História Criminal Possession - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Drama, Estrupo, Romance, Tortura, Violencia
Exibições 72
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É a minha primeira fanfic aqui neste site, escrevam se tá bom ou o que eu devo mudar. Preciso de pessoas sincera, não irão me ofender! Peço muito a vocês qualquer erro se encontrarem.

Capítulo 1 - Maybe I like I flirt with me.


Flashback on [Elizabeth Barrett]



Eu olhava pra lua, hoje ela estava encantadora. Depois de ter escrevido no meu diário eu estava exausta. Meu pais estavam brigando eu ouvia de longe. As lágrimas desciam sobre minha face. Não era tristeza mais sim ódio de tudo o que acontece comigo. Por que a vida é injusta? Depois de uma longa discussão escutei uns passos eram familiar, quando vi, era minha mãe com voz de choro.



—Filha, vai dormir amanhã será um longo dia. — Ela falava assoando o nariz e me olhando com um olhar triste. Eu levantei da cadeira que ficava no terraço me dando uma linda visão da lua. Quando cheguei mais perto dela ela me abraçou. Apenas correspondi ela precisava de um abraço. — Me desculpe por tudo o que tá acontecendo, filha...

—Eu sei mãe, eu sei que não é culpa sua... — Eu falei com a minha voz de choro.

—Boa noite. — Ela me deu um beijo na testa. Eu sorri, até que ela desceu e foi para o seu quarto.



Eu deitei na cama, e me cobri. Pensando em tudo, finalmente dormi.



03h53min da manhã...



Acordei desesperada, eu tive um pesadelo, nele meus pais morriam e eu ficaria sozinha no mundo. Peguei a lâmina e comecei a me cortar. Olhei pra varanda que estava aberta, vi a rua ainda deserta. Desci as escadas calmamente sem que ninguém perceba e sai daquele inferno que se chamava casa.



Andando pela rua deserta eu chorava baixo. O choro seria que ser baixo, se aparecesse alguém e me vesse assim não queria que me perguntasse se eu estou bem. Apesar de não estar. O sangue escorria pelas minhas mãos, a dor aliviava, quando senti alguém se esbarrando em mim me fazendo cair.



—Desculpa, é que eu não te vi. — Olhei pra cima, vi um cara com uma voz rouca, ele tinha os olhos castanhos dava para ver da luz do poste. Ele me deu a mão, mais eu me levantei sem dar a mão, já que estava toda suja de sangue. — O que faz aqui? Uma hora dessas?

—Eu prefiro não explicar para um estranho. — Falei sincera

—Não sou um estranho. Me chame de Justin. — Vi que ele fitava os meus olhos, eu desvia o olhar. — E você? Se incomoda se eu te chamar de estranha?

—Elizabeth. — Olhei pra ele, nãoo... Olhei nos olhos dele.

—Nome bonito que nem a dona.

—Você tá me flertando?

—Você gosta?

—Gosto do que? — Ele se aproximou.

—Que eu flerte com você?


Notas Finais


Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...