História Crossed Ways - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Aventura, Blake Lively, Chace Crawford, Emily Rudd, Gravidez, Justin Bieber, Matthew Davis, Romance, Sequestro
Exibições 80
Palavras 3.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores, prontos para mais um capítulo da nossa fic ? HAHA ^^
Momentos lindos e intensos viram por ai ,nosso casalzinho aproveitando a viagem de fim de ano.

Boa Leitura! ❤

Capítulo 34 - Happy New Year!


Fanfic / Fanfiction Crossed Ways - Capítulo 34 - Happy New Year!

No hotel , Julia se encontrava saindo de um banho renovador era bom finalmente sentir calor após ter passado o dia inteiro em temperaturas , que para ela extremamente baixas secando o cabelos ela sentou a cama escutando os passos de Justin no closet se vestindo para uma das noite mais especiais de suas vidas , era assim que ele dizia por que seria a primeira virada de ano juntos ultimamente eles estavam comemorando várias coisas , pela primeira vez e era sempre especial perdida em pensamentos e recordações Julia nem percebeu que Justin já havia terminado de se vestir e agora estava parado em sua frente . Voltando a si Julia ficou boquiaberta vendo namorado, vestindo uma calça meio social branca, sapatênis, camisa gola v em azul sobrepondo o branco um blazer na mesma cor da calça ele a olhava rindo vendo a expressão dela.

Que foi, amor estou bonito? — Aham, bonito bem acho que essa palavra não entra no seu dicionário baby você está gatissimo de mais, de verdade. E minha nossa vamos investir no tom branco, está desejando que o ano que entre seja de muita paz senhor Bieber?

Sorrindo ele se aproximou dela, deslizando a ponta do nariz por seu pescoço deixando-a arrepiada sussurrou ... — Ohh sim, quero muito isso meu amor principalmente ao seu lado.

Mordendo os lábios, ela riu se levantando indo para longe dele ... — Sai daqui tentação tenho que me arrumar.

Rindo ela, seguiu para closet vendo ele ir sentindo a sala para deixa-la se concentrar, no closet Julia respirou fundo pensando no que usar, afinal era quase noite e a temperatura com toda certeza estaria bem mais baixa, tinha pensado em roupas de frio, mas não tinha se esquecido das roupas para virada de ano. Então havia levado alguns vestidos, analisando-os sorriu para um em especial então começou a se arrumar, finalizando com casaco de pele, partindo para calçar suas boots de salto alto, se analisando no espelho Julia gostava do que via, retocando a maquiagem ela saiu do quarto vendo Justin sentado no sofá o sorriso dele claro, foi de total aprovação.

Mas linda não podia não é mesmo...

Se aproximando dela, ele segurou sua mão fazendo-a dar uma voltinha analisando por inteiro Julia estava com vestido longo, de alça única todo rendado, na altura do quadril até o chão vinha uma fenda em tule branco deixando sua coxa um pouco visível e por cima seu sobretudo creme, combinando com as boots da mesma cor.  Sua maquiagem era leve, e seu cabelo caia solto sobre casaco, sorrindo ela beijou Justin de leve acariciando seu rosto pegando sua mini bolsa. — E aí vamos?

Ele sorriu, pegando seu celular e chaves confirmando ... — Vamos sim amor. Os dois, saíram do quarto se dirigindo a salão do hotel assim que chegaram por lá um dos rapazes que trabalhava por lá, comunicou que o carro de aluguel já os esperava, sendo assim já se dirigiram até o mesmo, sentada ao lado de Justin com sua cabeça recostada em seu ombro, Julia o olhava. — Posso saber aonde estamos indo? — Vamos ao nosso jantar de gala meu amor. Nossa noite tem que ter todo um requinte de exclusivo. — Minha nossa, e esse lugar seria aonde? — Aí é surpresa, quando chegarmos quero ver aquela expressão perfeita que faz quando é bem surpreendida. — Bobo

O carro seguia pelas ruas movimentadas de Paris e conforme circulava o movimento ficava ainda mais intenso, observando pela janela Julia reconhecia alguns pontos mesmo que fosse pouco mas foi quando passaram pela Torre Eiffel, que seu coração se aqueceu e acelerou um pouco pôs amava aquele monumento muito, e não se cansava de vê-lo o carro passou por mais uma rua em seguida parou. Julia se arrumava para descer do mesmo, junto com Justin saindo do carro ele segurava sua mão e ambos andavam calmamente, a temperatura era fria, mas devido a boa escolha de Julia não sentia muito frio, somente no rosto já que não sairia de capuz em uma noite como aquela, após andarem um pouco por um jardim novamente o choque, se deparam com a belíssima Torre Eiffel ela olhou Justin apertando sua mão ele sorriu. — Vem amor, temos reservas em um dos restaurantes mais conhecidos de Paris — Tá e esse restaurante é? Na Torre Eiffel? — Sim — Ohh meu deus, serio Justin ... só você mesmo, aí deus...

