História Cry-Baby - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Melanie Martinez
Tags Cry Baby
Exibições 27
Palavras 219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie meu povooooo
Primeiro: venho me desculpar pela demora.
Segundo: espero que gostem!!

Capítulo 3 - Cap.3


Muito tempo se passaram depois do meu aniversário, ninguém se quer me deu parabéns, ou algum presente, nem mesmo perguntaram como foi meu aniversário, nem foram pedir desculpa por terem faltado, mas tudo bem eu já me acostumei.

Sempre sou esquecida pelo mundo e pela minha própria família, e a única pessoa que se lembra de mim, e que me dar atenção, (por enquanto vcs não saberão o motivo) é o Aphalbet-boy.

Nosso relacionamento foi melhorando com o tempo, passamos então a brincar juntos, e a andar de bicicleta, que era oque mais fazíamos juntos, *pedalando, pedalando, minha mão em seu assento, por todo caminho, eu carrego band-aids comigo agora, para quando suas mãos macias baterem no chão. As rodas não estão nem tocando o chão, estou com medo de tirá-las, mas elas estão quentes agora, prometo não empurrar você pra terra, se você prometer que vai tirá-las primeiro*.

Passei a gostar dele, passei a sentir uma coisa, *eu amo tudo o que faz, quando você me chama de burra pra caralho pelas merdas que eu faço, eu quero pedalar em minha bicicleta com você, completamente despidas, sem rodinhas para você, eu vou tirá-las para você*, mesmo se achando e me chamando de burra, eu continuava a gostar dele, e desse jeito nossa amizade foi crescendo cada vez mais.


Notas Finais


Então oque acharam?¿
Estou muito feliz pelo apoio de vocês.
Continuem comentando isso ajuda bastante no feedback.
Beijos chorões😭😚 pra ocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...