História Crossed Destinies! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jungkook, Romance, Taehyung, Taekook, Universo Alternativo, Vkook
Exibições 141
Palavras 2.951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie :3

Aqui estou com mais um capítulo de Crossed Destinies!!
E como fiz com a Diário de Jungkook, irei postar dois capítulos para compensar o meu atraso e a demora.

Ate a notas finais <3
tenham uma boa leitura <3

Capítulo 3 - Capítulo Três .: Novo Acordo!


Fanfic / Fanfiction Crossed Destinies! - Capítulo 3 - Capítulo Três .: Novo Acordo!

Capítulo Três .: 
Novo Acordo!!

"Dizem que quem ama está predestinado a sofrer, pois o amor é como uma faca de dois lados, ao mesmo tempo que você fere, você irar se ferir..."

Jungkook p.o.v

"Eu não acredito que estou fazendo isso". Eu pensei depois de ver meu reflexo no espelho pela quarta vez antes de finalmente tomar coragem para sair. Estava no banheiro do quarto de Namjoon, vestido de mulher - sim, estou de vestido e salto, peruca e maquiado. - E com muita vergonha de sair vestido assim e me deparar com três marmanjos que com certeza vão tirar sarro de mim pelo resto da minha vida. Eu estava ridículo, isso definitivamente ira acabar com o meu ego e ferir o meu orgulho. Minha irmã deve agradecer aos céus por ter um irmão como eu, disposto a se vestir se mulher para impedi-la de estragar seu futuro. 

Quando finalmente tomei a coragem necessária para sair do banheiro fui recebido por olhares surpresos e um sorriso malicioso acompanhado de um olhar nada discreto do Jimin.

- Nossa, Jungkook. - Jimin falava ainda me avalindo por inteiro - Você está uma delícia. Vamos voltar pro banheiro? Quero aproveitar que você está de saia, afinal sempre te imaginei vestido assim ou de empregada quando ficamos.

- Você só pode tá tirando uma com a minha cara. - falei com raiva.

- É sério, agora você está fodidamente sexy. - Jimin piscou pra mim enquanto mordia seu lábio inferior.

Juro que contei até dez tentando me controlar para não dar um soco na cara do Jimin, mais depois que ele falou isso esse controle foi pra puta que pariu. Antes que pudesse dar um soco naquele idiota, Hoseok me intenrropeu falando:

- Wow - ele se aproximou mais de mim. - Até parece que estou vendo a sua irmã aqui na minha frente.

- Vocês ficaram praticamente idênticos. - Namjoon falou sorrindo vitorioso, afinal foi ele quem arrumou uma pessoa que estivesse disposta a ajudar me produzir e me ensinar a agir como mulher.

Eu me virei me olhando novamente no espelho que tinha no quarto, pensando bem eu realmente estava muito parecido com a minha irmãzinha. Era incrível o fato de termos tantos anos de diferença e ainda assim parecemos gêmeos.

- O que vocês acharam? - perguntei afinando a voz e falando manhosamente na tentativa de imitar minha irmã.

- Credo - Hoseok falou chocado. - Até a voz é igual.

Eu dei uma risadinha contente, se eu conseguir confundir os meus amigos - sendo que eles sabem de tudo - conseguiria confundir um cara que nunca me viu na vida, ou seja, meu plano daria super certo.

- Awnn, que coisa fofa - Jimin falou me puxando para um abraço - Vamos agora para o banhiro - me soltou e puxou meu braço em direção para o benheiro - Quero te morder (foder ) todiho.

- Eu prefiro morrer Jimin. - como esse ser conseguia acabar com a minha paciência em tão pouco tempo assim? Mas, eu devo admitir que fiquei nervoso, afinal o Jimin é muito bom de cama, e eu estou na seca a  tempo o suficiente para ficar necessitado, não me julguem ok.

- Acho que não era isso que passava pela sua cabeça, quando estavamos transando daquela vez. - Mais esse Jimin não tem jeito mesmo em.

- Cala a boca.

Eu promete pra mim mesmo que nunca mais iria ficar com o Jimin novamente, por tudo que ele me vez passar. E agora, depois de todas as suas provocações, vou considerar isso como questão de orgulho, nunca irei me deitar com ele novamente. Jimin agora era apenas meu amigo. E se ele continuar com isso, me verei obrigado a bater nele. Mas antes que pudesse pensar em uma vingança pra ele Hoseok mudou de assunto...  

O meu voo sairia daqui a algumas horas e eu ainda tinha que ligar para o sr. Kim, para informar quando irei chegar lá... 