Ainda surpresa e agora bem ansiosa, Julia seguia com Justin entrando em um restaurante chamado 58 Tour Eiffel Restaurant, os dois foram recepcionados pelo maître muito sorridente ele ia a frente indicando aonde seria a mesa dos dois, ambos subiram por algumas escadas bem suntuosa até finalmente chegarem a um salão com muitas mesas, e um parte mais reservada atrás do que parecia ser parte da torre, ao lado do vidro aonde podia se ver Paris todo iluminado se encontrava a mesa para dois. Justin e Julia se sentaram  o maître entregou os cardápios a eles aguardando o pedido de entrada , Julia olhava tudo cautelosamente gostando do que via ela podia sentir Justin a observar pelo que havia percebido , aquela noite ele deixaria ela escolher seu prato , enfim ela escolheu para entrada Camarão Snackee , e como prato principal Pernil de cordeiro, observando as escolhas de Julia , Justin escolhia o vinho e o champanhe que iriam beber durante ao jantar em seguida escolhendo sua entrada que seria Ravióli de Vieira Crocante com o Creme e como prato principal Carne com Cogumelos Acompanhada de Purê . A escolha do vinho foi tinto e champanhe com nome bem francês que ela não conhecia, a sobremesa preferiram escolher depois o metre os deixou sozinhos e Justin colocou sua mão sobre a mesa puxando as mãos de Julia acariciando-as de leve.

Estamos no lugar mais perfeito do mundo, em um dia único. Não sabe como estou feliz em poder estar aqui com você. Julia sorria olhando-o ... — Você é único, sabia em todos os sentidos ... eu que me sinto grata de ser a mulher que está ao seu lado — Realmente, vejo em você agora uma mulher nem parece mais a menina que conhecia a alguns meses, que escutava minha música e cantava com todo amor. (Risos) — Vamos dizer que, sim eu amadureci e grande parte disso foi com sua chegada em minha vida sabia? — Fico lisonjeado, em saber disso.

Justin sorriu beijando de leve a mão de Julia, os dois seguiram conversando animadamente observando Paris, linda e convidativa seus pratos foram servidos e ambos apreciavam comparando um do outro, e claro bebendo bastante vinho.Finalizando com sobremesa e champanhe Julia escolheu o Profiterole, Ice Cream And Hot Chocolate Sauce e Justin escolheu Guanaja Chocolaté Cake With Praline Custard Cream Sauce e quando ambos foram servidos aos dois bem, ocorreu uma leve troca já que um gostava mais da aparecia do prato do outro. E aos risos após pagar a conta, Julia e Justin saíram do restaurante seguindo andando no primeiro andar da Torre Eiffel observando a paisagem noturna que era maravilhosa, Julia olhou as horas em seu celular vendo que já era 23:00 após ver as horas ela ficou ansiosa e até sentia um frio na barriga pela expectativa. Justin percebeu, segurando sua mão eles deram a volta no andar da torre parando em um ponto específico, e ele apontou.

Está vendo, olha lá daqui dá para ver o Arco do Triunfo que tem uma vista perfeita refletida na mesma quando dar 00:00

Julia olhava vendo os caminhos até o Arco haviam árvores todas repletas de luzes de Natal iluminando tudo deixando a vista perfeita, ela sorria. Justin continuou levando-a até outro ponto. — Ali podemos ver a Grande Roue que tem uma perfeita vista da Champs-Elysée, que não fica para atrás na virada.

Ele parou a olhando, acariciando seu rosto ... — Então minha princesa, aonde quer ir para nossa primeira virada de ano? Rindo, Julia se sentiu nervosa com a propostas mas sorriu ... — Quero ficar aqui amor, afinal dizem que aonde quer que você esteja em Paris na virada de ano será perfeito e magnífico.

