *

 Justin: O que fez com ela? onde ela está?

Nessa hora o Cris estava mechendo no computador e pediu pra eu segurar a ligação. 

 Mario: Ah ela está amando esse tempo comigo,  quer ver? 

 * E o Chaz recebe um vídeo e fotos  dela toda machucada.*

  Justin: Sua briga é comigo,  não sabia que pegava meninas inocentes, viu que não aguenta comigo,  foi atrás de meninas indefesas é? 

 * Falei já vendo o Cris fazer sinal que eu poderia desligar* 

Mario: Não brinque Justin,  ou quer que eu devolva ela pra você?  sem a cabeça?  que tal?  

 Justin: Tenta a sorte pra ver,  não tem amor a vida não Mário?  Deveria viu,  Cuidado! 

 E desliguei. 

 Cris: Eles estão em uma rua do outro lado da cidade é periferia, quando vamos? 

 Justin : Agora!  Não sabemos quanto tempo temos. 

 A Bruna estava sem entender nada e o Ryan puxou ela pra outro lugar pra conversar com ela,  enquanto eu fui chamar os seguranças. 

Em 15 minutos estávamos todos prontos,  indo em direção ao local. Já tínhamos a planta que o Cris conseguiu,  então não estava difícil.

 Chegamos perto do lugar,  estava parecia  abandonado,  ficamos em posição,  silenciadores nas armas,  prontos. 

 Estavam na frente Ryan,  Chaz e eu o Cris estava em casa cuidando das câmeras da rua e tudo. 

 Quando ele deu o sinal,  nós invadidos,  tinham uns guardas na entrada mas logo foram ao chão,  fomos entrando e derrubando todos que víamos, até que escuto um grito no andar de cima,  era da Mariana. 

 Eu subi correndo e arrombei a porta,  encontrando o Mario tentando estrupar ela  que como estava toda ferida só se debatia e gritava. 

 Seu vestido estava rasgado e ele estava quase tirando suas roupas íntimas,  deu um pulo quando me viu e segurou ela com força na frente a usando de escudo,  depois colocou a arma na cabeça dela e riu. 

 Mario: Chegou muito rápido Justin,  achei que demoraria mais,  qualquer passo e ela morre. 

 * Eu pensava em todas as possibilidades enquanto ele falava de como foi super arquitetado o plano dele,  Quando surgiu uma ideia em minha cabeça e eu olhei pra Mariana tentando fazer ela entender sem que o  Mario percebesse * 

Olhei Pra ela e depois pro chão acho que ela entendeu o recado. 

 Justin: Realmente Mario,  Seu plano foi perfeito,  eu nunca conseguiria arquitetar um desses. 

 * Minhas palavras o deixaram surpreso e nesse meio tempo de distração eu dei o sinal e a Mari se jogou ao chão enquanto eu atirava no Mario* Acertei seu braço e sua perna e  seu peito, tirei a arma dele,  peguei a Mari nos braços. 

 Mario: É só o come....  começo bieber. out...  outros viram at... atrás de você,  você tem mui....  muitos inimigos cuid....  cuidado mo... moleque. 

 E morreu. 

Tirei a minha camisa e vesti na Mari que estava muito assustada e machucada levando ela pro meu carro enquanto ela escondia a cabeça em meu pescoço pra não ver os corpos, coloquei ela no meu carro e os meninos já tocavam fogo na casa com tudo dentro.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Desculpem a demora pra postar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...