Eu já havia arrumado minhas malas e me despedido da minha irmã no dia anterior com a deculpa de que ganhei uma passagem e iria viajar com os meus amigos para Seul, por alguns dias, ela ficou bastante feliz e disse para me divertir muito e ainda vez questão de fazer um jantar de despedida - minha irmã exagera as vezes - Mas essa é a única forma que ela encontra de deixar momentos como esse ainda mais memoravéis, com poucas ações.

~~ >.< >.< ~~

Não irei negar que roí todas minhas unhas de ansiedade quando finalmente foi anunciado que aviamos chegado em Seul, depois de algumas horas de voo. 

- Como vamos saber quem é ele? - me perguntei - Minha irmã provavelmente já viu alguma foto dele, mas eu nem sei como ele é, me sinto perdido agora. 

Quando liguei mais cedo, informando a hora que iria chegar, o sr. Kim me informou que meu futuro 'noivo', iria me buscar no aeroporto e isso me fez ficar mais nervoso ainda.

- Calma, ele provavelmente vão fazer uma placa com o nome da sua irmã, afinal esse é o geito mais rápido de indentificar alguém que não conhecemos. - Namjoon falou pensando de maneira positiva.

Depois de pegarmos nossas bagagens e sairmos pela área desembarque, corre meus olhos por todos os lados tentando encontrar alguma placa com o meu nome. Enquanto andava tropecei e quase caí, Meu Deus como as mulheres conseguem andar com esses saltos tão desconfortáveis? Meus pés estão implorando por liberdade... Enquanto andava desajeitadamente e olhava por todos os lados vi uma placa com o nome "Jeon Eun-ji" escrito com uma letra horrível, o garoto que a segurava, aparentava ser mais baixo que eu, seus cabelos eram loiro platinado, quase branco e sua pele era bem branquinha.

- Nossa. - Hoseok disse quando olhou para a mesma direção que eu - Ele é uma gracinha - olhou o garoto de baixo pra cima.

Fui até um garoto que me olhava, ele estava ao lado do que segurava a plaquinha mal feita.Eu estava muito nervoso e por isso gaguejei quando falei. "E-eu sou a Eun-ji". Fiquei com medo da minha voz me entregar e por um minuto pensei que tudo estava perdido assim que todos me olhavam como se estivessem surpresos. O garoto a minha frente me olhava intensamente.

- Olha o nosso Kookie arrasando corações - Hoseok sussurrou no meu ouvido - Ele ta praticamente babando. 

Assim que falou senti meu rosto esquentar e tive a certeza que estava corado, o garoto que segurava a plaquinha, riu alto e foi até mim.

- "Esse idiota aqui" - Ele apontou para o cara na minha frente. - "É o seu noivo". - Então esse cara que é o tal Kim Taehyung? Eu achei que ele era um homem velho e pervertido, tipo achei que ele tinha uns 50 anos. - "Eu sou o Yoongi e esse aqui é o Jin".

Depois que se apresentaram eu fiquei encarando o meu "noivo". Quando o amigo dele disse que ele estava nervoso o primeiro pensamento que invadiu minha cabeça foi 'esse vai ser facil de enganar.'.

- "Porra nenhuma que estou" - me surpreende com a sua fala, sua voz era grave e gostosa de ouvir, um arrepio percorreu meu corpo. Ele era lindo, tinha uma voz grossa, ele era 'perfeito' e eu até o pegaria se não fosse toda essa sua arrogância que estraga ele todo tirando todo o encanto que sua aparencia trasia. E ainda quase arrumou confusão com o Jin, mas o Yoongi o impediu antes.

Olhei para o lado e percebi que o Hoseok era paquerado por Yoongi na maior cara de pau, o cara o olhava como se fosse o comer ali mesmo. Sorri com a cena que via, estava tão distraído com a cena a minha frente que demorei um pouco pra perceber que era observado pelo Taehyung, olhei em sua direção e o mesmo me encarava intensamente, e de repente sinto seus braços me cercarem em um abraço apertado, meus olhos se arregalaram em surpresa com sua atitude repentina e percebi que os outros pararam de conversar apenas para olhar pra gente.

Quando ele me abraçou eu me senti estranho, era como se uma corrente elétrica percorresse todo o meu corpo. Meu coração batia descontrolavelmente e parecia querer sair pela boca, eu estava tão nervoso que nem percebi que havia me aproximado de seu pescoço, sentindo o seu cheiro. Nossa, além de bonito ele também cheira bem... Meus pensamentos foram interrompidos quando sua voz grave se fez presente. E assim que ouvi sua frase, percebi que cometera um tremendo erro ao aceitar essa ideia absurda de me passar pela minha irmã;

- Na próxima vez que queira se passar por mulher, lembre-se de esconder seu pomo de adão direito. 

