História Cry In The Dark - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Kentin, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Anime, Castiel, Romance
Visualizações 13
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oooi meu amores..
Eu sei que demorei horrores para postar, mas né cá estou eu com o capitulo prontinho para vocês

Capítulo 9 - Planos


Fanfic / Fanfiction Cry In The Dark - Capítulo 9 - Planos


P.O.V'S Castiel

Haviamos acabado de chegar na casa do Viktor depois da visita que fizemos a Jade naquele lugar

- O que estão fazendo com ela naquele lugar? Viram como ela tá horrível, a gente precisa fazer algo - Rosalya disse impaciente enquanto se sentava com o Alexy

- Nós vimos Rosa, agora o que precisamos fazer primeiro é ver como iremos tirá-la de lá - Lysandre se pronunciou

- A única coisa que eu quero é quebrar aquele Dimitry na pancada, só isso que eu quero nesse momento - Viktor disse ainda de costas para nós

- Alexy - o chamei - Leva a Rosa pra casa por favor, acredito que o que iremos falar aqui não seria bom ela ouvir - disse 

- Como assim "não seria bom ela ouvir''? O que vocês vão falar que eu não posso ouvir? - Rosa se levantou e cruzou os braços

- Rosa não começa e vai pra casa por favor? - Armin interveio - Alexy, leva ela por favor - Alexy assentiu pro irmão e puxou Rosa com ele

- Viktor - o chamei e ele me olhou - Como iremos fazer isso?

- Primeiro, aquela enfermeira que falou conosco, quando estávamos saindo, ela me disse em qual quarto a Jade ta, e ela ta perto do escritório daquele Dimitry. - Viktor travou o maxilar - Temos que dar alguma distração que tire toda a atenção dos funcionários ali, só pra depois tirarmos ela e trazermos ela pra cá

- Eu consigo entrar e desligar as câmeras, só preciso de um computador com IP não identificado - Armin disse

- Eu consigo esse computador que você precisa, agora quem vai entrar lá e tirar ela? - Viktor se sentou no sofá, nos olhos e depois olhou para o celular - Tem mais um amigo meu e da Jade que vai nos ajudar, ele treinou numa escola militar e acredito que ele seja o melhor para nos ajudar caso algo dê errado

- Então um de nós vai entrar lá com ele? - perguntei

- Na verdade, prefiro que ele fique do lado de fora, afinal ele é nosso recurso emergencial - Viktor explicou

- Eu posso entrar lá - Lysandre disse

- Eu também - disse logo em seguida

- Perfeito, iremos trazê-la para cá, irei pedir ao Alexy e a Rosalya para arrumarem roupas pra Jade, eu vou atrás do computador agora e algum carro que poderemos usar pra trazê-la

[...]


P.O.V'S Jade

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Desta vez eu estava no Líbano, eu trabalhava em uma restaurante, além de garçonete, eu dançava para os clientes. Desta vez eu estava dançando para alguns magnatas indianos, desta vez eu estava com meus cabelos pretos e trajava um figurino de dança do ventre, usava um top sem alças azul com detalhes em dourado, uma calça tribal verde musgo com a saia de chiffon em azul com detalhes também em dourado, mangas azuis e braceletes dourados juntamente com um véu azul água, estava com o cabelo trançado e com adereços com pérolas por toda a trança. Eu dançava uma música do Issam Houshan, mexia os quadris no ritmo da música e respeitando cada parada, eu bailava com o véu, enquadrava meu rosto no mesmo enquanto deixava meu ventre acompanhar toda a música, os magnatas assistiam vidrados a cada movimento meu, alguns deles deixavam até suas bebidas derramarem sem nem ao menos perceberem ou correrem para limpar. Quando a música terminou eu os saudei e sai do palco particular

- Espere moça - um dos magnatas segurou meu braço com delicadeza - Eu poderia falar com você? 