Justin sorriu acariciando seu rosto, aproximando seus lábios dos dela beijando-a levemente Julia retribuía envolvendo seus braços no pescoço dele, sentindo as mãos de Justin apertar sua cintura e o beijo ficar mais quente e intenso suas línguas se comunicavam em uma dança sensual e apaixonada roubando todo o fôlego dos dois. Mordendo o lábio inferior dela, ele sussurrou ... — Te amo, claro que será perfeito e magnifico pôs estaremos juntos.

Julia assentiu dando leves selinhos nele, abraçados os dois ficaram por lá escutando conversas vindo do restaurante e algumas pessoas, saindo do mesmo ficando por lá também. Julia pegou seu celular vendo se tinha bateria suficiente para gravar a queima de fogos vendo que sim tirou algumas fotos com Justin, e os dois seguiam conversando ansiosos quando faltava 20 paras 00:00 Justin disse que já voltava, e se afastou dela voltando ao restaurante minutos depois ele voltou com uma garrafa de champanhe e duas taças ela riu balançando a cabeça. — Não achou mesmo que íamos entrar o ano sem champanhe né meu amor? — Nem sei de mais nada viu...

Observando a vista, que era magnífica logo Julia sentiu Justin apertar sua mão puxando-a os dois saíram entre as pessoas, descendo as escadarias, aos pés da torre já se encontrava repleto de pessoas e bem difícil de se mover. Mas, Justin dava seu jeito levando Julia um pouco apresado por fim chegaram ao jardim que ficava próximo a torre, aonde tinha uma vista perfeita dela dos pés ao topo, sorrindo ele a abraçou sussurrando. — Acho que aqui é melhor não acha? Veremos a torre brilhar, os fogos iluminarem o céu.

Julia surpresa, riu animada os dois se sentaram no gramado ela olhou novamente as horas vendo que faltava 5 para meia noite, novamente se sentiu ansiosa e nervosa encostando a cabeça no ombro de Justin ela entrelaçou sua mão na dele. Logo ao alvoroço se iniciava a luz da Torre Eiffel foram apagadas por completo e ao longe podia se escutar a contagem regressiva Justin se levantou trazendo Julia com ele, olhando em seus olhos. — Eu te amo! — Também te amo

E juntos os dois começaram a contar ... — 7 ... 6 ...5 ... 4 ... 3 ...2...1 FELIZ ANO NOVO! Justin beijou Julia apertando-a em seus braços, o beijo era urgente e leve ao mesmo tempo ela retribuía acariciando o rosto dele, se separando eles sorriram um para outro dizendo em uníssono — Feliz Ano Novo meu amor!

Rindo, Justin abriu a garrafa de champanhe mais derramando no chão do que nas taças ainda rindo os dois brindaram — A nós, ao nosso futuro juntos que ele seja incrível repleto de momento inesquecíveis como esse. — Sim, te amo! Também te amo...

Bebendo o champanhe agora abraçados os dois viam a Torre Eiffel brilha por inteiro ainda apagada, com luzes que davam seu contorno e ao fundo muitos fogos de artifícios iluminavam Paris deixando-a o cenário perfeito. Os dois continuaram apreciando a queima de fogos mais perfeita do mundo segundo Julia, agora sentados no gramado novamente, quando finalmente os fogos sessaram e as luzes originais da Torre Eiffel se acenderam, e as pessoas começavam a dispersar os dois se levantaram, começando a caminhar pelas ruas de Paris que ainda se encontravam bem movimentadas e em todos os lugares que se olhavam tinha gente dizendo Bonne année! Com uma garrafa de champanhe e várias taças sendo erguidas nas proximidades da Torre Eiffel havia um bicicletário e Justin teve uma ideia, escolhendo uma das bicicletas olhando Julia. — E aí amor, vamos dar uma volta de bike por Paris e já seguir caminho para o hotel?Escutando-o Julia, o olhou assustada ... — O que?  ... claro que não Justin eu estou de vestido e salto alto.

Ei não se preocupe eu pedalo e você vai na garupa, sem problema é só se agarrar em mim. Vai linda será divertido vamos deixar as coisas um pouco mais intensas...

