História Criminal Possession - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Drama, Estrupo, Romance, Tortura, Violencia
Exibições 50
Palavras 325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Someone help me?


—Você quer mesmo fazer isso? — Meu pai me perguntou. — Eu posso treina-la.

—Nãoo! Não quero que minha filha passe por essas coisas...

—Eu quero pai, e eu vou fazer isso. — Nada saía dos meus olhos, eu estava com ódio. Eu estava quase pronta pra matar aqueles ... Aqueles cretinos que mataram a minha Tia! —Eu... Eu já volto.

Sai de casa, eu precisava falar com o Justin, eu precisava de um abraço dele, de seu beijo e de seu carinho. Quando cheguei naquela casa enorme já com lagrimas descendo sobre minha face, ele abre a porta vendo minha situação e me dando um forte abraço.

—O que foi meu anjo? — Ele acariciava meus cabelos. Quando eu já estava dentro ele fechou a porta. — Preciso que confie em mim, o que aconteceu meu anjo?

—Mataram a minha tia. — Gaguejava.

—Quem?
—Os Bieber... — Solucei.

—Bieber? — Ele falou num tom que já conhecia esse sobrenome.

—Sim, você  conhece?

—Olha Elizabeth, se eu te falar uma coisa promete que vai me entender? — Ele me abraçou.

—Não posso prometer... Me fala por favor.

—Tudo bem. Eu me chamo Justin... — Não o deixei terminar.

—Sim eu sei que você se chama Justin. — Olhei pra ele sem entender.

—Sim, Justin Bieber.

—Justin? BIEBER? VOCÊ É UM MONSTRO COMO EU NÃO PERCEBI ISSO! — Gritava de ódio tentando me soltar daqueles braços fortes, mais era impossível.

—Não, Elizabeth eu não sou um monstro, preciso que me escute! — Ele me impediu quando quase ia sair dali. — Sua tia ela queria matar os meus amigos e a mim.

—Por que ela queria isso? — Eu olhei pra ele

—Por que nos Bieber temos uma coisa que ela não tem. —Ele começou. — Somos donos de várias empresas, empresas que já foram dela.

—Não acredito em você.

—Confia em mim, eu estou falando a verdade. — Ele me abraçou, mais eu o empurrei. Sai correndo  mais algo me impediu de correr. — VOCÊ É MINHA E NÃO VAI EMBORA TÃO CEDO!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...