- Sim, podemos sim - sorri sem mostrar os dentes e o magnata me levou até o jardim

- Eu adorei o jeito que você dançou lá dentro para mim e meus companheiros, você dança melhor que muitas dançarinas que passaram por aqui e eu queria muito conhecê-la, seu nome? - o rapaz de olhos amendoados, cabelos negros e barba me olhou e pegou na minha mão direita

- É Iasmin senhor - respondi e sorri sem mostrar os dentes

- Iasmin? Só Iasmin? - ele sorriu pra mim

- Iasmin Abbas - respondi corada

- Prazer senhorita Abbas, - ele beijou minha mão e depois acariciou onde beijou - Sou Sahib, Sahib Maharaj

- Prazer senhor Maharaj - sorri e dei uma leve reverência em forma de respeito

- Por favor Iadala, não me chame de senhor, até por que quero muito conhecer essa linda Rajkumari que está na minha frente

- Olha eu vou ser sincera com você - trouxe minha mão novamente para junto do meu corpo - Você pode ser o indiano mais lindo do mundo ou que for, mas só estou aqui de passagem, entendo que você gostou de mim e pela sua linguagem corporal, você quer um relacionamento comigo, mas entenda eu sou uma Firanghi, nem sequer sou daqui

- No entanto seu sobrenome é indiano, é curioso - ele sorriu e eu retribui com um sorriso irônico

- Tenho familia de origem indiana, porém, eu não fui criada aqui no Oriente, só estou aqui de passagem como te disse

- Então podemos viver algo "só de passagem" - Sahib disse e me olhou...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Vamos minha pequena - ouvi Dimitry me chamar - Hora de levantar - o olhei com dificuldade enquanto ele me ajudava a levantar

Enquanto Dimitry me levava até meu quarto eu o encarava, eu não sabia direito o que eu tava fazendo, não me lembrava de nada, apenas que o Dimitry veio me ver mais cedo e me trouxe um ursinho de pelúcia. Dimitry me sentou na minha cama e acariciou meu rosto

- Você é tão linda Jade - ele me elogiou

- Di-dimitry - o chamei com dificuldade

- Fala pequena - ele se aproximou de mim

- Fi-fica a-aqui - eu disse sem acreditar no que havia dito, mas talvez, só talvez eu não tenha opção, talvez eu fique aqui pra sempre, então é melhor ter ele perto

- Claro que fico - ele sorriu - Mas só se prometer que não irá mais ver seus amigos quando eles vierem aqui - ele disse e eu o olhei confusa - Não lembra deles? - neguei com a cabeça devagar e ele sorriu - Não tem importância isso minha pequena - ele selou nos lábios e depois me olhou de novo - Agora descanse, logo a Ellen vem cuidar de você - Dimitry me ajudou a deitar na cama, me cobriu e me entregou o ursinho que havia me dado, beijou minha testa e saiu do quarto

Eu fechei meus olhos, que já estavam pesados,, na mesma hora veio um rapaz de cabelos vermelhos e olhos cinzentos, estávamos em uma casa de campo, estávamos deitados em uma cama, apenas enrolados nos lençóis, eu estava com uma barriga de grávida e ao que parecia eu estava de 7 meses, eu estava com a cabeça deitada em seu peito nú

- Jade - o ruivo me chamou e acariciou meu rosto - Você precisa acordar e se lembrar da gente - o olhei confusa - Viremos te buscar minha ruivinha

[...]


P.O.V'S Castiel

Cheguei em casa depois de termos planejado toda a fuga da Jade daquele lugar, eu estava frustrado, nervoso e eu só queria socar a cara de cada um que anda machucando ela, vê-la daquele jeito, fraca, acabada e sem poder falar e se mexer direito me tirou o chão, que tipo de pessoa faria isso com alguém como ela? Me sentei no chão e fiquei lembrando da noite que passamos aqui, ela me disse! Ela me disse que não queria ir pra escola, se eu tivesse ficado aqui com ela, com certeza nada disso estaria acontecendo. Dragon chegou perto de mim e se sentou de frente pra mim, eu cocei sua cabeça e depois o abracei. Eu tenho que mudar isso, eu tenho que tirar ela daquele lugar, eu preciso da minha ruivinha comigo de novo

 


Notas Finais


Música que a Jade dançou - https://www.youtube.com/watch?v=Ee9a57ReHmY
Glossário
Iadala - querida
Rajkumari - princesa
Firanghi - estrangeira
E meus amores, agora eu estou com uma fic novinha, baseado no universo dos Cavaleiros do Zodíaco pq sim, e eu gostaria muito que vocês também acompanhassem, então aqui está o link>>> https://spiritfanfics.com/historia/heart-of-gold-9577503 e eu espero de coração que vocês gostem dela também
bjs e até o proximo cap <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...