História Criminal Love ( Versão Spoby ) - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars, Violetta
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Cece Drake, Diego, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Ian Thomas, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Lucas Gottesman, Personagens Originais, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Wren Kingston
Tags Fbi, Gangue, Pll, Violetta
Visualizações 74
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 37 - Como tudo começou



Assim abri a porta do quarto, vi uma sena que era muito pra mim, senti meu coração acelerar minhas pernas ficaram bambas.

Toby : Spencer ?

"Desgraçado."

Spencer : Oi. - Falei com a voz um pouco trêmula ainda.

Dei uma olhada rápida pelo corpo dele, mas rapidamente ele puxou a cueca e a vestiu.

Toby : Desculpa por isso. - Riu - Acho que não posso mais ficar pelado pelo quarto. - Rimos

Spencer : A verdade é que não me incomodaria ver você pelado no quarto. - Sorri malicioso Toby mordeu os lábios

Toby : Vou começar a andar pelado. - Sorriu malicioso - Só não sei, se as outras garotas vão se acostumar com isso. - Riu

Spencer : E quem falou nas outras meninas ? - Sorri sexy - Eu falei pelado no quarto. - Vi Toby levar a mão até seu membro o mesmo apertando de leve pelo tecido da cueca

Toby : Spencer não provoca. - Sorriu malicioso

Spencer : Não estou provocando. - Sorri - Só estou dando uma ideia. - Ele riu

Toby : Vou pensar na sua ideia.

Spencer : Ok. - Sorri - Bom só vim avisar que a pizza chegou, se quiser comer

Toby : Quero sim. - Sorriu - Pode ir, que já vou.

Apenas fiz sim com a cabeça e logo sai

( ... )

Depois que comemos as pizzas. Aria teve a ideia de irmos sentar no jardim e foi oque fizemos.

Selena : Gente vamos animar essa roda. - Rimos

Spencer : Concordo com a Selena. - Sorrimos - Vamos lá, assuntos ? - RI

Aria : Eu tenho uma ideia. - sorriu

Spencer : Qual ?

Aria : Conte como é ser agente do FBI. - Rimos

Spencer : Uma ex agente. - RI - É legal eu acho. Mas agora me falem vocês como essa gangue surgiu ? - Sorri

Toby : Essa história é longa.

Selena : Sabe que eu também não sei direito. - Riu

Jenna : Verdade Toby conta. - Sorriu

Toby : Ok. Vamos começar com a Aria. - A mesma abriu um sorriso.

Aria : Eu e o Toby conivíamos muito, nossos pais sabiam que estaríamos juntos se algo acendesse. - Suspirou - Quando eles morreram descobrimos sobre eles serem agentes do FBI, mas o FBI não fez nada por nós. Então começamos a investigar nós mesmos sobre a morte deles, e aprendemos a nós virar.

Selena : Eu descobri antes da morte dos nossos pais, sobre eles serem do FBI. Me senti enganada então fugi de casa.

Jenna : Fugimos juntas - Riu

Toby : Ficou só eu e a Aria, passamos anos nós virando da maneira que dava, quando fizemos uns 17, 18 anos vendemos alguns bens de nossos pais e fomos para a Espanha. Onde conhecemos o Caleb.

Caleb : Eu nunca tive pais, fui criado pelos meus avós. E meu avô era viciado em jogos de cassino. Ele acabou com uma dívida muito alta. Mas ele só nós contou quando o prazo estava acabando, juntamos dinheiro mas foi em vão. O cara invadiu minha casa e matou os dois. - Seus olhos se encheram de lágrimas - Só me salvei porquê fui comprar comida na hora.

Spencer : Eu sinto muito.

Caleb : Tudo bem. - Sorriu - Bom, eu fiquei transtornado, então peguei a arma do meu avô e fui atrás do assassino. Quando eu o vi, puxei a arma mas na mesma hora vários caras puxaram também, e apontaram pra mim. Eu ia morrer se não fosse o Toby.

Toby : Eu não queria ver ele morrer na minha frente, dei um tiro no dono do cassino, sem nem saber se estava certo ou errado.

Aria puxou o Caleb e saímos do cassino, eu lembro de perguntar : "Oque estava querendo fazer ?" - Eles riam - O Caleb respondeu vingança. Simplesmente a mesma coisa que eu queria também, acabou que ficamos amigos desde então. - Sorriam

Aria : Depois conheçamos o Jason. - Sorriu

Jason : Eu não tive uma história dramática. - Rimos - Eu fui expulso da faculdade de informática, por reckear o sistema de notas e ter mudado a notas de vários alunos.

Selena : Não acredito nisso. - Rimos

Jason : Acabaram descobrindo que tinha sido eu, então sai pra beber, relaxar um pouco depois da expulsão. - Riu - E encontrei um velho amigo de infância : Toby.

Spencer : Vocês se conheciam antes ?

Jason : Éramos vizinhos no México, a muitos anos antes de tudo acontecer. Acabei contando oque tinha acontecido e o Toby só faltou me pedir em casamento. - Rimos

Toby : O Jason seria uma ajuda extra, estávamos sem grana e ter um cara que soubesse reckear era tudo oque eu precisava.

Jason : Eu precisa de dinheiro, o Toby era uma pessoa inteligente. Me juntei a ele. - Rimos. - sabia que falido eu não ia mais ficar.

Spencer : E depois vocês conheceram o Ruggero ? - RI

Aria : Não. - Falou baixinho - Depois conheçamos o Ezra. - Suspirou

Ruggero : É incrível, a Aria ama falar de gente morta. - Bufou

Aria : Morta pra você. - Grito

Ruggero : Então ainda acha que aquele idiota está vivo ?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...