Merda.

 

~~ >.< >.< ~~

 

- Eu não acredito que ele descobriu tudo tão rápido. - Hoseok falou me olhando ainda chocado.

- Droga! - Namjoon andava de um lado para o outro - Desculpe Jungkook, eu realmente me esquece desse detalhe.

- Sem problemas hyung.

Eu não podia acreditar que tudo fosse acabar assim, tão rápido. Também esperava que sua reação ao descobrir fosse algo como uma careta de nojo e gritando para que eu sumisse de sua frente. Mas o Taehyung simplesmente sorriu, como se nada tivesse acontecido. Ele pegou uma folha anotou algo e me entregou.

- Toma aqui, precisamos conversar, me ligue. - disse saindo, Jin e Yoongi  também sorriram e se despediram.

E agora eu me encontrava no hotel em que estava hospedado, procurando alguma solução para esse novo problema. Devo ligar para ele ou não? Eu tenho que achar uma solução o quanto antes, ele pode ferrar com a minha vida e da minha irmã sem fazer algum esforço. Tomei um banho rápido tirando toda aquela maquiagem e vesti minhas roupas normais, me sentindo confortável sem aquelas roupas cheios de babados e tons de rosas.

Enquanto banhava havia tomado uma decisão, eu iria conversar com o Taehyung vestido de garoto mesmo. Quando estava acabando de me vestir escultei a voz de Namjoon.

- Onde você vai? - ele perguntou se sentando na cama e Hoseok estava olhando para a gente.

- Vou tenta conserta a merda que fiz. - disse abrindo a porta e saindo fechando de trás de mim. 

Susspirei antes de sair, aquela seria minha única chance de concertar as coisas.

 

 

 

Taehyung p.o.v

Eu estava deitado na cama do Jin - assim que saímos do aeroporto fomos para a casa que o Jin e Yoongi dividiam - escultando algumas musicas em meu celular. Jin e Yoongi estavam sentados ao meu lado conversando entre si. Depois que chegamos do aeroporto passei um pouco mais de meia hora tentando explicar o que havia acontecido lá para eles. Quando mais pensava, mas tudo ia ficando cada vez mais confuso e eu me perguntava se aquele cara iria realmente me ligar. Ele tinha que me explicar o porque de minha "amada noiva" ser na verdade um homem que se vesti de mulher.

E como se lesse meus pensamentos, meu telefone tocou e eu atendo, mesmo sem conhecer o numero que me ligava.

~Ligação on~

- Alô? - digo sério.

- Alo? Kim Taehyung? - pergunta um voz masculina, a voz era tão suave e doce que me fazia arrepiar.

- Ele mesmo.

- Sou eu, o garoto que se vestiu de mulher hoje mais cedo. - falou um pouco indeciso. Sorri, ele finalmente havia ligado. - Onde posso te encontrar pra esclarecer todos os acontecimentos de mais cedo?

- Vem na praça em frente a casa dos meus amigos. - falei e dei o endereço encerrando a ligação em seguida.

