História Crush. Como lidar? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Crush, Imagine, Relacionamentos, Romance
Exibições 19
Palavras 576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Social


P.o.v SN

Fui até em casa como se tivesse em um filme de terror, tensa e com medo. Isso estava começando a me irritar, porque eu não falava com ele e não tinha um porque de eu sentir aquilo. Cheguei em casa, não disse nada para os meus pais, apenas fui para meu quarto e tranquei a porta. 

Uma hora depois, minha mãe bateu na porta do quarto:

- Filha!- disse ela, abrindo a porta. 

- O que foi mãe? 

- Eu e seu pai vamos sair hoje à noite, você quer ir também ?

- Não vai dar mãe, tenho trabalho para fazer.- me virei para encará-la, tirando os fones de ouvido. Ela apenas assentiu e fechou a porta. 

Peguei meus cadernos e fiz o trabalho que a professora havia passado para me livrar logo de uma vez, já que eu não queria fazer nada o resto do dia. Não queria pensar no que aconteceu no shopping, porém eu nunca consigo o que eu quero. 

P.o.v SC

Como será que ela se sentiu quando viu aquilo? Será que sentiu alguma coisa? Essas dúvidas ecoavam na minha cabeça. Fiquei algum tempo pensando e depois tirei elas da minha cabeça, até porque parei de ver sentido em pensar naquilo.

Livros eram os meus objetos preferidos, e adorava ganhar qualquer coisa que eu pudesse ler. Minha tia, Amélia, sempre me dava dinheiro de presente e eu gostava de gastar em livrarias. Porém eu também guardava um pouco desse dinheiro, para ter quando quisesse comprar alguma coisa. 

P.o.v SN

Terminei o trabalho e continuei ouvindo música e mexendo nas redes sociais. As horas passaram, meus pais saíram e eu estava sozinha. Já que eles ficariam fora por um tempo, chamei uns amigos da sala para irem trocar uma ideia comigo. A galera chegou e começamos a jogar conversa fora. 

Como os adolescentes que éramos, a gente tinha que fazer aqueles joguinhos de verdade ou desafio, garrafa do beijo. Quando íamos começar, Felipe chega acompanhado de SC e Luiz, cumprimentando geral. Por que raios ele estava ali?! Sentei-me do lado oposto à SC e o jogo começou. 

Girei a garrafa que caiu em Vinicius e Gabriela.  Eles se beijaram e o jogo continuou. SC ficava espantado toda vez que alguém se beijava, o que me fez lembrar do que Felipe disse na sala de aula. Então era verdade? Quer dizer que eu não estava sozinha nessa...

Continuamos o jogo até que decidimos jogar videogame e abandonar a garrafa, porém quando eu pensei que tudo aquilo havia acabado, Vinicius diz bem alto:

- Hey piazada, eu acho que os que não beijaram ninguém na roleta deviam se beijar hein?! 

- Verdade. Verdade.- disse David.- Quem não beijou ninguém? SN e SC só? 

- Claro que não, eu beijei o Carlos cara.- tentei. Fugir daquilo agradava à mim e a SC.

P.o.v SC

Juro que eu não queria ver a minha cara na hora em que eu ouvi: 

- SC e SN só? 

Devia estar um saco de farinha. Relaxei apenas quando SN contestou. Beijar alguém não estava nos meus planos, pelo menos não para agora. E acredito que não estava nos dela também. 

Sentamos para jogar Mortal Kombat e decidimos apostar. Quem fosse para a final e perdesse, faria os trabalhos e tarefas do vencedor por uma semana. Se ele deixasse de fazer, teria que pagar o ganhador com dinheiro vivo ou comida no intervalo. 

Todos toparam e o jogo começou. 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse novo capítulo.


Bjs Padmé <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...