Pensando por fim Julia se deu por vencida, concordando então Justin subiu na bike esperando ela subir na garupa e se arrumar, envolvendo seus braços na cintura dele Julia encostou a cabeça em seu ombro fechando os olhos. — Está pronta? ... ela sussurrou ... — Não ... Ele riu começando a pedalar, sentindo o vento frio em seu rosto e seus cabelos começando a esvoaçar, Julia finalmente abriu os olhos vendo alguns detalhes já conhecidos outros ainda não vistos, mas como sempre a paisagem era perfeita aos olhos mesmo, sobre uma bike mas por Justin estar andando não muito rápido os dois podiam apreciar a paisagem. Por fim chegaram no hotel, Julia desceu da bike arrumando o cabelo vendo que um dos rapazes que trabalhava no hotel, se aproximou dos dois. 

Bonsoir, Happy New Year!

Julia sorriu ... — Happy New Year! Justin entregou a bike a ele, desejando feliz ano novo também e os dois entraram seguindo para o quarto, assim que a porta se fechou atrás deles Justin foi se aproximando de Julia e ela ia recuando a passos lentos.

Nossa primeira noite do ano juntos, em meu amor.

Rindo, Julia correu para quarto sabendo que ele vinha logo atrás dela segurando-a em seus braços ele começou a beijar o pescoço dela, acariciando seu rosto já começando a tirar seu casaco deixando-o cair no chão. Julia sentia as caricias e os beijos fechando os olhos, sentindo seu corpo se arrepiar e suas pernas começarem a vacilar, recobrando as ideias ela riu sussurrando.

Tenho uma surpresa para você amorzinho, então segura toda essa empolgação que já volto

Justin ficou surpreso, escutando-a então ele a soltou sorrindo — Ok, minha princesa irei lhe aguardar ansioso.

Rindo, Julia pegou seu casaco seguindo para o closet colocando sua bolsa sobre a mesinha ela olhou que horas eram ficando surpresa por ser 03:00, dando de ombros começou a tirar suas boots em seguida seu vestido deixando-o sobre a poltrona que havia por lá. Parando em frente ao espelho ela riu animada, prendendo o cabelo tirando um pouco de sua maquiagem que não era muita, então respirando fundo ela apagou as luzes atrás dela saindo do closet, parando frente a cama Justin que já se encontrava em baixo dos lençóis sem camisa, ele ficou boquiaberto com que viu. Julia estava vestida de um corpete branco em renda deixando seus seios bastante avantajados, juntamente de uma calcinha branca no mesmo estilo rendado transparente, completando a cinta liga, rindo Julia deu uma voltinha, em seguida subindo na cama se aproximando de Justin ele ainda estava bem surpreso. Mas automaticamente puxou Julia para si deslizando sua mão pelo corpo dela, rindo Julia se desviou dele saindo de cima da cama olhando-o. — Vai me provocar ainda mais linda?

Talvez, gostou da surpresa ...Claro que gostei você vai vestir uma dessas na nossa lua de mel?

Julia riu balançando a cabeça ... — Talvez...

Dizendo isso puxou a coberta da cama, vendo Justin somente com sua cueca box branca Calvin Klen sorriu animada, voltando a cama ela se aproximou dele beijando-o acariciando sua nuca, deslizando as mãos por suas costas sentindo as mãos dele percorrer seu corpo descendo por suas costas até sua bunda apertando com força, gemendo em seus lábios ela intensificava o beijo aonde suas línguas dançavam em beijo quente cheio de desejo. Interrompendo o beijo Julia seguiu beijando o pescoço de Justin, sentindo as mãos dele apertarem sua cintura sorrindo ela sentou em seu colo passando suas pernas a sua volta, continuando os beijos ela mordicava a orelha dele algumas vezes escutando a recepção positiva dele, animada ela seguia descendo beijando seu peito e sua mão era mais rápida descia até a cueca dele, sorrindo ela apertou seu membro sentindo-o enrijecer ainda mais conforme o toque era o que queria. Mas não era só Julia que tinha planos para aquela noite , em surpresa Justin se virou ficando sobre ela sorrindo maliciosamente ele a observava toda vestida , queria despi-la inteira e foi o que fez com gesto as alças que seguravam o corpete no corpo dela não estavam mais lá , com determinação ele desceu até sua calcinha de renda levando sua mão acariciando o sexo dela lentamente sobre o tecido Julia se curvou gemendo , voltado a olha-lo com desejo sentindo a intensidade do olhar dela ele tirou a calcinha atirando-a longe mas antes que começasse a lhe acariciar Julia o interrompeu.

