História Crônicas - Doce Chuva Quarta Temporada - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega, Mitologia Japonesa, Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Indra Otsutsuki, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Kabuto, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Rikudou Sennin, Rock Lee, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shin Uchiha, Shisui Uchiha, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko
Tags Fênix, Itachi, Saraí, Sasusaku
Visualizações 33
Palavras 1.745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Boa leitura amores!

Capítulo 16 - Vivendo o Novo Mundo p.9


Fanfic / Fanfiction Crônicas - Doce Chuva Quarta Temporada - Capítulo 16 - Vivendo o Novo Mundo p.9

(Autora on) 

 

 

 O dia amanheceu e com ele, Saraí acordava com uma tremenda dor de cabeça, chorou muito a madrugada que se passou, chorou ao lado da irmã e ambas fizeram companhia uma a outra. 

 Mas diferente do que imaginava a rosada de olhos verdes acordou "bem". 

 - Bom dia Saraí... O dia está tão lindo! Vem comigo... Caminhar por aí! *cantava Sakura tocando violão* - Olhem para si mesmos, crianças, com sua música antiga 

Atravessando satélites enquanto viajam 

Vocês são parte do passado, mas agora são o futuro 

Sinais se cruzando podem ficar confusos  É o suficiente para te deixar louco, louco, louco 

Às vezes, é o suficiente para te deixar louco  

 

Você se prepara, se arruma todo 

Para ir a lugar nenhum em particular 

De volta ao trabalho ou à cafeteria 

Não importa, pois é suficiente 

Ser jovem e apaixonado (ah, ah) 

Ser jovem e apaixonado (ah, ah)  

 

Olhem para si, crianças, vocês sabem que são os melhores 

O mundo é de vocês, não podem negar 

Já viu tanto, você pode até ficar triste 

Mas isso não quer dizer que você deve abusar disso  

 

Mesmo que seja o suficiente para te deixar louco, louco 

Eu sei, é suficiente para te deixar louco, louco, louco  

 

Você se prepara, se arruma todo 

Para ir a lugar nenhum em particular 

De volta ao trabalho ou à cafeteria 

Não importa, pois é suficiente 

Ser jovem e apaixonado (ah, ah) 

Ser jovem e apaixonado (ah, ah)

 

 Saraí estava sensível e vendo a irmã cantando obviamente a fez chorar. 

 - Você está melhor? *perguntou Saraí chorosa*

 Sakura largou o violão. 

 - É... Estou sim... Não do jeito que eu gostaria, mas estou melhor! *confessou a menor*

 - Eu posso perguntar, o que houve ontem com você? Teve algum motivo, além de envolver ao nosso retorno no tempo!? 

 - Saraí, eu não consigo esquecer o que aconteceu... Parece uma birra estúpida? Parece! Mas eu juro pra você, minha irmã... *Sakura confessou chorando* - Eu não consigo parar de lembrar o aconteceu, não consigo parar de ver todas essas pessoas que estão ao nosso redor, mortas! Desaparecendo como se não fosse nada! Eu não consigo controlar! Eu juro... 

 Saraí agarrou a caçula em abraço aconchegante. Sakura chorava descontrolamente. 

 - Não pense que não compreendo você! Eu já estive nesse lugar diversas vezes... Você se esqueceu!? 

 Realmente, para Saraí a depressão era uma velha conhecida. Naquele mundo, foi violada como mulher e como pessoa. Se via como um objeto. Não tinha autoestima, não tinha uma mente normal e tinha problemas consigo mesma. Mas ela conseguiu vencer tudo isso, por amor, amor à sua irmã e ao seu amado. 

 - Eu sei como é isso... Você vai conseguir Saky... 

 A menor suspirou profundamente e então seco as lágrimas. 

 - Eu... Não quero ficar chorando hoje... A gente pode trocar de assunto? *Sakura pergunta*

 Saraí assentiu. 

 - Obrigada Nee-chan... 

 Sakura se levantou. 

 - Ita-kun e eu conversamos com o Hokage e o conselho sobre a aliança com o Olimpo. *Saraí contou*

 - Já?! *Sakura indagou*

 - É... Pode parecer muito cedo, mas... 