~Ligação off~

- E parece que vamos finalmente entender tudo que aconteceu, ele deve estar vindo pra explicar tudo não é? - perguntei olhando  para o Yoongi e Jin.

~~~>.< >.<~~~

Havia se passado mais de meia hora quando finalmente escultei o som da campainha tocando, fomos os três correndo e eu abri a porta. Me deparei com um garoto muito bonito, seus olhos eram escuros, sua pele era clara e fazia contraste com os cabelos negros que caiam sobre seus olhos, seu lábios eram avermelhados e seu rosto aparentava uma inocência que não existia. Ele parecia um anjinho de tão fofo.

- Perai - o Yoongi falou chegando ao meu lado - Você é aquela garota do aeroporto?

- Sim, era eu. - o garoto falou e sua voz era ainda mais suave ao vivo.

- Aigo, como você é fofo - Jin disse e o garoto corou no mesmo instante. Será que além de bonito ele também era tímido?

Eu o chamei para entrar e assim todos voltamos para o quarto, eu voltei para meu lugar na cama.

- Ok, agora você pode começar a explicar tudo - falei o encarando, ele parecia ainda meio sem jeito em dizer qualquer palavra. - Ninguém aqui ira te jugar ou algo do gênero, apenas fale a verdade ta bom? - perguntei, eu estava curioso pra saber sua história, o garoto apenas concordou com a cabeça.

- Bom... como começar? - ele se perguntou e se sentou em uma cadeira próxima a cama onde eu, Jin e Yoongi estávamos sentados. - Vou resumir pois a história é longa - ele suspirou antes de falar tudo de forma rápida quase embolando as palavras. - Minha irmã tinha dividas que foi deixadas pra gente junto da empresa falida do meu pai, quando meus pais morreram. E como ela queria que eu tivesse um futuro diferente que o dela, ela aceitou a proposta imposta por seu pai de se casar com você. Sabe minha irmã tem um namorado que ela ama muito, e ela iria trocar esse amor por um casamento arranjado por dinheiro, eu não achei isso justo. 

- Então, você a pediu para vir em seu lugar? - perguntei tentando entender sua história.

- Na verdade ela nem sabe que estou aqui - ele falou e fiquei surpreso com sua atitude. - Minha irmã passou a vida inteira desistindo de tudo que gostava apenas para me dar um futuro melhor, eu não me perdoaria se visse ela desistindo de quem ama por mim. Eu sei que ela queria apenas garantir o meu futuro, mas não podia deixar que ela estragasse o seu se sacrificando dessa forma. Então peguei uma carta que havia recebido de seu pai, liguei pra ele me passando por minha irmã e marquei o jantar de noivado. E agora estou aqui, em Seul, com meus dois melhores amigos, me disfarçando de mulher para poder me casar com um desconhecido, para que minha irmã possa ser feliz com quem ela ama. 

Assim que ele terminou de falar me perguntei como era possível inda existir uma pessoa tão ingênua nesse mundo em que vivemos. 

- Sua irmã deve ter muito orgulho de você, deve ama-la muito ao ponto de se sacrificar assim por ela. - Jin sorria para o garoto.

- Eu gostei de você garoto - Yoongi começou. - É um homem de atitude e isso é bom.

Enquanto eles conversavam, eu resolve pensar um pouco sobre toda essa situação. Meu pai queria que eu me casa-se com uma desconhecida, ele tinha em sua cabeça que essa era a melhor foma de me dar uma lição já que não gosto de mulheres. E como ironia do destino, minha suposta noiva é na verdade um homem se passando por mulher. Sabe até que não seria uma má ideia me casar com esse garoto, assim me vingaria do meu pai, não iria dar os herdeiros que ele tanto queria. Isso é realmente interessante. É parece que o mundo dar voltas pai, e essa é a minha vez de me vingar.

- Ok pirralho. - falei atraindo a atenção de todos pra mim. - Tenho um plano, mas para esse dar certo precisamos de um novo acordo.

- E qual seria esse acordo? - ele perguntou me olhando seriamente.

- Que tão continuamos com essa história de noivado, você precisara de vestir de mulher apenas quando fomos ver meus pais, ou quando tivemos em eventos familiares. E assim, ambos ganhamos, não concorda?

- Sim. Mais porque ta me propondo isso? - ele parecia bastante desconfiado.

- Simples, meu pai apenas sugeriu esse casamento arranjado porque eu não gosto de mulher e ele quer que eu lhe de um herdeiro. Ele praticamente me obrigou a me casar com uma desconhecida, e qual forma melhor de me vingar do que me casando com um garoto vestido de mulher? - ele pareceu pensar um pouco antes de me olhar como se tivesse considerando minha proposta - Eu me caso com você, sua irmã fica livre pra namorar e se casar com quem ela ama, seu futuro fica garantido e como brinde eu ainda me vingo do meu pai. E ai topa?

- ... - ele demorou um tempo pensando antes de me dar sua resposta definitiva. - Eu aceito esse acordo. - ele falou decidido.

- ótimo. - sorri vitorioso, tirei a sorte grande, iria me casar com um garoto que era a definição do pecado em pessoa, ele era um delicia. E ainda não precisaria dar o neto que meu pai tanto queria. realmente todos iriamos sair ganhando. - E qual o seu nome mesmo, futuro marido?

- Jeon Jeongguk, mas podem me chamar de Jungkook.

- Ok Jungkook - sorri e segui em sua direção estendendo minha mão. - Temos um acordo?

- Temos um acordo... Taetae. - falou sorrindo. Até o seu sorriso era lindo.

Bom, eu mal posso esperar para nos casarmos Kookie. finalmente teríamos alguma diversão.


Notas Finais


Ate a próxima espero que gostem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...