História Cruzando tempo & espaço por você🌸 - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~JanainaReiff

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Inuyasha, Jaken, Kagome Higurashi, Rin, Sara Asano, Sesshoumaru, Shippou, Souta Higurashi, Youkai Satori
Tags Sesshy &kagome
Exibições 72
Palavras 1.522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoinhas lindas do meu core ❤
Olha eu akie... Janah-Chan akie 😘✌
Eu tive uns probleminhas pessoais e a Anette-Chan teve que segurar as pontas sozinha...
Obrigado amigah...
Já vou avisando, para que nao gosta, esse cap. tem hentai...
Bom... Chega de enrolação...
Boa leitura.... 👇

Capítulo 9 - Minha


Fanfic / Fanfiction Cruzando tempo & espaço por você🌸 - Capítulo 9 - Minha


A noite estava fria. Kagome se encolhia de baixo da grossa coberta. Após terminar seu banho, Sesshoumaru deitou-se ao lado da jovem.
- O que se passa humana? - Perguntou.
- Estou com frio. A noite está fria. - Respondeu.
O lorde nunca fora alguém de palavras, ele era uma pessoa de ações. Pegou-a pela cintura envolvendo-a em um abraço acolhedor. Após alguns minutos ela se acalmou.
- Obrigado. - Disse tentando voltar à sua posição original, de costas para o lorde. Mas foi surpreendida quando um par de mãos grandes e quentes puxaram deu rosto enquanto de seus lábios, era roubado um beijo.
A boca firme do youkai provava cada canto da boca de Kagome, suas mãos fortes não permitiam que ela afastasse, não que quisesse. A jovem agarrou em seus braços como se dependesse disso para sobreviver. Seu corpo quente marcava o dele. A garota sentia como se milhares de mãos a tocassem. A presença dele era forte demais.
Sozinhos naquele quarto, cada centímetro de seus corpos parecia zumbir com a necessidade de sentir o toque um do outro.
- "O que está acontecendo comigo? Isso não deveria acontecer."
- "Faça-a nossa." - Ordenou sua fera.
- "Nunca faria de uma humana minha fêmea." - Seu orgulho falava mais alto.
- "Mas você a deseja."
- "Mas não a amo."
- "Se você não fizer, outro o fará. FAÇA!" - Ordenou com um rosnado.
- Você está ouvindo, Sesshoumaru? - Ainda corada, timidamente, ela pegou a mão do lorde colocando acima de seu peito. Seu coração acelerado despertou certa curiosidade no youkai. - Está "sentindo" isso, Sesshoumaru? - Dando ênfase à palavra, Kagome perguntou fintando os olhos âmbar à sua frente.
Isso estava indo longe de mais. Porém, alguma coisa em seu íntimo, clamava pelo corpo dela. "Merda!" Pensou ele antes de se apossar novamente dos lábios carnudos da garota.
As mãos quentes de Sesshoumaru deslizaram pelos braços da jovem, alcançando sua cintura puxando-a para colar ainda mais seus corpos. Sua boca cobriu a dela num beijo suave e terno. Apesar da delicadeza com que a tocava, podia-se ver a ânsia que ele sentia por estar com ela daquela forma.
Ele interrompeu o beijo e se afastou por um instante para tirar a camisa.
- Sesshoumaru... - Juntando o restante de coragem que havia em seu ser, ela pegou o rosto youkai e virou-o delicadamente fazendo com que ele a encarasse novamente. O olhar da garota estava sério. - Me ajude a descobrir o que estou sentindo por você. - Entendendo o pedido da jovem, ele apenas respondeu:
- Não conseguiria dizer não para você mesmo que devesse.