 - Eu achei ótimo! *a menor exclamou empolgada* - Assim, alguns conflitos desnecessários vão ser resolvidos antes de se tornarem um problema. 

 Saraí sorriu. 

 - Sim, mas deixei bem claro para aquele maldito do Danzou que essa união não tem nada a ver com conflitos com outras aldeias! 

 - Confesso que estava me segurando pra não sumir com àquele patife, mas... *Sakura sorriu malvada* - Ele não será um problema para nós!

 - Ele que nem pense em atravessar o meu caminho! *Saraí ameaçou raivosa* 

 Sakura gargalhou alto. 

 - O que foi? 

 - Ah! É que pensei que apenas eu e a Hinata havíamos mudado, mas você também Nee-chan... *Sakura comentou rindo*

 - Como assim? *Saraí pergunta*

 - A Hinata e eu mudamos bastante com esse retorno, especialmente eu, mas você também está mudada, só que de maneira mais sutil! Aonde é que você estaria ameaçando alguém Saraí? Logo você, que sempre foi tão fofinha e gentil com todo mundo! *Sakura ressaltou*

 - Pois aí que você se engana, irmãzinha, sempre quando o assunto envolvia você, o Ita-kun, ou meus filhos, eu sempre virava uma onça! *Saraí se defendeu*

 - Sim, realmente, você sempre foi muito protetora com a gente, mas não disso que estou falando... Você sabe o que é! Você ficou mais bruta, mais séria... 

 - É, eu posso ter mudado um pouco! *Saraí admitiu pensativa* - Ontem, mandei o Danzou se foder! E eu não costumava fazer isso no outro mundo. Na verdade acho que eu nunca mandei ninguém se foder antes, em toda a minha existência! 

 Sakura gargalhava frenética. 

 - Ah! Dar um alívio né, parece que está tirando um peso das costas!! *comentou a caçula aos risos*

 - É!! *Saraí exclamou surpresa*

 Sakura riu mais ainda. 

 - Eu retiro o que eu disse, no fundo, no fundo você ainda é aquela moça inocente! 

 Saraí gostou de ouvir isso, não queria ter mudado e sabia que a caçula estava certa, era impossível continuar sendo a mesma pessoa depois de tudo o que aconteceu, mas estava tentando preservar sua imagem, senão já teria entrado em colapso talvez pior que a menor estava tendo. 

 Sakura viu que a mais velha viajava em pensamentos e se aproximou, abraçando-a de surpresa. 

 - Eu te amo Onee-chan... 

 Saraí retribuiu o abraço. 

 - Eu também te amo Saky... Minha irmãzinha querida!

 

 

(...) 

 

 

 Abriu a porta que dava no pátio de treinamento do clã sem se importar com os olhares indesejáveis dos outros membros sobre si. 

 "Sakura-chan tinha razão, isso é incrível! Eu nunca me senti tão confiante!" pensava a morena enquanto jogava a franja para o lado com a mão. 

 - Hinata! *Hiashi indagou*

 - Onee-san... *Hanabi sussurrou assustada com a atitude da irmã*

 No total tinham cerca de trinta pessoas ali em treinamento incluindo seu pai e seu primo, que guardou segredo o que aconteceu na noite anterior. 

 Hinata suspirou profundamente caminhando até o centro do pátio. 

 - Eu os desafio! 

 Todos arregalaram os olhos sem compreender. 

 

 

"...Hinata coçou a cabeça confusa. Sakura continuava tomando seu sake como não houvesse amanhã. 

 - Como eu vou fazer isso Sakura-chan? Eu nunca desobedeci nenhuma ordem do meu pai.

 - Não tenha medo! Eles não podem fazer nada contra você, é superior a todos eles agora! Pegue isso... *disse Sakura lhe dando a garrafa de sake* - Tome um gole... 

 Hinata se assustou, mas obedeceu tomando a bebida e tendo uma crise de tosse em seguida. 

 - Com calma... *disse Sakura*

 Tentou mais uma vez, com sucesso. 