Hoje eu quero diferente, vamos dar prazer um ao outro ao mesmo tempo...

Justin gostou ainda mais de sua ideia , sendo assim ela se levantou vendo-o se tirar sua cueca e deitar da cama começando a se acariciar , lentamente observando-o ela sentia um calor subir por seu corpo então ela subiu na cama novamente se posicionando , inicialmente ela seguia os movimento que Justin já havia começado, mas seu membro já se encontra ereto e bem enrijecido e receptivo a suas caricias , sendo assim de lentamente ela começou a intensificar mais conforme sentia os dedos dele penetra-la cada vez mais , fazendo-a gemer a cada segundo mais e mais tentando se concentrar ela continuava os movimentos , escutando os gemidos vindo dele ela queria mais e mais . Mas foi ao total delírio quando , sentiu a boca dele em seu sexo chupando-a deslizando a língua por seu clitóris ela se contorcia , não demorando muito a também levar o membro dele a sua boca então quase em ritmo um satisfazia o outro intensamente, já exaustos tomados pelo prazer Julia e Justin davam total sinal que estavam chegando ao ápice do prazer ela conhecia os sinais do corpo dele , e ele dos dela incentivando ainda mais com as caricias  Julia se libertava por completo ainda sentindo as caricias de Justin , em meio a gemidos ela o acariciava sentindo que também estava próximo, deslizando sua língua podia sentir as veias pulsando  o logo Justin chegar ao orgasmo . Se deixando cair sobre a cama cada um de um lado, observando o teto do quarto ela sentiu a mão dele procurar a dela, sorrindo ela encontrou a dele sentindo ser puxada para seu corpo olhando-a ele acariciou seu rosto ... — Te amo! — Também te amo vida...

Ainda acariciando o rosto dela, Justin a beijou lentamente enquanto suas mãos subiam pelas costas de Julia se desfazendo dos laços do espartilho que ela ainda vestia finalmente rompendo-o, deixando o beijo urgente e cheio de muitas intenções , virando sobre ela mordia lentamente seus lábios sorrindo , sentindo as mãos dela em seu cabelo puxando algumas vezes enquanto a outra mão arranhava suas costas de leve , descendo de seus lábios para seu pescoço ele distribuía várias mordidas vendo a pele dela se arrepiar , e os gemidos baixos se iniciarem descendo mais ele libertava os seios da amada acariciando cada um deles vendo seus mamilos se enrijecer em suas mãos aproximando sua boca de um deles , ele sugava enquanto acariciava o outro deixando Julia nas nuvens perdida em seu próprio prazer acariciando hora sua nuca hora seu cabeço e certos momentos suas costas . Vendo a total apreciação dela, Justin continuava intensificando cada vez mais os chupões, deixando-os para continuar a linha de beijos por seu corpo sua barriga até por fim sua virilha ela já se encontra molhada e pronta novamente, aquela noite ou melhor aquela madrugada ele queria ama-la intensamente e sabia que ela também desejava o mesmo.

Se ajoelhando na cama, ele trouxe Julia para mais perto dele deslizando seu membro lentamente adentrando ela, novamente Julia era tomada por aquela sensação de ser completa por ele, se inclinado sobre ela, ele fazia os movimentos de início lentos, mas aumentando cada vez mais ela movia os quadris desejando tê-lo ainda mais fundo em seu corpo, enquanto o beijava na mesma intensidade sufocando os gemidos. E a madrugada seguia a fio, lá fora muitos ainda comemoravam pelas ruas de Paris o 1º dia no ano, 2017 tinha chego e havia muito a se comemorar Julia e Justin fazia isso a um modo só deles, sem perceber que um fenômeno bem comum aos franceses acontecia nas ruas, era 1 de janeiro de 2017 e nevava em Paris.


Notas Finais


E só isso por hoje pessoal ... HAHA ^^'
Para Julia e Justin já é 2017 e sabemos que muitos desafios, eles viram a enfrentar no decorrer do ano e tudo pode mudar não é mesmo ... HIHI

Espero que tenham , gostado de mais um capítulo e peço encarecidamente que deixe a opinião de vocês . Pôs me deixam ainda mais inspirada, a continuar.

Beijokas ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...