- "Minha fêmea." - Rosnou para sua fera interior, que se acalmou após ouvir as palavras de seu mestre.
Ele encosta os lábios nos dela. Ela os abre ligeiramente, convidando-o... Suas línguas se sovem, seus corpos se tocando para aprofundar o beijo. Mais nada importava. Por um breve momento, os dois esqueceram Era feudal e atual, youkais e humanos, bem e mal. Não havia nada além daquelas paredes que importasse mais para ambos do que aquele momento.
O lorde desce a língua pelo pescoço dela beijando, lambendo, mordiscando, deixando alí algumas pequenas e delicadas marcas avermelhadas. Ela solta um gemido baixo. Isso faz aumentar o desejo dele. Em um gesto desesperado, quase que brutalmente, ele rasga, com facilidade, a blusa da garota deixando à mostra os seios medianos da morena. Kagome fecha os olhos, envergonhada.
Primeiro, admirando a beleza do corpo da jovem, ele passa as mãos por toda aquela pele macia e frágil, tão frágil que se não controlasse seus instintos poderia acabar por matando-a. Timidamente, ele abocanha um dos seios, provando seu gosto viciante. Um frenesi toma conta de si e ele morde o bico rosado. Ela enterra a mão em seus cabelos prateados gemendo com a ação.
- Sesshou...maru! - Ele acaricia um seio enquanto chupa o outro com vontade, seu desejo crescendo a cada segundo.
Enquanto isso na Era feudal...
- Minna acordem! - Gritou o hanyou chegando no acampamento, fazendo alvoroço.
- O que foi agora Inuyasha? - Perguntou Shippou sonolento.
- Eu consegui. - Declarou.
- Conseguiu o que Inuyasha? - Desta vez fora Sango quem questionara.
- Descobri um modo de ir para a Era de Kagome.
- Sério? Como? - Agora a raposa havia desperto completamente, feliz com a notícia.
- Preciso esperar amanhecer. Quando o primeiro raio de sol toca a copa da árvore mais antiga e poderosa da floresta, que no caso é a mesma em que fui selado por Kikyou, nesse momento, Yue perde por poucos segundos seus poderes, e a passagem pode ser aberta. Partirei assim que o sol nascer.
- Que boa notícia. - Disse o monge.
- Espere por mim Kagome, estou indo lhe buscar. - Sussurrou para si mesmo enquanto caminhava rumo à árvore.
De volta à Era de Kagome...
Sesshoumaru começou a descer com a língua pela barriga da garota parando em seu umbigo, as mãos apressadas rasgaram o curto pedaço de pano que não cobria nem metade das pernas de Kagome, em meio segundo já estava sem ela. Ele passou as mãos por dentro das coxas, alisando das pernas até os pés da jovem. Depois, sua boca percorreu o mesmo caminho. Ele se levantou e tirou a calça, jogando-a em algum lugar do quarto da menina. Suas mãos novamente encontraram o par de seios medianos, foi descendo para a barriga e colocou-a dentro da calcinha começando a acariciar o local. Seu toque era leve, calmo e muito bom. Isso fez a morena soltar alguns gemidos mais fortes. Kagome sentiu um dedo invadir sua intimidade e começar um movimento de vai-e-vem, alguns instantes depois ele colocou outro dedo e, novamente ela gemeu. Ela tirou apressadamente a cueca do lorde, podendo assim, ver o quão excitado ele estava, como se fosse possível, ela ficou mais vermelha do que já estava. Ele rasgou a calcinha apressadamente.
- Amanhã terei que comprar roupas novas. - Disse ela rindo.
- Tudo bem. - Ele a olhou nos olhos. - Mulher, o que você fez comigo? - Perguntou posicionando-se entre as pernas dela.
- Eu lhe ensinei a sentir sentimentos humanos. E você, - Ela fez uma breve pausa deslizando a mão pelo rosto de Sesshoumaru fitando seus olhos dourados. - me ensinou a amar.
- "Marque-a como nossa." - Rugiu sua fera.
Sesshoumaru pegou o queixo da jovem levantando-o suavemente fazendo com que seu pescoço ficasse completamente exposto. Ele aproximou-se sentindo o cheiro do desejo dela. Se posicionou entre as pernas de Kagome ao mesmo tempo em que lambia o lugar que a marcaria.
 - Isso vai doer um pouco minha miko, mas peço que aguente. - Sussurrou ao pé do ouvido dela. Deu-lhe uma última lambida antes de perfurar a pele macia entre o pescoço e o ombro da humana. No mesmo instante ele a fez sua.
O youkai penetra a intimidade da garota com vigor e bruscamente. O que faz com que ela arqueie a cintura e solte um gemido sôfrego. Ele arfa e fica imóvel um pouco para ela se acostumar com o momento. O sangue de sua virgindade se mistura com o líquido de seu desejo. Uma lágrima desce pelo canto dos olhos de Kagome com a dor latente se tornando cada vez menos desconfortável.
A expressão de Kagome era um misto de prazer e dor. Sentia seu corpo se desfazendo por completo como se estivesse deixando de existir. Sem retirar as presas que ainda estavam cravadas na garota, o youkai se move dentro dela arrancando alguns gemidos de seus lábios.
- Eu amo você, Sesshoumaru! - Ela sussurrou com uma voz quase inaudível enquanto entrelaçava suas pernas na cintura acima de seu corpo e arranhava com toda sua força, as costas do rapaz.
Ele nada diz. Ainda com as presas cravadas no pescoço, de sua agora companheira, o lorde começa as fortes e rápidas estocadas na jovem. Cada vez mais rápido. Cada vez mais forte. A dor e o prazer se misturam.
- Sesshou... maru... - Ela gemia o nome dele de acordo que o prazer ia aumentando.
Ele se apoia nas mãos ao lado da cabeça dela, seus sexos se chocando. Ela volta a arranhar as costas do youkai cada vez mais forte, em um frenesi de desejo. O prazer chega ao ápice para os dois.
O cheiro de sexo impregnava todo o quarto, quando Sesshoumaru retirou suas presas do pescoço da garota fazendo com que um filete de sangue escorresse dos dois pequenos furinhos que ali haviam ficado.
- Agora você pertence somente a mim. - Declarou antes de tomar para si os lábios carnudos daquela que, a partir daquele dia, chamaria de sua. - Eu também amo você, minha miko.
Ela apoiou a cabeça no peito nu de seu amado enquanto sentia seus cabelos sendo acarinhados por ele. Ficaram em silêncio alguns longos minutos apenas curtindo um ao outro antes de se entregarem ao cansaço e adormecerem.
O que o futuro guardava para os dois, ainda era um mistério mas, por uma noite colocaram as diferenças de lado e se permitiram amar.


Notas Finais


E então... O que acharam?
Comentem...
🐾 FUI 🐾


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...