 - É... Forte! *Hinata resmungou devolvendo a bebida para a amiga*

 - Mas é bom... *Sakura começou* - Imagine que o você precisa fazer para que seu clã melhore seja como o sake, é forte e difícil de se acostumar no começo, porém depois de se acostumar, gosto se torna bom! Essa será a reação da sua família, nada mais, nada menos. *Sakura explicou* - Não seja boazinha, seja bruta, machuque os sentimentos e os tabus deles, não tenha piedade, eles não tiveram piedade quando começaram a colocar aquele selos de subordinação em seus próprios irmãos, então não seja bondosa! E tem mais, tem que mudar essa voz garota, como você quer que alguém te respeite se até quando alguém está te xingando você responde com essa voz docinha! 

 A morena ri. 

 - Como assim, essa é a minha voz..?

 - Tem engrossa essa voz, imagina você mandando alguém se ferrar com essa voizinha de menina comportada! 

 - Ah, Sakura, acho que você está bebendo demais! *Hinata disse rindo corada*

 - Então me xinga aí, pra ver se eu não estou dizendo a verdade... Vai... 

 - Ah... *Hinata olhou para a varanda do quarto da rosada e disse, com a voz mais doce do universo* - Vai se ferrar! 

 Sakura riu, riu que sua barriga doía. 

 - É eu acho que você tem razão... Eu preciso mudar muito! 

 - Você precisa pensar nisso... Porque não tão em breve, porém logo, nós vamos comandar o reino dos deuses e você precisa de pelo menos uma experiência liderando alguma coisa! *Sakura ressaltou parando de rir*

 - Mas não acha que talvez eu seja jovem demais pra liderar um clã? 

 - Nem vem com isso, meu cunhado era líder dos caçadores Anbu quando tinha treze anos! E cá entre nós, você é bilhões de vezes mais forte que ele, você é uma Moira, não se esqueça disso! 

 A morena refletiu naquilo... "

 

 

"Já enrolei demais, está na hora das coisas mudarem por aqui." pensou a Hyuuga determinada. 

 - Como disse? Ficou louca Hinata! *Hiashi perguntou irritado*

 A morena fitou seu pai com frieza. 

 - Por acaso ficou surdo, eu disse desafio todos vocês! *berrou a Hyuuga*

 Hiashi ativou seu Byakugan para golpear a filha como forma de repreendê-la, no entanto a morena simplesmente pausou o tempo por três segundos, tempo o suficiente para atacar seu pai pela coluna o deixando incapacitado de se levantar. Todos estavam horrorizados. 

 - Co... Como..? *Hiashi tentava dizer com dor*

 - Não te interessa... Mas e vocês, vão ficar me olhando, ou vão fazer alguma coisa a respeito? 

 Apesar de estar sendo super grossa com todos, sua voz não saia da suavidade e doçura de sempre. Ela deu de ombros, não tinha jeito, até a Saraí conseguia engrossar a voz quando está com raiva, mas para Hinata era um caso perdido. 

 Os outros membros não pensaram duas vezes e foram pra cima da primogênita de Hiashi. A morena nem sequer se deu o trabalho de ativar seu Byakugan e passou golpeando e incapacitando todo mundo que tentava atacá-la. Os únicos que permaneceram parados, foram Neji e Hanabi, que não sabiam como reagir a áquela bagunça. O moreno já tinha experimentado aquele poder antes e já estava satisfeito com o resultado, mas não entendia o que Hinata queria com aquele combate coletivo. 

 - Chega Hinata! *implorou Hiashi no chão*

 A morena que terminava de golpear um dos membros olhou para seu pai por um instante, ainda tentando manter o olhar frio. Hanabi ajudou seu pai a se levantar.

 - Você já provou o que queria... Eu a respeito agora! O quê deseja mais minha filha? *pergunta o líder do clã confuso*

 A morena ajeitou a jaqueta lilás e indo em direção ao pai, pausou ao lado do Neji. 

 - Não me chame de filha e o que eu desejo... É que Neji se torne líder do clã!

 

 

(continua...) 


Notas Finais


A música que a Sakura cantou é Love da Lana Del Rey... Eu esqueci de colocar o nome antes 😂 espero que tenham gostado!
Beijocas 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...