História Criminal Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Tags Ação, Drama, Jorge Blanco, Jortini, Máfia, Martina Stoessel, Misterios, Violetta
Exibições 27
Palavras 811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HELLO AMORES❤ Quero agradecer muito as vocês que estão lendo☀ e pedir que quem puder me ajudem a divulgar a história❤

Capítulo 3 - Capitulo - 3 Nós contra você



Depois disso, vi as portas do jatinho serem fechadas suspirei e me acomodei em um dos assentos do jatinho.

Buenos Aires, estou chegando.

( ... )

Já eram 19:00 horas eu estava a caminho da mansão do Torres, se tudo desse certo eu iria me encontrar com a gangue do JB ainda hoje.

Assim que eu invadi, a casa do Torres dei um jeito de ficar próxima a uma janela que ficava na cozinha.

"- Temos que desconfiar até da nossa sombra ouviram ?" - Torres falava para seus capangas na cozinha.

Todos concordaram com cabeça, logo depois o silêncio tomou conta da cozinha.

De repente alguem me segurá pelo braço e cobre meu rosto com um pano. Então tudo fica preto

(...)

Acordei em um escritório, amarrada em uma cadeira.Tentei me soltar mas foi em vão

Martina : Droga. - Bufei com raiva

XXXXX : Vejo que já acordou princesa.

Escuto uma voz, e logo o vejo entrando no escritório

Martina : Torres, Vinícius Torres. - Sorri sínica

Vinícius : Parece que já me conhece. - Sorriu

Martina : Mais do que você imagina. - Ele gargalhou

Vinícius : E quem é você ?

Martina : Seu pior pesadelo - Sorri desafiadora

Eu não sabia muito sobre o Torres, mas não podia deixar ele notar isso então me mantive firme

Vinícius : Nunca achei que o meu pior pesadelo, estaria não vulnerável na minha frente. - Gargalhou

Logo após passou a mão de leve no meu rosto, e deu um passo pra trás olhando meu corpo.

Martina : Não encoste em mim.

Vinícius : Adoro mulher difícil, é até que você é bem gostosa

Martina : Não house encostar em mim - Gritei

Vinícius : Calada - Me deu um tapa no rosto

Tentei colocar a mão no local atingido mais minhas mãos estavam amarradas. Aquele tapa foi a gota da aguá

Martina : Considere-se um homem morto. - Vinícius gargalhou

Vinícius : Não me faça rir, você não pode fazer nada contra mim.

Martina : Eu vou surpreender você.

Vinícius : Eu adoraria ver você fazendo na cama. - Sorriu

Ele se aproximou de mim e deu uma leve apertadinha na minha coxa.

Martina : Você vai se arrepender de ter feito isso.

Vinícius : Como ? - Falou com um olhar desafiador .

Martina : Logo vai descobrir - Eu não sabia oque ia fazer, mas eu precisava dar um jeito de me soltar

Vinícius : Já to cansado, agora quero me divertir um pouco com você.

Ele se aproximou de mim, e começou a passar a mão no meu corpo. Eu estava tão vulnerável não conseguia me mexer, a única coisa que conseguia fazer era grita e xingar aquele desgraçado.

Martina : Me solta seu Babaca.

Vinícius : Adoro as difíceis. - Mordeu os lábios me olhando

Martina : Me solta logo. - Gritei com raiva

Do nada vejo a porta se abrir e uma garota com aparência de uns 20 anos com cabelos pretos passar pela porta com uma arma apontada para o Torres

XXXXX : Você é surdo Torres, larga ela

Torres se afastou de mim sorrindo pra morena.

Acredito que ela seja a Lodovica

Vinícius : Lodovica minha italiana preferida que saudade. - Lodovica gargalhou

Lodovica : Pena que não posso dizer o mesmo torres.

Ela contínuo com a arma apontada pra ele.

Lodovica : Agora solta ela. - Ele continuo me segurando - Solta ela agora ou eu atiro.

Ele a obedeceu, assim que ele me soltou olhei pra Lodovica e ela piscou pra mim

Eu entendi o recado na hora, antes que ele pudesse fazer qualquer movimento, dei um chute na barriga dele em seguida jogando ele no chão, nunca fui vingativa mas aquele idiota merecia então dei mais alguns chutes nele, até Lodovica me pedir pra parar

Lodovica : Acho que ele já aprendeu uma lição. - Riu - Agora levanta Torres - ele continuo no chão.

Martina : Acho que ele quer apanhar mais

Lodovica : Levanta agora - Gritou, então ele se levantou muito calmamente - Onde está o cofre ?

Vinícius : Não tenho cofre - Riu

Martina : Atrás do quadro que está perto da messa dele, e na messa tem um botão onde ele pode chamar os outros da gangue.

Torres me olhou com os olhos arregalados, e Lodovica abriu um sorriso vencedor

Martina : Eu disse pra não me subestimar

Lodovica : Abra logo o cofre Torres, e nem tente chamar a sua gangue porque já estão todos mortos.

Ele foi até o quadro da parede parecia que ele iria abrir o cofre, mas foi ai que ele puxou a arma e apontou pra Lodovica

Vinícius : Agora é eu contra você. - Falou com os olhos fixo na lodo.

Então em uma manobra rápida peguei minha arma que estava escondida na minha bota e apontei para Torres

Martina : Não Torres. Agora é nós contra você.

Lodovica sorriu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...