História Criminal Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, TWICE
Personagens Chaeyoung, D.O, Jin, Personagens Originais
Tags Exo
Exibições 11
Palavras 618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse episódio ficou meio curtinho, mas o segundo será maior, eu acho rs.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Nova Missão


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Capítulo 1 - Nova Missão

Min Soo pov's on

Estávamos naquela hora, só eu e ele na floresta. Ele vinha caminhando até mim lentamente, enquanto eu deixava minha mãe dentro da bolsa. Assim que ele chegou a 15cm do meu rosto, tirei a arma da bolsa e apontei para a testa dele.

-O que é isso docinho? V-você não vai atirar, né? 

Sem dizer uma palavra se quer, eu puxei o gatilho. Em questão de 10 segundos aquele traste estava caído no chão, morto. Me aproximei dele, me abaixei e tirei tudo o que tinha em seus bolsos. Dinheiro, documentos, tudo. E logo depois voltei para dentro do carro. Coloquei a chave na ignição e dei partida. Seul estava agitada como sempre, mesmo sendo 2 da manhã. A cidade fica tão linda a noite... Queria ter mais tempo livre pra passar admirando-a. 

Depois de aproximadamente 25 minutos dirigindo, parei em frente ao prédio em que Chaeyoung mora. Desci do carro e entrei no apartamento. Assim que cheguei no local, vi aquela obra de deus sentada no sofá. Aish, por que tão bonito? 
Se controla Min Soo, Seokjin é o marido da Chaeyoung, não seu. 

-Olá Soo! - disse sorrindo assim que me viu.

-Oi Seokjin... A Chaeyoung ta aí? - perguntei séria 

-Ta sim, no escritório como deve imaginar. Estamos acordados até agora te esperando!

-Oh.. Me desculpe pela demora, ele demorou para chegar. Mas eu fiz tudo muito rápido. 

-Sem problemas. Agora vá, ela está te esperando! - disse e logo voltou a prestar atenção na televisão 

 

Bati duas vezes na porta do escritória e logo a ouvi falar.

-Entra! 

 

Entrei na sala e logo sentei na cadeira. 

-Oh, Min Soo! 

-Sim, sou eu. 

-Como está aqui agora, creio que completou sua missão, né?

-Terminei. Oh Sehun está morto. Ah, e olha o que eu consegui omma! - disse colocando o dinheiro e os documentos em cima da mesa 

-É.. Não me chame de omma aqui. Ok? Bom trabalho Soo, agora suas contas poderão ser pagas. 

-Chaeyoung? 

-Sim? - disse enquanto pegava as coisas de cima da mesa

-Desde que você me tirou da rua eu tenho feito tudo que você me pediu. E quando comprou aquele apartamento pra mim... Olha, eu só quero que você saiba que eu faço isso porque sou muito grata a você e ao Seokjin por me tratar como filha e cuidar de mim. Se não fosse por vocês eu nem sei se estaria viva agora.. 

-Você sabe que a gente te ama né? Mas.. Mudando de assunto agora. Tenho outra missão pra você. 

-Já? 

-Sim. Por que? Algum problema? 

-N-não, nenhum. 

-Continuando... Tem um cara que me fez muito mal um dia. Ele é um traste, um lixo, um cachorro insuportável.. - disse fechando os punhos com força - Eu preciso que você o mate e tire tudo que ele tem. 

-Ok.. Onde eu acho ele? 

-Ele é dono de uma boate, o nome dele é Kyung-soo, mas todos o chamam de D.O 

-Continua..

-Toma aqui o endereço e uma foto dele - ela meche nas gavetas e me dá dois pedaços de papel - Você  tem que ir pra casa agora querida. Está suja de sangue e provavelmente cansada. Mas amanhã você  deve começar a procurá-lo. Pode demorar o tempo que quiser, mas mate ele. - sua voz era seca, desde que ela mencionou esse homem ela ficou nervosa. 

-Tudo bem, eu aceito a missão. Boa noite - falo me levantando da cadeira e indo até a porta. 

Quando estava saindo do apartamento notei que Jin não estava mais sentado no sofá, como não pude dar boa noite só sai e fechei a porta, indo até o lado de fora e entrando no meu carro. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do primeiro capítulo, amores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...