História Crusada pela Utopia - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Magia, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


As vezes oq vemos no mundo real nos revela algo do mundo dos sonhos... ou será o contrário? ??

Capítulo 2 - Cavalos azuis comem café para dar bons conselhos? ??


Fanfic / Fanfiction Crusada pela Utopia - Capítulo 2 - Cavalos azuis comem café para dar bons conselhos? ??

Azul, verde, amarelo. ., sinceramente não entendi meu neuro.

Por que de me encaminhar para uma psicóloga mais ficar aqui vendo placas de cores não me parece solucionar os 2 desmaios de ontem.

E após um longa conversa ela me diz o óbvio, -você precisa de uma boa noite de sono.

Que o motivo fora que, eu, cansado tinha sido exposto a emoções fortes logo ainda após ter batido minha cabeça. Dando - me um remédio para dormir me recomendou um bom descanso no restante do dia...

"Fortes emoções" como ela chegará a esta conclusão? ,não que não seja verdade.. culpa do novo estagiário... percebo-Me corar ao lembrar... há que vergonha....

Coloco em fim meu casaco marrom,me despeço da Dr. Jhane e lá estava Berta me esperando com meu pai na saída da clínica.

Meu pai....,este,que como sempre, me olhava com aquele olhar frio e expressões severas...

No caminho para casa ele ficava olhando para mim com aqueles olhos.. pelo espelinho do carro enquanto dirigia, foi assim por um tempo até que enfim começou...

-você deveria fazer exercícios como os outros garotos "normais" de sua idade, se alimentar direito e fazer amizades, você só pensa nestes desenhos japoneses..

-animes,interrompo ele mais pelo olhar e o vaco de silêncio desido me calar e só ouvir..

Ele logo que de imediato como se não quisesse terminar a conversa sem perguntar... - já conheceu alguma garota? 

Olho para Berta procurando em seu olhar auxilio,ela,claramente também preocupada olhou de volta, meio que procurando uma forma de me ajudar... ficamos em silêncio por um tempo... 

Um tempo que parecia interminável. Quando em fim Berta corta o silêncio dizendo ... - Vinicius é um garoto novo,ele aindá pensa em desenhos e brinquedos.. quando chegar a hora tenho certeza que ele vai se encontrar.. Sr. Walter preciso de buxas novas para as panelas. Ela muda de assunto. 

Morro de medo de meu pai descobrir que eu gosto de garotos , pois ele sempre fora uma pessoa severa.. obrigado Berta, penso, ela sabe e sempre me ajuda.. em momentos assim. Como quando quebrei o vazo da tia Vera e ela disse que tinha sido o gato.

Ao chegar como algo preparado por Berta bem reforçado, e depois de um longo e bom banho vou me deitar ,são 15:12 ainda mais dada a situação acho que não importava a hora.. não fui a aula hoje pelo ocorrido de ontem.

Soube que ele me levou a enfermaria pela segunda vez que eu desmaiei, duas vezes em um dia... agora Me recordará da visão desfocada de seu lindo olhar.. deito em minha cama e lembrando dele... aquele lindo olhar. ... olhar........William. ...

Campos de trigo em uma linda colina, céu azul porém com algumas lindas nuvens carregadas e um vento gostoso em meu cabelo.

Estava cavalgando em meu cavalo rosa ...paro em uma colina onde ao longe observo um lindo mar,realmente um lugar lindo.

Meu cavalo que agora é azul me aconselha a não desmonta-lo pois ele queria tomar café.

Dou a ele uma chicara que eu tinha em meu bolso com café, mais meu cavalo malcriado comeu a chicara também.

Desobedecendo o conselho de meu cavalo desmonto ....

Meu cavalo sai voando como um cometa ,o céu escurece e tudo vai se apagando..... e enfim....

Não vejo nada,ando pelo escuro., há somente um pontinho brilhante ao longe,  quanto mais eu caminho em passos curtos mais ele parece distante.

Começo a me sentir mal,como se um mal se aproximasse de mim.. tropeço em algo que não sei oque éra e enfim....

Ao abrir os olhos, o ventilador de teto de meu quarto não me impede de soar ao ponto de molhar as cobertas.,19:30. .. pelo menos dormi mais que na noite anterior após outro banho para tirar o suor peguei uma maçã na cozinha, vermelha... penso enquanto olho para ela me lembrei do exercício da Dr Jhane.

Tomo o remédio que ela me indicará, pego um saco de cogumelos dosces no armário, sento de frente a TV. ... esperando fazer efeito. Espero que funcione, fui dormir as 01;00 da manhã. ....





Notas Finais


Somos todos estrelas ♡☆♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...